passeio de buggy em Pipa RN

Um conto erótico de passeio de buggy em Pipa RN
Categoria: Heterossexual
Data: 23/03/2018 15:18:05
Nota 10.00

Meu nome é Renata,casada, enfermeira, 30 anos,tenho cabelo longo preto, 1,73, moreninha clara, uma bundinha grande e sou magrinha, um verdeiro pecado, e meu marido Na...,36 anos, moreno claro, 1.80 musculoso atlético.

Tudo aconteceu em um fim de semana, na cidade de pipa RN, fui com meu marido passar o fim de semana e comemorar mais um ano de casamento, desejos e muita fantasias juntos, meu marido é um pouco liberal e eu sei aproveitar bem esse espaço ao seu lado, tudo aconteceu quando a noite bebemos muito e agendamos um passeio de buggy pelas praias desertas de Pipa para o outro dia.

Cedinho ao inicio do dia chegou 2 rapazes loiros,o Léo e o Leandro de 1.80 altura, 18 e 19 anos,cabelo loiro e um colar de madeira no pescoço, usando shorts folgado e sem camisa, tipo surfista para nos levar ao passeio, paramos em uma lojinha e comprei um biquine branco para min. coloquei na sacola e sai, na primeira parada tive de colocar o biquine, então notei que era um numero menor e não tinha forro, logo minha mente maliciosa acendeu, visto que era o jeito usar,quando saí do provador meu marido e os dois garotos olharam de vez para minha buceta, hummm, fiquei tão molhada que fechei as pernas, depois subi no buggy na parte de trás e os dois garotos na frente, foi quando notei ele colocando o retrovisor para minha buceta e eu hummm, abria as pernas para ele ter um ângulo melhor, depois ajeitava o biquine puxando um pouquinho e dxando a mostra minha buceta, notei o volume dele, foi quando fiquei em pé no buggy e dxei minha bucetinha perto dele, sempre quando eu pedia uma cerveja ele batia em minha barriga para me entregar, aquilo me exitava de mais, e na primeira parada, uma lagoa enorme, desci e fui tomar banho, quando saí o biquine era tão transparente que dava pra contar meus pelinhos e ver as duas bandas de minha buceta, aí eu tremendo de desejo pedi uma cerveja ao Leo que me olhava como lobo, não disfarçava em olhar pra minha buceta, então meu marido Herbert me chamou para ver uma caverna, eu disse que não iria, porque queria me bronzear, foi quando meu marido saiu com o Leandro e me deixou sozinha com Leo, fui direto pra lagoa e saí toda molhada e transparente e pedi para Léo passar bronzeador, ele tirou o shorts e correu com uma cerveja na mão e na outra o bronzeador e só de sunga de banho, deitei na beira da lagoa e pedi para passar bronzeador, e ele começou nas costas e depois em minha bunda, ele alisava dentro de minhas pernas pegando minha buceta, e eu olhando ele acocado, com aquela rola gigante dura, saindo da sunga, a cabeça quase saindo, dava vontade de chupar, foi quando virei e ele começou a alisar meus peitos e minha barriga, depois pois suavemente os dedos em minha bucetinha, teve uma hora que ele disse sussurrando, Renatinha, e de repente fingiu desequilibrar e caiu em cima de min., senti toda aquela madeira em min. o calor e o quanto era grossa, depois meu marido chegou e voltamos pro hotel, mais o clima foi o dia todo, e eu desmaiando de tesão, sentia que aquela era a oportunidade pra realizar meus desejos, no outro dia cedo eles apareceram e nos convidaram para um passeio noturno que saia de 6 da noite e voltava por volta das 2 da manhã, era noite de lua cheia, então pedi ao meu marido e ele topou, de 6 da noite o Léo e o Leandro foram nos buscar, eu sabia que ia rolar, levamos 2 garrafa de wisque, 1 de Martins e tõnica, e fomos para as dunas ver a lua cheia, linda a visão do mar e aquele vento em meu corpo, meu marido sentou na areia com o Leandro e Léo e começaram a beber, conversavam muito, pareciam amigos, falavam de ex namoradas, da primeira vez, hum eu ficava tomando Martim e sentada, bebendo e cheia de vontade de dar, quando notei meu marido um pouco bêbado, e chamei pra ele tomar banho, ele disse que não pq estava um pouco tonto, fiquei insistindo para ele ir, ele dizendo não! Foi quando o Léo disse que iria e ficaria me olhando para que eu não me afogasse então meu marido disse vá, e ficou conversando com Leandro, hum me levantei com saliva na boca e frio no estomago, já quase me tocando foi quando entramos na lagoa o Léo tirou o shorts e ficou só de sunga, pulei na água e já via o pau dele do lado de fora,um mastro grosso erguido até perto do peito dele, a luz da lua clareava a lagoa que era á vista do local onde estava meu marido e não podíamos fazer muita coisa, foi quando mergulhei e beijei aquela rola, e ele alisava meus pelinhos, aiaiaiai e gemia segurando aquela vara enorme, depois fomos para tás de uma pedra e ele tentou enfiar, deitei na areia e sentia aquela cabeça rasgar minha buceta, aiii parecia tirar a virgindade, mais era tão grande que não entrava,sarrei um pouco e voltamos, meu marido já tava era dormindo um pouco bêbado na duna,então me aproveitei dele meio inconsciente e disse, posso ir dar uma volta de buggy em volta da lagoa, ele bêbado disse sim, então fui, hummm uns 4 minutos depois pararam o buggy, tiraram a roupa e me fizeram segurar os dois pau aiiiiiii, eu chupava os 2, sentei no colo do Léo na traseira do buggy e o Leandro batendo uma,e dirigindo, eu aiiiiiii e ele socava com força,sentia seus ovos batendo em minha bunda ,foi quando fiquei de 4 com o pau do Leandro na minha boca e o do Léo em minha buceta, a lua cheia, ouvindo as ondas do mar e a madeira entrando,fudida por dois machos, duas maquina de comer mulher, hum fomos a uma casa abandonada de taipa escura,clareada com a luza da lua, eles tentaram comer até meu cú,sentei varias vezes meu rabo na cabeça daquele pau, hummm passaram 3 horas empurrando rola, aiiii, gosei de mais, dei de toda maneira, de 4, um me segurava pro outro meter, teve uma hora que minhas pernas dormentes tremiam, mais quando via aquelas picas saia coragem, queria tudo dentro de min, me rasgaram de verdade, me abriram, foi muito bom, quando cheguei meu marido ainda dormindo, fui me lavar na lagoa, e o Léo me seguiu e me encoxou lá novamente, cada encaixada com uma pica que mais parecia uma mandioca dura hummm, me fodeu em pé na pedra e me fez chupar os ovos dee, rasgou minha bucetinha apertada, aiiii.voltamos para o hotel e no dia seguinte para casa, confesso que foi a loucura mais deliciosa de minha vida.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
29/09/2018 13:38:04
Parabéns adorei seu conto queria encontrar uns 2 ROLUDOS pra foder a minha tb, pois estamos prestes a ir a PIPA conhecer, podemos ser amigos?
29/03/2018 11:12:04
Delícia de conto!!! Bjs casaldahora71@gmail.com
24/03/2018 02:32:13
És o tipo de gata que adoraria ter tido na minha vida. Ser corinho é uma delícia. Também adoro ser macho comedor. Me procure: e-mail/skype: envolvente47@hotmail.com .Beijos imensos.
23/03/2018 21:07:11
excelente conto
23/03/2018 16:17:20
Entre em contato comigo vou todo fim de semana a pipa..Meu email: zeadecio25@gmail.com
23/03/2018 16:01:59
Que delicia o seu relato continua,