Casa dos Contos Eróticos

A dona da locadora

Autor: Luke
Categoria: Heterossexual
Data: 19/11/2017 19:52:07
Nota 8.50
Ler comentários (2) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Olá, vou me chamar de Luke, hoje tenho 26 anos, sou casado, tenho 1,78cm e 90 quilos bem distribuídos, pele clara, olhos e cabelos castanhos. "homão da porra" kkkk

O que vou contar a seguir aconteceu a uns 10 anos atrás quando eu tinha 16 anos e era um adolescente com os hormônios em ebulição que só queria saber de assistir pornô e bater punheta.

Bem, eu sempre gostei de vídeo games desde a infância costumava passar horas nas quase extintas locadoras de games, e esse hábito continuou por anos, existia uma locadora próximo a minha casa quando abriu fez muito sucesso, os donos eram Marcio e Ana, ele moreno por volta de 38 anos e Aninha era uma loira original de olhos verdes 22 aninhos e pele bem clara, perto de 1,68cm magra corpo violão, seios fartos e bunda empinada.

começamos a nos falar no decorrer dos dias que eu ia lá, eu sempre fui simpático e sempre tive umas sacadas divertidas e isso chamou sua atenção, seu marido trabalhava viajando então ela ficava muito só, eu não poderia deixar essa oportunidade passar, como eu passava muitas horas lá havia momentos em que ficávamos a sós e como a locadora era improvisada na sala da casa deles ficávamos a vontade e com o passar dos meses ficamos muito íntimos, começamos a falar de tudo, inclusive de sexo, primeira vez, posições, depilação... tudo enquanto eu jogava WE7 one play.

Num certo dia comecei a dar indiretas e entradas para ver se ela toparia alguma coisa, na ocasião eu ainda era virgem mas na teoria já sabia alguma coisa, kkk eu sempre ficava vidrado nos seus seios fartos sempre com uma blusinha de alças finas com decote a amostra, certo dia nos conversávamos a sós e eu pedi um beijo enquanto ela jogava em outro console ao meu lado, ela apenas me olhou e sorriu, eu pensei... ela quer! levantei e fui ate ela, a beijei devagar e ao mesmo tempo com intensidade, aaaahh era tudo que eu queria! porém não era só aquilo...

ficamos nos beijando e naquele dia não passou disso, minha inexperiência e insegurança não deixaram eu avançar, a partir desse dia começamos a ter um caso, eu sempre ia para lá p gente se pegar no sofá quando não tinha ninguém, aí as coisas começaram a esquentar... quando ficávamos a sós nos beijávamos e eu sempre caia de boca nos seus lindos seios de mamilos rosados e durinhos, eram lindos e firmes de dar água na boca, certo dia tirei sua blusa e suguei gostoso e com vontade seus lindos seios, passava a mão na sua bucetinha que a essa hora já sentia molhadinha. porém ela ainda não tinha coragem de passar disso.

mas para me consolar ela foi beijando pelo meu pescoço e descendo pelo meu peito até abrir minha bermuda e fez meu pau pular pra fora na cara dela, na época ele já tinha seus 17 centímetros e já era bem grosso, mas hoje é bem mais, então ela pega no meu pau que já estava duro como pedra e pulsando na mão dela, ela passa a língua da base até a cabeça noooosssaaaa eu me arrepiei! ela então engole tudo com maestria, segura com uma mão enquanto punheta vai engolindo e tirando, fazendo o típico movimento de boquete eu só consigo gemer e segurar seu cabelo longo e loiro para ver seus olhos me olhando me contorcer, ela sugava a cabeça enquanto massageava a base e alternava com garganta profunda, como eu estava muito ansioso para aquilo e por ser a primeira vez, não consegui segurar muito tempo, só segurei sua cabeça e gozei todo meu leite na sua boca enquanto ela acelerava a chupada... noossaa gozei muitos jatos! era melhor do q minha punhetas. kkk tive q ir p casa pouco depois

um belo dia ela me liga e diz...

- Oi lindo, o Marcio acabou de sair de viagem, não vou abrir a locadora hoje, mas vem pra cá.

eu só consegui dizer...

- Chego já aí!

quando cheguei lá doido p perder o cabaço, encontrei ela com shortinho preto mínimo e uma blusinha branca de alças finas, entrei e ela me levou para o quarto onde eu ainda n tinha ido, me jogou na cama me beijando, tomou todas as rédias e eu só curtindo, ela já havia me dito que nem o próprio marido dela conseguia a deixar tão excitada como eu, então, tirou minha roupa e lambeu meu peito e barriga, começou com aquele boquete que eu adorava pouco depois tirou sua roupa, quando tirou sua calcinha, pude ver um liquido claro e espesso manchando o tecido eu sabia que era o liquido de sua excitação, então sem pensar duas vezes, caí de boca naquela buceta rosada e raspadinha como se preparada para mim. eu lambi, chupei, dedilhei e chupei mais, ela se contorcia e gemia dizendo... issssoo! vai! asssimm! segurava minha cabeça pressionando seu grelinho durinho, o gosto era novo para mim, uma mistura de salgado com algo cítrico que eu adorei! me viciei em chupar buceta nesse dia, continuei até ela começar a contrair seu corpo e gozar na minha boca... quando senti um gosto diferente! engoli tudo que escorria.

eu não podia mais esperar, tinha que penetrar aquela boceta molhada, quando posicionei na entrada, ela me joga na cama e fica por cima, pega meu pau já pulsando e coloca na buceta e com o peso do corpo deixa deslizar até o fim para dentro... uau!!! era a melhor sensação que eu já havia sentido!! ela começa com movimento de galope e vai movimentando seu quadril em um vai e vem devagar até acelerar o ritmo gostoso, a sensação que eu senti era uma buceta linda, úmida, quente e macia no meu pau... era incrível! enquanto eu usava as mãos para tocar seus seios, passamos um tempo assim quando ela diz...

- Me come de quatro!

rápido ela ficou de 4 então eu meti gostoso olhando para aquele cuzinho apontado para mim quando as mulheres ficam nessa posição... bombei freneticamente enquanto ela gozava mais uma vez, eu dessa vez mais calmo consegui segurar mas naquela posição a minha preferida ate hoje e olhando para aquela bundinha gostosa linda gozei como nunca!! vários jatos no fundo da buceta que se contraia no meu pau! nossa!! eu pensei: conegui...

depois disso caímos na cama e ficamos imóveis por um tempo até repetir depois. E essa foi minha primeira vez, lembro-me como se fosse hoje.

na próxima conto das aventuras no meu carro que já são mais recentes.

espero que tenham gostado. abraço.

Comentários

07/12/2017 10:33:01
Meu lindo, gostei do seu conto. Com vários detalhes, me dando a impressão de ver você praticando tudo que conta com essa dona da locadora... Um garoto jovem, virgem e todo taradinho deve ser mesmo uma delícia! Escreva logo outras histórias. Nota máxima pra ti... Venha me conhecer lendo como um ex-aluno me comeu na frente do meu marido. Para achar, clique no meu nome. Beijinhos adocicados nessa boquinha.
uem
19/11/2017 22:06:44
muito bom seu conto

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.