ESCRAVO DESDE MENINO

Um conto erótico de V Submisso
Categoria: Heterossexual
Data: 09/04/2018 17:51:30
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual

Já contei em um conto anterior que havia uma prima que desde criança "brincava" comigo, e que sempre fui submisso à ela. Aqui conto como isso começou.

Quando eu tinha por volta dos meus 5 anos eu nunca tinha visto uma menina pelada por isso achava que meninos e meninas eram todos iguais só mudava as brincadeiras. Certa vez fui passar uns dias na casa da minha tia, em uma chacara. Pensei que iria só eu mas 5 primas foram junto, todas da mesma idade que eu! Estava chovendo muito, minha tia saiu para o trabalho, ficou eu minhas primas e minha prima mais velha de 19 anos que tomava conta de nós.

Resolvemos sair para brincar, quando já estávamos no quintal essa prima mais velha nos mandou voltar e ir para o quarto tirar aquelas roupas limpas pois tinha muito barro no quintal. Ela foi retirando a roupa de todas as meninas as deixando só de calcinha, quando chegou na minha vez ela retirou toda a minha roupa, me deixando completamente pelado. Era só eu de garoto, as meninas soltaram uma risadinha mas não me importei, fui brincar no meio delas. As coisas eram muito estranhas pois só quando ia dar banho em mim, minha prima dava com a porta aberta, nelas a porta era fechada e eu não podia entrar de jeito algum. Quando eu chateava elas, elas diziam que iriam me castrar, mas eu não sabia o que era isto. Um dia perguntei a essa prima mais velha. Ela disse que não podia me falar, mas insisti. Ela disse tudo bem hoje quando eu for te dar banho eu te falo.

Na hora do banho ela tirou minha roupa como sempre, me pôs no colo e começou. Ela disse você tem certeza que quer ouvir? Respondi: Tenho!

Ela me respondeu castrar é cortar o "trem" de fazer xixi.

Perguntei por que se castra?

Ela me respondeu por desobediência.

Perguntei se ela já tinha desobedecido. Ela respondeu que já tinha desobedecido, mas que nunca tinha sido castrada!

Perguntei o por quê. Ela me respondeu que não se castrava meninas.

Fiquei indignado, perguntei mas por quê?

Nessa ela tirou a roupa e ficou só de calcinha. Pegou no meu pipiu e disse:

- Tá vendo isso aqui, isso é seu pipiu e esse o seu saquinho. E só se castra quem tem pipiu e saquinho. Igual os cachorros e gatos.

Perguntei "mas e vocês meninas como fazem xixi? E por quê não castram vocês?".

- Nós meninas não podemos ser castradas. Somos superiores a vocês. Por isso não devem nos ver nuas, mas vocês podem andar sem camisa ou mostrarem o piupiu, como os cachorros e outros animais que andam com o piupiu de fora.

Ela então me mandou passar a mão sobre a calcinha dela, e quando eu passei ela respondeu:

- Nós temos mas não é para fora e externo como o de vocês. Esse é o simbolo da inferioridade de vocês. Por isso devem nos obedecer sempre.

- Eu não quero ser castrado. - disse com medo, e ela me respondeu:

Então nunca mais desobedeça uma menina, principalmente a mim.

ednobrex@hotmil.com

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/04/2018 02:38:37
Hmmmmmm.... continue!!
10/04/2018 01:40:32
Continua...
09/04/2018 19:38:27
excelente conto