Como uma mulher descobre o paraíso

Um conto erótico de casalvontade
Categoria: Heterossexual
Data: 23/03/2018 16:07:55
Nota 9.81

Como uma mulher descobre o paraíso

Quando conheci minha atual esposa, ela ainda era virgem sexualmente, muito embora já praticasse gostosas brincadeiras com seus antigos namorados, além das masturbações que depois daquelas brincadeiras, provocavam orgasmos intensos, como única forma de aliviar as tensões deixadas pelos sarros.

Foi junto comigo que ela descobriu as maravilhas e o prazer que o sexo de verdade e completo proporciona, quando deixou-se penetrar em sua linda, gostosa, gulosa, umedecida e casta boceta, o que levou-a ao delírio do seu primeiro orgasmo com penetração, muito diferente dos orgasmos solitários que a sua curiosidade lhe proporcionava através da masturbação.

Tendo encontrado o prazer maior que já havia sentido, logo demonstrou extraordinário interesse e me pediu para que eu a ensinasse tudo sobre os prazeres e variantes do sexo.

Em pouco tempo, após experimentarmos diversas variedades e formas de obter o prazer a dois, inclusive através de vídeos e textos sobre o assunto, encontrados por minha esposa em sites liberais na internet, ela me perguntou se poderia ter, como eu tive, a oportunidade de experimentar sexo com outra pessoa, para satisfazer a curiosidade que lhe passou pela cabeça, de como seria e que tipo de sensações ela sentiria com outro macho. Embora ela tenha assegurado que a curiosidade era meramente sexo físico, essa pergunta inicialmente me deixou surpreso, muito embora eu já houvesse notado que ela mostrava um imenso apetite e até voracidade sempre que nos entregávamos ao sexo.

Logo a idéia tomou conta de nossas brincadeiras sexuais e até lhe presenteei com um penis vibrador com 24 cm de comprimento por 8 cm de grossura ao que ela, para meu espanto, logo se acostumou com as medidas do brinquedinho, fazendo-o assim, nosso companheiro fodas, como se fosse um “amante fixo” nesses “ménages” de brincadeira.

Com o tempo, o tesão foi crescendo entre nós e durante um desses “ménage”, ela disse que adoraria poder substituir o brinquedinho por um pênis de verdade, mas só se eu estivesse junto com ela, participando e fazendo assim, com que ela se sentisse segura. Novamente surpreso com a proposta, conversamos bastante e resolvemos que deixaríamos acontecer de uma forma natural, caso surgisse a oportunidade.

Foi quando numa visita a um clube swinger, ela por estar um pouco nervosa e excitada, pediu para fazer uma massagem relaxante que estava sendo oferecida aos frequentadores da casa.

Em nossas cabeças, sem que combinássemos, ambos pensamos que poderia ser a oportunidade desejada.

E assim aconteceu, quando durante o ato, um tesão enorme tomou conta de nós e o massagista logo percebendo a situação e animado pelo tesão que também sentia, causado pelos gemidos de prazer que a bela e sensual fêmea que massageava deixava escapar, nos perguntou se a massagem poderia tomar outro rumo e passar a ser erótica para vermos até onde iríamos e que estaríamos livres para interrompe-la caso assim desejássemos.

Essa pergunta foi decisiva para definir os novos rumos, quando todos responderam que sim, já com a enorme vontade de transformar a sessão de massagem em um ménage real, quente e ardente.

Nosso escolhido, para a surpresa e deleite da minha esposa, que já tinha a sua piroca avantajada em uma das mãos, era um comedor experimentado na iniciação de casais na prática do ménage masculino, como êle mesmo nos contou em outra ocasião.

Passou a utilizar óleos para massagem aquecidos e com gestos mais suaves e sobre partes sensíveis ao toque, como o interior de suas lindas coxas, tocando vez por outra, como por acidente, suas partes ainda cobertas pela calcinha, que foi por ele retirada, deixando-a com sua suculenta boceta inteiramente exposta e sedenta de carícias mais ousadas ao que foi atendida ao sentir uma língua competente brincando com seu clitóris e penetrando em todas as suas dobras.

Por minha vez, liberei seus seios lindos e iniciei movimentos circulares com minha língua ao redor dos entumecidos mamilos, causando um aumento alucinante no tesão da minha esposa, que a essa altura já se contorcia desejando ser penetrada pela piroca avantajada do massagista.

Não agüentando mais tanto tesão, ela desceu da maca e apoiando nela uma das pernas, pediu para ser penetrada enquanto buscava minha pica que passou a chupar como se fosse a última vez.

O nosso parceiro colocou rapidamente a camisinha e penetrou com uma só metida, bem fundo na boceta da minha esposa, encharcada pelo tesão, arrancando gritos e gemidos de prazer, que nos levaram a um gozo gigantesco e coletivo desse primeiro e inesquecível ménage.

A partir dessa data, não teve como não adotar essa maravilhosa modalidade de fazer sexo recreativo, o que muito nos aproximou, tornando-nos mais cúmplices e muito mais tesudos quando nos entregamos ao sexo em nossa intimidade de casal.

Recomendamos a todos os casais que tenham essa curiosidade, que não desistam de realiza-la, mas que conversem bastante, antes de por em prática, definindo os limites que cada um admite para que não aconteça nada de negativo nesses indescritíveis momentos que o sexo a três proporciona. A escolha do convidado felizardo, também é de extrema importância e a decisão final deve ser sempre da esposa.

Agindo assim, só coisa boa e muitos momentos de extremo prazer para todos os envolvidos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
05/08/2019 11:49:30
Uma delícia de conto, me prendeu total atenção além de me deixar ainda com mais tesão nessa prática. Sou louco pra realizar essas fantasias e dar prazer a casais, isso me dá um prazer indescritível e imagino como foi bom para todos. Parabéns e vou ler os outros contos e a nota não poderia ser diferente! 10
10/04/2019 09:49:26
Show de conto, muito bem escrito. As coisas acontecem mesmo assim. Começamos com fantasias e brinquedinhos. Depois numa escalada, vamos ousando mais. Até que levadas pelo prazer, acabamos deixando acontecer. Como aconteceu com tua esposa nessa massagem. A minha primeira vez foi com um mulato, se bem que, meu marido forçou a barra um pouco. Rs. Bjs, Val.
09/04/2019 16:13:35
Putz!... Viajei no tesão com este conto. Tua esposa deve ser muito feliz. Dez pra você... Quando casar, vou querer um marido igual a vc. RsrSrs... Tenho contos aqui e se você comentar, eu vou ficar bem feliz. Bjs=-)
Lx-
26/03/2019 05:55:13
Muito bom relato e bem escrito! Também gosto que a minha esposa tenha aventuras com outros homens, que ela escolhe, mas nunca participo. Fico em casa aguardando as mensagens, fotos e pequenos vídeos que ela envia. Depois também fazemos a nossa festa quando ela chega. Tenho alguns relatos neste site, onde conto as aventuras de minha esposa asiática com os seus machos fixos, principalmente com aquele que ela se refere, entre nós, como "meu dono" ,pois ele gosta muito de "carimbar" a boquinha dela. Os maridos que quiserem trocar experiências é só enviar email para eq2007@bol.com.br
22/03/2019 10:59:50
Nossa que delicia! Tua esposa teve sorte de tê-lo como companheiro. Afinal, a cumplicidade e compreensão permitiu a evolução de ambos e busca de novos prazeres. Nota 10! Obrigada pelo incentivo e visita. Beijos e volte sempre.
20/03/2019 17:21:46
Muito bom, gostei.
17/02/2019 09:57:17
Excelente relato, querido. Muitas pessoas veem a vida passar num upa, sempre fazendo o convencional. Envelhecem, morrem sem ter aproveitado. Aqueles que tem coragem e quebrar os paradigmas, sempre terão bons momentos vividos para relembrar e se deliciar. Como este narrado aqui. Meus parabéns ao casal. Agradeço as leituras e comentários. Nota dez e beijocas.
03/02/2019 17:16:14
Foi delicioso saber como foi a iniciação de vocês na vida liberal. Como leram no meu relato, a nossa também foi numa casa de swing. Se a primeira experiência foi constrangedora para ela, depois a esposa se soltou de tal maneira que agora, quem acaba surpreso sou eu. Narrei aqui outras aventuras e adoraria a opinião de vocês nos relatos. Abs.
03/10/2018 18:41:58
Parabéns pelo estilo da escrita que é enxuta e envolvente sem ter que lançar mão de palavras "quentes". Assim é MUITO difícil manter a sensualidade no ápice, mas voce conseguiu! Para nosso deleite iremos ler os contos subsequentes e aguardamos seus comentários em nossos contos, pois acreditamos que teremos muito em comum...
30/09/2018 09:10:08
Dizem que para saber se gostamos ou não, só experimentando. Com certeza vcs adoraram a experiência. Ela inclusive indo ao paraiso com esse massagista. Grata pela visita. Bjs.
16/09/2018 09:58:36
ótimo
18/06/2018 21:00:27
Muito bom!!
21/05/2018 18:20:20
Olá Felizes (Casalvontade). Voces leram um dos nossos contos e pediram o vídeo mas não informaram o email. Entrem em contato conosco pelo nosso email, para ganhar os vídeo contos. Abraço do MOD (Secret Island) - Email: modfant@gmail.com
09/04/2018 09:07:27
Carioca amigo. Deixe e-mail ou WA para entrarmos em contato
09/04/2018 08:57:51
muito bom, a cumplicidade entre o casal é tudo, adoro praticar menage feminino e curtior a esposa junto com o marido. Caso estejam no Rio será um prazer conhecê-los
28/03/2018 04:39:37
Um menage é delicioso. Estou querendo muito ter esta experiência. A dificuldade esta na minha esposa que não aceita, mais um vez ter o prazer que este relacionamento proporciona as mulheres
24/03/2018 14:08:37
excelente conto
24/03/2018 07:13:21
Amei seu conto e quero ler todos outros. Imagina também eu filmando essas sacanagem? adoro, caso interessar: fotografoliberal@yahoo.com.br
24/03/2018 01:59:39
Muito bom
23/03/2018 22:32:21
Inicialmente meus parabens ao casal vontade autor desta bela narrativa, deixo minha nota DEZ. A seguir meus cumprimentos ao casal Itumbiara pelo estilo de vida que desfruta. (fantasiasocial@bol.com.br) Adicionado aos meus favoritos.