Um pesadelo que virou realidade IV

Um conto erótico de MarquimCd
Categoria:
Data: 17/04/2018 16:42:35
Nota 10.00

Continuando...

- COMO É??!!! IR ME HABITUANDO??? MAS PORQUÊ??? Ela ficou calada e não disse nada...deixou em cima da cama e disse que eu pensasse sobre isso... Aí eu vi que as surpresas naquela casa não tinha acabado, ainda vinha coisa por aí...

Outras noites, enquanto eu voltava para o quarto após lanchar, vi várias vezes pela brecha da porta do quarto da tia Cláudia e Haroldo transando loucamente, ela sempre usando lingeries muito sexy junto com uma cinta com um pinto de borracha e ele comendo o cu dela...outras vezes vi não só Haroldo mas outro amigo dele entrando no quarto, imagino a festa que eles fizeram com tia Cláudia...Aquilo me deixava excitado, voltava pra cama e me masturbava loucamente...

Mas a surpresa maior chegou um dia em que eu estava me preparando para dormir, vestindo uma camisola preta um pouco transparente não muito longa vinha até minhas coxas, coloquei uma calcinha fio dental que não incomodava, tomei as vitaminas...e quando me virei para cama lá estava Haroldo sentado me observando com um olhar estranho, um olhar fixo, me deixou assustado, ele parecia um leão olhando para sua presa pronto para o ataque...

Eu disse, puxa Haroldo vc me assustou!!! Sorri envergonhado...o que vc quer aqui? Está precisando de alguma coisa? Ele riu e disse que sim...Vc está muito bonita Paulinha, nem parece mais aquele menino feio e magricela que chegou aqui há quase um ano. Cláudia acertou em cheio mesmo na filha que ela escolheu pra criar.

- Haroldo, eu não estou gostando do rumo dessa conversa, eu estou assim como uma menina não porque eu deseje isso, estou sendo obrigado pela tia Cláudia, mas na primeira oportunidade vou mudar isso!!!

- Hahahahahaha!!! Ele riu bastante! Vc não vai sair dessa vida nunca Paulinha, vc nos pertence! É melhor que vc se acostume com essa vida de menina, esse caminho não tem mais volta, e vc está bem melhor assim do que era antes. E vou confessar a vc, já faz tempo que estou te observando e o meu tesão por vc está cada vez maior... Ele levantou da cama e veio em minha direção lentamente, falando uma porção de coisas, querendo me seduzir...eu recuei mas ele me encostou na parede e começou a encostar seu corpo em mim...eu disse pra ele se afastar senão iria gritar e chamar minha tia!!! Ele riu de novo e disse que não iria adiantar muito chamar ela...mas foi se afastando e dizendo que iria sair por hoje, mas que depois iríamos continuar nossa conversa.

Fiquei super nervoso, quase não consegui dormir naquela noite pensando no que havia acontecido...já não bastava a pressão que eu sofria de tia Cláudia ainda tinha que aturar agora essa do Haroldo, putz!!! Eu tava fudido mesmo!!!

No outro dia fiquei pensando novamente no que havia ocorrido, tomei coragem e fui contar pra tia Cláudia. Comecei a chorar, eu já estava super sensível mesmo, estava assim fazia meses, qualquer coisa me emocionava. Contei tudo pra ela, e ela escutou mas não parecia ter se surpreendido...ela escutou tudo de forma indiferente...eu perguntei: Vc não vai fazer nada??? Ela disse, não posso fazer nada Paulinha. Eu vou ser sincera, devo alguns favores ao Haroldo, tem alguns negócios que eu cuido que são meio ilegais, ele descobriu todo o esquema e agora fica me chantageando...se eu não fizer suas vontades ele disse que faz uma denúncia pra polícia, eu vou perder tudo e ainda vou ser presa!!! Você entende isso!!??

Haroldo tem uma tára incontrolável por travestis, todas as noites ele vem no meu quarto e me obriga a realizar suas fantasias, eu transo com ele vestida como uma travesti, mas ele já estava ficando entediado, disse que uma rola de borracha presa na cintura não é a mesma coisa queria uma de verdade...sem contar que ele tem prazer em subjugar a pessoa, submeter a suas vontades, forçar a fazer o que não quer, isso excita ele demais! Então ele vivia me pedindo pra trazer uma cdzinha pra casa, pra ver a transformação, todo o processo de feminização...foi aí que quando soube do falecimento de seus pais tive a ideia de lhe trazer pra minha casa. Eu não quero seu mau Paulinha, eu juro! Mas eu não podia acabar presa por conta do que ele sabe sobre mim.

Eu fiquei paralisado, não acreditava no que eu ouvia. Minha tia estava me transformando em menina pra satisfazer o seu amante??!!! Caramba! Eu tava ferrado!!! Comecei a ficar mais nervoso, disse a ela que iria fugir, não iria me submeter a uma loucura dessas. Eu era um homem e gostava de meninas, jamais iria virar uma mulher pra satisfazer esse louco do Haroldo.

Paulinha, não faça isso, não tente fugir!! Ele não vai permitir que você saia dessa casa, ele controla tudo, sabe tudo que acontece aqui. Olha, é melhor você aceitar isso, não é tão ruim assim. Você terá uma vida boa, terá tudo do bom e do melhor. Além do mais, você está uma menina cada vez mais linda, seu corpo está mudando, ficando com formas perfeitas, eu não imaginava que os hormônios fariam uma transformação tão boa e em tão pouco tempo. Se olha no espelho, veja como vc tá uma perfeita ninfeta, com um corpão de dar inveja...Me olhei no espelho e então as fichas foram caindo, lembrei de todos os detalhes do plano deles, desde o dia em que foram me buscar na casa de meus avós, as vitaminas que na verdade eram hormônios...tudo foi planejado...eu queria gritar de raiva, chorar, mas nada disso resolveria minha situação. Eu pedi que ela saísse e me deixasse sozinho. Ela compreendeu, veio até mim e me beijou na testa, me abraçou e disse: meu amor, minha Paulinha, não fique assim, o melhor a fazer é aceitar...se precisar de mim é só me chamar...e saiu fechando a porta. Aquela noite eu mal consegui dormir, fiquei tendo pesadelos, sonhei tentando fugir daquela casa maluca e sempre que eu chegava no portão pra saída Haroldo estava lá e me obrigava a voltar. E pior, sonhei sendo forçado a transar com ele como uma putinha na cama, amarrado todo amordaçado enquanto ele ía penetrando a minha bunda e rindo sarcasticamente. Acordei assutado todo suado, eu só pensava em como fugir...comecei a pensar em um plano, enquanto isso fingiria que estava fazendo o que eles queriam.

Tia Cláudia não era fácil de enganar, ela percebia que eu estava tramando alguma coisa, começou a me fiscalizar mais de perto, acompanhava todos os dias se eu estava tomando os hormônios direitinho, além das pílulas ela começou a trazer injeções também...o tempo passava e meu corpo mudava cada vez mais, eu podia ver as formas femininas no espelho, os vestidos estavam até um pouco mais apertados, eu andava e os vestidos colados ficavam subindo quase aparecendo a polpa da minha bunda que estava bem maior, os sutians já eram necessários por causa do tamanho dos seios...pensei muito no que fazer para fugir e resolvi juntar algumas roupas e escapar durante a noite enquanto todos estivessem dormindo...

Continua..

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/07/2018 21:44:32
Adorando
12/07/2018 09:59:41
Estou gostando muito do conto, só não quero que aconteça aqueles clichês em que você transa com o cara a força e acaba se submetendo aquilo e gostando... Não faça isso por favor!
13/05/2018 13:37:59
Maravilhoso
22/04/2018 23:53:19
Maravilhoso!!! Continue logo!!!
18/04/2018 13:56:41
Obrigada pelos comentários...já já continuarei a história! Bjss
18/04/2018 09:48:23
Sei conto é maravilhoso linda. continue logo amor, estou prevendo que vou gozar muito lendo até o final
18/04/2018 01:13:10
Tá ferado

Listas em que este conto está presente

Feminização-Sissy
Melhores contos de feminização