Caçando caralho para alegrar minha cucetinha

Um conto erótico de Mayron
Categoria: Homossexual
Data: 13/04/2018 00:47:02
Nota 10.00

Gente, não sou escritor, portanto não sei bolar contos. Então, como curto muito minha feminilidade, gosto de contar as minhas experiências homossexuais. Não só relembro e curto momentos que me fizeram feliz como viado, satisfeito como cadela, alegre como escrava, mas nunca completamente realizada... sempre eu quero mais, sempre minha gulosa quer mamar muito e beber leitinho, sempre minha Cucetinha insaciável sonha em ser preenchida por um ou dois caralhos, grandes, cabeçudos e grossos... Mas, como já escrevi antes, só curto ser puta de macho alfa, ativasso, dotado, leiteiro e socador. Se o cara, como eu, também mama e dá cú, esse papo que versátil para mim não funciona. Macho pra mim é hétero. E hétero de verdade come viado. Exatamente comer e não dar para outro homem, que faz dele um hétero, até porque muito viado (não eu, claro!) também come mulher.

Já amadurecido pela feliz existência, sessentão com aparência de 5.0 e por não ser um viado bonito - sou um baranguinha simpático, cordial e alegre - regularmente testo minha capacidade de seduzir fudedores e saio à caça de caralho. No Rio, um dos pontos de pegação é a Cinelândia, no coração do Centro. Ali, no final da tarde, quem dá e quem quer comer se cruzam. Nós mais discretos, ficamos num daqueles três bares (Amarelinho, Verdinho, Vermelhinho) observando os garanhões. Eles caçadores natos percebem até de longe e de noite quando alguém está de olho nas suas cacetas. Estrategicamente, fico numa mesa proximo à grade que separa o bar da praça, por onde desfilam os comedores. Eles te localizam e já sinalizam alisando o caralho para vc não ter dúvidas de que são do balacuxê. Como se para um viado fosse difícil identificar seu predador. São sempre bem apessoados, corpo em forma, boa estatura e o volume sempre bem delineado nas calças justas.

Semana passada, pela terceira vez neste semestre, fui ao reduto. Sempre chego mais tarde, tipo 21/22 horas. É horário que o movimento é menor - exceto quanto tem manifestações - e fica mais difícil Vc ser flagrada por pessoas conhecidas e assim preservar seu segredo. Afinal, eu não sou assumido(nem quero). Também não sou afeminado, embora entre quatro paredes eu vire uma puta depravada, uma cadela inquieta, uma vadia gulosa. Nessa noite, não parei em nenhum bar. Preferi sentar num dos bancos da praça. Cinquenta metros adiante desponta o picão. Minha Cucetinha piscou, meus lábios umedeceram e meus olhos brilharam com que avistaram. Ele me filmou e veio me encarando; desci os olhos e os desvie para sua mala. Imaginei uma anaconda entre aquelas pernas.

– Oi, tudo bem. Posso sentar aí?> disse o boy, que soube depois ter 23anos. Não sei exatamente o que ele viu no coroa-viado. Mas fiquei lisonjeada por aquele macho querer sentar ao meu lado com tanto banco vazio. Embora suas intenções fossem explícitas.

Levantei os olhos da virilha dele, olhei seu rosto, e respondi: –Claro, senta aí! Tudo bem?

Dei um tempo de segundos e brinquei: – Vai viajar?

O moleque era esperto e sacou e respondeu: – Só se Vc quiser ir na minha bagagem.

Gosto de sempre, nesses casos de pegação, acertar tudo antes de qualquer transa. Disse-lhe que meu primeiro encontro com desconhecido é sempre numa sauna, e que não curto foda rápida e que sou viciada em beber leitinho e não abro mão disso depois de levar uma surra de pirocada. E perguntei:

– Quanto custa a leitada?

Depois de ele concordar, do acerto financeiro, e todas as despesas por minha conta, pegamos o Metrô e fomos para uma sauna em Botafogo. Não é das melhores, mas fica aberta até de madrugada. Não pensem, que por que um garoto faça programa (viva de prostituição) é fácil para um coroa ganhá-lo e levá-lo para cama. Mas uma dica é que hétero que gosta de botar pra mamar e socar um cu,não é seletivo em termos de beleza,ou idade, e só considera se o viado tem boa aparencia em termos de cuidados (estar bem vestido e condições de pagar as despesas), GP profissional de verdade que tem a prostituição como profissão, não faz escolhas pelo gosto, afinal ele não está procurando uma noiva para casar, mas sim um viado para meter a pirocada e ganhar sua grana. Deixar ordenhar seu caralho, preencher o cu do viado com sua virilidade e fazer ele feliz como puta que todo viado sonha ser. Coroas também não estão procurando namorado nem marido, na verdade, o que a maioria dos coroas viados procuram é um dono, um macho fixo, um cara que use e abuse de sua gulosa e sua Cucetinha...no meu caso específico que tive cinco donos, também era alugada por eles para outros comedores de cu. Pois é, também tem uns que pagam para comer Vc, principalmente quando as mulheres não mamam gostoso e nem dão o cu para o marido. São homens casados viciados em cu e que sempre comeram viado. Já contei a foda de muito deles comigo aqui no site.

O moleque foi uma investida de sorte: era viciado em socar uma Cuceta e gostava de ser recompensado. Eu viciada em caralho e adoro agradar meus fudedores. Enquanto tiravamos a roupa observei sua compleição bem sólida, musculo rigidos e um belo caralho pendurado com a cabeça chegando no meio da perna. Adormecido teria uns 18cm, imaginei logo a felicidade da minha CUcetinha quando ele estivesse em atividade. Tomamos uma chuveirada e fomos à sauna seca. Prefiro por que permite que Vc admire seu macho melhor. Ele sentou ao meu lado, passou o braço pelo meu ombro, e com a outra mão, jogou a toalha para um lado, olhou pra mim e ordenou: Pega! Seu caralho já tinha engrossado e estava meia bomba. ja tinha crescido uns dois centimetros... Senti meu cuzinho piscar inquieto.... `peguei aquela maravilha, fiz uma carinho e ele se impos como um taco de basquete... O leke puxou meu rosto e me beijou enfiando sua lingua na minha garganta... foi uns eternos 10 segundos...depois segurou minha cabeça e empurrou meu rosto até seu caralho já entumescido. Abri a boca e comecei a chupar com desejo incontido. Segundos depois ele levantou, ficou um degrau abaixo da pequena arquibancada da sauna, e deixou me deixou cara a cara com seu majestoso caralho... colocou novamente na minha gulosa e fudeu minha boca por algum tempo... depois ordenou, "Vamos" e saimos da sauna. Tomamos outra chuverada e procuramos um lugar pra fuder...Lá tem somente duas cabines razoáveis e estavam ocupadas... fomos para a sala de video e o leke mandou eu ajoelhar na cadeira e fiquei com o bundão empinado pronto para receber seu presente maior... Ele lambuzou a camisinha além do lubrificante que tem e pincelou meu cu com o caralho para cima e pra baixo umas cinco,seis vezes, sempre ameaçando a enterrada.. quando menos esperei senti sua cabeçorra engatar na auréola rosada do meu bumbum e dei um 'ai' timido e feliz... aí ele começou sua viagem para o centro do meu bumbum, num entra e sai lento, acelerando, acelerando até seus 23cm sumirem no meu interior... Eu gemia, eu lacrimejava, eu pedia mais , chamava aquele leke de meu macho, meu homem, meu dono...Mete, mete,mete meu amor....Mete que agora seu sou toda tua, agora sou tua puta... Ele retardava as socadas e retomava sob meu comando... mete, mete, mete amor...mete mete na tua putinha... assim fez tres, quatro vezes... parou...retirou aquele colosso do meu bumbum , sentou num banco que tem no entorno da parede, e disse agora vem beber o leitinho do meu macho... parece que aquele caralho quanto mais enterrava nas minhas entranhas mais duro ficou... fiquei enfeitiçada com aquele caralho maravilhoso e me acomodei, deitada ao longo do banco, ao seu lado e comecei a mamar, mamar gostosamente, porque aquele caralho era tudo de bom.... e segundos depois comecei a sugar e ordenhar aquela mamadeira que mal cabia na minha boca...de repente o leke pressionou minha cabeça contra seu espigão e começou a gozar rios de leite inundando minha gulosa...enquanto não liberou o último jato, o leke não desprendeu minha cara do seu cacete.... o néctar daquele caralho era uma coisa suprema...e disse "Viado bebe todo o leitinho do teu macho...segurando meu rosto para não deixar entornar nenhuma gota... Seu leite era uma deliiiiiiiiiiiiicia! Nos distraimos com os filmes, rimos de algumas situações, apontei outras que eu gostaria que fizesse comigo e fechamos a noitada com mais uma foda. Eram 3 da madrugada quando fomos embora... cada um para seu lado... eu feliz com o presente que eu me deu, ele feliz com a recompensa que dei...

Duas semanas depois voltei a Cinelândia para procurá-lo...

>>>>>>>

Geraldo disse que se chamava Igor. Mulato, alto, cabelos e olhos castanhos, boca carnuda e sensual - que dá vontade da gente querer beijar - pernas grossas, mãos grandes e o principal: um lindíssimo caralho de quase 22cm como minha experiência sabe avaliar... Chegamos na sauna, quando meu mulato tirou a rouba, percebi que tinha realmente tirado a sorte grande. Se minha Cucetinha piscava vendo aquela mala protegida pela roupa, agora era um pisca alerta inquieto querendo se apossar daquela anaconda. Depois de guardar a roupa, fui direto ao chuveiro e pegar um pouco do calor da sauna seca. Geraldo me seguiu. Fomos para sala de video, assistimos algumas cenas, maravilhosas, mas acho mais acho mais estimulante quando os filmes são com hetéros. Acho que provoca mais a libido da gente. O macho se concentra que vai comer um puta, sem ilusão, porque todo viado é puta. E o viado fica mais seguro da sua feminilidade. Saímos direto para a sala escura, e Geraldo já entrou me abraçando pela cintura e encostando sua tora no meu bumbum, para que desse certo, coloquei meus pés sobre os pés do mulato, que sussurrava no meu ouvido, entre beijinhos e chupões, que eu era sua puta e ele iria meter muito nesse bumbum. Meu bumbum, fica totalmente dilatado, liso, arredondadinho quando fico no cio... o caralho do Geraldo encontrou seu ninho...As preliminares foram ficando quentes...Geraldo procurou minha boca e me beijou como se eu fosse sua namorada... Suspirei, correspondi e disse-lhe que eu era todinha dele.... Puxei pela mão e fomos para a cabine... admirei bem aquele macho antes de quebrar a luz...não curto foder no claro.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
16/04/2018 12:45:18
Os machos alfa estão cansados das mulheres e bichas escrachadas... mas não dispensam um viado discreto e uma bicha feminina e comportada (putaria só na cama)
16/04/2018 12:43:36
VeriPassiva Isso não é impossivel... Acredito que Vc mesmo quando chegar a minha idade estará bem disposta a receber amor - existe maior amor que um belo caralho fazendo a gente feliz? - os homens estão soltos pelaí ...só tem que sinalizar para eles nos acharem... as vezes, até com grana... mas o prazer sempre será maior...e o investimento compensado.
16/04/2018 02:24:38
Uaaaaaau!!! Adorei!!!! Ainda sou novinha... mas espero chegar na idade de vocês assim recebendo muita pica no cu
14/04/2018 01:34:27
Mike Filho, grato pela mensagem...
13/04/2018 05:40:58
Mayron, não sei porque é a primeira vez que leio um conto meu (digo seu). É como se você me descrevesse, também sou maduro, e quando preciso (até prefiro) pago por pau SIM. Delícia... Vou acompanhar melhor seus deliciosos contos. Adorei teu jeito honesto e direto de colocar como agimos e pensamos como viados maduros, putinhas que adoram machos alfa comedores, como nós!