Sobrinho safado e punheteiro

Um conto erótico de Safadinha
Categoria: Heterossexual
Data: 29/03/2018 09:48:02
Nota 10.00

Olá, meu nome é Luana tenho 36 anos, casada, tenho 1,65, 60 kg, coxas torneadas, bumbum e seios grandes, adoro academia, sou bem fitness e safadinha também, neste dia estava na academia malhando meu bumbum e pernas, meu sobrinho tambem estava, ele tem 19 anos, 1,80 mts, musculoso, bem gostosão, mas é meu sobrinho, nunca pensei que tivesse atração por mim, mas é homem e pelo visto bem safado, terminamos o treino e dei carona pra ele, estava toda suada e ele também,neste dia disse que ia até minha casa, pois precisa usar o Escritório do meu marido para fazer um trabalho de faculdade, até aí tudo bem, cheguei em casa e disse que ia tomar um banho, o escritório fica nos fundos da garagem, subi para meu quarto, retirei minha roupa e fui para o banho, como estou em casa geralmente não fecho as portas e neste dia, sem maldade, não fechei a porta de meu quarto e nem do meu closet, pois meu sobrinho estava no escritório e não tinha porque subir até o meu quarto, me enganei, estava curtindo meu banho após um treino puxado na academia, quando derrepente, avistei um vulto passando pela porta do meu closet que ficava na direção do box do meu banheiro, achei estranho, mas continuei o banho, passava sabonete e meus seios, no meu bumbum e na minha bucetinha, adoro me alisar durante o banho, nisso percebi que havia no canto da porta metade de uma cabeça e um olhar a me observar, era meu sobrinho safado, como já estava escurecendo, era por volta das 18:00hs, meu marido ainda não tinha chegado, ele pensou que não podia vê-lo, como adoro me exibir, fiz de conta que não percebi sua presença, demorei um pouco mais no banho, comecei analisar ainda mais, meus seios, meu bumbum e comecei uma deliciosa siririca, só pra deixá-lo maluco, fiquei com um pouco de receio de ser filmada, olhei disfarçadamente e ele estava ali no canto da porta me olhando, a mão esquerda estava na porta e à direita no seu pau, nossa e que pau, fazia um movimento rápido punhetando aquele pau delicioso, confesso que morri de vontade de chamá-lo para o banho, mas afinal era meu sobrinho, só queria me exibir e depois ficar imaginando ele se acabando na punheta pensando em mim, alguns minutos depois, derrubei meu sabonete no chão, me virei de costas para que visse meu rabao, me abaixei fiquei um tempo naquela posição, lavando meus pés, ficava imaginando o que ele estava sentindo, me vendo naquela posição, levantei, comecei a me enxaguar e percebi que havia parado de se tocar, imaginei que tivesse gozado, fechei o chuveiro e pude escutar seus passos saindo do meu quarto, me sequei e sai do banheiro, quando cheguei no meu quarto, percebi que minha calcinha não estava onde havia deixado antes de entrar no banho, ela estava junto com meu shorts quando a tirei e naquele momento, estava no chão próximo a porta do closet, quando a peguei percebi que estava ensopada de porra, com certeza aquele safado havia gozado na minha calcinha, acho que quando fechei o chuveiro e ele saiu correndo, não pode nem limpar, como ainda estava com muito tesão não pensei duas vezes, a porra ainda estava meu quentinha, queria muito sentir o sabor, afinal adoro levar gozadas na boca e geralmente engulo tudinho, mandei toda aquela porra pra dentro, que delícia, limpei minha calcinha toda com a minha língua, ao mesmo tempo me tocava imaginando aquele safadinho gozado Nela, me recompus, desci para a sala e escutei meu sobrinho me dizendo: Tia já terminei o trabalho, estou indo embora! E eu disse: tudo bem, quando precisar é só falar! Rss... Safado, à noite comentei com meu gato, e transamos muito loucamente, e ele pedia para que o chamasse de Carlos, pois é o nome do meu sobrinho, gozei umas duas vezes e depois me lambuzei com a porra do meu gato, que é uma delícia....bjs....

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
01/04/2018 11:04:08
Muito bom o conto. Em família sempre tem essas situações. E você soube tirar bom proveito disso, satisfazendo seu lado exibicionista e deixando esse sobrinho louco de tesão. Nota 10. Eu iniciei um sobrinho e narrei aqui. Dá uma lida como foi. Agradeço também a leitura e comentário. Beijos.
30/03/2018 17:22:45
Putaquipariu que delicia que você deve ser. ...sempre sonhei em puder minha tia. ...mas agora já era. ...já tô com 49 e ela xiiiii
29/03/2018 19:23:39
Conto sensacional, com tesão explicito do começo ao fim. Fiquei me imaginando no lugar do sobrinho voyeur, assistindo essa sessão de exibicionismo. Não tem como deixar de dar dez! Muito obrigado pela leitura do meu. Tem continuações que talvez agradem. Numa dessas, vocês irão viver essas coisas também. Beijos.
29/03/2018 11:07:57
Mamda fts rsrs
29/03/2018 11:02:48
Que bom que vcs gostaram!!! Bjs molhados para todos...safadinha CWB
29/03/2018 10:44:46
Delicia de conto!! Amora, será que tem como a gente aproveitar essa pausa no trabalho juntos? Bjs
29/03/2018 10:20:53
Que delicia. Dei uma pausa aqui no trabalho e lendo teu conto... relaxei gostoso. Excitante, me arrepiou inteira...
29/03/2018 09:53:52
Maravilhoso gatas vamos tc chama no whats....ONZE.NOVE, SEIS, NOVE, NOVE, SETE, TRÊS, SEIS, NOVE,NOVE MARCOS BJS NAS PEPECAS..