Casa dos Contos Eróticos

Coisas do Destino cap 24

Autor: Mtk
Categoria: Homossexual
Data: 23/11/2017 11:17:06
Nota 9.67
Ler comentários (8) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Oi galera...cheguei com mais um capítulo pra vcs ...e esse tá do jeito q vcs gostam...boa leitura...e não esqueçam de comentar.

Continuando...

Ela riu outra vez e se afastando,começou a tirar sua camisola,ficando apenas de lingerie,me olhou e falou maliciosamente.

Camila: Fê...não se controle...me faz tua de novo Fernanda!

Eu me arrepiei inteira ouvindo isso. Eu não tava acreditando no q estava ouvindo, o amor da minha vida ali na minha frente,me pedindo pra faze-la minha. Então eu não pensei em mais nada, apenas segui meu coração. Fui me aproximando dela devagar e a puxei pra mim,colando nossos corpos, ela colocou suas mãos em minha nuca e olhando em meus olhos,disse o q eu tanto queria ouvir da sua boca.

Camila: Eu te amo, Fernanda.

Eu: Eu também amo muito você Camila.

A beijei com todo meu amor e com toda saudade q eu estava dela,do seu beijo,do seu cheiro,do seu toque...ela fazia carinho em minha nuca,enquanto eu já apertava sua cintura e a puxava mais para mim,o beijo foi se intensificando,ela foi beijando e mordendo meu pescoço, enquanto tirava minhas roupas,fomos em direção a cama,tirei seu sutiã e a deitei ficando por cima. Parei por um tempo e fiquei olhando aquele corpo lindo q eu tanto senti saudade junto ao meu.

Camila: Amor,não fica só olhando,vem cá vem.

Eu: Não vou ficar só olhando...

Camila: hum...então vem aqui e mata minha saudade de você.

Voltei a beija-la devagar,depois desci minha boca para o seu pescoço e minha mão para sua menina e comecei a massagea-la ainda por cima da calcinha. Fui descendo com minha língua até seus seios e quando coloquei um na boca,ouvi ela gemer mais alto,me enloquecendo ainda mais . Ela apertava minha cabeça contra seu seio e gemia gostoso. Parei um pouco apenas para tirar sua calcinha,desci minha mão até sua menina,apertei e ela estremeceu , então comecei a estimular seu clitores. Aos poucos senti q ela iria gosar, então ficou descendo minha boca pelo seu corpo,passando minha língua na sua barriga e quando cheguei em sua menina,cai de boca naquela delícia...fui beijando,e depois fui passando a língua de baixo pra cima...e quando não mais resistir comecei a chupar com vontade,ela se contorcia toda,apertando minha cabeça entre suas pernas e gemendo cada vez mais alto,e eu fazia prisão em seu clitores com minha língua,e logo depois a penetrei com 2 dedos dentro dela, ela logo estremeceu e teve seu primeiro orgasmo da noite. Continuei chupando e ela gosou,subi beijando seu corpo,até seu rosto rosto estava vermelho e suado, ainda com os olhos fechados e um sorrindo lindo. Beijei sua boca e deitei ao seu lado,ela veio e deitou em meu peito enquanto se recuperava, ficamos nos olhando em silêncio, até eu falar:

Eu: eu nem acredito q estamos aqui juntas...

Camila: Nem eu...você é muito teimosa Fernanda...a teimosa q eu mais amo na vida.

Ela me puxou e me beijou e o clima logo voltou a esquentar, eu me encaixei entre suas pernas e logo estávamos rebolando uma na outra e gemendo alto,eu mordia sua orelha e apertava sua bunda.

Camila: aí Fê, não para...aí q gostoso.

Eu: Gosa pra mim, vai...

Camila: Gosa comigo amor...

Gosamos juntas e eu cai na cama,e ela ficou em cima de mim, ela levantou a cabeça e perguntou:

Camila: Posso te fazer uma pergunta?

Eu: Claro q sim

Camila: Depois de td q aconteceu,de tudo q passamos...você vai dizer q só sente desejo por mim?

Ela parecia apreensiva esperando a resposta,e eu com um enorme sorrisso no rosto falei.

Eu: Hum, só desejo não...Camila eu te amo,e já não sei viver e nem quero viver sem você.

Ela voltou a me beijar e ficamos namorando até adormecer uma nos braços da outra. Acordei as 07:00 da manhã,ouvindo o barulho das meninas meninas chegando,a Camila parecia não se incomodar,pois continuou dormindo abraçada a mim. Resolvi dormir mais um pouco. Acordei duas horas depois com meu celular tocando,atendi e fiquei conversando com minha mãe,depois de desligar resolvi levantar e procurar pela Camila me deixou sozinha na cama. Sai a sua procura e a encontrei na cozinha,cheguei devagarinho lhe abraçando por trás e beijando seu pescoço.

Eu: bom dia meu anjo loiro.

Camila: bom dia meu amor,já estava indo te acordar.

Eu: você me deixou sozinha, então levantei e vim te procurar.

Camila: eu vim fazer seu café da manhã,e já estava indo levar pra você.

Eu: hum,então vamos pro quarto e a gente come la, pode ser?

Camila: pode.

Eu: mais antes...eu quero meu beijo de bom dia.

A virei de frente pra mim,e fui beijando sua boca,chupando sua língua...e o beijo foi ficando mais pegado,comecei a passar minhas mãos pelo seu corpo,e ela com muita delicadeza me afastou,e u estranhei sua reação na hora.

Eu: o q foi agora?

Camila: nada amor, é eu tô com fome. Vamos comer primeiro?

Eu: mais eu também tô com fome, mais fome de você.

Camila: eu não sabia q você fosse tarada assim...

Eu: hum, é mais sou só com você...agora vem cá vem...

Agarrei ela,e fui beijando seu pescoço,apertando sua cintura...e ela reclamou.

Camila: Amor para,as meninas podem acordar,vem vamos pro quarto.

Eu: E daí se as meninas acordarem ? Tá com vergonha de mim Camila?

Eu: Meu amor,para de bobagem. Não tem haver isso q você falou...eu apenas não tô afim de ficar dando explicações agora.

Eu: hunrum sei...

Camila: Ei, para de bobagem,e desfaz esse bico lindo...vem vamos pro quarto,e depois falamos com elas pode ser?

Eu: pode.

Ela saiu me puxando até o quarto,onde tomamos nosso café entre beijos e muito carinho,falamos dos nossos sentimentos e de tudo q aconteceu,e prometemos q apartir dali lutariamos pelo nosso amor e não deixariamos q nada iria nos separar. No fundo sabíamos q seria difícil,pois a família dela talvez não aceitaria,mais lutariamos pra ficar sempre juntas. Terminamos nosso café e saímos do quarto, algumas das meninas já estavam acordadas e outras como a Babi e a Carol ainda dormiam.

O edu resolveu q nós iríamos embora só no dia seguinte. E eu estava com uma idéia na cabeça,então fui acordar a Carol pois iria precisar da sua ajuda...e em meu a protestos ela levantou,pedi q distraisse a Camila,enquanto eu daria uma saidinha rápida,e foi o q eu fiz,e logo estava de volta.

Na hora do jantar eu e a Camila resolvemos falar com as meninas,e quando todas já estavam na mesa pra jantar,a gente começou a falar:

Camila: Meninas,a Fernanda e eu,queríamos contar uma novidade a vocês...

Márcia: então falem logo.

Eu: Bom meninas, a Camila e eu conversamos,finalmente nos acertamos e estamos juntas.

Babi: até q enfim...finalmente. Vocês duas são muito teimosas.

Edu: eu estou muito feliz por vocês meninas.

Carol: aê cunhadinha até q enfim finalmente deu uma dentro.kkk

Eu: Pois é Carol,eu acordei pra vida na hora certa,e eu jamais iria me perdoar se perdesse a chance de viver esse amor....e com vocês q são nossa segunda família como testemunhas,eu queria...

Nessa hora peguei uma caixinha do meu bolso,abri e segurando nas mãos da Camila,eu finalmente fiz o pedido.

Eu: Camila,depois de quase te perder,eu vi q não consigo mais esconder e nem fugir desse amor q já tomou conta de todo meu ser,e quero q receba essa aliança em sinal do meu amores do compromisso q quero assumir com.

Camila,você aceita namorar com essa pirralha teimosa,cabeça dura,orgulhosa,mais q te ama e q fará tudo pra te fazer feliz?

Ela me olhou com lágrimas nos olhos, e com aquele sorrisso lindo no rosto q me deixava toda boba.

Camila: Nossa amor,é claro q eu quero...é o q eu mais desejo,está sempre ao teu lado,cuidando e te amando todos os dias de nossas vida.

Colocamos as alianças,lindas por sinal,a dela tinha o meu nome e a data q nos conhecemos e a minha tinha o nome dela e a data daquele dia onde começaria de verdade nosso relacionamento. Nos beijamos entre aplausos das meninas,até as mais chatinhas torciam por nós.

Desse dia em diante,começou nosso compromisso,nós sabíamos q teríamos muitos obstáculos pela frente,mais se ficassemos juntas tudo seria mais fácil. Ela tava receiosa com a reação de nossas famílias,a minha sabia da minha opção,mais ela tinha medo por ser mais velha q eu 9 anos, e a família dela não aceitaria q la namorar uma mulher. Eu a tranquilizei e disse q assim q voltassemos pra casa,conversariamos com nossas famílias.

Depois de uma semana da nossa chegada marcados um jantar na minha casa,eu havia dito aos meus pais q estavam namorando uma pessoa mais velha e q no jantar apresentaria minha namorada. Eles ficaram curiosos pois fazia tempo q eu não levava nenhuma namorada pra conhecê- los. E eu estava ansiosa e na marcada a Camila chegou e fui recebê- la, a cumprimentei com um selhinho rápido,eu segurei em suas mãos e senti q ela estava tremendo,ela estava muito nervosa,eu tentei tranquiliza- la dizendo q daria tudo certo. Entramos e fomos até a sala de jantar,onde estavam os meus pais.

Bom gente tá aí mais um capítulo,espero q tenham gostado e cometem...bjos até o próximo.

Comentários

03/12/2017 22:35:44
https://kxcontos.blogspot.com.br/ novo site galera! Visitem! contos e muita putaria
25/11/2017 14:16:58
Coloca logo outro conto.
24/11/2017 22:07:52
Aii que bom que att já estava anciosa kkkk. Aii aleluiia que elas enfim se acertaram 🙏🙏 amoo esse casal
23/11/2017 23:42:05
Leia o meu é vou por
23/11/2017 23:41:30
Que delícia!!
23/11/2017 18:20:08
Ahhhhh q lindassss... Próximo hehehe
23/11/2017 14:26:59
Heheehe já estava na hora..... Cont cont
23/11/2017 14:05:53
Até k enfim neh. Casal lindooo

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.