Minha esposa Cely e nosso caseiro negro,seu macho IX

Um conto erótico de detalhista
Categoria: Heterossexual
Data: 23/03/2018 12:09:39
Nota 10.00

Tom,o negro de 59 anos, caseiro de nosso sítio e macho da minha esposa Cely,loira gostosona de 55 anos,tinha acabado de sair de nossa casa com sua esposa Lia,uma deliciosa mulata de 35 anos e mãe das duas crianças do casal..

A tarde havia sido uma verdadeira maratona de sexo insaciável,forte,avassalador,eu,com meus 61 anos jamais imaginei que pudesse existir algo assim tão intenso, ainda mais, que isso acontecesse na minha cama e com minha, antes pacata e respeitável esposa.

Pasmo recordei que havia esporrado três vezes naquela tarde,duas vendo a rendição total de minha mulher sob seu macho negro e uma,a mais deliciosa de todas, no cusinho da linda e deliciosa Lia,esposa do Tom e minha aliada para que eu pudesse saber e ver tudo o que vinha acontecendo entre minha esposa e seu marido.

Exausto dormi por umas duas horas no quarto ao lado,quando Lia veio me acordar dizendo que estavam para ir embora,aguardei uns poucos minutos para dar tempo deles irem e totalmente nu fui me dirigindo ao nosso quarto,a porta estava aberta mas parei um pouco antes,era o momento que eu mais aguardava,o contacto com minha esposa com seu corpo voluptuoso imediatamente após seu submetimento total,e que pela primeira vez havia acontecido em nossa cama,em nosso leito conjugal que tinha acabado de ser totalmente ultrajado,ali,minutos antes, o macho estocava profundamente,até o útero,com seu cacete descomunal a bucetona de Cely que delirando em orgasmos múltiplos sob o negro,havia aceitado que agora seria mulher dele e só dele,como era Lia,e que só a ele deveria obediência e respeito, um turbilhão de pensamentos e sentimentos povoaram minha mente,todos,surpreendentemente me excitavam de uma forma ansiosa e angustiante,mas Cely não tinha conhecimento do que eu já tinha visto e sabia,decidi que, por mim, continuaria dissimular e ver até onde chegaria o descaramento e o atrevimento de minha esposa,para continuar se entregando alucinadamente ao nosso caseiro negro,e isso ao invés de me deixar puto ou com raiva me excitava cada vez mais....

Entrei no quarto,Cely se surpreendeu, ainda não me esperava,tentou cobrir seu corpo,mas segurei o lençol que ela puxava,ela olhava para mim e via minhas vistas percorrerem pela cama,pelas poças concentradas e viscosas de porra por todos os lados,e pelas manchas molhadas mais ralas e dispersas dos gozos dela,ela sem dizer palavra me fitava um tanto apavorada,seus joelhos estavam unidos e suas coxas juntas escondiam sua bucetona que eu tanto queria ver,dessa vez o macho havia se excedido no vigor,um dos seios,por baixo, com um grande hematoma roxo de chupada,no outro lado uma mordida próxima ao ombro,essas marcas ficaram praticamente fora do alcance das vistas de Cely que ainda não havia visto que estava marcada,me pareceu até que havia sido de propósito, para mostrar só a mim que minha esposa agora tem dono,e se eu tivesse o que reclamar que fosse logo,pois ele assumiria em definitivo sua condição de único macho dela,isso me excitava tanto que uma indesejável ereção foi se formando,me aproximei mais da cama e com um dos meus joelhos indiquei que ela deveria separar os seus,ela ainda me olhando meio apavorada separou totalmente suas deliciosas coxas completamente esporradas e com mais dois leves hematomas entre elas e se expôs completamente,sem parar de me fitar nos olhos,ela notou perfeitamente que a lascívia já havia se apoderado de minha mente e fui denunciado por minha ereção,uma das maiores de minha vida,e

nesse momento a tensão em suas feições aliviou e ela chorosa e dengosa foi dizendo:

"CELY": vem meu amor,vem...preciso tanto de você agora...sofri demais hoje,o "tratamento" foi muito intenso e profundo...me deixou totalmente dolorida e extenuada,estou quase sem forças meu anjo...vou abrir pra você ver com ficou dentro....tá vendo?.alargou tudo,distendeu tudo.../

A buceta de minha mulher ainda estava completamente aberta,os lábios vaginais arroxeados totalmente distendidos,e eu pensava como ela que comigo reclamava de dor quando eu metia meu pinto normalsinho nela,havia se transformado naquilo,suportando aquele cacete de cavalo fodendo-a impiedosamente,ela ainda com os dedos separando a abertura e expondo-me o interior da bucetona cheia de creme de macho,mas tentando esconder de mim o orgulho que estava sentindo com aquilo...doido de tesão eu provoquei:

"EU": meu amor eu estou adorando como você está ficando....toda aberta,bem molhada,recheada de creme da vida...tão fêmea e tão sensual...mas acho que você não precisava passar por tanto sofrimento pra isso, meu anjo...até me sinto cruel te dizendo que gosto de te ver assim,deve estar sendo dolorido demais pra você,e se não quiser continuar eu só posso te apoiar.../

Imediata e quase desesperada ela se apressou para dizer-me:

"CELY": nem fale uma coisa dessas meu amor....nunca mais pense assim...não posso mais ficar sem isso...nem me importo que seja dolorido...sinto necessidade de prosseguir mais...muito mais...estou adorando poder mostrar pra você que estou ficando do jeito que você gosta de me encontrar..assim toda fêmea...recheada com creme do "tratamento"...como cadela de rua no cio após passar pela cachorrada toda.../

Decididamente Cely queria me alucinar de tesão,meu cacete latejava de duro,praticamente mergulhei de cabeça entre suas deliciosas coxas,o cheiro do sexo subiu intenso e adentrou minhas narinas inebriando-me totalmente,fui lambendo toda porra quente que encontrava entre suas coxas,ela gemia,abri mais sua buceta e meti meu queixo dentro,febrilmente lambendo e engolindo tudo,seu corpo tremeu num orgasmo intenso e duradouro que jorrou seu gozo empurrando pra fora toda a porra que encontrava pelo tubo vaginal,uma loucura constatar a intensidade de seu gozo logo após ter passado a tarde em orgasmos sob seu macho,Cely estava inesgotável e insaciável...

"EU": que loucura meu amor,como você tá gozando intensa,gostosa e volumosamente...tantos anos juntos,nunca estive tão maluco por você ...me fala minha delícia,quantas vezes o "tratamento" te encheu de creme?...quantas vezes você atingiu o ápice do prazer?...doeu muito pra ficar toda aberta desse jeito?..diz meu amor de onde vem tanto vigor e tanta feminilidade pra suportar tudo isso?...não quer mais ficar sem isso né minha delícia?/

"CELY": nunca mais sem isso meu anjo...preciso do teu apoio amor...o "tratamento" está exigindo mais vezes,e quer aqui nesse quarto,nessa cama...eu também sinto necessidade e desejo muito que seja assim...hoje foram cinco fartos enchimentos de creme que quase me mataram de tão intensos,cheguei ao ápice muitas e muitas vezes...sempre exigindo tudo de mim,toda minha feminilidade...recomenda que esse lugar,essa cama,é o local ideal e certo para que eu possa entregar-me de corpo e alma ao "tratamento" e que precisa ser intensificado.../

Embriagado pela luxuria,com aquele estonteante cheiro de sexo,encontrando gosma de porra em todas as partes do corpo de minha esposa,rendendo-me totalmente ao sexo poderoso que eu havia presenciado durante a tarde toda,onde um macho insaciável copulou ao extremo e violentamente com uma fêmea no cio, ouvia tudo aquilo de minha mulher,e mesmo zonzo pelo tesão ainda consegui notar que ela já conduzia suas falas no sentido de obter meu total apoio para a intenção deles, para o que ela e seu macho queriam,o domínio total do macho sobre a fêmea,sua entrega ampla total e irrestrita,ali naquele quarto,sobre aquela cama,sem nenhuma interferência minha,nem de Lia,nem de ninguém,mas para que isso pudesse ocorrer, o status de Tom teria que dar um salto enorme,ele deixaria de ser um simples funcionário do meu sítio,para ser o único e exclusivo dono de minha mulher,fazendo dela o que quisesse,quanto e quando quisesse,e contava para isso com o total apoio e cumplicidade de minha própria esposa,que naquele mesmo instante,diante de mim,já batalhava dissimuladamente para essa conquista ...mais uma vez ,ao contrario de ficar puto de raiva,minha excitação e minha cornice se exacerbaram,quis ouvir dela,com sua voz,com suas palavras,o que realmente queriam e fui dizendo:

"EU": tudo bem meu anjo,..vou te dar todo o apoio para o "tratamento" poder se intensificar tanto quanto você quiser e necessitar /

Nesse momento Cely não conseguiu segurar um grito de prazer enquanto seu delicioso corpo branco de mulher madura,se contorceu e espremeu-se todo,ela não conseguia esconder sua total obsessão pelo negro,e o que ela realmente esperava de mim,mas eu queria ouvir tudo isso dela,e bem corno continuei:

"EU": posso te apoiar até as últimas consequências meu amor,mas,para isso,preciso saber tudo,principalmente até onde você quer chegar com esse "tratamento",se quem está ministrando esse "tratamento" é uma pessoa confiável,pois pelo que estou entendendo vai frequentar nosso quarto muitas vezes,e vai querer te dominar sem limites, podendo te machucar,tanto física,quanto sentimentalmente...por isso gostaria de saber quem é "Ele" que está te fazendo a mulher mais sensual e deliciosa do mundo.../

"CELY": noooossa amor!!, ainda não estava pensando em falarmos sobre "Ele"...eu te amo muito e quero continuar sendo tua esposa como sempre fui...mas também quero muito,quero demais mesmo, continuar e intensificar mais o "tratamento"...é uma exigência de minha feminilidade,do meu corpo,e sendo mais clara,uma exigência "dEle"...hoje foi ótimo e maravilhoso,mas foi só a primeira vez aqui...e será aqui onde tudo deverá continuar...eu penso de imediato só aumentar o número de sessões semanais de uma para três sessões,às segundas,quartas e sextas-feiras que embora ainda não fosse o ideal,aumentaria demais a intensidade, o prazer e a eficácia do "tratamento"...mas parece que tudo está acelerando para que a meta final seja atingida numa maior brevidade, e assim,estaríamos pulando uma etapa que a meu ver poderá ser de uma sensualidade e de um prazer fantástico,uma etapa na qual o domínio do macho e a entrega da fêmea caminhem de mãos dadas ao limite extremo ...olha amor como estou vertendo sem parar te dizendo isso..meu útero está se contraindo desejando a glande poderosa lhe bombardeando até ser presenteado com outra carga enorme do creme da vida... gosto do teu zelo em saber agora quem é,mostra tua preocupação e o teu amor comigo,mas se pudermos esperar mais um pouco,para curtir mais a fase do "tratamento" que é a fase domínio/entrega seria maravilhoso.../

Minha esposa estava me alucinando de tesão,sua buceta arrombada agora vertia seu líquido de mulher,seus seios estufados estavam com as auréolas e os bicos aumentados,só imaginando a fase que deveria ser sentida com intensidade....ela me pediu para lambe-la,queria que eu sentisse seu sabor de fêmea,agora sem muita mistura do creme másculo...fiz isso sofregamente,estava quase gozando quando ela passou as mãos pelos meus cabelos e me fez erguer o rosto para nos beijarmos na boca apaixonadamente...ela voltou a falar:

"CELY": quero te dizer o porque estou precisando tanto do teu apoio nessa fase do "tratamento"...tudo estava indo normalmente até hoje,domínio,entrega,sensualidade,prazer,gozos fartos,orgasmos longos e molhados,juras e promessas entre macho e fêmea para acasalamentos extremos,mas puramente sensuais e sexuais,sem envolvimento afetivo, tudo numa lenta mas progressiva evolução....aqui hoje,talvez por estarmos, eu e "Ele",pela primeira vez,no local onde sempre prometemos e juramos um ao outro que seria o "nosso" local de realização plena e total,no auge do prazer houve um descontrole,antes da última carga volumosa do creme da vida quando a lascívia e a luxúria imperavam em nossos seres,com o monstro do prazer atolado até as bolas dentro do meu corpo,me levando ao êxtase total,Ele aproxima sua boca de lábios carnudos do meu ouvido e pronuncia que estava me amando como nunca amou outra mulher nesse mundo,e que me queria exclusivamente para Ele,todos os dias,todas as horas,todos os momentos,e eu no êxtase,implorando pela carga total em meu útero disse que tudo que Ele queria Ele teria,urrando como um animal Ele começou a jorrar a maior carga do creme da vida que um humano pode produzir,e eu tive um sem numero de orgasmos intensos e arrasadores, firmando esse nosso compromisso...Por isso amor estou necessitando tanto do teu apoio.../

No próximo relatarei o que decidimos e como tudo continuou,pois nada e nem ninguém poderia deter a fúria implacável do monstruoso cacete do Tom,e nem a lascívia submissa de Cely,que certamente tem uma das bucetas mais profundas desse planeta capaz de absorver por completo o cacete preto monstruoso do seu macho...

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
27/03/2018 01:14:42
Maravilhoso conto
26/03/2018 09:06:46
O conto tem uma qualidade incrível, mas quanto ao conteúdo está ficando mais do mesmo. Temo que se torne repetitivo em demasia
24/03/2018 02:18:33
Excelente conto
23/03/2018 13:11:35
Envolvente, avassalador.