Após a descoberto da traição da esposa

Um conto erótico de KsadoDF
Categoria: Heterossexual
Data: 28/04/2018 20:06:12
Nota 9.14

Olá pessoal,

Estou aqui novamente para contar como ficaram as coisas depois da descoberta da traição da minha esposa. Confesso que, apesar de ter um pouco de vontade de apimentar a nossa relação, alguma coisa mudou no nosso relacionamento.

Bom! Como disse no final do conto “DESCOBRINDO A TRAIÇÃO DA MINHAS ESPOSA" (https://www.casadoscontos.com.br/texto/, em que ganhei um beijo mixuruca e viramos para o lado e adormecemos.

Quando amanheceu fiz como se não soubesse de nada, afinal tinha uma esperança de que ela mesmo tomasse e a iniciativa e me contasse, coisa que não aconteceu. Tomamos café juntos, e logo após tínhamos uns afazeres em comum, e fomos juntos no carro.

No caminho um silêncio total, meio que sem assunto para puxar uma conversa, no entanto, ainda assim, eu perguntava coisas que não faziam sentido, mais na tentativa de trazer à memória dela o que havia acontecido entre ela e o vizinho na noite anterior.

Em um determinado ponto da conversa sem nexo, fiz a seguinte pergunta:

- O que você acha que é traição?

Percebi que ela havia estranhado a minha pergunta, mas tentou desconversar dizendo que a minha pergunta não fazia sentido naquele momento. Daí em diante não falamos mais nada.

Deixei-a no local do seu trabalho e fui para o meu trabalho. Não consegui me concentrar em nada durante o dia, pois ficava imaginando se ela havia dado somente para o vizinho ou tinha mais gente comendo a minha mulher.

Perto de voltar para casa, recebo uma mensagem dela dizendo que não precisava ir buscar ela, pois iria passar no shopping com uma amiga e que depois esta a levaria em casa. Não deu outra, minha cabeça foi a pique, imaginando quem iria comer ela desta vez.

Na tentativa de descobrir mais alguma coisa, me dirigi para o serviço dela, fiquei a distância para não ser visto, e pude perceber o exato momento em que ela entra no carro da amiga. Na hora fiquei pensando se esta amiga não estava combinada com ela.

Resolvi seguir elas por um período de tempo, e para a minha surpresa, já prevendo isso, elas param em um determinado lugar, minha esposa sai do carro da amiga e entra em outro carro. Mudo o foco e começo a segui-los, e o caminho já era certo, um motel mais próximo.

Esperei um pouco e fui entrando no mesmo motel, disse a atendente que estava esperando uma pessoa que viria de táxi, e se podia esperar lá dentro, pois eu iria avisar qual era o número da suíte.

Entrei, guardei o carro, como tinha anotado as característica do carro e a placa, fui procurando por baixo dos toldos, e na primeira tentativa encontrei. Entrei bem devagar e para a minha surpresa eles deixaram a porta debaixo que dá acesso à escada até a porta da suíte aberta.

Neste momento não sabia exatamente o que fazer quando chegasse à porta. A escada parecia longa, o coração palpitava como se fosse sair do peito e descer escada abaixo. Cheguei até a porta, encostei o ouvido e pude deduzir que não era o vizinho, também ouvia:

- Vai gostoso! Mete com força! Me come!

- Vou meter sim sua puta safada! Piranha! Ainda vai querer botar chifre no corno? (dizia ele).

- Já que o corno não me come, vou meter com quem quiser me comer.

Nesta hora, tomado por um impulso, não resisti e toquei na maçaneta na esperança que estivesse com a porta aberta, e para minha surpresa estava. Entrei bem devagar, fiquei agachado atrás da mureta que separava a suíte da escada, e pelo espelho pude ver minha esposa de quatro e o cara por cima dela com o pau enterrado na buceta.

Olha, mesmo doendo, foi uma sensação ótima ver esta cena. Fiquei um pouco por ali e vi que eles iam mudar de posição, foi quando ela disse:

- Deixa eu cavalgar neste cacete que é muito mais gostoso que o do meu marido?

Ele se deitou e colocou o pau na posição e ela veio por cima. Que sensualidade a dela em sentar em uma pica. Que maestria de rebolado. Meu pau ficou duro na hora.

Ela sentava e gemia como nunca. Dava cada estocada com a bunda na direção do pau dele. Me vi obrigado a bater uma punheta neste instante, e como dizem que tesão nos deixa surdo, sem querer fiz barulho que foi percebido por ela. Olhou imediato para trás e pode perceber a minha presença.

Não tive outra reação senão sair dali bem rápido e ir para a minha suíte, na tentativa de me esconder. Querendo que ela realmente não tivesse me visto. Entrei, tranquei a porta e fiquei bem quieto, tentei fazer o máximo de silêncio possível, que dava para ouvir a minha própria respiração que foi interrompida com umas batidas na porta, após algum tempo, não atendi e fiquei em silêncio total.

Mais um pouco o telefone da suíte tocou, era ela no telefone, dizendo para eu abrir a porta que ela queria conversar. Desliguei e fui para a porta e ao abrir ela entrou.

Neste ponto tivemos uma boa conversa e foi quando ela me contou tudo que já havia feito, em todos os detalhes, mas isso vai ficar para um próximo conto.

Espero que tenham gostado. Comentem.

Bjs no coração.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
31/05/2018 20:02:57
Comentar o que? Que você sera mais um cono manso do site como sempre acontece.
31/05/2018 14:49:50
excelente conto continue
07/05/2018 03:17:05
Que tesão!!!
30/04/2018 14:20:23
Olá, ksado Df,li este conto e decidi enviar esta mensagem pra vc, já estive com ksais, é só ler uns contos que eu postei Aki no cdc , caso vc queira conversar,m procura meu e-mail amigoamantedf@yahho.com.br ou zap, é só add ou m mandar um e-mail q eu retorno, abraços
30/04/2018 01:49:29
Contos muito bom mas meio estranho pela frieza do marido flagrar a esposa dando prá outro e estranho tbm a cara de pau da esposa perceber que o marido Tava na espreita e ainda ir procurá-lo.
29/04/2018 14:06:50
Amigo aproveite ao máximo este prazer que é ser corno, deixe sua esposa fuder bastante por que é muito prazeroso comer uma bucetinha cheia de porra de outro macho, relaxe e seja feliz, dá uma olhada em meus contos,desejo realizado, transformando minha esposa em uma putinha, abs
29/04/2018 11:56:13
Algo diferente dos contos em que o marido descobre a traição da esposa,mas o estranho, nesse caso, é a frieza dos envolvidos. Tudo muito tranquilo. Aguardamos a continuação
29/04/2018 11:04:27
A hova verdade chegou. Parabens
29/04/2018 07:48:12
Conto maravilhoso..quero contatos com comprometidas...namorando...noivas e casadas....whats (Vinte dois )nove,, noventa e nove, treze, treze...aguardo
29/04/2018 07:42:16
Bem legal Conta mais
29/04/2018 00:02:10
Que conto da hora Sou de Brasília deixa eu comer ela também Novinhodf765@gmail.com