Casa dos Contos Eróticos

MINHA MÃE SE APAIXONOU PELO MEU CARALHO

Autor: Alfredo
Categoria: Heterossexual
Data: 25/02/2018 15:43:15
Nota 9.33
Ler comentários (8) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Eu vou contar uma historia que ocorreu entre eu e minha mãe. Meu nome é Alfredo e tenho 17 anos. Ainda curso o ensino médio.

Na minha casa mora eu, Minha mãe Michele, uma bela balsaquiana de 36 anos e meu pai, Geraldo, um engenheiro civil de 50 anos.

Meu pai sempre está viajando a trabalho, deixando sempre minha mãe sozinha em casa.

O que vou relatar aconteceu umas semanas após eu ter terminado um namoro.

Eu estava cheio de tesão acumulado, louco para dar umazinha, pois quando estava com a minha ex, a gente trepava direto.

Minha mãe, como já tinha dito, é uma balsaquiana muito bonita:olhos verdes; cabelos loiros pintados e cacheados; uma bunda grande , mas bem durinha; seios médios.

Em uma noite, minha pai estava viajando, como de praxe, e minha mãe me pediu para dormir junto com ela em sua cama.

Eu aceitei.

Fui dormir sem camisa e vestido apenas de uma bermuda, sem cueca.

Minha mãe vestia uma camisola branca rendada, que dava para ver o contorno do seu belo corpo.

Deitamos na cama, cada um para seu lado.

Durante a noite minha mãe me pediu para ficar abraçada com ela. Tipoc onchinha. Obedeci, é claro.

Só que lá pelas tantas, diante dessa situação excitante,com aquela mulher maravilhosa, meu pau ficou duro.

Percebi que minha mãe estava dormindo, me atrevi, comecei a passar a mão em sua coxas.

Meu pau estava muito duro nessa hora.

Levantei a camisola dela, deixando exposta sua calcinha, branca e rendada.

Me atrevi mais ainda, tirei meu pau para fora e comecei a roçar entre aquelas nádegas.

Foi o suficiente para minha mãe acordar.

_ Nossa filho o que você está fazendo? _ Indagou ela.

_ Ah, mãe estou com muito tesão em você! _ respondi.

Minha mãe deu uma segurada no meu pau, punhentado com movimentos lentos.

_ Filho que pauzão você tem!_ Disse ela como um voz já excitada também_ Deixa eu te ajudar!

Ela simplesmente tirou sua calcinha, ficando com a sua bunda completamente nua.

_ Assim, fica melhor! _ disse ela.

Continuei a roçar o pau na sua bunda.

Resolvi evoluir na sacanagem, meus dedos foram de encontro com sua boceta.

Ela levantou um pouco a perca, deixando eu dar dedadas em sua vulva.

Não demorou muito, percebi sua boceta estava molhada, ou seja, ela estava pronta para levar rola.

Não me fiz de rogado, introduzi meu cacete nela.

Ela gemia bem baixinho. Começamos a nos beijar.

Ela puxou a alça da camisola e puxou o sutiã de lado também, deixando os seus peitos para fora. Segurei eles com a minha mão.

Imagine a cena: eu comendo a boceta da minha mãe de ladinho, beijando sua boca e segurando no seus peitos.

Ficamos assim, por algum tempo.

Minha mãe parou de me beijar e pediu para cavalgar no meu pau.

Eu deitei de frente e ela se levantou, passando uma das pernas sobre mim.Segurou no meu pau e o conduziu bem devagar na sua xoxota.

Ela começou a rebolar vagarosamente no meu pau.

Logo em seguida começou a sentar com força.

Deu para perceber que a vagaba mordia os lábios.

Ela gemia, dessa vez alto. Dava para escutar seus gemidos em toda a casa.

Ela sentava tão forte que meu pau começou a doer, mas não pedi arrego.

Não aguentei e gozei. Mas minha mãe continuou calvagando por tempo não resistindo e gozando logo depois.

Ela tirou a camisola e o sutiã, que ainda estavam no seu corpo durante o coito, ficando completamente nua.

_ Que calor que eu fiquei agora! _ Disse ela ofegante_ Vamos dormir agora!

Voltamos a ficar de conchinha como os nossos dedos entrelaçados e dormimos.

No dia seguinte, pela manhã, me mãe me acorda.

_ Filho, seu pai volta hoje, vamos dar uma transada antes que ele chegue!

Ela ainda estava nua e ficou de quatro.

Comecei a analisar sua boceta e ela deu um sorriso.

_ Moleque safado, comendo a propria mãe!

Penetrei meu cacete entre aqueles lábios vaginais e comecei as estocadas.

Minha mãe colocou a cabeça nos lençois e comecçoa a gemer como uma puta.

Aquela bunda maravilhosa e meu pau naquele bocetão rosa, não aguentei e gozei.

Fomos os dois tomar uma ducha. Lá aproveitei e chupei seus peitos.

Meu pau voltou nesse dia um pouco depois.

Na madrugada, enquanto meu pai estava dormindo minha minha mãe foi me visitar no meu quarto.

_ Filho, ainda não senti o gosto da sua porra!

Baixei minha calça e ela começou um boquete.

Gozei e ela engoliu tudo.

Apreveitei para chupar sua racha. Ela não demorou para gozar também.

Ficamos um pouco abraçados na cama e depois ela voltou para o seu quarto.

Sempre que temos uma chance transamos.

Certa vez , meu pai estava em casa e nós dois loucos para transar, mas não conseguimos brechas.

Minha mãe vestiu um vestido vermelho bem colado no corpo e me chamou para ir para o shopping. Só que a gente não ia para o shopping, era só um pretexto para fazer sexo.

No caminho, em um terreno onde não tinha nada construido, ela parou o carro.

_Filho preciso do seu pau agora!

Tirei o meu pau para fora e ela começou um boquete dentro do carro.

Depois de deixar meu pau todo molhado e saliva.

_Filho vamos transar no capô do carro!

Saimos no carro. Ela tirou a calcinha e se encostou no carro de costa para mim.

Abriu as pernas e me chamou.

Segurei ela pelo cabelo e comecei enfiar o meu cacete nela.

Lá pelas tantas, percebemos que não muito longe havia uma obra em construção. Havia vários pedreiros . Eles começaram a assobir, fazer piadas e rir.

_ Filho não se incomode com eles! A minha boceta é só sua!

Gozamos e fomos embora.

As vezes eu e minha mãe vamos na casa da melhor amiga dela para trepar.

Essa amiga, que é evangélica, sabe tudo que está acontecendo entre nós,mas não liga e empresta a casa para a gente pecar.

Outro dia, minha ex foi para a minha casa para nós reatarmos o namoro. Minha mãe comecçou a ofender ela. As duas saíram na porrada. Minha mãe quase deu pala sobre o fato de sermos amantes, numa nítida crise de ciúmes. Minha ex até disse que se não soubesse que eramos mãe e filho, acharia que estamos tendo um caso.

Comentários

11/05/2018 16:35:58
Esse teu conto ficou muito foda mesmo
15/03/2018 23:08:08
Deu tesão. Vitoriapineda@outlook.com
26/02/2018 11:27:08
Muito bom!!!
26/02/2018 10:02:42
muito bom . não costumo criticar contos. mas não precisava dizer da amiga crente que aceita. paira como uma mentira nota 10 para seu conto. clica no meu nome e leia meus relatos com meu filho .
26/02/2018 06:00:26
Amei seu conto e quero ver todos outros com fotos. Amo fotografar e filmar esses melhores momentos,caso interessar é só retornar: fotografoliberal@ahoo;com.br
25/02/2018 17:48:00
Delicia de conto, querido. Muito excitante. Adoro contos assim, porque eu iniciei meu filho e somos amantes. Narrei aqui como começou. Quando tiveres tempo, dá uma lida no relato ¨Mãe e filho: um tabu proibido¨. Para achar, basta clicares em ¨viuvinha¨. Nota dez e beijocas.
25/02/2018 17:47:59
muito bom
25/02/2018 17:20:22
História de tezao já pensou em comer sua mãe junto com seu pai?

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.