“BRIGA OU BRONHA”, TIO MOACIR? - PARTE 1

Mais um dos irmãos de mamãe foi saboreado por mim e desta vez tive uma pequena ajuda de sua esposa, que não devera ter aberto sua boca. Afinal em “boca fechada, não entra mosquito”.

Um final de semana antes de foder com Tio Moacir, estávamos mais uma vez na fazenda de vovô e pensando que estavam a sós minha tia Simone, desabafava com uma de minhas primas, sobre seu marido, meu tio Moacir.

- Não sei quanto a você e a seu casamento, Vanessa, mas eu sou bem fogosa, se pudesse faria sexo com Moacir todos dos dias, mas ele tem um vicio que atrapalha e muito nossas noites de amos. O danado vive na punheta. Gosta de bater uma, viu. Já o peguei se punhetando quatro vezes no mesmo dia, acredita menina?

- Meu Deus Simone. Nunca pensei que isso fosse possível. La em casa é bem o contrário, Jonas vive atrás de mim com aquele troço duro, me esfregando e pedindo sexo, mas com três crianças para cuidar, já viu, né? Fica só na vontade, coitado. E hjá que estamos no assunto, vou lhe confessar uma coisa. Gostaria que Jonas fosse melhor dotado. Acho seu membro bem pequeno. Na maioria das vezes, nem chego lá, apenas finjo para satisfazê-lo.

- Pois Moacir, é um jegue, menina. Tem o maior pirocão da paróquia. Acho que fiquei mais a fim de me casar com ele por isso, mas diante de tanta punheta, quase não sobra rola pra mim. Há, há, há, há....

Durante a conversa das duas fofoqueiras, fiquei louco de tesão e imediatamente uma luzinha se acendeu em meu cérebro, dando-me uma excelente sugestão. Era hora de viajar pra Brasília e visitar Tio Moacir.

No final de semana seguinte, sem nada avisar, lá estava eu, tocando a campainha do casal, ansioso para conhecer o jegue particular de tia Simone, que me abria a porta com um enorme sorris, junto com um forte e delicioso abraço.

_ Fique a vontade, Rubinho. Quer que leve suas malas para o quarto de hóspedes?

- Não se preocupe comigo tio. Deixe que eu mesmo levo. Onde fica o quarto?

- Me acompanhe Rubens. Venha.

Dentro do quarto, coloquei as malas no chão e sentei numa confortável cama de casal que ficava encostada na parede, que dividia o mesmo com um amplo banheiro . Tio Moacir sentou-se ao meu lado e começamos a conversar.

- E Tia Simone? Está no trabalho, tio???

- Pois Rubinho. Pra você ver como são as coisas. Você nunca vem nos visitar e quando resolve aparecer terá que passar seu final de semana apenas com o tio, pois Simone embarcou hoje ainda de madrugada para um congresso em Curitiba e só retornará na segunda –feira de manhã. Ela ficará uma arara quando souber que precisou viajar justo quedo veio nos ver. Mas também não nos avisou que vinha né seu danadinho.

Quase explodindo e alegria, ao saber que passaria dois dias inteirinhos a sós com o punheteiro, respondi:

- Não avisei de propósito. Não gosto de dar trabalho a ninguém, e fiz muito bem, pois se tivesse ligado Tia Simone provavelmente desmarcaria seus compromissos por minha causa.

_ Acho que não está muito feliz sabendo que ficará sozinho comigo esses dias, tio. Estou certo???

- Deixe de falar asneiras, rapaz. Vamos nos divertir a valer sem sermos controlados por mulheres. È o que mais gostam de fazer. Nos controlar. Deus me livre. Agora vou me recolher por uns minutinhos em meu quarto, enquanto arruma suas roupas no armário e troca. Coloque um calção de banho, para pegarmos um solzinho, lá em baixo na piscina. O que acha?

- Acho ótimo tio. Daqui a pouco nos encontraremos na sala para descermos, ok?

De cara, entendi que ele iria se recolher para bater uma, pois como era viciado devia se masturbar várias vezes durante o dia, o que eu faria de tudo para tentar impedir, para que seu leite sobrasse pra mim, pois não perderia a oportunidade de dar meu cu pro macho, por nada desse mundo. Resolvido a atrapalhar suas bronhas, não demorei nem 5 minutos para me trocar e bater em seu quarto.

Mas ao chegar em frente ao quarto, resolvi abrir a porta sem bater e pegá-lo no flagra, a fim de acelerar as coisas, pois estava decidido a não esperar muito para dar meu cu pro macho e tomando um impulso, como eu imaginava ele estava de costas pra porta se debatendo tanto e com tanta veemência, que antes dele se virar e me ver , perguntei:

- BRIGA OU BRONHA, TIO MOACIR?

- Ahhh... eeehhh... O quê...

Rapidamente Tio Moacir levantou uma bela sunga preta que já tinha vestido para a piscina e todo sem graça, sem conseguir dizer uma só palavra, tentava esconder sua ereção cruzando seus braços bem na frente de seu pacotão

Mas como disse, desta vez resolvi atacar direto sem demoras, pois queria ficar engatado nele o mais rápido possível e com a maior cara de pau, vendo-o todo taludo, me abaixei de costas pra ele, exibindo meu rabão guloso, fingindo que estava cocando um de meus tornozelos e ao levantar, disse-lhe:

- Nossa tio!!! A coisa aí tá preta heim!!! Que punheta mais violenta, essa sua!!! E esse volumão bem no meio de suas pernas. Não está sendo bem servido por minha tia? Precisa dar um jeito de resolver isso rapidinho, senão vai acabar passando é mal. Estou impressionado com esse seu imenso bolo, pois diante dele acho que nem cupcake eu tenho. Se precisar de ajuda, pode contar comigo. Coloco-me a sua inteira disposição para juntos resolvermos o problema.

E não e que deu certo, minhas palavras e meu jeito provocativo, seduziram-lhe tanto, ao invés de banho de piscina, tomei foi um belo banho de porra, pois o safado não deixou por menos e nem pra depois, lascou um tapa bem gostoso em minha bunda faminta, começou a esfregá-la e me disse:

- Gostou do meu volume safadinho? Essa que me viu batendo era em sua homenagem. Já bati muitas pensando em ti Rubinho. Acho que chegou a hora de te experimentar de verdade e matar minha curiosidade de vez. Aproxime-se do titio e dê uma cheiradinha no monte que tanto chamou sua atenção. Cheire aqui sobrinho.

- Hiiimmmm!!!! Que cheiro gostoso de macho alfa, ele tem tio. Posso chupar seu picolezão de coco???

- A vontade. Chupe o tanto que quiser, sobrinho, Tenho um estoque deles, guardado para saborear a vontade durante todo o fim de semana, pois além de ser viciado em bronhas, pretendo me viciar também nesse seu cu que parece ser delicioso e muito peludo igual ao me....

CONTINUA ....

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
20/04/2018 19:51:30
AH, DEVERIA TER CONTINUADO. RSSSSSSSSSSSSSSSS DELÍCIA.