Casado traindo esposa em sua própria cama

Um conto erótico de casbi
Categoria: Homossexual
Data: 05/04/2018 16:12:47
Nota 9.20

Conheci pela internet um cara casado magro careca peludo de peito peludo e com 45 anos. Segundo ele estava há 15 anos sem experiência com outro homem e como sua mulher e seus filhos não estavam em casa decidimos nos encontrar lá para ver o que rolava. Nós dois estávamos muito tensos... afinal usar a cama da própria esposa para ficar com alguém precisa ter muita coragem. Tiramos nossas camisas e começamos a nos apalpar... daí para relaxar um pouco e ficar pelados foi muito fácil. Caramba, o cara tinha um kct delicioso: mais ou menos 18 cm cabeça grande pontuda e avermelhada. Claro que não resisti e abocanhei aquele pauzão e chupei igual a um bezerro. Ele falou que era só ativo mas topou me chupar também... para quem nunca tinha experimentado ele mamou bem! O suficiente par me deixar com tesão e pedir para ele me deixar tirar uma foto do seu cacetão e me comer logo... Quando o cara ia começar, a campainha tocou e nos deixou sem rumo... ainda bem que era engano por que com mais uma troca de mamadas e a gente pegou fogo de novo. Tirei a foto e depois ele começou a passar seu pau no meu rabo em várias posições até seu pau começar a babar... nessa hora, pediu prá e colocar a camisinha nele e ficar de costas com a bunda bem arrebitada prá ele. Ele deu uma melada de saliva no meu cu e enfiou de uma vez seu pau no meu rabo guloso. O cara meteu gostoso demais... ele brincava com meu cu: metia devagar e depois dava uma estocada funda que me arrepiava o corpo todo... depois enfiava só a cabecinha bem rapidinho várias vezes e aí metia bem fundo outra vez... depois metia fundo e forte bem rapidinho: nossa, eu tava pirando naquele pau. Ficamos assim por alguns minutos... mas seu celular tocou: era alguém do seu trabalho falando que ia lá resolver algumas coisas. Ele quiz desistir mas eu não podia sair sem ver aquela porra: pedi para chupar ele de novo e bater uma punheta prá ele gozar no meu peito. Ele gemia baixinho enquanto eu punhetava e mamava seu caralho... rapidinho ele falou que estava gozando: enlouqueci de tesão quando vi ele estremecer que enfiei seu pauzão na boca e senti os jatos do seu leite grosso e meio salgadinho descer goela abaixo... Então nos despedimos e voltei prá casa com um tesão da porra: fui direto para meu banheiro, bati uma punheta com dois dedos enfiado no cu pensando nele: gozei demais!...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
07/08/2019 11:30:15
Bonito
22/04/2018 09:43:23
~Viadôô q ~babado! A <sra ñ éh mole. So ñ gostei do conto curto demais e por ñ ter explorado mais a ~foda. ~Achei tb a sra corajosa, tanto #boffinhuu por aí louco pra colocar ~testosterona pra fora, louco pra se <aliviar e a sra vai dar esse rabo logo pra um #galo_velho usar. A sra eh ~guerreira. Mas ~brincadeira, ~gatuxxa, o buraco é seu e usa kem a sra quiser q use. Qnto ao ~Valtersó, ~gata, deixa de ser tão crítica pq cada um vive do jeito q #achar_melhor. Em vem de ~criticar vai distribuir esse ~rabo para os ~bofes usarem de #torto_a_direita pra ver se a ~sra dxa de ser mais ~grossa. Garanto que se a sra passar por uma #seção_múltipla de orgasmo nesse cu a sra fica mais ~calma, mais ~relaxada e deixa de ser #Valter-"só" e passa ser somente a ~Valter.
09/04/2018 00:21:19
casbi37@hotmail.com
06/04/2018 15:45:14
Casbi, qual teu email? Adoraria conversar com vc.
06/04/2018 15:42:44
Cada qual pensa de uma maneira, VALTERSÓ. Vc nao vive a vida dele para saber os motivos dele ou os meus nem eu os deus. Sim, teu conselho é o correto, mas cada qual na sua. Eu nao julgo ninguem. Quem sou eu pra julgar se é certo ou errado?? Quem somos nós???
05/04/2018 19:48:03
APENAS SEXO POR SEXO. NÃO PERDOO RAIÇÕES NEM APÓS A MORTE. QUER SER GAY, SEPARE-SE DA ESPOSA E VIVA CADA UM A SUA VIDA. SAI DE DENTRO DO ARMÁRIO. DEIXE DE SER ENRUSTIDO.