ODEIO PECAR. MAS ADORO PAGAR PENITÊNCIAS! – 17

De volta a sua casa, tomou um banho e mandou Gustavo ir chamar Jardel, que imediatamente, foi atender ao patrão.

- Preste bastante atenção Jardel. Tenho duas tarefas, para você. A primeira é que deverá chegar amanhã impreterivelmente as 5:OO, pois faremos um apequena viagem e retornar a tempo de irmos fazer uma visitinha à Padre Paulo.

- A antes das orientações da segunda tarefam precisa me dizer sua posição em relação a proposta que te fiz, durante nossa trepada, na igreja. Lembra-se?

- Perfeitamente. Já que o senhor acredita que tenho talento pro negócio e que via me conseguir mais clientes. Um dinheirinho a mais é sempre bom, não é mesmo?

_ E ai? Me sai bem Dr. ? Vai contratar-me novamente? Prometo que na próxima ficará ainda mais satisfeito com meus serviços, pois estou assistindo vários filmes gay e aprendendo cada coisa... cada posição, cada putaria interessante!!!! Já que entrei no ramo, preciso investir, não é mesmo doutor?

- Muito bem Jardel!! Acho que se saiu até bem, pra uma primeira experiência. O que vai, te ajudar e muito é essa sua raba gostosa que parece que nasceu pro negócio. E já que é isso mesmo que quer, acaba de conquistar mais um cliente.

_ Que maravilha!!! Aqui mesmo na cidade???

- Na cidade e aqui em casa. Seu mais novo cliente é meu filho Gustavo, que não vê a hora de lhe contratar, pois segundo ele a tempos que bate umas pra você. Veja só que interessante, enquanto o pai te come o filho de dá e ainda leva pra casa uns bons trocados. Amanhã a noite atenderá Gustavo, e quem sabe depois não atenderá pai e filho? O que me diz, rapaz?? Se eu não fossemos acordar tão cedo e pegar a estrada, iria lhe torar o rabo agora mesmo. Olha só como fiquei, só de falar em sexo.

- Está combinadíssimo, Dr. E como está sendo tão bondoso comigo, se me acompanhar até mesa do quintal, entro embaixo dela e enquanto o senhor aprecia o céu estrelado, em cinco minutos, lhe faço um boquete caprichado, para não dormir desse jeito. Cortesia da casa. Vamos??

Sentado com a rola duraça pra fora e sendo chupado vorazmente por Jardel debaixo da mesa, sem poder gemer alto, Dr. Joaquim, de vez em quando retirava a jeba da boca do puto e a esfregava toda badada em sua cara, que de fato esta se profissionalizando com os filmes, pois em menos de cinco minutos, já bebia leite grosso de toro macho, que satisfeito agradeceu ao seu puto de programa e logo estava no quinto sono.

No dia seguinte na hora marcada, Dr. Joaquim e Jardel, partiram confiantes, de que na cidade vizinha conseguiriam encontrar uma loja que revelasse as fotos mais do que comprometedoras, que certamente, fariam Padre Paulo sumir de suas vidas e nunca mais retornar. E como dinheiro compra tudo, bastou Dr. Joaquim oferecer, uma bela quantia a loja da cidade vizinha, para que em menos de duas horas as mesmas estivessem em suas mãos.

Naquela mesma manhã, enquanto Dr. Joaquim viajava, o sacerdote mandou chamar, Joãozinho e seu pai, que como sempre, atenderam o chamado na maior presteza;

- Bença, padre!!! O sinhô mandô chamá nóis, meu santim? Oia noisa aqui !!! Cheguemo ligerim, ligerim, né paizim?

- Bença, padre!!! O que nóis podê fazê pro modê o sinhô, meu santo???

- Estão abençoados. Pelo0 que estou percebendo, já, já terão outra penitência bem cabeluda para pagar>

_ Mais minha Noss Senhora dos afrito!!! Nóis pecô trá veiz, meu santim??? Se nóis não fosse fica már com os anjim e santim tudo, nóis não ia importa de pagá as pinitença, não. Eu e meu paizim , tamó achanô bão demais, pagá as marvada.

- Não blasfeme, meu filho!!!!O que está querendo me contar seu pecador intolerante!!! Eu só os ajudo a pagar seus pecados, porque é minha obrigação ampará-los e guia-los para o caminho do bem, mas como me são penosas essas ajudas. Só Deus é quem sabe!!!! SÓ DEUS !!! Agora desembuche, Joãozinho!! E não minta para seu santinho, pois mentir para mim, é um pecado tão terrível, que nem sei se é possível ser limpo.

Credo em cruiz, meu Satim!!! Iêu, num sô mentirento, não, sô. O sinhô vai, é acha bão demais da conta, o que eu e meu paizim fizeno, pra mode desaliviá o sinhô, santim. Nois dois, resorvemo pagá muncado de penitença, istor dia, no mei do mato, quando nóis foi busca lenha para mãezim. Contá pro santim, paizim, que enfiei meu piru no seu cuzim, quando nóis tavá na froresta. Nóis num quermo, fica danop desgaste no meu santim , de jeito manera. Nóis cumbinamo que toda veis, que dê, nois vai pagá muncado de pecado, pra modê num trapaia a visa do sinhô, viu, meu Santim!!! N[e mess, paizim???

De vera, Padre. Ness dia, nóis pagamó as pinitença, que o o Snto insinó, nóis. E nóis gostamo, foi por dimais, credità santim??? O trêm bão é pagá pecado, bençoado!!!

Ao ouvir a incestuosa confissão dos dois, a jeba do sacerdote, empinará todinha e maldoso como era, , já sabia o que fazer pata levá-los imediatamente para sua cama e foder bem gostoso o reto do dia.

_ Minha Nossa Senhora. Agora é que pecaram pesado, mesmo!!! As penitencias só podem ser pagas com padres, senão elas dobram de tamanho. E se não agirmos agora mesmo, será impossível para vocês e sua família conquistarem um espaço no céu. Precisamos ser muito rápido, para resolvermos mais esse problemão que me arrumaram. Entrem logo. Vamos... vamos... vamos pecadores.

- Ôia, meu Santim!!!! Nóis já tamo ino, mais creditó, que os anjim e os santim tudo, vão perdoá, nóis, por causa que nóis somo inocente. Nóis num sabia de nadinha de nada.

- Eu e meu paizim , ia fazé tudo hoje, tra véis, quando nóis fosse buscá as lenha pra mãezim, no mato, iguarzim istor dia.

-Nem pensem nisso!!! Quero que jurem que sem minha presença, nunca mais pagarão nenhuma penitência. Vamos, pecadores. Jurem agora mesmo.

- Num carecê de nóis jurá não, meu Santim. Se eu e meu paizim fala que nóis num vai mais fazê, nóis num faiz. Né mess, paizim????

_Isso mess, fiôte. Nóis num precisa fica fazenó jura, pra obedecê o sinhô não, meu Santo. Pode creditá ni nóis. Nóis né besta, né fiotim???

Está certo, mas não se esqueçam do perigo absurdo que vão correr se repetirem tal pecado, ok? Agora vamos tirar nossas roupas bem rápido. Devido ao altíssimo nível desse pecado, precisamos nos apressar para começar a pagá-lo.

Depois de despidos, o tóxico padre, com as mãos espalmadas na parede e de costas pra os “pecadores” , mandou Neto chupar o cu de Joãozinho, enquanto Joãozinho chupava o seu.

E quando Joãozinho, abriu as bandas da bunda gorda de Padre Paulo, sincero como era, comentou:

- Quê, qué isso meu santim!!! Seu cuzim tão muito bitelo, meu Deus!!! Té iguarzim bacia de tomá bânhe !!!! Tá feim, feim, ess seu butãozim, viu meu Santim ? Deuinté um tiquim de disamino, preu enfia a língua no bichim. Mais já que precisamo fazer sacrinfici, dex´.....

CONTINUA ....

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
18/04/2018 20:50:10
Gustavo é o filho de um vizinho meu. O rapaz está se desenvolvendo tão delicioso que está me fazendo perder o juízo, quando o vejo nao controlo meu pau que fica logo visível pela calça ou pela bermuda. O rapaz me deixa obcecado. Gostei do seu texto so por causa do nome dele constando aí.
18/04/2018 20:47:12
Acho que você é mineiro.
18/04/2018 18:03:08
churrasquinho no cantinho da mieko de sabado a tarde ate domingo a tarde, o cantinho da mieko recebera amigos casais, e homens convidados DEVIDAMENTE apresentados, casais trazem os comes e bebes e homens CONVIDADOS trazem bebida a gosto e 50,00 para ajudar a pagar a faxineira. interessados devem fazer contato ate sexta - feira com marckus ou mieko no e-mail paidoscornos@outlook.com e enviar foto de rosto e cel. tudo para presevar a seguranca do local e de todos. o cantinho da mieko é uma casa grande com um enorme quintal com estacionamento proprio para todos e todo cercado para fazer top less e swing ao ar livre, fica em sorocaba, 100 km de sao paulo - GRUPO FECHADO