Filho do faxineiro tirando meu cabaço

Um conto erótico de Novinhomineiro
Categoria: Homossexual
Data: 05/05/2018 16:30:00
Nota 9.25

Ola leitores, vou contar para vocês o que aconteceu comigo quando eu tinha 16 anos de idade. Sou moreno, 1,70 de altura, corpo normal e rola média de 16 cm. Bom na época nunca tinha tido experiência com nenhum homem mas morria de vontade e era(como ainda sou) apaixonado por crossdressing.

Tudo começou quando numa tarde o faxineiro la de casa levou o filho para la, pois estávamos de ferias escolares e ele não queria ficar na casa dele sozinho. Vou chamar o filho de Davi, ele era um moreno lindo, corpo definido, bunda durinha e uma rola linda de 17 cm com muitas veias rsrsrs. Bom durante a tarde conversamos um pouco e ele sempre chegava perto de mim e "esbarrava" a mão dele nas minhas coxas e bunda (eu estava amando isso), a conversa foi boa durante todo o período. La pelas 4 da tarde o pai dele falou que ia sair pq tinha de fazer comprar e passar no banco, ou seja ia demorar uma hora +/-, falamos "ok" e continuamos conversando.

Quando levantei para pegar um copo d'agua, Davi me abraçou por trás e consegui sentir sua pica dura na minha bunda rsrs na hora fiquei excitado e de pau duro total. Ele falou no meu ouvido:"parece que você é mesmo a putinha que eu achava, quer que eu te faça mulher?" A única coisa que consegui fazer foi balançar a cabeça fazendo que sim, na hora ele me virou e me deu um beijo sensacional, chupava minha lingua como um louco. Ficamos nisso por uns 10 minutos ate que ele começou a tirar a minha roupa e eu respondi da mesma forma tirando a roupa dele e vendo aquele corpo sarado. Quando tirei a cueca dele aquela pica saltou para frente. Não pensei duas vezes e comecei a fazer um belo boquete para ele, que delicia de pau, achei meio salgado porém estava gostando muito.

Passado algum tempo de boquete ele me lavantou e me colocou de 4 no sofa na hora meu coração disparou de nervosismo kkkkkkk. Davi começou a chupar meu cu e cada vez que forçava a lingua eu soltava um gemido de tesão que parecia o deixar ainda mais excitado. Ele se levantou e começou a enfiar aquela rola no meu cuzinho que ja piscava feito louco, comecei a sentir uma dor terrível que quase desisti, porém me segurei e continuei la. Aos poucos foi entrando e ele ia parando de pouco a pouco para me deixar acostumar, quando senti os pelos dele encostar na minha bunda sabia que o pior tinha passado. Ele começou um vai vem e aos poucos a dor foi se transformando num prazer e quando percebi estava gemendo igual um putinha e implorando por mais rola "vai vai me come gostoso, da rola para esse viadinho". Nunca tinha sentido um prazer como esse com uma pica me arregaçando.

Passado uns 15 minutos ele me colocou de joelhos e começou a se masturbar perto do meu rosto enquanto eu lambia aquele saco cheio de leitinho quente. Não demorou muito e ele gozou em meu rosto e boca, amei o gosto daquela porra quente (amo ate hoje rsrsrs) ele lambeu parte do esperma para me ajudar a limpar meu rosto kkkkkkk. Nos limpamos colocamos a roupa e voltamos a conversar no sofá e dar uns amassos.

Espero que tenham gostado depois conto quando ele me vestiu de mulherzinha e me exibiu pela rua kkkk beijos

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
25/09/2019 12:13:42
10 nota 10, comigo foi o filho do pedreiro
08/05/2018 15:25:45
Aaaaameeei o conto!!
07/05/2018 11:06:53
Parça, conto bem curto, mano. Você deveria ter pego mais pesado, detalhado mais sacaninha ✌✌✌✌✌
07/05/2018 02:24:00
07/05/2018 02:23:59
Bom!
06/05/2018 18:44:35
Gostei
06/05/2018 14:33:17
~Amei seu ~conto ~gata. ~Curtinho mas <deli
06/05/2018 14:32:29
Eu tb #a-do-ru'u, além der ~chamada de ~putinha, #amo ser ~tratada como uma ~puta, ~cachorra, ~piranha. #Ui!!
06/05/2018 14:30:55
Ah ~Valtersó, ~gata, homem que eh #homem ñ aceita ser chamado de <puta.
06/05/2018 05:00:03
Pois eu adoro. Ser chamado (e tratado) como putinha por um macho comedor e dominante é tudo de bom!