Primeiro contato

Um conto erótico de Ariel
Categoria: Heterossexual
Data: 26/03/2018 21:50:19
Nota 10.00

Olá leitores, esse é o meu primeiro conto, e por que não começar pelo começo? Haha

Me chamo Ariel(fictício), hoje tenho 20 anos, recentemente virei loira kk, sou alta 1,78, solteira e bi sexual. Essa história se passa a aproximadamente 8 anos atrás, eu tinha 12 anos e morava no interior de SP na época, me mudei muito durante a infância/adolescência, meu pai era caminhoneiro, por causa disto era um pouco difícil ter amizades, ainda mais para mim que era uma magrela, alta com um sotaque bizarro. Eu passava muito tempo sozinha em casa com a minha irmã após as aulas, minha mãe trabalhava e meu pai raramente estava em casa, isso até minha irmã começar a fazer um curso a tarde, ai sim passei a ficar completamente sozinha. No inicio era ótimo eu tinha o PC, PS2 e a casa para mim, mas logo a monotonia tomou conta. Então passei a ficar mais tempo no nosso quintal. Em um desses dias de completo tédio resolvi ficar no nosso quintal, e vi algo que passaria a mudar a minha vida, o nosso vizinho Marcos, um homem grande apaixonadamente 1.90 e muito forte e mas com uma certa barriga provavelmente por causa da cerveja, transando com uma moça que eu nunca tinha visto, eu me escondi em cima da árvore que tínhamos e que dava uma visão ótima para o quarto dele, eu apenas conseguia ver aquele homem devorar a moça que gemia muito. Ver aquilo mexeu comigo, me deixou com um fogo enorme que assim que eles terminaram eu fui correndo para o computador para ver mais “sobre o assunto” e fui vendo videos, me tocando até chegar ao meu primeiro orgasmo. Todos que já passaram por essa descoberta sabe que é viciante, passei meses me masturbando diariamente, muitas vezes ao dia, a maior parte delas na arvore torcendo para ver mais do que havia visto.

Meses de passaram até que verão e o calor começaram a voltar, as férias escolares estavam a chegar e meus dias de ficar sozinha em casa estavam quase acabando, em um dia de calor resolvi ousar um pouco mais e fui me molhar no quintal apenas de bikini e com um shorts, e felizmente a minha ousadia e minhas preces deram certo, meu vizinho e sonho de consumo deu uma olhada, disfarçou, passou novamente na janela, enquanto isso eu fingia não ver porém meu coração já estava na boca, ate que ele resolve quebrar o gelo e falou

- Está calor mesmo hoje não é garota?

Falou com aquela voz rouca

- Sim, não estou aguentando mais

Respondi eu, Vermelha de calor e de vergonha

- Se eu tivesse a sua idade faria o mesmo

Eu paro de jogar água em mim e olho pra ele e falo:

- Poderia fazer de qualquer forma

Ele ri e fala:

Vou fazer mas em casa boa tarde menina.

Eu fico com um mix de sentimentos, aliviada e frustrada pela saída dele.

Volto pra casa para mais uma das minha “seções” de masturbação. No outro dia assim que minha família saiu de casa corri para o quintal dos fundos para o meu “banho” ligo a torneira encho os baldes e assim que jogo o primeiro copo de água no meu corpo ele aparece na janela

- Votou menina?

Falou Marcos enquanto me olhava

- É, o ventilador não da mais conta

Respondi me molhando mais e fechando os olhos numa tentativa juvenil de sensualizar

Ele me olha e fala

- Entendo, Anda difícil mesmo

Volto novamente a tentar sensualizar jogando agua e passando a mão no meu corpo, noto que ele me olha isso me deixa ainda mais excitada

Ele tira a camisa e fala

- também estou com calor, vou para casa tomar banho

Diferente da ultima vez, essa foi só frustação, mas nisso tive a ideia de dar um xeque-mate nele e respondi: - também vou, só vou tirar meu short para não molhar a casa, tiro ele empinando ao máximo minha bunda, olho pra ele e vejo que ele ficou parado me olhando e dou tchau. Corro pra casa com adrenalina a mil, volto correndo pro quintal e subo na arvore esperando algo acontecer, e é claro, me masturbando, vejo que ele demora no banho, fico imaginando que ele também deveria estar pensando em mim e gozo duas vezes enquanto ele toma banho, ele sai do banheiro e entra no quarto e finalmente vejo aquele pau que tanto imaginei, era grande, uns 20cm o maior que vi a te pouco tempo kk muito grosso, com certeza o mais grosso que já vi, gozo quase que automaticamente, me segurando para não fazer nenhum barulho, ele coloca uma cueca ainda com o pau meio duro e sai do quarto.

Bom era pra ser um conto apenas mas ficou enorme e não consegui cortar nada, desculpa mas jaja posto a segunda parte <3

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
28/03/2018 00:00:50
Ariel, bom demais! Bj e leia os meus tb
26/03/2018 23:02:45
Desculpa alguns erros, foi digitado no celular, mas irei melhorar, gostei bastante de escrever
26/03/2018 23:02:13
Show de bola!
26/03/2018 23:02:02
Posta logooo!!!