Casa dos Contos Eróticos

Bricadeirinha com o gato do Tinder

Autor: Lizie
Categoria: Heterossexual
Data: 06/12/2017 21:42:50
Nota 10.00
Assuntos: Sexo, Heterossexual
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Bonsoir mes amis,

Me chamo Lizie, sou loira, cabelos médios, olhos esverdeados, balzaquiana, coxas grossas, seios pequenos, cintura fina e um bumbum gostoso de se ver de 4.

Nos meus contos anteriores já relato que sou adepta a sites de relacionamento, o delicioso cardápio humano, me deleitando com as fotos dos “chatons” (gatinhos), alguns machts, mas nada fora do comum, muitos homens chatos, presunçosos, totalmente dispensáveis, até que apareceu um, não muito meu padrão, mas um sorriso safado, um olhar que chamou minha atenção, curti o boy e deu mach. Acabamos por conversar pelo app, e trocamos watts.

A conversa fluiu normalmente, sem entonação sexual, o que eu adoro, acho que tudo relacionado a sexo deve acontecer olho no olho; Marcamos de sair, um local foi escolhido para encontro, quando olhei para o “homme” (homen), “Mon Dieu” (meu Deus), o achei viril, emanava masculinidade, testosterona pura, e ainda me olhou com desdém, adoro um desafio... rs.

Detalhe um motoqueiro marrentinho, subi na sua garupa e fomos a lanchonete. Chegamos lá, fizemos as nossas escolhas, e recebi um watts dele, com a seguinte msg “senti vontade de te beijar”, respondi com um rs, sou bem discreta, mas algo ali ligou meu libido, continuamos a conversar e ele do nada me disse que estava com vontade transar comigo, rs, ele nem havia me beijado, e beijo pra mim é a base, me excita ao máximo, mas não vou negar que me deixou excitada, ser desejada é o máximo, começamos a entrar no mérito sexual, e o clima foi esquentando, seu olhar me desnudava, a essa altura já estava molhada, sem ao menos ele ter me tocado, o que já havia rolado foi um roçar de lábios.

Ele era escrachado, dizia que queria me chupar...rs desta forma... totalmente fora da minha zona de conforto, mas excitante, atrevido mesmo, e me perguntava de eu iria deixar, eu respondia que não sabia, o que não era mentira, precisava beija-lo antes.

Pedimos a conta de resolvemos ir a outro lugar, para começar a pegação. O danado me levou na lateral da via dutra, sou exibicionista assumida, imagina o grau de excitação que eu fiquei.

Começamos a nos beijar, “le bâtard” (safado) beijava bem, aquele beijo que te consome, lascivo, que te suga o folego, bem como Lavoisier diria : “Na Lei da Química dos corpos, toda vontade vira tesão, todo tesão vira energia e toda energia vira ação.”;e que ação, as mãos avidas percorriam meu corpo, ele tentava me dominar, ora puxavam meu cabelo, ora adentravam dentro da minha blusa em busca dos meus seios, detalhe ele havia aberto meu soutien e eu nem percebi, rs...o calor subindo, o desejo aumentando, seu membro em riste por debaixo da calça... a essa altura ele já abocanhava meu seios, e eu tentando manter as rédeas da situação, cada vem mais difícil, meu corpo tomava vida própria...

Ele tentava me desnudar, me tocar por dentro da calça, eu resistia, pedindo que eu o chupasse, eu me negava, queria mais que isso, eu queria gozar... não tendo forças pra lutar, deixei que me tocasse por dentro da calça... o chien me tocava com maestria, sabia o lugar certo e eu só gemia...enquanto o tocava também, eu gozando com seus dedos dentro de mim.. que tesão... sentia minha vulva envolvendo deus dedos, gozava gostoso... ele murmurava ao pé do ouvido ... quem é seu macho... Aquele senso de posse aumentava meu tesão... ele queria me possuir... mas não havia camisinha... mas a nossa brincadeirinha de adolescente continuava firme...eu gemendo gostoso... já gozava pele terceira vez na mão do boy...

Em dado momento achei melhor parar... respirar um pouco... mas ele não.. de maneira bruta .. sei lá ... máscula... nunca presenciada por mim...rasgou minha calcinha pelas laterais... nunca imaginei que isso me excitaria... bem homem das cavernas... mas uma delicia... ele voltou a brincar comigo... eu queria ve-lo gozar ... pedi que se masturbasse e gozasse pra mim... e ele o fez... adorei ve-lo jorrar... a cara dele me fez deseja-lo mais ainda...

Nos recompomos .. nos vestimos e marcamos outro dia pra um sexo propriamente dito... necessito senti-lo...

Continua...

Comentários

09/12/2017 12:54:12
Minha linda, enquanto eu lia seu relato, as imagens dos fatos vinham na minha mente. Quando depois das brincadeirinhas a coisa termina sem, sempre fica aquele desejo de quero mais. Já vivi isso muitas vezes também. Nota máxima pra ti... Quando der, leia os meus também. Beijinhos.
07/12/2017 01:46:34
Delicia de conto, parabéns !! Minha esposa tb é bem putinha safada, confira nossas aventuras... Temos um blog para maridos liberais: https://clubedosmaridoscornos.blogspot.com.br/
07/12/2017 00:46:58
Novo site galera! Visitem! contos e muita putaria https://kxcontos.blogspot.com.br/

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.