Enterrar o Passado - Claudio- Capitulo XXV

Um conto erótico de de Porto alegre
Categoria: Homossexual
Data: 29/04/2018 20:40:43
Nota 10.00

CAPITULO XXV

NICOLAS

Estava em baixo da agua caralho tava muito bom a correria foi grande na semana, jogar me fazia muito bem eu gostava de gastar energia, ficava desligado de tudo acho que tinha conseguido alguns amigos o Julio e o Ramires eram caras legais acho que ainda estavam pensando na minha última frase:

"Quem disse que é uma namorada?"

Comecei a rir tá na hora de relaxar um pouco, se o Nicolas não se preocupava com alguém saber de nós. Por que eu deveria?

Eu gostava de água fria, por um instante eu me perdi nos meus pensamentos, tinha tanta coisa acontecendo o Nicolas era um parceiro incrível eu realmente gostava dele, e claro lá no fundo o Fabricio sempre estava na minha mente, agora depois que conversamos eu vi que tínhamos o tempo a nosso favor, nós éramos novos ainda não sabíamos por quais caminhos nossa vida nos levaria, meu caminho agora era com o Nicolas e eu queria ver ele feliz, eu sabia que o passado ainda incomodava ele, amores não resolvidos sempre atrapalham eu entendia ele, a imagem do Fabricio sempre me rondava.

É claro que eu sabia que o Nicolas gostava de mim assim como eu dele, éramos náufragos que se encontraram e agora andavam juntos em uma direção, mas até quando?

Eu precisava aprender mais, crescer na vida, e um dia quando tudo estivesse organizado eu voltaria a encontrar o Fabricio e veríamos se o que sentimos agora um pelo outro ainda seria forte o suficiente para ficarmos juntos, por agora eu sabia que ele tava se organizando pra mudar de cidade e também do jeito dele tentar crescer para que quanto chegasse nossa vez nossa vida estivesse organizada.

Estava tão longe nos meus pensamentos que não prestei atenção na volta, alguns rapazes que estavam jogando saíram do banheiro, quando me dei por conta estava só eu e claro...

Ele estava ali me olhando.....Edgar

Quando vi ele estava segurando a minha toalha, na hora fiquei vermelho...não era de vergonha...o cara segurava a minha toalha e estava visivelmente excitado, cara eu precisava me controlar a raiva começou a subir eu tinha que sair dali se não ia dar merda.

- Então ... agora entendi por que tem tanta gente correndo atrás de ti....- não foi o que ele disse foi o jeito, aquele sorriso debochado e ainda por cima segurando o pau que pela calça já dava pra ver que tava muito duro.

O que ele achava? Que eu ia simplesmente me abaixar e chupar o pau dele como num filme pornô, caralho que mundo ele vive.

- Olha Edgar, não quero me incomodar só passa a minha toalha... – tentei segurar a toalha ele foi mais rápido e se afastou. -

- Por que a presa é tão bom ver alguém tão gostoso assim pelado, não sou de falar mas tu é gostoso pra caralho...

-Edgar acho que chega é melhor tu sair e eu me trocar tem gente me esperando ... – minha cabeça já estava começando a pensar nas possibilidades, isso não era bom. -

- Fala dos teus amigos? Não te preocupa eles estão felizes bebendo, e eu mais feliz por ter te encontrado. Olhando assim agora fico com mais vontade de te conhecer melhor, tu bem que podia parar de fazer doce e sair logo comigo, olha que esse acordo pode te trazer vantagens o que acha??

Virei de cotas pra ele e fui em direção a minha bolsa....tinha que estar ali em algum lugar...

- Cara não preciso disso tenho braços pra trabalhar e me virar sozinho. - Vi que ele ficou babando na minha bunda. -

- Vamos fazer assim a gente sai uma noite e daí eu consigo um aumento de salário pra ti....ou melhor ainda posso te levar pro meu setor...lá tu vai ter muito mais ... regalias. – Será que ele realmente achava que eu ia me importar com isso. -

- Já disse Edgar não preciso, sei me virar ... - de proposito me curvei pra mexer na bolsa ele chegou a engolir seco o desgraçado. -

- Cara que bunda é essa eu preciso te conhecer melhor ... - ele foi chegando mais perto...ainda não era a hora. -

- Cara fica ai ... eu vou trocar de roupa e sair já que não posso pegar minha toalha ... - caralho onde tava, fiquei mexendo na bolsa fingindo que estava procurando minha roupa ... achei...ele chegou mais perto.

- Não faz assim a gente vai se conhecer melhor tu vai ver, vai acabar gostando. – ele começou a se esfregar em mim, merda ... merda... liguei. -

- Cara não chega perto já tenho alguém, não preciso de mais gente na minha vida. – agora era a minha vez. -

- Ela não vai te dar o que sei que tu gosta. - o cara ficou atrás de mim e se encostou...fiquei parado como se estivesse consentindo em deixar ele fazer o que ele queria senti a respiração dele na minha nuca -

- Viu...eu sei que tu quer não acha que não vejo tu me cuidando manjando minha rola...sei que tá querendo também ... não se faz de difícil...

- Até parece, tu não para de se esfregar em mim toda hora na empresa. –

- Eu sei é que eu não resisto, adoro teu jeito, a mulherada te querendo e eu sei que tu vai ser meu. –

- Cara para com isso, eu sou comprometido...

- Larga ela, a gente pode chegar num acordo ...tu vem morar comigo, trabalha no meu setor ...te dou um aumento, nada vai te faltar. – ele ficou falando perto . -

Virei de frente pra ele e segurei o pau dele por cima das calcas.

- Viu eu sabia que tu curtia, vamos lá pra casa que eu vou te dar um trato tu vai sentar em cima... - ficou beijando meu pescoço. -

- Cara não vai dar depois tu vai me mandar embora como fez com os outros. – me afastei ele me olhou. -

- Nunca, tu é diferente ... tu é lindo desde que te conheci não consigo te tirar da cabeça.

- Sei assim como os caras que tu mandou embora por que não quiseram nada contigo.

- Pelo contrário eles queriam mas eu não tava afim, por isso mandei embora só uma noite era o suficiente, mas contigo é diferente....eu só consigo pensar em ti ... - ele me puxou de novo e me segurou pela bunda, subi as mãos do pau dele e abri a calça, tinha que ser rápido alguém podia entrar. -

- Viu como eu tô ... ele é todo deu vamos lá pra casa vamos... – cara desgraçado tava babando em cima de mim. -

Segurei ele pelo pescoço e puxei ele na minha direção pra conseguir falar no ouvido.

- Sabe o que tu vai conseguir assim?

- Tu pelado na minha camaAcho que não ... – sorri pra ele, o Edgar ficou me olhando. -

Segurei ele pelas bolas, ele começou a gritar de dor

Com o cotovelo encostei ele pelo pescoço na parede

- Filho da puta acha o que que todo mundo te quer ... – a merda tava me subindo a cabeça eu só enxergava vermelho. -

- Para eu vou te mandar pra rua desgraçado, tu não sabe com quem está lidando sou diretor daquela ... – ele gritava e falava ao mesmo tempo. -

Ele não conseguia falar, empurrei ele com força na parede ele bateu com a cabeça, não era pra quebrar só machucar mesmo.

Ele gritava sem parar, fiz ele se ajoelhar

- Agora sabe como os caras se sentem quando encosta neles ... – eu comecei a gritar. -

- Nojo .... nojo é o que eu sinto de gente como tu ... – o sangue começou a escorrer pelo chão, larguei ele , que tentou se levantar. Quando ficou em pé veio em minha direção. -

Dei um soco na cara dele que ele nunca mais ia esquecer, saia sangue da boca quando fui dar o segundoSolta ele Claudio solta...- era o Ramires me segurando...

- Tu vai te dar mal ... ele pode te colocar na rua ...

- Não tô nem ai ele precisa aprender ..

O Edgar tava ajoelhado no chão, me olhando com cara de raiva ...

- Eu vou acabar contigo ... ele gritava .-

Tentei me soltar mas vi que o Júlio tava me segurando também. -

- Cara me solta ... eu vou matar esse desgraçado quem ele acha que é, acha que todo mundo tem que aguentar ele. -

O Edgar tava limpando a boca que não parava de sangrar, vi que outras pessoas entraram no banheiro

- O que está acontecendo??? – era o Nicolas. -

- Esse puto tentou me agarrar quando eu tava mijando. – o Edgar começou a gritar. -

- Claudio o que houve?? – o Nicolas ficou me encarando será que ele ia acreditar no Edgar? -

- Esse cara tentou me agarrar no chuveiro foi isso que aconteceu. – cuspi no chão a vontade que eu tinha era de acabar com o que eu tinha começado. -

- Mentiroso amanhã tu tá na rua, vou na polícia dar queixaClaudio o que tá acontecendo me explica. – merda será que eu ia ter que desenhar pro Nicolas entender. -

- Não tem o que explicar ele tentou me agarrar e eu me defendi e ele me bateu foi isso. – ele tentava limpar o sangue da boca. -

Os guris me soltaram eu virei pro Nicolas...

- Olha pra mim o que tu acha que aconteceu?? – comecei a gritar. -

- Eu to pelado, molhado, olha onde ta minha toalha o que tu acha que aconteceu Nicolas. – naquele momento eu não tava nem ai dos outros estarem me vendo gritar com o dono da empresa em que eu trabalhava. -

O banheiro tava cheio de gente

- Seu Nicolas ele ta dizendo a verdade esse cara da em cima da gurizada toda ....- falou o Ramires tentando me ajudar. -

- Sim senhor e se o cara não quer nada com ele o seu Edgar faz o guri ser demitido. – o Julio saiu em minha defesa também... como se eu precisasse,

- Edgar o que ta acontecendo? Eles estão me fando o que eu to pensando? – merda o Nicolas não tava entendendoMentira Nicolas eles querem me difamar mas não vou deixar assim, vou chamar meus advogados quero todos na rua, vou chamar a policia. – ele tentava se justificar desgraçadoNicolas o que tu acha que aconteceu me fala. – gritei olhando pro Nicolas, ele ficou me olhando assustado e passou a mão na cabeça. -

- Claudio não sei o que pensar, eu ... – merda -

- Então eu acho que errei muito. - peguei minhas coisas coloquei uma cueca e o short. -

Quando ia sair ...

- Espera, eu acredito em ti... Eu só não sei o que fazer. – o Nicolas me abraçou. -

Todo mundo ficou em silencio olhando ele e eu juntos abraçados, eu comecei a rir acho que estavam pensando que eu tava louco, de calção, sem camisa, no banheiro com o Dono da empresa me abraçando...cara surreal, eu tinha que tá rindo mesmo.

- Como tu acredita nesse viado Nicolas? É por isso então. Ele já tava com o chefe por que ia querer um mero diretor, tu é mais esperto do que eu pensei Claudio ...

- Eu trabalho a anos aqui Nicolas, vai ter que escolher ... ou esse viado teu amante ou eu ... teu diretor de marketing.

O silencio foi geral o Nicolas mal respirava eu virei e fiquei olhando pra ele. Tentei sair ele me segurou.

- Por favor Claudio não sai assim coloca uma roupa vamos pra casa amanhã a gente resolve tudo. – Nessa altura o banheiro tava cheio de colega, o Ramires e o Júlio estavam me olhando...bem agora eles sabiam quem era meu namorado. -

- Eu quero uma decisão agora. – o Edgar gritava e o Nicolas ficava me olhando. -

- Edgar chega ...Amanha fala com a Beth pode passar e pegar tuas coisas. – finalmente o Nicolas falou. -

- Isso não vai ficar assim, eu vou te processar por acobertar... – o Edgar gritava, abri minha bolsa....

" - Até parece tu não para de se esfregar em mim toda hora na empresa. –

- Eu sei é que eu não resisto, adoro teu jeito, a mulherada te querendo e eu sei que tu vai ser meu. –

- Cara para com isso, eu sou comprometido...

- Larga ela, a gente pode chegar num acordo ...tu vem morar comigo, trabalha no meu setor ...te dou um aumento.

- Viu eu sabia que tu curtia, vamos la pra casa que eu vou te dar um trato tu vai sentar em cima...

- Cara não vai dar depois tu vai me mandar embora como fez com os outros.

- Nunca, tu é diferente ... tu é lindo desde que te conheci não consigo te tirar da cabeça.

- Sei assim como os caras que tu mandou embora por que não quiseram nada contigo.

- Pelo contrário eles queriam mas eu não tava afim, por isso mandei embora só uma noite era o suficiente, mas contigo é diferente....eu só consigo pensar em ti ..."

A voz do Edgar saia clara do meu celular, foi um silencio geral o Edgar tentava pegar o celular da minha mão os guris seguravam ele ...eu comecei a rir, era a voz dele gravada era só o que eu precisava ...

- O que é isso?? – o Nicolas perguntou ....o Edgar tentou me alcançar os guris não largavam ele. -

- O que é isso bem ...Nicolas o teu ex-gerente não é muito esperto vamos esperar ele me processar.

Sai do banheiro com o NicolasGUS

Tinha tanta coisa pra fazer eu tava sentado no meu quarto no apart.

O que fazer com as academias e nossos negócios na capital, e agora mais todas essas empresas aqui na cidade do Gus. Minha cabeça pensava em possibilidades.

Com os advogados fazendo o seu papel eu ficava mais tranquilo para colocar as coisas em ordem. Os pais do guris eram meus alvos, mas o mais engraçado é que eles mesmo estavam me entregando tudo que eu precisava pra acabar com eles.

Fiquei pensando no Gus.

Ele tinha ficado na capital com os meninos uns dias e voltou muito melhor, eu gostava quando o Gus estava acompanhado eu ficava mais tranquilo assim, eu notava que dia a dia o Gus estava melhor só me preocupava um pouco com o estado emocional dele, ainda bem que ele tinha um médico particular todo dia ao lado dele, o Vini já tinha falado com o médico do Gus e estava cuidando de tudo.

E claro o Tavinho ... bem ele acalmava o Gus e era isso que importava nesse momento. Eu tinha que ver os documentos que o Gus me pediu em relação ao menino. Bem mais um item para a lista de coisas a fazer.

Eles estando bem me deixavam livre para cuidar dos pais deles, acho que o do Vini já estava em maus lençóis, com os nossos advogados tirando a fazenda dele, o poder financeiro dele caia e muito. Na realidade restava muito pouca coisa pra tirar dele, meu alvo principal o pai do Gus estava cada vez mais enrolado, mas vamos ver o que mais podemos fazer.

Juntei a lista dos imóveis que estavam no nome do Gus, e eu ainda tinha a fundação e agora a clínica. Algo não estava bem, era como se uma peça estivesse faltando ....

Eu ia fazendo alista de todas as coisas que eu tinha que fazer, uma a uma as ideias iam se encaixando na minha cabeça.

A mansão!! É claro, como não pensei nisso antes.

Tudo iria dar certo. Amanhã ia ter o churrasco na fazenda e eu queria conversar com o Gus e o Vini sobre tudo.

O Celular tocou, era o Gus...

- Claudio ... o Tavinho pediu pra eu trazer os meninos do orfanato amanhã para a fazenda pra passar o dia eu não sei o que fazer...nem como e...

- Gus que horas quer que eles cheguem ai? – o Gus era muito engraçado se enrolava por muito pouco. -

Menino o Tavinho era minha arma especial, ele conseguia distrair o Gus de qualquer problema bem vamos ver o que posso fazerAcordei cedo o dia prometia, os transportes pra fundação e o orfanato já deveriam estar chegando, tomei meu banho, me arrumei calção, camiseta, tênis e óculos escuros, me olhei no espelho.

- É da pro gasto ...

Passei na empresa peguei as coisas que eu queria, algumas que tinha conseguido no shopping, acho que tava tudo certo, fui em direção a fazenda no carro fui pensando... as crianças iam adorar os brinquedos ... crianças...

Bom o filho dele deveria estar quase com a idade do Tavinho mais ou menos, alguns pensamentos vinham na minha cabeça, tava na hora de eu parar de pensar nele.

Já não nos falávamos a alguns anos, apesar de tudo, eu ainda continuava a pensar nele, as vezes os acontecimentos voltavam a minha cabeça, mas agora não era a hora, ele escolheu o caminho dele e eu o meu .... eu só esperava que ele estivesse feliz com a pessoa certa ... alguém que ele realmente amasse e que estivesse ao lado dele ... algo que eu não pude fazer.

Quando cheguei na fazenda o Gus já estava aflito esperando, estacionei o carro e só deu tempo de segurar o Tavinho, olhei ao lado do Gus estava um cara grande moreno, meu tipo, jeito de homem como não vi ele antes, segui em direção ao Gus.

- Bom dia Gus tudo pronto? – olhei pro grandão que tava vermelho, adoro caras tímidos. –

- Quase, a Paula tá resolvendo tudo e o Murilo ...bem correndo pra lá e pra cá ... – olhamos pra trás a Paula mandava e o Murilo fazia todo mundo correr que dupla. –

- Tio vem vamos pra cozinha tem um monte de bolo assando, vem ver. – o Tavinho tava me puxando pra dentro da casa, segui ele não sem antes dar mais uma olhada no grandão que o Gus me apresentou como o capataz da fazenda, bem acho que eu voltaria mais vezes...-

- Gus os meninos estão chegando e o Joca tem tudo sobre controle – eu tinha pedido pro Joca colocar uns seguranças pela fazenda, nunca se sabe. Pisquei pro capataz ele baixou o rosto e ficou mais vermelho ainda. –

O Gus só ficou me olhando sabia o que eu tava pensando. Comecei a rirA dia tinha sido realmente incrível, eu tava sentado embaixo de uma arvore olhando pra todos, o Gus estava na água com o Vini e o Luquinhas ... pelo que entendi ele estava tentando aprender a nadar, apesar dos pais do Vini terem aparecido tudo tinha corrido bem, as crianças estavam felizes e os meninos estavam cuidando de tudo, olhei para o lado o Antonio estava conversando com o pai dele era realmente um cara gostoso pra caralho, coxas grossas...não sei por que esses caras de bota e jeans me chamavam tanta atenção.

Observei que todos estavam com seus parceiros, os meninos com suas namoradas, o Renato e o Lucas ... enfim todos tinham alguém e apesar de tudo estar bem entre eu e o Beto eu sabia que era algo temporário, fiquei pensando nos caras que passaram na minha vida todos foram importantes ...o Nicolas, o Gus que estava seguindo o caminho dele agora mas eu estava tão feliz por ele, e tantos outros que na sua maioria me ensinaram alguma coisa, e claro ele ... as vezes eu acho que devia ter feito as coisas diferentes, mas se ele não pode entender ...bem ...

Meu telefone tocou, eu não reconheci o número, quando atendi meu coração parece que ia sair pela boca... aquela voz .... não pode ser ...

- Dio, eu...bem...oi...

Eu demorei a responder eu não sabia o que dizer e a minha voz não saia...

- Dio é tu do outro lado... por favor me diz ...

Que celular era esse, como ele conseguiu o meu, eu...

- Eu sei que é tu ... o Luís conseguiu teu número pra mim ...fala comigo ... – por que o Luis deu meu celular pra ele? E o melhor como ele conseguiu o telefone do agora Juiz, as gurias ... somente elas conseguiriam isso. -

Fazia alguns anos que não nos falávamos desde que ...bem desde o dia em que .... – respirei fundo. –

Ele disse que não queria mais esperar por mim ...

- Oi BricioBoa noite a todos desculpem a demora...mas o Claudio viajou de ferias ai atrasou tudo...bem...

Oi nayara - desculpe a demora vamos ver se agora eu consigo deixar tudo em ordem...abração

Healer - oi guri sim e ja atrasei de novo...rsrsr ...desculpe pela demora...mas emfim dias corridos...vou tentar melhorar...abraços

Plutao - oi querido da um oi pra mim no outro site....grande abraços de todos nós...rsrsr

oi pandinha querido as vezes a vida nos da caminhos estranhos ...bem...espero que agora tudo volte ao normal...obrigado pelo carinho grande abraço

raftxv - rsrsrsr nao posso dar spoiler mas pode deixar que o abraços eu posso...grande bjs querido

ler ....

Suara - Obrigado guria....cada um tem a sua estoria pessoal a ssim é na vida real...varias estorias que se crusam...grande bjssss

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/05/2018 18:50:55
Como eu esperei esse capítulo do Claudio enfrentando o Edgar...Agora esperando ansiosa o reencontro do Dio e do Bricio...Bjs meus amores.
01/05/2018 01:02:20
Maravilha continue por favor, sei que tem sua vida, mas seus contos ja fazem parte da minha(eu falo por mim) seus contos me dao as veses inspiraçao pra tomar algumas decisoes ou nao tama-las, eu acho que devemos tomar tudo como liçao e isso me ajuda as veses, os erros ou acertos que vemos podemos tomar como exemplo entende, sei que alguns aqui no cdc podem ate nao concordar comigo mas isso e coisa de visao e interpretaçao individual, bjos no seu coraçao e continue por favor ok, otima semana que Deus te abençoe ricamente.
01/05/2018 00:05:32
Muito bom. Continue, um forte abraço.
29/04/2018 21:46:06
EDGAR VAI PROCESSAR CLAUDIO? DUVIDO. RSSSSSSSSSSSSSS FOI MERECIDO. MUITO ESPERTO O CLAUDIO. MAS NÃO POSSO DEIXAR DE TORCER POR FABRÍCIO SEMPRE. ELE TEM UMA HISTÓRIA SOFRIDA E MERECE SER FELIZ. TOTAL SIMPATIA A ELE. ENQUANTO CLAUDIO SE DIVERTE COM NICOLAS, COM ROBERTO E AGORA COM O CAPATAZ FABRÍCIO SÓ TRABALHA FEITO DOIDO PRA UM DIA VER SEU SONHO REALIZADO. JUSTO QUE CONSIGA TUDO QUE QUEIRA.
29/04/2018 21:25:57
quem será ????
29/04/2018 21:21:51
Maravilhoso. 🌷😘
29/04/2018 21:03:07
Adorei a atitude do Claudio com o Edgar e ainda foi pouco o que ele mereceu.....achei que tinha nos abandonado....