Pagando por prazer

Um conto erótico de Helen Dias
Categoria: Homossexual
Data: 28/03/2018 20:44:52
Nota 9.40

Olá amores,

Vamos a mais uma aventura,

Bom essa é fresquinha, foi nesse fim de semana, como eu estou solteira, decidi aproveitar a vida.

Mas, ultimamente está um pouco difícil encontrar uma mulher que tenha algo a mais do que apenas beleza. Então segui o conselho e um amigo, e resolvi contratar uma garota de programa.

Bom, eu nunca tinha pagado por sexo antes, eu fui em um site e me maravilhei com as mulheres, fiquei molhadinha só de ver as fotos, bom encontrei uma morena linda, vou chamá-la de Tatiana.

Linda demais, corpo sexy, marquinha de biquini, seios com silicone. Liguei para ela, com um medo, ela logo atendeu e eu com muita vergonha pedi informações sobre valores e tudo mais, acertamos por 450,00 por 2 horas, achei um preço bom.

Fui até o seu apartamento, que por sinal é muito lindo. Cheguei lá, eu estava de vestido esses bem soltinhos, de alcinha, e só. Não me dei o trabalho de por calcinha ou sutiã. Quando eu ela abre aquela porta, meu deus. Ela usava só calcinha e sutiã, e estava de roupão por cima linda demais. Mas eu travei na hora, ela disse oi. E eu fiquei parada na porta.

Até que ela me puxou para dentro. Eu disse que estava nervosa, mas ela me tranquilizou logo que entrei pela porta, e após ela fechar a Tatiana, me deu um beijo. Fiquei sem reação. Foi gostoso, em senti virgem naquele hora, meu corpo não reagia, fiquei vermelha de vergonha.

Bom ela me levou até um sofá, e lá já passei o dinheiro, ela me pediu para esperar um pouco.

Fiquei lá toda nervosa, pois eu nunca havia pagado por sexo., era algo novo e estranho, parecia até errado.

Quando ela voltou, a mesma não perdeu tempo sentou no meu colo, de frente para mim, fiquei vermelha, ela disse para eu relaxar que tudo ia dar certo. Ela me beijou, e quando suas mãos foram para a alça do vestido eu a segurei involuntariamente, acho que foi por instinto. Ela riu, me deu um leve tapinha no rosto.

Desceu e foi beijando meu pescoço, mordidinhas bem leves, até chegar em meu colo, eu começava a gostar daquilo, e ficar um pouco mais relaxada.

Como o tecido é fino, ficou marcado sob ele, o bico do meu seio, ela logo o chupou por cima do vestido. Até mordeu ele, eu pedi para ela parar, e ir com calma, mas ela é experiente, e colocou 1 dedo dentro da minha boca, fazendo eu chupá-lo.

Depois ela puxou a alça, dessa vez não houve resistência, meu seio esquerdo se revelou para ela, sua boca macia e quente logo o sugou, achei que literalmente ela iria comê-lo ali mesmo.

Logo ele ficou durinho, e ela passava os dentes sobre ele. Fiquei louquinha com aquilo.

Ela pediu para eu levantar os braços, e logo tirou meu vestido. Ela ficou parada me olhando, me deu um tapa no rosto agora um pouco mais forte.

Ela se levantou tirou o roupão, depois o sutiã e a calcinha.

Calcinha, que ela jogou em mim, e pediu para eu sentir o cheiro.

E pediu para eu levantar e ficar de costas para ela. Fiquei um pouco sem saber o que ela faria, mas mesmo assim confiei.

Ela veio por trás, passou a mão entre minhas pernas, afastou elas um pouco. E começou a me tocar, seus dedos eram bem habilidosos, foram certinho, logo eu estava ficando molhadinha e bem lubrificada. Me conti para não soltar um gemidinho.

Levei um tapa na bunda, e ela disse que iria deixá-lo vermelho, depois mais um, dessa vez só que mais forte. Depois recebi outro. Até que ela apertou meu grelho, dessa vez eu gritei de dor, mas foi ao mesmo tempo prazeroso.

Senti 2 dedos , dentro de mim, ela fazia movimentos bem gostosos, era difícil, acreditar que uma puta, estava sabendo me comer, tão bem.

Fiquei muito excitada com aquilo. Comecei a rebolar em suas mãos. Ela percebeu e enfiou um terceiro dedo em mim, eu estava com 3 dedos dentro do meu sexo.

Fiquei louca com isso. Já estava mais solta, me virei e beijei ela com força, mordi seus lábios.

Puxei ela contra o meu corpo, caímos do sofá, e ficamos no tapete da sala dela, logo eu desci até seu sexo e comecei a fazer sexo oral. E que vagina gostosa, cheirosa, molhadinha, e quentinha. Babei nela bem gostosinho. Mordi seu clítoris, fazendo sair dela um suspiro. Depois me joguei nela, fiquei na posição exata para um 69, e começa uma chupando a outra. até eu gemer, alto e pedir mais, pedia para ela dar tapas na minha bunda, e não conseguia mais chupar ela, estava tão excitada, que queria gozar ali, na boquinha dela. E ela fez direitinho, bateu forte na minha bunda, deixou ela bem vermelhinha, e me chupava, gozei, e bem gostoso naquela boquinha safada.

Fiquei suspirando no chão, ela se levantou, pegou o seu roupão, e me chamou para irmos para o banhos, lá debaixo do chuveiro, ela pegou um creme e espalhou no meu corpo. Ela me pegou por trás, e começou a passar a mão no meu corpo, seios, bunda, coxas, vagina, ela me explorou e abusou, fez o que quis comigo naquele chuveiro.

Depois fui para o seu quarto onde, ela me jogou na cama, tirou minha toalha, abriu minhas pernas, e me chupou novamente. Fiquei totalmente entregue, a ela.

Não conseguia imaginar, como eu lésbica, fiquei tão passiva para uma garota de programa.

Acho que foi mais pelo nervosismo. Combinamos de marcar novamente, só que dessa vez, ela chamará uma amiga.

Bom amores, acho que resumi bem a história para não ficar cansativa.

Quem quiser bater um papo me manda um email

helencarol.dias@gmail.com

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
02/04/2018 21:21:22
Excitante!
02/04/2018 14:23:59
Eu li seu conto nesta madrugada, e na hora eu não tive como comentar, então volto aqui para deixar o registro que estive lendo seu conto, ao meu ver muito gostoso, quase não se ver falar em mulher PAGANDO POR PRAZER, muito bom seu conto eu diria ótimo.... nota 9
29/03/2018 11:14:10
Delícia de conto adoro chupar uma bucetinha!!! Bjs Safadinha CWB casaldahora71@gmail.com
28/03/2018 23:01:31
Muito bom ameiiiiii
28/03/2018 22:05:05
Demais!
28/03/2018 21:13:41
Parabéns, excelente conto. Bem resumido, detalhado e excitante!