Casa dos Contos Eróticos

Recuperando o atraso

Autor: Airton
Categoria: Heterossexual
Data: 12/01/2018 19:24:39
Nota 10.00
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Depois que minha mulher Luiza abandonou a igreja e voltou a ser a maravilha de antigamente na cama, ela tinha de disputar o espaço com minha sogra Dona Lélia. Era maravilhoso ter as duas como mulher na cama, pois a cada dia uma tentava superar a outra. Quem ganhava nessa competição era eu, que experimentava cada posição ou novidade que elas imaginavam.

Luiza comprou outros dois dildos, sendo um com articulação, também monstruoso (23x6 cm) e outro com duas cabeças (42x4cm), este bastante flexível, permitindo que elas fizessem DP anal e vaginal ou que ambas se penetrassem tanto anal-anal, anal-vaginal ou vaginal-vaginal. Para mim sempre sobrava um anal.

Muitas vezes ficava me punhetando com um dos monstrinhos enterrado no rabo por uma delas olhando enquanto ela se comiam mutuamente com os outros dois brinquedos. Luiza resolveu abusar de Dona Lélia e socou-lhe o monstrinho articulado na buceta até ficar todo enfiado. Então pegou o de duas cabeças e socou-lhe uma no rabo até quase a metade e a ponta que sobrou ela dobrou e enfiou na buceta ocupada pelo articulado, conseguindo a proeza de fazer uma tripla penetração na sogra. Não contente com isso, me chamou para a brincadeira e me fez socar a pica na boca de Dona Lélia, sem que eu tirasse o vibrador do meu rabo. Luiza comandava a orgia e chamava a mim de puto, traidor, veado e outros adjetivos da mesma ordem. Sua mãe era piranha, puta, safada, cadela e por aí vai. Com suas mãos ela empurrava aqueles monstros dentro de nossos buracos até que nos fez gozar.

Então ela beijou a boca de sua mãe e dividiu minha porra, depois me fez chupar a buceta e o cu de Dona Lélia até deixá-los limpinhos. Aí foi sua vez de sentir prazer. Dona Lélia vestiu o monstrinho articulado e deitou na cama. Luiza montou nela e cavalgou até fazê-lo sumir dentro de sua buceta e eu vim por trás e soquei meu pau no seu rabo e bombei forte até que ela gozou com um gemido forte e desabou sobre a mãe. As duas se beijavam e se chupavam os seios, se lambiam como duas cadelas. Então Luiza virou-se e deu sua buceta para Dona Lélia limpar e se grudou a chupar meu pau até que eu gozasse de novo.

Eu estou no paraíso com essas duas.

Comentários

15/01/2018 12:27:54
muito bom .....top
13/01/2018 16:05:36
Maravilhoso!!!
13/01/2018 11:22:37
Delicia de conto, parabéns !! Minha esposa tb é bem putinha safada, confira nossas aventuras... Temos um blog para maridos liberais, esposas putinhas e comedores de casadas: https://clubedosmaridoscornos.blogspot.com.br/

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.