Casa dos Contos Eróticos

A amiga de infância cresceu.

Autor: Vagner
Categoria: Heterossexual
Data: 14/11/2017 14:31:02
Nota 6.50
Assuntos: Heterossexual
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Este é meu primeiro conto, é uma historia real que aconteceu a uns 10 anos atras, pena que essa historia muito gostosa acabou. Na minha infância morávamos em um quintal com varias casas. Certa vez mudou-se para a casa dos fundos da que eu morava uma família com vários filhos. Uma das filhas (Vânia) era 2 anos mais nova do que eu, isso ajudou muito na nossa amizade. Conversávamos, brincávamos juntos, e o tempo foi passando. Quando eu tinha 16 anos dei meu primeiro beijo,. E sabe com quem? Com a Vânia, ela era uma loira linda, labios carnudos, seios medios para grandes e um corpo muito bem feito. Certo dia ela estava sozinha na frente do quintal chorando por ter terminado com seu namoradinho, fui até lá e me sentei ao lado dela e começamos a conversar, abracei ela e ela chorava no meu ombro. Ficamos um tempo assim, e comecei a fazer uns carinhos no rosto dela, (eu nunca tinha beijado nenhuma garota ainda, e queria muito que a primeira fosse ela). Depois de uns carinhos virei o rosto dela e fiquei olhando nos olhos dela, e colei minha boca na dela e ela correspondeu enfiando sua lingua macia na minha boca e ficamos ali se beijando por um bom tempo. Depois de uns anos meu pai se mudou para uma bairro afastado e de vez em quando eu me encontrava com ela no final da aula para dar uns beijos. Enfim.....o tempo passou ela se casou e eu tambem me casei e acabamos nos afastando. Eu sempre ia visitar a mãe dela, mas nunca tinha encontrado com Vânia nessas minhas visitas. Depois de varios anos sem se ver, nos encontramos em um velório de um dos irmaos dela. Nesse dia conversamos um pouco e trocamos telefone, e voltamos a manter contato. Reatamos amizade e naturalmente as nossas conversas começaram a ir para o lado de relacionamentos. E claro que os nossos casamentos(que nao iam bem) sempre estava em pauta. E o desejo de comer aquela minha amiga loira, linda nasceu em mim, confesso que bati muita punheta pensando nela. Certa vez nos falando por telefone eu contei à ela que meu primeiro beijo foi com ela, de inicio ela nao acreditou, mas consegui convence-la que era verdade. Aproveitei e disse que ela poderia deixar eu beijá-la novamente pra ela avaliar se eu aprendi certinho, para minha surpresa ela disse que deixava sim, e eu perguntei quando poderia ser, e la respondeu: "Quer agora? " Eu disse que sim e fui logo ao encontro dela. Fui direto para um motel, e tinha a intenção de beija-la e comer ela tbm. Aquele dia foi muito bom, nos beijamos como loucos, me esfregava nela pra ela sentir meu pau duro em seu corpo, a coisa foi esquentando e quando demos conta estavamos eu só de cueca e ela só de calcinha. Ela era mais gostosa do que eu imaginava em minhas punhetas. Xupei muito aqueles seios deliciosos e durinhos, ela se acabou no meu pau duro, engolia meu pau e falava que fazia tempo que nao sentia uma rola dura. Disse que fazia uns 4 anos que ela nao dava pra ninguem, nem pro marido. Eu estava louco pra cair de boca na bucetinha rosada dela, mas quando fui tirar a calcinha ela disse que nao poderia, pois, ela estava menstruada, mas queria muito sentir minha rola entrando em sua buceta. Aquele dia ficamos só na brincadeira, xupei muito seus seios, fiz espanhola nela e acabei gozando na boca dela. Tomamos um banho e ficamos mais um tempo se beijando e marcamos pra voltar no motel 2 dias depois, pois ela ja estaria livre da menstruação. No dia marcado, encontrei com ela e fomos novamente para o motel e metemos muito, muito mesmo......no proximo relato eu conto como foi nossa primeira foda. Aguardem...

Comentários

19/11/2017 07:49:11
Como disse no outro comentário, achei os relatos sensacionais, me dando a impressão de ver você praticando tudo que conta... Todas nós, sentimentos lisonjeadas ao saber que a primeira vez foi conosco, ainda que um simples beijo. Estou aproveitando para agradecê-lo pelos comentários deixados no meu relato. Escreva mais, Vagner. Beijinhos dessa sua nova fã.
14/11/2017 19:17:14
curto de + faltou desenvolver mais
14/11/2017 17:16:29
meio curto dms

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.