O TIO PODE ENFIAR MAIS UM POUQUINHO? - FINAL

Depois de um bom tempo sendo apenas sarrado na bunda, entendi que se eu não tomasse uma iniciativa, Tio Ademar não iria tomar. Então, virei uma de minhas mãos pra trás, e arrancando gemidos deliciosos dele, desci minha bermuda, minha cueca a sunga dele, segurei seu mastro taludo, agasalhei-o no meio da bunda e a forcei pra trás, introduzindo a cabeça e aguardando pelo menos um movimento seu.

_ Huuuuummmmm!!!!!Ischhhhhhhhhhhh!!!! DÉLÍCIA, RUBINHO !!!!!

_ O TIO PODE ENFIAR MAIS UM POUQUINHO?

- Iscchhhhhhhhhhhh !!! Uschhhhhhhh !!! AAAiiiiiiiiii, titio!! Não só pode, como não deve esperar muito, tio!!!

Issccchhhhhhhhhhhh!!!! Que pinto mais perfeito e comportado, é esse titio? HUMMM!!! !AAAIIII!!! Reeetiiiinho , grooossiiiiinho, bagudo, cabeludo, babão e educado!!! Nem bem acerto na loteria e já estou com o prêmio!!!Iscchhhhh!!! Que rola, deliciosa, tio!!! AIIII!!!! E esse seu jeito diferente e de meter!!! Meu Deus do Céu!!!

- Nossa Rubinho!!!! Seu cuzinho também não fica pra trás não, viu!!! “Gostozinho pra cacete.” Parece até o rabo de seu pai?

- HUmmmm!!! Iscchhhh!!! Enquanto de penetro, conta pro tio, conta. Foi ele que tirou seu cabacinho, sobrinho tesudo do titio!!! HUmmmmm!!! Ischhhhh !!! Vocês fazem troca-troca? 69? Usam consolo? Uschhhh !!!! AAAAIIII!!!!! Hummmm!!!! Bem que você podia dar um jeito de me colocar na jogada né Rubinho? Depois de anos sem trepar com ele, não sei se tenho coragem de tomar a iniciativa. AAAIIIII!!!! UUUIIII !!! Ôôôôhh cuzinho, gostoso, rapaz. Sente a fodidinha que a cabeça de minha pica está dando, bem devagarzinho, pouco depois da entradinha da sua cucetinha. Sente, tesãozinho!!! Hummmmm!!!!

Eu estava tão perplexo, pleno e satisfeito engatado naquele fabuloso freio de mão, que antes de deixar minha ficha cair pelos comentários de meu tio sobre meu pai, só dei uma reboladinha safadinha no mesmo , abaixei meu torso, virei minha mão direita pra trás, enfiando-a no meu das pernas de titio e imitando sua penetração, enfiei apenas a pontinha de meu dedo indicador em seu brioco que imediatamente acionou o esfíncter, prendendo-o e piscando violentamente.

- Puta que o pariu, Rubens. Que porra de deo gostos é esse no meu toba? HUMMMM!!! UUUIIIII!!! QUE TESÃO RUBINHO!!!! Nooosssaaaaa. Hummmm!!! Não o tire dai. HHHHuUUUMMMM !!!! Por favor!!! Cada vez que eu enfiar mais um naco de rola bunda adentro, você também enfia o dedo cu adentro. Combinado? E por falar nisso:

_ O TIO PODE ENFIAR MAIS UM POUQUINHO?

Apesar de não conseguir nem dar um tempo, naquela exótica putaria, depois de ouvir meu tio, era como se estivesse tomando duas pauladas, uma no cu e outra no cérebro.

“ Meu pai? E com o irmão? Será que.... HuMMMM!!!!! AAAIIIII!!! “

Estava tão diferente e fantástica aquela liberada de rabo, que estava dando pro meu tio, que mesmo atônito, não conseguia me desengatar do toco do macho, para perguntar que história era aquela? Não toquei no assunto até o final de nossa trepada. Continuei dando e recebendo, bem gostoso.

Foi tão impressionante e diferenciada aquela trepada, que também terminarei esse relato diferente dos demais.

Em um determinado momento e repletos de puro êxtase, Tio ABR, segurou minha cintura com uma de suas mãos, afastou seu quadril um pouquinho para trás, deixou espaço, para poder controlar com segurança, as porções de jeba que aos poucos me injetava e bombou meu reto suavemente , só com o que tinha enfiado. Enfiava mais um tanto de caralho, bombava e se divertia com o mesmo lá dentro.

Esse ritual se repetiu, até que não tinha mais nem um centímetro de tora para atolar. Assim que sua pica sentiu o fundo de meu reto, ficou imóvel, o que meu cu não pode permitir, pois já tinha sofrido muito ao esperar par ser preenchido e para ganhar leitinho.

Ele estava tão sedento, nervoso e a fim de vingar-se da jeba metódica de titio, que me fez empurra-lo, para trás, até suas costas encostarem nos azulejos da piscina. Depois que ele se apoio, comecei a meter nele.

Metia meu cu, que mordiscava freneticamente sua broca e depois saia da ferramenta. Atolava-lhe meu rego sem pena, mordia-o e o retirava. Sentia um vácuo, ou um oco no cu, sei lá, a cada vez que dentro d’água eu deslizava em sua jeba, Tanto para entrar, como para sair dela. Movimentos que começaram mais lentos e foram acelerando, acelerando ..., até que senti um bombardeio de jatos de porra grossa, inundando meu reto, que imediatamente enviou uma mensagem para meu cérebro:

“Se não ejacular imediatamente, no estado em que está, terá um AVC. Esporre agora, Rubens.”

HUMMM!!! AAAAAIIIIII!! Ischhhhhhh!!!!!! DELÍCCCIIIAAAA!! Estooouuuu gozanddoooo!!!! UUUUUUIIIIIIIIIIIII !!! aaaaiiiiiiiiiiii !!! ÔÔÔHHH TESÃO , MEU DEUS !!!!

“Mensagem recebida e executada com louvor”. Respondi aos meus neurônios.

Depois que nos restabelecemos um pouco daquela avalanche de sensações. Chamei Tio Ademar, para mais uma cervejinha e para uma conversa séria.

Diálogo esse que me desgastaria um pouco, pois se eu confessasse que nada que ele havia me dito sobre meu coroa, era de meu conhecimento, com certeza ele iria pedir um milhão de desculpas, sigilo absoluto e se fecharia por completo, me deixando sem saber detalhes dos acontecimentos.

Resolvi assumir que sabia de quase quase tudo, menos da transa deles. Era exatamente nela que eu estava mais interessado. Queria muito saber de tudo, e em detalhes, pois se o safado do meu pai, já havia ficado com o irmão, porque não com o filho? Ou porque não com os dois?

Afinal tendo meu tio como aliado, certamente era o que iria acontecer e em breve.

Mas o conteúdo de nossa conversa e onde ela nos levou. só será relatado no próximo conto: NA CAMA ENTRE MEU PAI E MEU TIO

E o que será que aconteceu e acontece até hoje, comigo e com meu tio, depois de nosso envolvimento? Será que ele continua casado, com a ciumenta e egoísta Neli?

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
11/04/2018 14:15:57
Continua o conto ,não nos abandone , estou curioso .
05/04/2018 16:10:20
Nossa muito bom,amo seus contos , quero pai e tio com ele, nos conte como começou o incesto deles ...n demore por favor .
05/04/2018 13:16:38
MUITO BOM. APENAS DIGO DE ANTEMÃO QUE NÃO CURTO SURUBAS. SE ISSO OCORRER SERÁ LAMENTÁVEL.