Amor Fora Da Lei 11 Penúltimo Capítulo

Ticão Narrando

Já fazia alguns anos que eu estava planejando um modo de me infiltrar na polícia para ter informações do que eles fazem por lá,foi ai que o Kaio,filho de uma velha moradora daqui do Morro Da Rosa Branca se mudou do morro e eu descobri que ele havia se tornado policial.Alguns anos depois a Dona Vera,mãe dele,ficou muito doente,o moleque fazia de tudo,mas o salário de policial não dava para bancar o tratamento da mãe,fora que agora ele tinha dois filhos que tinha que sustentar,foi ai que eu decidi fazer uma proposta pra ele.

Eu fui pessoalmente até a casa do moleque e ao me ver na porta da sua casa ele levou um susto.

Kaio - Ticão,o que você tá fazendo aqui cara?

Eu - Calma...eu vim aqui pra te ajudar,eu tô sabendo que a sua mãe tá doente e eu posso te ajudar se você me fizer um favorzinho em troca.

Então eu fiz a proposta para ele,no caso ele só precisaria me passar informações sobre o que acontecia na delegacia em que ele trabalhava.

Kaio - Tá maluco cara eu não posso fazer isso!

No começo ele negou,mas algum tempo depois ele mesmo veio até mim e aceitou a proposta.

A partir dali ele passou a me falar todas as informações que me interessavam sobre a polícia.

No dia do churrasco eu estranhei a forma que ele olhava para o ruivo e cheguei a cogitar um monte de coisa.

Depois que o churrasco tinha terminado eu fui passar a noite com o ruivo e de madrugada enquanto eu caminhava em direção à minha casa o Kaio me abordou assustado.

Kaio - Eu tenho que te falar uma coisa. Disse assustado.

Otávio Narrando

Ao ouvir ele dizer aquilo o meu coração congelou.Como ele tinha descoberto aquilo?

Eu - Ticão....eu...

Ticão - Não adianta mentir! Até que você conseguiu me enganar direitinho,mas ninguém me engana por muito tempo não...

Eu não me segurei e comecei a chorar,eu tinha enganado o homem que eu amo,mas eu fiz isso em nome da minha profissão do que eu acredito ser certo e agora eu percebi que eu tinha traído o Ticão e a minha profissão,pois até hoje eu não enviei as provas para o Marcos.

Ticão - Tá achando que eu vou ficar com peninha. Disse encostando a arma no meu queixo.

Ticão - Era tudo um plano seu,dar o cu pra mim pra me fazer confiar em você era maid um deles também.

Eu - No começo eu estava focado no plano,mas eu me apaixonei por você.Eu te amo Ticão. Disse em lágrimas.

Eu não conseguia parar de chorar e o Ticão se segurava para não chorar.

Ticão - É uma pena que você esteja apaixonado por mim,pois eu só queria te comer mesmo.

Ouvir aquelas palavras dele doeu mais do que qualquer tiro que ele pudesse me dar.

O Ticão apontou a arma pra minha testa,eu não conseguia me mexer,era como se eu quisesse levar aquele tiro,como se aquele tiro fosse me redimir de tudo,então derepente ele abaixa a arma e diz.

Ticão - Vai embora da minha favela.

Eu demorei um certo tempo para assimilar aquelas palavras e ele gritou.

Ticão - Vai embora daqui antes que eu te mate!!!

Eu me levantei assustado e corri em direção à minha casa e arrumei a minha mochila com o notebook,celular e mais nada e sai do morro o mais rápido que eu pude.

Eu fui até o aeroporto,derepente eu poderia pegar algum vôo de última hora caso alguém faltasse e depois de quase 2 horas esperando eu me sentei no avião em direção ao Mato Grosso Do Sul.Antes que o avião decolasse eu criei coragem e enviei as provas para o Marcos.

Autor Narrando

Ticão estava possuído de raiva ele ainda não tinha se conformado em ter sido enganado desse jeito e agora ele sabia que,Bruno,nem era o nome verdadeiro do ruivo,ele se chamava Otávio.

William já estava sabendo da novidade e foi até a casa do patrão.

Ticão - Chama o bonde inteiro e prepara o arsenal,nós estamos prestes a começar uma guerra.

Todos os membros da facção se armaram de fúzis,pistolas e metralhadoras e alguns minutos depois o Morro Da Rosa Branca ouviu o barulho de helicópteros e ali estava o maior cerco que eles já haviam enfrentado,o morro inteiro estava todo cercado de viaturas da polícia e tanques do exército,além dos helicópteros que pairavam no ar.

William - Caralho,a gente se fodeu dessa vez.

Ticão - Deixa de ser covarde!

A polícia começou a atirar e a partir daquele momento começou o tiroteio que até levaria alguns bandidos para a prisão,mas mataria muitos bandidos,policiais e até moradores inocentes.

Ticão e sua equipe tinham um armamento forte,mas estavam cercados pela polícia que avançavam cada vez mais para dentro do morro.

Ticão,William e Pirata estavam atrás de uma barraca de cachorro quente atirando com fuzís contra os policiais,mas em um momento de descuido Pirata foi atingido com um tiro na cabeça,mas ele não era o único vários bandidos já haviam sido mortos e alguns que tentavam fugir pela mata eram presos pelos policiais que estavam escondidos no mato.

Todos os moradores se escondiam com medo dentro de suas casas e un tiro errado de William acabou acertando a cabeça de uma criança de 1 ano de idade e em seguida William levou um tiro no peito e morreu na hora.

Ticão estava cada vez mais encuralado e derepente ele percebeu que estava sozinho na luta contra os policiais e teve que fazer algo que ele odiava que era fugir.

Enquanto ele corria em direção à mata era impossível não reparar na destruição que havia tomado conta do morro,companheiros de facção,policiais e moradores mortos pelos cantos,mais a frente havia um cachorro que havia levado em tiro na perna,nem os animais escapavam a violência e ao entrar na mata Ticão foi cercado por cinco policiais e teve que se render e ser algemado.

Otávio Narrando

Assim que eu cheguei na cidade de Campo Grande no Mato Grosso Do Sul eu fui direto para a minha casa,tudo que eu vivi durante esses 3 meses passava na minha cabeça como um filme e eu não conseguia parar de chorar.

Derepente o meu irmão,Jean,e ao me ver chorando ele foi correndo me abraçar.

Jean - O que aconteceu cara?

Eu acabei contando toda a história pra ele que ouviu tudo calado do começo ao fim.

Jean - Nossa irmão,que barra hein,mas...quem sabe vocês não conversam depois.

1 Mês Depois

Durante esse tempo eu comecei a me recuperar e o Marcos me deu 2 meses de férias assim que eu voltei,então agora faltava 1 mês para que eu voltasse a trabalhar.O Ticão estava preso e o julgamento dele já estava marcado e eu senti que eu precisava fazer uma coisa em relação a ele.

O avião havia desembarcado no Rio De Janeiro e o táxi me levou até o presídio onde Ticão estava.

Eu como policial tive facilidade de entrar e um carcereiro arrumou uma sala privada para que Ticão e eu conversassemos.

Eu estava sentado esperando por ele,quando ele entrou algemado na sala escoltado por um guarda e ele se assustou ao me ver,eu estava super nervoso,aquela seria a conversa mais difícil que eu teria na minha vida.

CONTINUA...

Guardian (Eduardo): Pois é menino.Será que o Jean tá prenho? Kkkk.Eu tenho 4 possibilidades diferentes de finais para o conto e eu ainda vou decidir qual escrever.

Arrow: Danado acertou hein.

Little Boy: Agora não há mais mentiras.O que será que vai sair dessa conversa dos dois?

Sharon Martins: Veremos como eles irão conversar agora que a poeira abaixou.

Guigo: Que bom que está gostando.Um abração.

Gabilobs: Te obedeci e voltei o mais rápido possível rsrs.Pela primeira vez eu publiquei dois capítulos em um dia só.

Atheno: Esse castigo até eu quero kkkkk.

Vit.will: Pois é o Otávio estava dividido entre o amor e o dever de policial.

Nayarah: Agora é treta!

Valtersó: Quem se deu mal mesmo foi o William.O que virá dessa conversa?

Regi1069: Existe a paixão agora resta a superação.

Vocês seriam capazes de amar de novo depois de perderem o grande amor da vida de vocês? Essa pergunta tem muito haver com o meu próximo conto aqui na CDC.

BEIJÃO

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/06/2018 08:48:27
Excelente!!
30/06/2018 08:48:07
Excelente!
25/03/2018 19:05:13
Caramba como não acompanhei esse conto . AFF já está acabando
25/03/2018 18:21:32
Mana, eu tô muito fora de mim com esse capítulo. MUITAS EMOÇÕES UMA ATRÁS DA OUTRA. Deu nem pra respirar. Kkkkkkkkk. Mas não é em um sentido ruim não, foi muito bom.Por mim vc ainda levaria esse conto a varios outros capítulos. Eu amaria ler. Mas já me conformei com o final prematuro e ótimo dessa história.
25/03/2018 09:07:54
Eu primeiro abraçava o ticão, e como ele tá algemado, aproveitava pra fazer uma gulosa nele kkk
25/03/2018 08:47:33
Nossa mas esse Kayo ficou assustado quando viu o Otávio lá no churrasco.....E o que eles vão conversar.......
25/03/2018 02:44:03
ponto pra mim, sabia que kayo era da policia, o kayo representa muitos policias que fazem isso de trabalhar pra bandido passando informações e armamentos. Espero que o ticão e o otavio tenham um final feliz.
25/03/2018 00:49:07
bom q voltou rapido... quero daber o final dessa historia e como foi a comversa dk ogavuo com o ticao... volte logo... o mais rapido possivel.. kk
25/03/2018 00:17:44
Como penúltimo capítulo? Ainda tinha muita coisa a ser relatada e explicada, estavamos aguardando as armações de Pirata e William contra Otávio/Bruno o as quais não ocorreram, tem também esse kaio que apareceu do nada na história em um único capítulo e simplesmente acaba com todo enredo ao qual estavamos acompanhando. E ai eu pergunto será que esse Kaio vai ficar sem punição afinal ele é um policial que passava informações para os bandidos,e tenho certeza que muitas operações da polícia em relação ao moro da Rosa Branca e da morte de muitos policiais pois estavam sempre enformados de todos os passos da Polícia.Ainda tem muita coisa sem resolução nesta história,ela está sendo finalizada com muita coisa a ser expostas. Espero sinceramente que ela não seja finalizada como seu outro conto EU TE AMO PORRA, onde ficou pontas soltas e personagens sem ter um fim.
24/03/2018 22:30:32
NÃO ESPERAVA ISSO. PELO MENOS NÃO AGORA. PENSEI QUE O CONTO IA SE ESTENDER UM POUCO MAIS. MAS SERIA INEVITÁVEL ISSO NÃO ACONTECER. SERÁ QUE O AMOR VAI SUPERAR TUDO? E MARCOS COMO FICA NESSA HISTÓRIA A PARTIR DE AGORA? WILLIAM E PIRATA NÃO PODERIAM TER OUTRO FINAL EU CREIO. A HISTÓRIA DE JEAN TRANS AINDA NÃO FOI ESCLARECIDA ADEQUADAMENTE EU ACHO. TO CONFUSO. COMPLICADO ISSO.
24/03/2018 22:14:43
Como assim já é o penúltimo capítulo?
24/03/2018 21:40:06
A história dos dois são parecidas um policial pq viu os pais mortos por bandidos e quer justiça o outra se torna bandido vítima da própria Polícia é algo complicado pra superar cada um com sua ideologia, pra mim o final ideal seria ja que ticao está preso vai cumprir sua pena pelos seus crimes e Bruno deixa a Polícia e luta pra reconquistar o amor de ticao
24/03/2018 21:04:26
Como assim? ah Bruno. o jeito que você escreve deixa a gente com cara de "oi"? Sendo esse o penúltimo capítulo fica já algumas impressões. Primeiro: os "vilões" Pirata e William poderiam ter feito mais vilanias. Segundo: me pareceu mesmo que você fica desconfortável escrevendo contos "policiais", ou seja, na minha opinião o "thriller", a tensão poderia ter sido muito melhor explorada. Tendo em vista a forma como escreve eu não consigo imaginar como será o final. Ainda mais depois de dizer que tem em vista QUATRO possibilidades. Ou seja. Tudo é possível. Eu acho que você constrói personagens maravilhosos, bárbaros, fantásticos. E infelizmente no frigir dos ovos, a gente fica com aquela sensação de que poderia conhecer um pouco mais. Você é um pai cruel com seus filhos. hahahahha. Gente. a situação do Jean.... imaginando o quanto de história poderia sair dali. E não vai sair. Do delegado chefe do Otávio também... Nossa. Ou seja, coadjuvantes maravilhosos. Anyway... Agora esperar o final, né. Mas, nos próximos, mostre mais o desenvolvimento dos personagens. Senão fica parecendo fast-foda. E como você desenvolve tão bem personalidades, fica evidente que não gosta de fast-foda em forma de conto. me resta ficar imaginando a cena da invasão do morro como cena de cinema.... Isso ficou bem legal. No aguardo.