O vizinho do escritório ao lado

Um conto erótico de Ryc Lemos
Categoria: Homossexual
Data: 27/04/2018 00:56:24
Nota 10.00

Como já narrado quando contei minha história com o estagiário, uma amiga estava louca para me apresentar a um cara que trabalhava no escritório ao lado do nosso. A principio não dei muita importância, porque estava pegando o estagiário, e depois que ele foi embora resolvi dar um tempo e ficar só. Mas a carência bateu, minha curiosidade aumentou e meu interesse foi despertado, então disse à minha amiga para passar meu número de telefone para ele...

No mesmo dia a noite assim que cheguei em casa recebi uma mensagem pelo WhatsApp de um número estranho, e para minha surpresa era ele. Então eu o adicionei e começamos a conversar. Eu realmente nunca tinha reparado nesse cara, nunca tinha o visto e isto não era uma coisa difícil, pois o cara era muito lindo. Pela foto do perfil vi o quanto era bonito: cabeça raspada, barba espessa, boca carnuda e um sorriso lindo. A noite rendeu muito, conversamos bastante e descobri seu nome (Thiago), que ele já havia sido casado, tinha 2 filhos (que moram com a mãe) e que a pouco tempo vinha se relacionando com homens. Por coincidência a minha amiga conhecia a ex-esposa dele, e no dia que me viu junto com ela já ficou interessado e pediu meu telefone. Como demorei para passar o número ele disse que estava quase desistindo.

- Nossa, você desiste muito fácil! – Disse enviando um emoticon piscando.

- Nada, sou até muito paciente, mas não gosto de perder meu tempo com algo que vejo que não vai dar em nada – respondeu ele.

- Certíssimo! Mas posso te garantir que não vai se arrepender de ter esperado um pouco...

- Acho que mereço uma boa recompensa pelo meu tempo de espera!

- Que tipo de recompensa você quer? – disse já de pau duro esperando a resposta.

- O que você tem de bom e gostoso para me oferecer?

Nessa mesma hora coloquei meu pau para fora, tirei uma foto dele duro como pedra e enviei...

- Olha aí!? Vê se gosta! -disse com medo da resposta, de ser bloqueado.

- Vai caber certinho aqui...

E me enviou uma foto dele de quatro. A visão era fantástica: o cara era todo peludo (um ursão), com a bunda enorme. Quando vi aquele cuzinho fiquei louco.

- Realmente, vai encaixar perfeitamente! – disse isto já batendo uma punheta.

- Mas tem outras coisas que eu quero também – disse ele me deixando curioso.

- E o que mais você quer?

- Vários beijos bem molhados, morder sua bunda que já reparei que é enorme e quem sabe me sentir dentro dela...

Nessa hora aumentei a intensidade da punheta, já pensando no troca-troca.

- Então me manda a foto da ferramenta, para eu te dizer se dou conta...

Não demorou muito recebi a foto. O pau do cara era muito parecido com o meu, e era muito bonito (20 cm, arqueado para cima, grosso e todo pentelhudo).

- Nossa, quando posso pagar a sua recompensa e resolvermos esse problema? – disse já quase gozando...

- Quando quiser!

- Amanhã podemos almoçar junto e nós resolvemos.

- Com certeza gatão, amanhã nos falamos! Um beijo, uma mamada e um forte abraço por trás! – disse ele mandando o emoticon com piscada.

- O mesmo para você! – nesse momento já estava explodindo de tesão, terminei minha punheta e gozei em meu peito todo.

A noite demorou para passar, estava ansioso para vê-lo pessoalmente. Ao acordar, tomei meu banho, passei um bom perfume e fui para o escritório. Conversamos um pouco pelo App, e na hora e local combinado estava eu lá, esperando por ele. Quando vejo um homem enorme vindo em minha direção... Puta que pariu, que homem era aquele: o cara tinha quase dois metros de altura, forte (padrão urso), estava usando uma calça social que marcava bem suas pernas e bunda, além de uma camisa social com os primeiros botões apertos que mostravam os pelos de seu lindo peitoral. Não acreditei que aquele homem sentiu algum tipo de atração por mim.

Ao chegar perto de mim, ele veio logo e me deu um forte abraço. Meu coração quase parou, me senti pequeno em seus braços, porém me senti protegido.

- Que homem cheiros você é! – sussurrou ele em meu ouvido.

- Obrigado! – disse todo sem graça!

- Vamos comer?

Então nos dirigimos ao estacionamento. Quando entramos no elevador minha vontade era abraça-lo e beija-lo muito, a presença dele ocupava todo o espaço. Ao chegar na garagem perguntei onde iriamos e em qual carro.

- O local você decide, mas podemos ir em meu carro – disse ele.

- OK! Sem problemas.

O carro dele estava estacionado num lugar mais isolado, parece que tinha feito de propósito. Ao entrarmos no carro e fecharmos as portas, ele me puxou para perto dele e iniciamos um delicioso beijo. Sua língua passa pela minha, ele mordia meus lábios e eu não queria que aquele momento não acabasse. Nisto, ele começou a passar a mão em meu corpo até chegar em meu pau que nesse momento já estava super duro. Desabotoou minha calça e colocou meu pau para fora...

- Tu é louco!? – disse com medo de sermos pegos.

- Aqui não tem perigo, e não aguento mais esperar...

Mal terminou de falar e já caiu de boca, babou em meu pau todinho e chupava freneticamente. Ver um homem daquele tamanho me chupando estava me deixando louco. Pedi para chupa-lo também. Nisto ele tirou para fora seu membro, e eu iniciei um delicioso boquete. Que pau delicioso. Ficamos nesse chupa-chupa por algum tempo até que resolvemos gozar! Sugeri que batêssemos uma punheta, mas ele disse que nos sujaríamos...

- Então o que você sugere? – perguntei curioso.

- Deixa eu te mostrar! – nisto ele iniciou uma chupada mais rápida e ao mesmo tempo me punhetava, não demorou e gozei muito em sua boca. Ele não deixou desperdiçar uma gota. Então iniciei um boquete semelhante ao que ele tinha feito em mim, e deixei que ele gozasse em minha boca. O cara urrava de tesão, foi uma loucura muito boa.

- E ai, ainda vai querer almoçar? – disse rindo e subindo as calças.

- Quero sim, mas isto que fizemos me deu foi vontade de comer outra coisa...

- Safadinho! Mas agora já não dá mais tempo! Vamos almoçar e mais tarde terminamos isto! – disse isto lhe dando um delicioso beijo. Fomos almoçar e depois voltamos ao trabalho. Nos falamos o dia todo e já tínhamos vários planos para fazermos a noite!

Mas, o que fizemos nessa noite eu revelo para você no próximo conto.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
27/04/2018 22:33:11
Delícia de urso.
27/04/2018 01:53:54
Continua logo por favor
27/04/2018 01:53:49
Continua logo por favor
27/04/2018 01:52:25
Curtindo muito.