Piscadinha! O começo.

Um conto erótico de novinhos
Categoria: Heterossexual
Data: 21/03/2018 08:28:24
Nota 10.00

Olá amigos, estou de volta! Muita coisa aconteceu enquanto estive fora, bem para começar meu namoro acabou, mas ainda temos um relacionamento, não muito sério mas é um relacionamento! Bem Chega de melodrama, e vamos para o conto… ( obs: Estava sem tempo para revisar, então desculpa qualquer erro de português)

Tudo começou após meu termino, estava muito abalado, sem chão ou terra, estava no automático. Muita pessoas me ajudaram nesse momento, inclusive algumas amigas minhas, que me deram apoio e conselhos. Um belo dia, no trabalho ( trabalho num ambiente jurídico que não posso dar muitos detalhes) chegou uma nova estagiária, bem, ela era, branca, loira, olhos azuis, cerca de 1,68 cm, um pouco gordinha mas nada exagerado, seios pequenos, mas uma bunda muito linda e grande. Confesso que fiquei babando, mas como não me considero um cara muito bonito, nem tentei muita coisa.

Os dias foram passando, na verdade meses, acabei pegando uma amizade forte com ela, ajudava sempre ela nas petições ou nos andamentos necessários nos processos que revisávamos. Um belo dia, ela foi de vestido, um vestido florido e muito bonito, assim que ela chegou, já taquei um elogio, como de costume eu fazia. Ela sorrio e me agradeceu. Não sei porque mas naquele momento senti algo diferente no olhar dela, e eu não podia está mais certo! No meio do expediente, fui pegar água e ela veio atrás, como o banheiro feminino ( individual) ficava de frente para o bebedouro, acabava olhando ela entrar, acontece que nesse dia, ela me viu pelo espelho, deixou a porta aberta e segurou a sua bunda com a duas mãos, como se estivesse apertando. Naquele momento ela sorriu, passou por mim e “sem querer” passou levemente a mão no meu pau, que naquele momento já estava duro como uma rocha. Ela pediu desculpas, e voltou para o lugar dela.

Achei que estava ficando louco, será que ela estava dando mole pra mim? Bem eu tinha que descobrir. Quando voltava ao meu lugar, ela estava conversando com uma amiga que ficava atrás dela, quando ela me viu no corredor, fez questão de abrir as pernas e deixar “sem querer” um bela visão a mostra, ELA ESTAVA SEM CALCINHA! Bem naquele momento eu já entendi a jogada dela, então também comecei a jogar. Como sentava do lado dela, disse que iria procurar doutrina e jurisprudência no arquivo( Lugar que ficava outros processos, xerox entre outras coisas) [O lugar era vários corredores, como uma grande biblioteca], então ela se dispôs a ir comigo. Ao chegar no arquivo ela se enfiou num corredor e acabou me chamando, quando cheguei perto dela, ela foi me mostrar o processo, e novamente passou a mão pelas minhas calças, fingi que não tinha percebido mas passei a mão na bunda dela, ela sorriu e já tinha entendido que eu também queria, olhou para mim e me beijou.

Nossa que beijo doce,suave e gostoso, aquela loira fenomenal, com rosto angélical estava e beijando, logo percebi que ela não queria só beijo, passou novamente a mão no meu pau e eu não aguentei, peguei na mão dela e levei ela para o ponto cego do arquivo, lá começou algo que nunca poderia imaginar de fazer com ela e principalmente no trabalho.

Sentindo a mão dela abrir meu cinto, ela se ajoelhou, com aqueles olhos, olhou pra mim, sorriu, e começou a me chupar… ela lambuzava, enfiava todo meu pau na boca dela, fazia uma verdadeira garganta profunda que nunca tinha experimentado, olhar para ela me chupando me fazia ficar mais louco de tesão mas com medo de alguém ver, decide que também queria dar prazer antes de provavelmente ser avistado e demitido, então peguei o rabo de cavalo que ela usava e levantei ela, me ajoelhei e comecei a chupar ela, ela enviava cada ver mais minha cara na buceta dela, que ela cheirosa, rosinha e tinha a famosa depilação “caminho da felicidade”, bem aquele momento era realmente uma explosão de felicidade, tanto que não aguentei em querer meter logo nela, peguei da minha carteira uma camisinha mas ela disse que queria me sentir sem nada atrapalhando, como eu já estava pra ser demitido, liguei o foda-se. Meti de uma vez nela, ela deu um gemido um pouco alto, mas não deu para sermos notados, decidi beijar ela para ela não gemer novamente, e comecei a meter sem parar, peguei a perna dela e fiz ela montar em mim, ela começou a cavalgar em pé, ficamos nisso por alguns minutos, mas ela queria mais, colocou as duas mão no armário e empinou para eu meter mais, perguntei se podia meter no cuzinho e ela aceitou, como meu pau já estava muito bem lubrificado pela doce da xana dela, entrou bem fácil, ela nem reclamou de dor, provavelmente dava o cuzinho pro namorado também ( sim ela tinha namorado, esqueci de comentar) fui metendo e metendo, sem dó, metia sem culpa, esfregava com a mão a bucetinha dela, a emoção de poder ser descoberto a qualquer momento só aumentou o tesão, então gozamos juntos, ela fechou o cuzinho para segurar minha porra, me deu um beijo, se ajeitou e correu para o banheiro, eu fechei minha calça e também me dirigi para o banheiro masculino, limpei o pau ( já começando á rezar para o diabo não me dar uma doença). [ Não peguei nada! Graças ao tio Luh

Saímos do banheiro, pegamos alguns processos no arquivo para disfarça e sentamos de volta, trabalhamos o resto do dia juntos, ia chamar ela para tomar uma cerveja mas ficaria muito na cara do pessoal, então o namorado dela ligou, disse que buscaria ela, ri com toda a situação, ela sorriu de volta e piscou o olho. Naquele momento eu já tinha entendido, ela queria uma transa casual, então, combinamos que quando ela quisesse, ela só piscar que ele ficaria duro pra ela.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
08/04/2018 13:15:08
Que danada essa estagiária. Com certeza as piscadinhas maliciosas devem estar continuando à toda. Rs. Conto delicioso, escrito com primor. Gostei das partes sensuais e excitantes, como no arquivo. Publiquei há pouco um novo conto e espero que lhe agrade. Beijos.
07/04/2018 16:13:03
Muito bom este conto querido. Com certeza, deve ter havido muitas piscadinhas durante o trabalho. Rs. Gostei do jeito que narrastes esses momentos no arquivo. Tenho relatos aqui e adoraria que tu comentasse eles. Nota dez e beijocas.
21/03/2018 11:51:54
Muito bom
21/03/2018 10:28:49
sensacional
21/03/2018 09:19:34
Adoro casadas novinhas e noivas..Whats ( vinte dois) nove,nove,nove,três ,cinco, um, três , um , três .