Casa dos Contos Eróticos

Minha esposa Cely e nosso caseiro negro,seu macho VIII

Autor: Detalhista
Categoria: Heterossexual
Data: 18/02/2018 00:33:19
Nota 9.88

Eu estava ali na porta do meu quarto completamente zonzo,as pernas bambas,meu gozo foi intenso demais,presenciei a cena mais alucinante de minha vida,minha esposa Cely e Tom,seu poderoso macho negro, urrando como animais enquanto chegavam ao gozo juntos, pareciam ter chegado às raias da insanidade,numa cena de domínio e submissão extremos,que eu jamais imaginei que um dia pudesse presenciar...ao meu lado, ali na porta, Lia,a esposa do negro, com a mão esfregando em sua buceta também tinha gozado intensamente vendo aquilo...minutos antes no momento em que o macho dilatava sua glande em seu útero exigindo que minha esposa reconhecesse nele seu único e exclusivo macho e dono, Cely,entre choros e gemidos,jurou obediência total à ele,que de agora em diante seria mulher dele e só dele...os orgasmos que Tom proporciona à Cely deixam-na completamente transtornada,e nesses momentos não tem o que ela negaria a ele...

Nesse instante minhas divagações são interrompidas quando ouço a voz de minha esposa chamando por Lia,me posiciono de forma a continuar vendo dentro do quarto,Tom está deitado meio de lado e sua jibóia preta toda melada arrasta no lençol da cama,ele sempre dorme uns 10 minutos depois de esvaziar seus culhoes,mesmo com menor ereção continua monstruoso,Cely ao seu lado deitada de barriga pra cima expõe o buraco arrombado de sua buceta toda inchada escorrendo porra do Tom,com seus gozos misturados,Lia se aproxima e escuta minha mulher chorosa dizendo:

"Cely": vem meu amor....meu anjinho...alivia as dores da minha buceta...trata dela pra mim,por favor.....lambe ela todinha que estou toda dolorida e repleta de creme do nosso macho...teu marido vai acabar me matando com esse pintao de cavalo que ele tem...você viu a força que veio pra dentro....me alargou toda,veio fundo no útero...agora ele me quer como mulher dele,assim como você minha lindinha..voce vai aceitar isso meu anjo?/

"Lia": não é isso que a senhora mais quer, dona Cely.?...eu não tenho outra alternativa,meu corpo não aguenta nem metade dele,a senhora sabe disso...vou tratar da tua bucetona...a senhora ama o sofrimento que ele lhe impõe...e se ele achar que a senhora não está aguentando também,certamente ele vai procurar outra,até achar uma que ele possa fazer nela tudo o que quiser.../

Lia soube perfeitamente como acabar com o denguinho da minha mulher que se fazia de coitadinha explorada...enquanto ela lambia a bucetona arrombada de Cely ela escutava minha mulher dizendo:

"Cely":não,isso não,jamais poderá acontecer....outra nunca....eu aguento,eu suporto tudo...jamais terei limites para ele...eu amo mesmo o sofrimento que ele me impõe....eu amo e tenho orgasmos seguidos com isso...eu quero mesmo é que tudo aconteça cada vez mais vezes por semana...nunca mais vamos tocar nesse assunto....obrigada minha linda,minha bucetona tá aliviada,agora vou mamar o nosso cacete de cavalo pra ele despertar e vir encima e se enfiar todo outras vezes/

Eu ali na porta escutando tudo e vendo Lia lambendo gulosamente a buceta de Cely,que falava e se contorcia,pois Lia enquanto lambia já tinha afundado o queixo na buceta e com o nariz esfregava o clitoris de minha esposa,simultaneamente suas mãos esmagavam as tetas de Cely que gemia de dor e prazer....Lia também participava ativamente dos prazeres e do sofrimento de Cely...

Na cama minha esposa já provocava o negro para reiniciar seu submetimento...

Lia veio novamente junto de mim,tomar o seu lugar na porta do quarto,sua boca e toda a volta estava com porra e gozos de minha mulher misturados,ela tinha um dos seios exposto com o bico bem inchado que Cely também havia apertado,o cheiro daquela meleca em seu rosto me alucinava,puxei-a para junto de mim para que ela saísse das vistas do marido,minha mão foi para o bico entumecido do seu seio exposto e minha boca procurou a sua,ela fechou os olhos e gemia baixinho enquanto minha língua percorria o contorno de sua boca lambendo e sorvendo aquela meleca tão despejada e já por mim bem conhecida...dentro do quarto minha esposa já gemia e chorava....minha língua agora procurava entrar na boquinha daquela negra deliciosa,ainda de olhos cerrados seus lábios cederam e aconteceu um dos beijos mais deliciosos de minha longa vida...meu cacete teve uma ereção que há muito não tinha,nossos corpos se aproximaram e se apertaram,levantei seu vestido é louco notei que estava sem calcinha,dirigi meu cacete para sua frutinha,ela se virou de costa pra mim,separou suas deliciosas coxas e foi dizendo....:

"LIA": é no cuzinho que eu gosto seu Marcio...quero e necessito gozar com o cu...fica quietinho,deixa que eu me meto nele....vamos devagar...fique tranquilo,vou te engolir todinho....até seu saco se acomodar entre minha coxas....ahhh,quanto tempo sem ser penetrada aí....ahhhh bem devagar...curtindo a penetracao todinha....até o fim....tudo e todo.../

Minhas pernas bambearam,Lia se apoiou na parede,gemendo colocou as mãos para trás e me puxou com tudo para que atolasse até as bolas nela...seu anus piscava violentamente mordendo meu cacete,,,...gozei...gozei demais....Lia teve uns três orgasmos seguidos...eu mal podia parar em pé...ela rapidamente baixou o vestido e foi para a porta do quarto,ainda vimos Cely de quatro nos urros finais de uma série sem fim de orgasmos...

Exausto fui para o quarto ao lado e adormeci...o "tratamento" de Cely continuou intenso até o final da tarde....acho que dormi quase duas horas,quando Lia veio rapidamente me acordar e comunicar que Tom e Cely estavam atracados num longo beijo de despedida...eles se foram...Cely ficou estatelada na cama sem forças para nada...mais alguns minutos entrei no quarto...uma loucura como minha mulher estava em estado deplorável,e como me contou tudo sobre o dificultoso "tratamento"..

Desculpem a demora em postar,afazeres inadiáveis....

Mas se ainda houver interesse é só comentar...tem muito ainda para ser contado

Comentários

16/03/2018 16:13:55
leio todos seus contos nao da nem para comparar com os meus vc e um escritor nato dez sempre
22/02/2018 14:43:26
a Lia e igual minha esposinha , adora toma no cu, continua
18/02/2018 20:48:10
Quero ver a buceta de cely. navibrasil@hotmail.com
18/02/2018 14:22:16
Maravilhoso. Ainda bem que você aproveitou também !!!
18/02/2018 10:19:21
Comtinua sim esse conto esta demais.
18/02/2018 10:14:42
QUE PUTA TESÃO!!!!
18/02/2018 09:12:59
excelente continue
18/02/2018 07:01:20
Continua sim !!
18/02/2018 03:17:44
Continuaaaaaaa

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.