A amiguinha de minha irmã.

Um conto erótico de Docecomomel(Ihgata)
Categoria: Heterossexual
Data: 22/04/2018 20:47:34
Nota 10.00

A amiga de minha irmã.

Certo dia eu estava em casa quando minha irmã mais nova me pediu para leva-la em um aniversário de uma de suas amigas.

Falei que não podia ai ela com carinha triste choramingou e eu acabei concordando ele levar ela, mas falei que ia dá uma volta depois já iria pegar.

-Ah mano ai é cedo demais.

-Que é isso menina você e muito nova para ficar até tarde em festas!

Mas Ricardo minha colegas saem amanhecem e até já dorme com os namorados!

-O que? deixa nossa mãe chegar da viagem que vou dizer a ela sobre estas amizades!

Ah Ricardo deixa de ser careta sexo agora está liberado.

-Você que acha isto nada de liberado, vou levar mas as 22,30 já vou te buscar sem muita conversa senão não levo.

-Está bom irmão chato só diz assim porque minha está viajando!

Nos arrumamos e eu fui levar a pirralha nem 16 anos tem já se acha.

Quando parei na porta da casa de sua amiga vi que tinha várias coleguinhas de colégio de minha irmã por lá.

Eu já tinha flertado com algumas delas algumas vezes, mas por achar que são menores apenas paquerava e pronto.

Mas tinha uma que era muito amiga de minha irmã e eu soube que já tinha 18 anos era muito bonita apesar de ser quieta e tímida eu achava que poderia rolar algo ou seja não há nada demais dá uns beijinhos.

Então eu sai e marquei a hora de vim buscar minha irmã como o dia estava frio a rua estava vazia então voltei mais cedo. Porém, cheguei na hora do parabéns, falei com minha irmã que esperava que fosse curtir mais um pouco peguei um copo de uma bebida e fui para um lugar afastado onde ao longe podia se ouvir algazarras do grupo rindo e conversado e a música suave.

Eu estava isolado largado na poltrona confortável quando percebi que tinha alguém atrás de mim, olhei e sorrindo percebi que era a coleguinha de minha irmã, ai falei oi:

Ela sorrindo respondeu oi o que faz você por aqui sozinho?

-Estou esperando minha irmã, ah isto eu sei perguntei porque está sozinho?

-Ah porque não achei ninguém para me fazer companhia!

-Ah bobo todas garotas da festa ia adorar te fazer companhia!

-São muito novas não quero problemas gosto mais de moças que não fiquem só em beijos e abraços sempre eu quero sexo!

-Ahh então encontrou o que você buscava!

-Quem não estou vendo ninguém aqui!

-Ah seu bobo eu é claro!

-Você tem namorado?

-Tenho mas ela está viajando só retorna em 15 dias!

-Tadinha 15 dias sem o namorado e o que faz assim para acabar carência?

-Olha Ricardo sempre damos um jeito, o que você faz já que disse que está sem namorada!

-Bem há tantas coisas que faço que se for enumerar vou perder tempo.

-Quer sair comigo eu perguntei? E sua irmã? Você pega carona com a gente deixo ela em casa e vou te levar, mas é claro que podemos ir onde você quiser!

Luana sorriu e falou podemos ira lá para minha casa meus pais estai viajando!

-Hum é tudo que eu quero hoje!

-E assim Luana se aproximou e chegando bem perto ela me falou

No meu ouvido “estou te querendo há um bom tempo”.

- Senti uma chama se acender ai é claro que menti dizendo que há tempo eu a desejava também.

Ela saiu e disse que estava certo de pegar a carona, eu fiquei ansioso doido para minha irmã querer ir embora.

Ai ouvi algumas pessoas se despedindo ai aproveitei e fui buscar minha irmã!

-Encontrei ela ao lado de Luana, ela sorrindo falou mano pode dá carona a minha amiga?

-Posso sim mas vou te deixar em casa e depois a levo tenho um encontro hoje?

- Você sempre com seus encontros aposto que é alguma sirigaita falou minha irmã sorrindo!

-Não importa quem seja vamos meninas e assim me despedir da aniversariante e fui para o carro seguido pelos pelas duas moças minha irmã e sua amiguinha.

Entramos no carro e fomos conversando minha irmã parecia tagarela conversando sua amiguinha mais calada assim que cheguei em casa abri a porta para minha irmã ela entrou sua colega passou para o banco da frente liguei o carro e saímos.

Luana me indicava o caminho não era muito distante em poucos minutos paramos em frente em sua casa ela acionou controle do portão e assim coloquei o carro na garagem.

Eu sinceramente estava louco de tesão queria foder bem gostoso aquela guria que me provocou. Entramos eu comecei a beija em sua boca, ela correspondeu ao beijo e falou que podia ficar à vontade estávamos sozinhos na casa e não tinha perigo de chegar alguém. Tirei minha camisa e calça ficando apenas de cueca box

Fui tirando seu vestido no início abaixei apenas as alças e comecei apalpando seus seios com os bico turgidos depois comecei a mamar e da leves mordidas, Luana gemia alto ai foi que tirei seu vestido que caiu ao chão.

Linda vestida apenas com uma calcinha de renda preta, um tesão foi quando ela enfiou a mão na minha cueca, abaixou e começou a chupar loucamente minha pica, que estava tesa já babando de tesão. A guria manjava no paranaué foi o melhor boquete que já recebi na vida. Ela babava, cuspia e gemia enquanto enfiava minha pica inteira na boca indo até a garganta dela.

Eu estava louco querendo gozar foi ai, então que levantei ela no meu colo e perguntei onde era o quarto dela, a safadinha apenas sorriu me apontou um corredor para onde eu fui imediatamente. Abri a porta e vi a cama imensa com lençol de seda coloquei-a deitada abri sias coxas e sem perder tempo enfiei a cara na sua buceta...Ela estava de calcinha de rendinha, então subi na cama afastei a calcinha pro lado e comecei a meter minha língua com vontade. Ela gemia alto eu ficava cada vez mais louco.

Até que senti seu gozo escorrer em minha boca, suguei até a última gota. Ai mudamos de posição e começamos um 69 espetacular.

Delicia a putinha me fazia delirar de tesão ai ela começou a estremecer pedindo leitinho ai eu não aguentei e gozei na boca dela e ela fazia uma cara de puta e me chamava de gostoso bem baixinho.

Eu jamais vou esquecer aquele boquete maravilhoso. Ficamos alguns minutos atracados fomos tomar um banho rápido e voltamos para cama.

Luana me deu uma chupada bem gostosa, minha pica ficou bem tesa ai que começamos o rala e rola fizemos uma infinidade de posições, Luana quicava na minha pica parecia uma eximia amazonas em uma cavalgada espetacular, só faltava entrar os culhões.

E quando ela gozou novamente fui a loucura era muito gozo para uma noite só, ai botei ela de quatro (4), dei uma chupada em sua buceta coloquei uma camisinha e metir com gosto.

Minha pica entrou suavemente segurei com uma das mãos em seus cabelos e comecei uma sucessão de estocadas forte tirava e botava minha pica inteira, Luana rebolava eu dava tapas em sua bunda ela gemia pedindo pegada forte e assim ainda conseguir me segurar por uns 15 minutos metendo gostoso em sua buceta gulosa até que não aguentei o tesão me atraquei em seus quadris e gozei um leitada farta.

Caracas que foda deliciosa ficamos um bom tempo abraçados ai depois de um bom tempo beijando e abraçando a putinha ela me vem coma carinha de safada e diz.

Ainda bem que não ficou com marcas no corpo pois namorado iria chegar logo no dia seguinte de viagem.

E mole isto eu me achando e a safadinha só queria mesmo sexo.

Mas foi bom antes de amanhecer fui embora, mas ficamos certo de sempre nos encontramos sair para curtir um pouco.

Concordei se é sexo que ela quer ela terá fiquei na vontade de traçar seu rabinho, mas sei que não vai faltar oportunidades...

E assim foi minha noite com uma novinha bem tesudinha.

Feira de Santana,22 de abril de 2018

Bahia : Brasil.

Instagram docecomomelcontos

Meu blog de contos:

https://sensacoescomemocoes.blogspot.com.br/

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
23/04/2018 06:02:13
Excelente conto continue
23/04/2018 02:16:48
Excelente