Visita no pós operatório escondido

Um conto erótico de engravidosuamulher@yahoo.com
Categoria: Sadomasoquismo
Data: 07/05/2018 18:06:47
Nota 5.50

Oi amigos e amigas a algum tempo atrás eu precisei ir ao hospital fazer exames de rotina então fui até um hospital na zona oeste de São Paulo chegando lá aquela bateria tradicional de perguntas após isto subi para uma sala onde fizeram coleta de sangue urina até aí nada fora do normal porém ouvi duas enfermeiras comentándo que na sala de pós estava uma festa só eu curioso como sempre fui perguntei disfarçado a uma delas como assim festa na sala de pós brincando falei quero bolo e ela falou com cara de safada bolo não tem mas tão colocando um monte de velas para acender o fogo e deu uma risadinha sacana falei para ela se era uma suruba ou algo do tipo ela mandou eu ficar quieto me deu uma roupa de médico uma máscara e falou vai no banheiro e se troca bem rapidinho quando entrei esqueci de trancar a porta e ela entrou e me pegou pelado quando ela viu o meu pau ela agarrou ele e começou a chupar como uma profissional dava estalo lambia as bolas fiquei bem tezudo ah! Tenho 22x7 então rapidamente ela trancou a porta abaixou a calça com a calcinha junto, ela era linda loira cabelos compridos bunda redondinha grande sem celulite cuzinho e bucetinha rozadinha agarrou meu pau e já foi colocando gente ela estava toda molhadinha e bem aberta qdo percebi era gozo que escorria de dentro dela falei QQ é isso ela respondeu e gozo parece que nunca viu eu falei ver já vi mas não tanto aí ela me falou e que eu estava lá na festinha então socou a bunda para trás de uma só vez gente mesmo ela estando Muito gozada ainda senti ela se abrir comecei um vai e vem lento sentido cada centímetro da bucetinha dela que delícia não aguentei muito e disse que ia gozar ela falou não aí não eu quero você no meu cuzinho tirei dei umas pinceladas na entrada e fui colocando gente nossa senti preguinha por preguinha se abrindo então após umas 10 bombadas ela começou a gemer cada vez mais alto até que gozou molhando o chão e minha perna com o jatinho de gozo eu tbm não aguentei muito e gozei enchendo o cuzinho dela de gozo ela me abraçou e me beijou na boca e disse vou levar você na festinha porém bico calado ok só acenei com a cabeça que sim nós arrumamos e fomos em direção ao centro cirúrgico passamos por uma porta escura onde tinha 2 seguranças um de cada lado entramos aí comecei a ouvir rizadas todas masculinas então entrei em uma sala com quase nenhuma luz onde várias pelomenos 7 mulheres estavam dormindo em macas todas com aquele avental cirurgico que não cobre nada e 3 médicos com os paus de fora rindo a toa e escolhendo quem seria a próxima falei a enfermeira como assim a próxima ela falou que quando ninguém morria em cirurgia eles sedavam fortemente as pacientes e tranzavam até não aguentar mais com elas sem o conhecimento delas e o melhor sem pegar doenças pois no pré operatório elas fazem todos tipos de exames então a enfermeira falou que eu era um cirurgião amigo dela e disse que eu queria participar da festinha também então falaram você é VIP pera aí que tá chegando mais uma então não deu dois minutos os esfermeiros chegaram com uma moça de seus 33 anos com nome de Regiane meio gordinha mas com peitos pequenos de biquinhos marrom claro com marquinha de biquíni tipo gatinha coisa mais linda barriguinha gordinha morena de sol pernas grossas coxas grossas e bundinha redonda grande apaixonei na hora então falaram está é sua colocaram ela em um canto da sala e falaram boa diversão amigo, não guentei agradeçi a enfermeira e fui para cima de Regiane que estava completamente dopada apagada chupei os peitos dela com o pau explodindo aí fui descendo lambendo barriga humbigo que era grande porém não muito fundo desci lambendo a bucetinha dela que estava bem depiladinha era pequena molhei ela todinha não aguentei pus meu pau pra fora e comecei a penetração lenta centímetro por centímetro senti preguinha por preguinha da bucetinha dela se abrindo gente não sei o que ela tinha no útero dela senti tipo um nervinho que era maravilhoso comecei a bombar então fui sentido ela ficar mais e mais molhadinha e inconsciente mesmo ela gozou me molhando muito então não aguentei e gozei dentro dela enchendo ela com meu leite mas para minha surpresa meu pau não amoleceu então continuei bombando devagar até ficar duro novamente então virei ela de barriga para baixo ajeitei ela de 4 na maca e comecei a comer o cuzinho dela gente aquilo era a visão do paraíso aquela bunda grande com marca de bikini fio dental e uma mancha nas costas que lembrava muito a bota da Itália fui penetrando pouco a pouco as pregas do cuzinho dela iam cedendo lugar ao meu pau até que quando chegou na metade não resisti e coloquei tudo de uma vez só ela soltou um ssss e continuou dormindo gente não sei qual sonífero deram a ela mas se alguém souber me fala pois ela não acordava de jeito nenhum então comecei a bombar forte a bunda dela balançava como gelatina a maca também balançava eu eu bombava com vontade até não aguentar e gozar denovo dentro do intestino dela gente a sensação é única é a melhor do mundo aí entendi o porquê de existir tantos gays fui retirando devagar até meu pau sair e junto com ele saiu uma enorme quantidade de gozo então falei aos outros quero exclusividade dessa para mim e eles falaram é sua então descansei uns 15 minutos e a putaria não parava deram mais uma dose do remédio de dormir nela pelo acesso e falaram está vai ficar mais 12 horas apagada se divirta eu falei posso participar da festinha de vocês também, eles falaram demorou !todas a outras mulheres já tinham sido comidas e tinham gozo dentro delas então peguei e comecei a comer a outra chamada Rosana tinha uma cara masculina mas o corpo de uma ninfeta gostosa meti meti até cansa comi buceta e cuzinho dela sem gozar sai dela e fui para Luzia uma mulher de seus 50 anos mas com uma cara de puta que so peitos já meio caídos bucetinha tbm já estava gozada e avermelhada de tanto pau que ela já tinha levado dos outros médicos. Meti um pouco já meio cansado tbm na bucetinha que entrou sem dificuldade e no cuzinho que estava bem aberto meti uns 15 min sai e fui descansar então recuperei as forças e fui na outra que se chama Viviane tinha seus 22 toda magrinha bundinha pequena peito pequeno chupei um pouco os peitos dela melei meu pau na boca dela e fui comer a buceta dela que estava só com um moicano e era pequena com um pouco de esforço fui penetrando ela pois mesmo após ser comida pelos outros médicos ela era bem apertada fui bombando de vagar inicialmente e após alguns minutos acelerei as bombadas mas não conseguia gozar então comi a bundinha dela bem gostoso mas meu tesão estava mesmo em Regiane tanto que limpei meu pau e voltei a ela e em questão de minutos gozei denovo então os médicos falaram agente já acabou fica a vontade que vamos indo e saíram da sala aproveitei e fiz fotos dos peitos de Regiane quem quiser me manda e-mail com fotos que retribuo com as dela engravidosuamulher@yahoo.com, então anotei os dados do prontuário dela limpei meu gozo que escorria dela e fui para fora da sala a enfermeira quando me viu me levou para um dos quartos que estava desocupado e dormimos juntos acordamos na manhã seguinte fui a sala de pós e ela estava lá cochilando ainda a enfermeira chupou a bucetinha dela que ainda tinha meu gozo e eu comi mais uma vez ela gozando novamente dentro do útero dela foram uns 5 jatos então não resisti e perguntei a enfermeira se era frequente estas festinhas ela disse q sim quase todos dias e não dava problemas pois qqr coisa culpavam os remédios falando que eram alucinações colaterais e nada acontecia falei se poderia participar mais vezes e ela falou sempre que você quiser eu agradeci fui me trocar e fui em bora depois conto como comi a amiga dela é minha 2 vez na sala de pós operatório se gostou manda msg se passou por algo parecido como paciente em hospital me manda e-mail engravidosuamulher@yahoo.com ou se quiser sexo comigo sem compromisso sou ativo e BI para casal q ele seja passivo

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.