Casa dos Contos Eróticos

O DELEGADO e O PRISIONEIRO (cap 32)

Autor: Kaius Cruz
Categoria: Homossexual
Data: 13/11/2017 17:15:43
Última revisão: 13/11/2017 18:43:16
Nota 10.00
Ler comentários (10) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O DELEGADO E O PRISIONEIRO

CAP.: 33 - CIÚMES

de Kaius Cruz

"Temos que dar amor e apoio a todos aqueles que realmente dizemos amar... o ciúme, assim como o carinho deve sempre vir carregado de moderação, para que a pessoa amada se sinta importante e desejada, e que possa através de gestos e toques, demonstrar todos os sentimentos que emanam de nosso espírito. As obras de Deus são perfeitas, mas seus planos, misteriosos... o que pode revelar o nosso futuro são apenas as nossas perspectivas de dias melhores ao lado de quem realmente nos ama..."

(Kaius Cruz)

*Por Lucas

Os raios de sol já adentravam ao nosso quarto e atingia minha face, eu me lembrava de tudo, dos flashes, das entrevistas, dos famosos que conheci, dos desfiles, de todos os aplausos e elogios... fora uma noite incrível, sensacional.

Todos os meus amigos e familiares estavam lá, na primeira fila, só para me prestigiar, mas eu fiquei feliz mesmo foi quando vi o homem mais lindo do mundo lá, sentando e olhando para mim, meu noivo, meu futuro esposo, o homem da minha vida, todo bonitão e com um sorriso, que demonstrava todo o orgulho que ele estava sentindo de mim...

A festa toda foi um sucesso, com direito a Gisele Bündchen e tudo! Pois é, eu e ela vamos fazer a campanha de uma marca famosa juntos, ela vestindo as roupas femininas e eu as masculinas, a Colcci, resolveu me contratar ainda antes do desfile de apresentação, mas com o sucesso todo, já estava confirmado tudo, só faltava assinar os contratos, e como eu ainda sou de menor, ficou no encargo de minha mãe, Marrie e Pierre, pois a pobre não entedia nada que os gringos falavam com ela, minha mãe e minha vó passaram a noite rodeada de empresários, revistas, jornais e tabloides, todos querendo fechar algum tipo de contrato. Jojô estava encarregado de cuidar de minha nova agenda, sim, agora eu teria que ter uma agenda de trabalho, pois pelo pouco que me contaram eu, a parti de hoje, trabalharia os trezentos e sessenta e cinco dias do ano, eu estava muito feliz, minha mãe e minha vó, estavam felizes e orgulhosas de mim... Pierre me cobria de elogios, Marrie estava eufórica, pois com a divulgação de sua marca em meu desfile de apresentação, ela também havia conseguido contratos de parceria, com fabricantes, na Europa e na Ásia, contratos milionários, diga-se de passagem... É pelo visto minha sogra e meu sogro ficariam muito mais ricos, e eu era o grande responsável...

Eu ainda estava impressionado com os preços das roupas e acessórios que eu usei na passarela... Eu tinha usado roupas, sapatos e acessórios que valiam de alguns milhares de reais até a milhões de dólares... tudo foi um incrível sucesso e de certa forma eu ainda estava muito eufórico com tudo que vinha acontecendo na minha vida... eu encontrei o homem da minha vida, sou completamente apaixonado, encontrei minha mãe, e pelo que percebi, vou ficar bem rico, com todo o dinheiro que vou ganhar nessas campanhas...

Estava muito impressionado com toda a reviravolta que minha vida deu, desde aquele atropelamento, a alguns meses atrás... mas duas coisas, de repente, vieram a minha cabeça, e sem que eu percebesse começou a me incomodar.

Primeiro, que eu iria completar dezoito anos em breve, o que dava no mesmo, que ter que me casar com Guilherme... isso claro, não era sacrifício nenhum, o problema é que desde que fui preso, não voltei mais para a escola e a essa altura do campeonato eu já havia perdido o ano letivo... em outras palavras, teria que voltar a estudar, para terminar o meu terceiro ano, Jojô vivia me contando como ele e Carolzinha estavam alegres por finalmente conseguirem terminar os estudos, já eu estava completamente perdido, pois teria que estudar tudo de novo, dar conta de um marido, de desfilar, fotografar, gravar comerciais, fazer revistas, participar de entrevistas e festas... Meus Deus como eu vou dar conta disso?!

E por falar em marido, ai vinha a minha segunda preocupação... já conhecia muito bem o namorado que tinha, e sua mãe sempre me deixou muito a par dos pensamentos e comportamentos do filho... Tipo, ele é muito ciumento, mas eu adoro, muito possessivo, mas eu amo, dominador, isso é o que mais amo... Será que ele vai deixar eu fazer isso tudo? Sinceramente... acho muito difícil, pois os planos de meu noivo são muito simples e claros... ele que ter uma penca de filhos, casar comigo, ter uma casa bem grande pra criar nosso filhos e fazer amor comigo a toda hora... Esse é o grande sonho de meu futuro esposo, então no fundo, me preocupo, pois eu tenho certeza que ele vai pirar na batata com maionese, quando ele ver os outdoors, que sua mãe mandou espalhar pela cidade, com fotos minhas só de cueca... Sabe Guilherme tem muitos ciúmes, mas eu no fundo gosto, pois sei que ele só quer proteger o que é dele... e eu de fato sou dele, só dele! Mas a vantagem é que ele sempre foi muito carinhoso, atencioso e apaixonado por mim, isso só não acontece na cama, pois na maioria das vezes ele vem contudo e, se eu der corda, ele vira a noite dentro de mim... Oh homem insaciável, não estou reclamando, pois eu adoro fazer amor com meu namorado, mas é que as vezes... eu quero dormir, tomar banho... enfim essas coisas que são complicadas de fazer quando ele tá por perto.

E por falar nele, mal amanheceu o dia, quer dizer, quase meio dia, pois o relógio de cabeceira já marcava onze e cinquenta da manhã.... E advinha, eu estava só de cueca, acho que ele tirou a minha roupa, quando eu cair na cama e dormi, tava tão cansado que nem percebi quando ele fez isso. Mas uma coisa era certa, meu namorado nunca gostou e nunca vai gostar de cuecas, pois seu filho não tão menor estava ou melhor estar tentando de todas as formas entrar em mim, acho que só não entrou ainda por que estou de cueca, mas eu sentia as tentativas involuntárias de meu noivo entrar em mim enquanto o safado dormia... Até dormindo o homem tenta me comer meu Deus! E tenho certeza que quando ele acordar eu não terei escapatória, pois havia prometido fazer amor com ele noite passada e acabei não cumprindo, pois cair no sono devido ao cansaço da noite.

Guilherme era assim, um cavaleiro que estava mais para cavalo, grosso as vezes, só não comigo, ele sempre me tratou bem, principalmente depois que Jojô me ensinou a técnica infalível da greve de sexo... É só falar em greve, que ele fica logo mais calmo... Às vezes eu fico rindo das coisas que meu amigo inventa... como pode, um cara que ainda é virgem intender tanto de sexo, de vida de casal, de relacionamentos? ... Jojô sempre foi um grande amigo, quase como um irmão, nunca o menosprezei pelo fato dele ser gay, sempre o admirei e respeitei... pois eu sei que por debaixo dessa carapaça de bicha maluca, que usa salto alto quando quer rodar a baiana, existe um cara maravilhoso, com o coração do tamanho do mundo...

Sabe, Jojô sempre foi um cara forte, lá no morro mesmo, ninguém desde que ele era só um garoto que adorava rebolar na frente dos homens, ele sempre foi muito dado, oferecido e chegado num homem de uniforme, não pode ver um policial, um médico, um bombeiro, que ele inventa um desmaio ou outras coisas só pra ser pego no colo de algum homem... Ninguém, nuca caçou conversa com ele, e os que fizeram, acabaram apanhando, pois é, Jojô pode até ser uma bicha maluca, mas tem um soco de direita, que bota qualquer marmanjo pra dormi em dois tempos... até Carlão e outros bandidos do morro, não têm coragem de peitar nele...

Além do mais ele ainda tinha Carolzinha, sua irmã gêmea, que como ele, também tem um belo gancho de direita, eu amo muito minha amiga e no fundo sei que sua implicação toda com seu irmão, não passa de amor... muito amor...

Carolina, ela detesta quem a chama assim, sempre brigou com o irmão, parecem até cão e gato, esses dois... mas nunca deixou ninguém tocar no irmão dela, ela defende Jojô com unhas e dentes, pois de acordo com ela, só ela pode chamar ele de viado e bicha poc-poc... ninguém mais tem esse direito... e o mais engraçado é que eles são inseparáveis, onde um tá o outro também está!

Saio de meus devaneios, quando sinto o braço de Guilherme que já estava em cima de mim, me puxando pela cintura para mais perto, quando percebo que com a outra mão o safado já tava retirando minha cueca. Olho para trás, e vejo ele de olhos fechados e beijando a minha nuca, de repente começo sentir seu pau forçando a minha entrada... Será que o safado vai me comer dormindo?! Meu Deus até dormindo o homem é bom no que faz. Já estava sentindo a cabeça entrando lentamente... olho para trás novamente e finalmente percebo que o safado na verdade tava era fingindo, pois se ele me pedisse, sabia que tinha chances de eu negar... Seu pau escorregava lentamente para dentro de mim e meus pensamentos de pedir e negar para ele já tinham ido todos para o espaço... O safado, me beijava e ia introduzindo lentamente, parecia que não ia terminar nunca, eu já dava pequenos gemidos, pois querendo ou não ele sabia que beijo na nuca, no pescoço e na orelha eram meus pontos fracos, mas sabia, que diferente das outras vezes, eu não podia gemer ou gritar alto, pois a mansão toda estava lotada de convidados e familiares, que vieram para o grande desfile.

Eu estava deitado de lado, de conchinha com Guilherme, sua perna estava por cima da minha e seu braço forte me puxava pela cintura, ele continuava metendo de vagar, meus gemidos saiam igual a miados de gatinhos, quando eu sinto, que finalmente ele havia colocado tudo dentro de mim.

Eu sempre adorei senti-lo dentro de mim, tudo bem que meu noivo é bem fora das proporções suportáveis, mas acreditem ou não, eu sempre dei conta de tudinho, e olha que ele nunca gostou dessa história de só colocar a metade, meu noivo taradão, só se contenta quando eu deixo ele meter tudo. Não vou mentir para ninguém, mas sempre dói muito quando entra pela primeira vez, parece que ele tá me rasgando por dentro... ele também nunca gostou de usar camisinha comigo, diz que atrapalha o seu prazer... mas eu confio no meu homem, afinal, como militar, ele é obrigado a fazer exames com muita frequência, além do mais eu amo sentir cada veia de seu membro grande e grosso dentro de mim, fica pulsando dentro de mim, além de que, é muito quentinho... tem outra coisa que sempre gostei de sentir dele, quando ele me possui... são seus jatos quentes... nossa! Quando ele goza dentro de mim, parece que ele tá me inundando de felicidade... e olha que o homem parece ter duas maquinas de produzir porra entre as pernas, pois é muita gala que sai de uma só vez... se ele fosse doador desse negócio, ele já teria povoado o Brasil todo, por que o meu homem é muito macho! Tá ai outra coisa que me deixa com muito tesão, quando ele só me toca, Guilherme tem um jeitão de macho, todo bruto as vezes, ele exala masculinidade, meu noivo é o que podemos chamar de macho alfa e todas as fêmeas são doidas pra dar pra ele... outro motivo para eu de vez em quando ficar preocupado, a mulherada cai matando em cima, se eu abaixar muito a guarda.

Ontem mesmo no evento, só foi eu dar as costas um minuto, que as maria algemas caem matando em cima do meu homem... fiquei muito puto, ele percebeu! Mas sabe de uma coisa, eu confio muito nele, sei que tudo que ele precisa eu estou dando a ele nesse exato momento, amor, carinho e muito sexo! Eu na verdade não confio é nelas, ainda mais quando a vítima é meu futuro marido, pai de meus dez filhos, – Sim, se depender de Guilherme vamos ter um time de futebol inteirinho - e que já estava mais pra lá do que pra cá, por causa da bebida.

Saiu de meus pensamentos novamente, olho por cima do ombro e falo:

- Amor, pode parar de fingir que está dormindo! - Dou uma risada. – Eu sei muito bem que o senhor está acordado, e seu amigo ali em baixo, está muito animado para quem estar só dormindo! Então abre esses olhos agora e começa a fazer mais gostoso, que se não eu saio, desse jeito tá muito desconfortável!

Guilherme abre os olhos, dar um sorriso safado para Lucas, e fala:

- Ah então meu amorzinho, já sabia que eu estava acordado?!

- Guilherme, eu te conheço e sei que você adora me pegar pela manhã!

Guilherme estava com seu pau todo dentro de mim e não se mexia, eu sei que ele estava esperando meu cu se acostumar com o tamanho, para não me machucar... ele é um bruto às vezes, mas sempre é um bruto carinhoso... se bem que adoro mesmo é sua pegada forte! Sua pegada de macho!

Eu fico todo molinho nos braços dele, é só ele beijar meu pescoço e pronto, já fico com vontade de abri as suas calças e dar uma boa cavalgada no meu puro sangue...

Guilherme olha para mim e fala:

- Amor... Eu já disse que te amo hoje?

- Não amor... você não disse! Respondo sorrindo.

- Pois amor... Eu te amo! Te amo como nunca amei ou vou amar alguém! Ele fala todo romântico, eu sorrio para ele e falo:

- Amor... você não tá falando isso só por que quer me comer... né?!

- Que isso amor! Você sabe que eu te amo... que eu não quero só sexo!

- Mas bem que você, se eu deixar, não sairia de cima de mim... estou mentindo?! Ele dar um sorriso amarelo de menino levado e me olha com um olhar de predador, quando ver a caça que vai ser comida, e fala:

- Ah amor! É que eu não resisto a você, a seu corpo, a seu cheiro, a seus olhos... tudo em você me desperta fome, desejo! Só em pensar em você, já fico logo de pau duro... louco pra entrar em você, sentir você... você é tão quentinho, apertado e macio por dentro Lucas! eu fico louco toda vez que entro em você, que você se entrega para mim por completo...

Eu olho no fundo de seus lindos olhos verdes, e consigo ver todo o amor e a paixão que aquele delegado federal sente por mim... olho depois para sua boca e, de costas para ele o beijo, um beijo lento e apaixonado...

Saiu do beijo e falo:

- Me come bem gostoso... me faça seu.... Todo seu!

Não precisei pedir duas vezes, pois Guilherme sobe em cima de mim, me bota de quatro e manda ver... nossa ele era é incrível, sensacional...

Ele estava em mim, nós éramos um só, eu gemia baixinho para não acordar a casa, mas minha vontade mesmo era gritar pro mundo como aquele homem me fazia feliz, muito feliz...

- Tá gostando meu amor?! Ahhhhhh – pergunta Guilherme enquanto dá estocadas fortes dentro de mim.

- Tô amando... por favor... mais, eu quero mais‼! Ahhhhhhhh‼! Isso Guilherme! Ele começa a empurrar mais rápido e mais forte, e eu gemia cada vez mais alto.

- Tá melhor assim meu amor?! Melhorou pra você?! AHHHHHHHH‼! Que cu gostoso Lucas‼

- É? Pois ele é só seu.... Ahhhhhhh‼! Vai! Vai! Mais! Mais! Mais!

- Toma meu amor! Toma! Toma! Ahhhhhhhhh‼!

- Aiiiiii.... Mais eu quero mais!

Guilherme era tudo o que eu mais queria, amável quando queria e selvagem quando preciso... Ele tava me pegando do jeitinho que sempre gostei... firme e forte! Sempre gostei da forma como ele me faz dele... como ele me mostra que meu corpo, meu coração e minha alma pertencem a ele, assim como cada parte de seu corpo me pertence...

Eu não estava mais aguentando... Meu corpo todo vibrava... pois mais uma vez meu noivo estava metendo e me tocando no pontinho certo... toda vez que ele quase tira e mete de novo seu falo em mim, ele faz questão de massagear a minha próstata com a cabeça de seu pau e isso estava me levando a loucura... não tava aguentando mais.... De repente eu olhei para ele e ordenei:

- Deita que é minha vez‼! Deita logo!

Ele me olha com aquele olhar de lobo faminto e me obedece, mas antes pergunta:

- O que você vai fazer?! Hein meu anjo gostoso!?

- Só deita e observa! Falo ofegante e suado.

Vou caminhando lentamente para cima de meu homem e lhe dou um beijo firme e voraz, ele suspira e se entrega, mordo seu pescoço, seus ombros, dou chupadas fortes em seu peitoral firme e ele geme forte... pego seu pau com uma das mãos, aponto para minha entrada e começo a sentar, confesso que já não doía mais, só sentia prazer, quando finalmente coloquei tudo para dentro, segurei firme em seu peitoral e comecei uma coisa que nunca tinha feito com Guilherme na cama, pois ele sempre me dominava e fazia tudo... mas agora eu estava no controle e ele parecia que estava me olhando com certa curiosidade... foi então que eu falo:

- Preparado meu puro sague?! Que hoje eu quero cavalgar!

- Seu puro sangue está firme, forte e durinho, todo só pra você... vem... vem... cavalga meu modelinho gostoso!

Ai eu fui a loucura, aquele olhar safado dele, aquele sorriso de homem que sabe o que quer, aquela pagada forte na minha bunda, que com certeza iria deixar marcas... Não pensei duas vezes comecei a subir e descer em seu membro, e que membro... eu subia, descia, rebolava, Guilherme apenas segurava forte minha cintura enquanto eu praticamente pulava em seu membro, o barulho de nossos corpos se chocando era incrível e invadia todo o quarto... ele mordia os lábios inferiores e revirava os olhos toda vez que eu parava de pular e apenas rebolava em seu pau, não vou mentir a sensação para mim era tão incrível, tão prazerosa, que quando eu vi já estava com meu corpo todo tremendo, vibrando, enquanto apertava o pau de meu noivo e gozava em sua barriga... não sei o que deu em mim e nele, mas eu podia sentir seus jatos quentes me invadindo com muita força e ele urrando de prazer e desejo... pela primeira vez nós dois gozamos ao mesmo tempo, e a sensação foi indescritível... eu já tinha terminado de gozar, mas ele continuava gozando, parece que não ia parar nunca... Eu desabei em cima dele e ele continuava metendo e gozando, tava muito bom aquilo... Meu homem parecia um bicho no cio, querendo se certificar que a fêmea tinha sido copulada, ele gemia e urrava... até que ele parou...

Guilherme estava suado e eu também, sua respiração era pesada e compassada, ele ronronava enquanto beijava minha cabeça... Seu pau ainda vibrava dentro de mim e eu sentia parte de sua porra escorrendo pela minha bunda. Nossos corpos estavam suados e sujos de meu esperma... Faço menção em me levantar, mas ele me segura firme e fala:

- Não! Fica ai!

Olho para ele, ele estava de olhos fechados... ele ronronava fraco e sua respiração estava mais fraca... abaixo a cabeça e deito sobre seu peitoral... não vou mentir, continuar com ele dentro de mim era incrível, mas se dependesse dele eu ficaria assim o resto do dia. Olho para ele novamente e percebo que ele estava cochilando... meu homem estava cansado depois do ótimo trabalho que fez comigo e eu estava orgulhoso!

Tento me mover mais uma vez, pois já estava apertado e queria muito ir ao banheiro, me levanto de seu peito e me mexo, seu pênis sai de mim e de repente sinto um vazio... me movo um pouco mais, mas ele me segura firme novamente mete seu pau em mim e resmunga:

- Não! Fica ai! Tá muito bom... fica quietinho quero dormi!

Me movo olho para ele cochilando novamente, mas ele me segura firme e fala:

- Porra Lucas, quero dormi um pouco mais amor! Fica quietinho, tá tão gostoso dormi sentindo você por dentro...

Me enfureço, pois já tava quase me mijando, me levanto de uma vez, e falo:

- Ah tá gostoso para você, por que não é você que tá pra se mijar! Eu vou no banheiro, e vou agora! E você... se quiser continuar dormindo, boa noite! Pois eu tô indo‼!

Me ergo e saio de cima dele, seu pau escorrega para fora de mim e fica apontando para o teto, ele resmunga alguma coisa que não entendo, fico de pé, ele segura meu travesseiro, o abraça e cheirando volta dormi, quando ele se vira eu acabo vendo meu homem nuzinho, do jeitinho que veio ao mundo, e olha, eu tenho muita sorte, por oh homem meu Deus! Mas eu estava furioso com Guilherme, pois nós tínhamos acabado de transar e ele se quer me falou uma palavra de carinho, eu rebolo em cima do safado, ele me come feito um bicho e depois dorme... só dorme... ai que raiva‼! E pra piorar, ainda queria me comer de novo... sem nem ao menos me dizer um, "Eu te amo", ou mesmo "Amor"... estava de pé, olhando aquele safado tentado transar com meu travesseiro, quando de repente ele beija o travesseiro e fala dormindo:

- Eu te amo meu garoto! Eu te amo para todo sempre.... Vou te amar para sempre...

De repente a vontade de ir ao banheiro passa, eu deito lentamente na cama, puxo o travesseiro que ele tentava penetrar fico no lugar... ele me segura firme pelo meio e, quando me espanto já estou sendo invadido por seu pau e sendo comido de bandinha, e o mais incrível, ele estava dormindo, metendo e falando o quanto me amava...

Transamos até que eu gozo e ele goza novamente... ele já estava dormindo, então fui eu quem caiu no sono, de tão cansado que já estava... eu dormi com ele dentro de mim, de conchinha, com ele me abraçando e falando as palavras de carinho que tanto queria ouvir... tá ele tava dormindo, mas no fundo eu sabia que tudo que ele falava era real, pois ele provavelmente estava sonhando fazendo alguma safadeza comigo... até nos sonhos meu homem é um tarado, safado...

****

Acordo e quando o procuro na cama, ele não estava mais lá, sento na cama, sinto uma dor na minha bunda, pois sempre que transavamos sem lubrificante eu ficava meio dolorido... Olho por todo o quarto, mas não o vejo...

Levanto, sigo para o banheiro e também não o encontro... acho que ele já havia descido. Tomo um bom banho, escovo os dentes, visto uma das muitas roupas que minha vó trouxe da comunidade e desço, quando olho para o relógio do meu celular vejo que já são mais de três da tarde. Vou não cozinha, mas não vejo ninguém... Ouço um barulho no lado de fora da casa, saio, quando chego na área do jardim, vejo que tudo da festa da noite anterior já havia sido desmontado e levado, nem parecia que ali havia tido uma grande festa.

Sigo em direção a área da piscina e vejo todos sentados em espreguiçadeiras e ou mesas ao redor da piscina.

Estavam todos ali, Marrie, minha mãe, minha vó, Jojô, Carolzinha, Camille, Pierre, Amanda, Gaby e Gustavo... Maria, a babá de Guilherme estava lá, servindo algumas coisas. Gaby me ver e grita:

- Olha tia Marrie! Olha lá! É o anjo! Ele acordou! Ele acordou!

A menina corre em minha direção e me abraça pela perna, eu beijo em sua testa e falo:

- Ei minha bebê, você tá bem melhor, não é?! E cadê seu pai?!

- Papai foi pro trabalho... mas me deixou aqui, pois eu disse que queria muito dar um abraço em você e agradecer por tudo que você tá fazendo por nós... sabe anjo, mamãe falou que você seria o meu anjo da guarda para sempre...

- É mesmo?! Pergunto.

- Sim‼‼ - ela me olha e toda alegrinha fala: Agora eu vou para piscina, pois nunca tinha estrado numa, sabe anjo, é muito bom e tia Marrie e Tia Lígia me deram sorvete...

Gaby corre toda alegre para a piscina e dar um pulo, ela usava aquelas boias nos braços e minha vó estava bastante atenta, me aproximo um pouco mais e Camille corre para me abraçar.

- Parabéns Cherri! Je sue magnific!

- Merci mademosele!

Ela me solta, e com seu sotaque francês fala:

- Vem! Vamos almoçar... você deve tá morrendo de fome... depois dessa manhã! Eu olho para ela e fico um pouco vermelho, entendendo minha repentina timidez, ela volta sorrindo, se aproxima dos meus ouvidos e fala:

- Não se preocupe Lucas, é que eu durmo no quarto ao lado do de vocês... então não teve como não ouvir entende? Ela pisca para mim e se afastando pergunta:

- Onde vocês arrumam tanta energia monsieur?!

Ela sorri e se afasta, mergulhando na piscina para brincar com Gabizinha...

Eu me aproximo da mesa onde estavam minha mãe, Maria, Amanda e minha futura sogra, elas olham para mim e eu já sabia, pelos olhares, que elas também deviam ter ouvido tudo... faço como Jojô me ensinou uma vez, faço cara de paisagem e sento... elas graças a Deus não falaram nada, Amanda se aproxima de mim e sorrindo sussurra em meu ouvido:

- Que fogo hein?! Nem comigo Guilherme fazia ou falava aquelas coisas... Você domou o homem mesmo né?!

- Oi? – Olho para ela como se não tivesse entendido nada. Ela sorri para mim e puxando meu braço, fala:

- Venha aqui rapidinho Lucas!

Sai me puxando, ela senta numa mesa afasta e eu me sento de frente para ela, ela tira os óculos de sol e me encarando, fala:

- Olha Lucas, eu... eu... queria pedir desculpas... desculpas por todas aquelas palavras ruins que lhe falei a alguns meses atrás... é que eu me sentia traída, trocada.... Entende?! E você deve entender que não é nada fácil ser trocado por outra pessoa... Só queria pedir desculpas por tudo, durante esse tempo que passei nos Estados Unidos e na Europa eu pensei muito... e no fundo eu descobri que eu nem amava mesmo Guilherme, que no fundo eu queria era outra coisa.... Sabe Lucas, nós nunca seriamos felizes juntos... porque no fundo nem eu o amava e muito menos ele me amava, também... Mas eu vejo a forma como ele te olha, te toca, te beija... Nunca vi Guilherme desse jeito, o homem tá de quatro por você... Me diz ai, qual o segredo?! Que eu tô de olho num gatão loiro que conheci ontem... Sabe o nome dele é Rafael, pai daquela garotinha ali... nunca gostei muito de criança Lucas, mas aquela menininha ganhou meu coração... e o pai dela então... vai ser gostoso lá no meu apartamento, o bofe tem um jeitão de macho bruto que me deixa maluca!

Eu olho sério para ela... ela parecia está sendo sincera... não gostei muito do jeito que ela falou do meu Rafael, pois ele é um cara legal... mas já sofreu muito... não merece que Amanda só o use, como um objeto de seus desejos sexuais. Então falo:

- Olha Amanda... perdoar eu te perdoo... mas tem uma coisa que quero lhe pedir...

- Obrigado Lucas por seu perdão... desejo de verdade que você e Guilherme sejam felizes! Mas o que você queria me dizer!?

- Rafael, o homem de quem você se referia, ele foi meu guarda lá na Fundação Casa, foi ele que me salvou da morte, quando os outros garotos queriam me estuprar e acabaram me espancando...

Ela me olha espantada e pergunta:

- Nossa! Isso realmente aconteceu?!

- Sim Amanda, aconteceu e se não fosse Rafael, eu provavelmente estaria morto agora!

- Nossa Lucas... eu realmente sinto muito! Ela pareceu sincera, na verdade ela parecia ter se tornado outra pessoa...

- Mas e ai, o que você ia me falar dele?! Ela pergunta curiosa.

- Olha Amanda... o Guilherme não gosta muito dele... e você deve ter percebido, sabe por que?

- Sim eu já tinha visto isso, mas não entendi o real motivo... Por que Guilherme não gosta dele?

- Porque ele acha que Rafael é apaixonado por mim! Que ele se apaixonou por mim lá na detenção!

Amanda arregala os olhos e pergunta:

- Ele já te falou isso?! Que te ama?!

- Não! Mas o jeito que ele me olha, o jeito que ele cuidava e cuida de mim... o jeito que ele me toca...

- Nossa... como você tem sorte... os dois homens mais gato da festa, apaixonados por você... Amanda parecia desapontada.

- Mas olha Amanda... Eu preciso saber, você está apaixonada por ele?! De verdade?!

Ela levanta a cabeça de uma vez e fala:

- Eu não! Eu só sentir foi tesão mesmo... além do mais você acabou de me falar que ele é só um guarda de prisão infanto-juvenil! E eu preciso de alguém que me dê duas coisas essenciais: Fama e Dinheiro! Ela rir e me olha...

- Sério?! Você não tem vergonha de falar essas coisas Amanda!

Ela rir e fala:

- Olha Lucas, sempre fui muito sincera... prefiro ser assim... afinal só amor não paga contas e nem compra vestidos de quarenta mil dólares!

- É isso é verdade... mas e o amor!? Você não pensa em amar... você é tão linda, talentosa, dedicada e profissional... -Tá eu tinha que elogiar, pois Amanda pode até ser uma interesseira, mas pelo menos ela sempre foi sincera e acima de tudo, ela sabe ser profissional, pois muitas das coisas de passarela e foto que aprendi anteontem, fora ela que me ensinou... Camille me ajudou muito, mas ela foi o meu divisor de águas.

- Oh! Muito obrigado Angel Leão de Albuquerque! – Ela me olha de cima a baixo e fala – Sabe, nunca pensei no amor... mas ninguém nunca foi tão legal comigo, sem querer algo em troca, como você foi agora comigo! Muito obrigada Angel! Eh... Guilherme tem muita sorte mesmo....

Amanda fica de pé e sai, mas de repente ela olha para trás, retira os óculos mais uma vez e me olha de um jeito estranho... sorri, vira de costas, pulando na piscina...

Volto para mesa, recebo os parabéns de Maria, baba de Guilherme, e dos demais, até de Gustavo, que também desfilou ontem... Será que como Amanda, ele também tinha mudado.

Marrie me olha de cima a baixo e fala:

- Você tá mais radiante essa tarde meu lindo! Parece até que viu passarinho verde!

- Acho que ele viu mesmo foi um bofe escândalo chamado Guilherme Leão em sua cama minha diva! – Fala Jojô fazendo todos ali sorri e me deixa vermelho de vergonha – Isso ai minha diva é cara de quem passou a noite na safadeza revirando os olhos! Ele fala novamente.

- João Carlos‼‼ Pare com isso, meu filho não faz nada disso seu imoral! Minha mãe briga com Jojô, que olha para minha cara, dar um sorriso safado e já saindo para dar um mergulho na piscina, grita:

- SABE DE NADA A INOSECENTE‼! Pula na piscina e minha mãe olha sério para mim, abaixo a cabeça e Marrie me salva:

- Vamos mudar de assunto! Aliás, Lucas, hoje a noite você vai fazer presença VIP na reinauguração de uma importante e badalada boate!

- Oi?! Presença o que? Pergunto olhando sério para ela. Ela sorri, olha para mim e fala:

- Sim meu anjo presença VIP, você vai até a festa entra, tira fotos com os convidados, se diverte um pouco e depois sua mãe recebe o cheque!

Ela olha para minha mãe, e esta fala:

- Olha meu filho... o contrato já está fechado... mas se você não quiser ir a gente devolve o dinheiro!

- Mas, Lucas, pense bem... são quase dez mil reais... só pra você se divertir! Além da bebida e da comida de graça! Fala Camille, me olhando.

- E se eu não for?! Pergunto.

- Como já ouve muita divulgação sua e muita gente famosa e não famosa já confirmou a presença caso você for... além da imprensa que pelo visto adorou você... nós teremos que pagar vinte mil reais de multa pela quebra do contrato! Fala Marrie, Jojô se aproxima e reitera:

- Olha meu amigo ela está certa... mas além dessa grana toda, que nós vamos ter que desembolsar, aliás você vai desembolsar... O amigo de Marrie e de seu sogro, Fernando, vai deixar de ganhar e o pior terá sua casa quase vazia no grande dia da inauguração dele... você sabe que esse negócio de celebridade ajuda na divulgação e lotação do local... O cara já até encomendou nossa limusine! Acredita?! É sua mãe confirmar que todos nós vamos...

- Nossa! Isso é mesmo verdade Marrie?! Ele é mesmo seu amigo?!

- Sim meu lindo.... Por isso disse que falaria com você... e por isso disse para sua mãe assinar o contrato, pois achava que você não negaria esse favor a sua futura sogrinha... Marrie fala manhosa e pergunta novamente:

- E então... Aceita?!

- Simmmmmm...

Jojô olha para todos e grita:

- Meninas... preparem seus vestidos, que eu vou preparar meus saltos... hoje nós vamos beber até cair‼! Uuuuuuuiiii‼ ele se joga na piscina e todos correm para abraça-lo, até Amanda... pois é eles estavam se dando bem, eu nem tava acreditando naquilo!

Olhei para minha sogra e falei baixinho:

- Você sabe que nós temos um problema nessa história toda, não é?! E o nome dele é filho...

Ela me olha séria e fala:

- Vocês ficaram essa manhã... certo?! Ela pergunta e eu fico vermelho. Mas falo:

- E o que isso tem haver?!

Ela sorri e fala:

- Lucas se meu filho for igual ao pai, como eu sei que é... você hoje pela manhã, já fez setenta por cento do serviço, para ele não implicar com sua ida a festa e, convencê-lo a ir junto‼!

- Como assim?! Pergunto curioso.

Ela sorri para mim e junto ao meu ouvido sussurra:

- Sabe, Lucas, toda vez que eu quero convencer o pai de Guilherme, que sempre foi muito ciumento, igual ao filho, a fazer alguma coisa que queria muito... a gente fazia amor e ele acaba sempre cedendo... e o meu filho mais velho é cópia fiel do pai... Mas eu sei que você já sabe disso não é?! Marrie se afasta e sorri, então fala novamente:

- Estou mentindo?!

Eu apenas balanço a cabeça em negação, pois de fato, já tinha percebido que Guilherme na cama era o mesmo que Guilherme no papo... dou um sorriso e ela percebe...

Saímos da piscina pouco tempo depois, pois já se passava das cinco e meia da tarde e a tal limusine viria nos buscar as oito, pois a festa de inauguração ocorreria neste horário.

Iriam para essa festa, Marrie, minha mãe, como minha responsável legal e empresaria, Jojô, como meu assistente pessoal, Amanda, que fez questão de ser a minha acompanhante oficial, Camille acompanhando Gustavo e Rafael, que minha sogra convenceu ir como seu acompanhante, já que meu sogro detesta esse tipo festa e música, além de não ficar nada bem um juiz de renome bêbado na balada... Só faltava eu convencer o meu noivo, que Maria falou que tinha ido resolver uma emergência de uma investigação importante na delegacia... Fomos para o atelier de Marrie e ela e as meninas me ajudaram a escolher a roupa que eu usaria.

No fim, cada uma das mulheres, escolheram vestidos da própria coleção que Marrie lançaria na próxima coleção primavera-verão... já eu usaria uma calça social skine, muito apertada na região das minhas coxas, uma camisa social da Armani, um blaser preto da Channel, e um sapato social que ganhei da Louis Vuitton, enfim tava vestido para matar e com certeza meu visu custava uma pequena fortuna avaliada em mais de cinquenta mil reais, Marrie me deu um relógio de marca, que era um dos meus patrocinadores e o coloquei, o negócio valia mais de dez mil reais, fui para o quarto, pois já se passavam das seis e meia quando todo escolhemos as nossas roupas.

A pequena Gaby, ficaria com minha vó e meu sogro, que ela já chamava de vó Lucena e ele de vovô Marcus... Ele ficou encantado com a menina e não largava dela... ela claro, tava adorando, pois nunca tivera alguém para chamar de avô e avó e que tanto lhe davam atenção...

Passei pela sala e lá estavam os dois no chão brincando com a pequena Gaby... ele me olha, sorri e pergunta:

- Vai a festa também Lucas?!

- Sim! Eu vou... tenho que cumpri com o contrato, sabe?!

Ele me olha e fala:

- Sei como é que é! Marrie também era cheia desses contratos quando a conheci e ela ainda era uma modelo famosa.... Ele me olha de novo e pergunta:

- Meu filho sabe?! Ele vai junto?!

- Não ele ainda não sabe... mas quando ele chegar vou falar com ele... ele com certeza vai aceitar! Não acha Dr. Marcus?!

- Olha.... Acho que vai sim! Meu sogro fala pensativo.

Subo para nosso quarto, tomo um bom banho relaxante de banheira, saio, passo hidratante por todo corpo, me perfumo todo, com o perfume que ele gosta... e começo a me vestir a medida que vou pensando em uma forma de convencer ele... Será que Marrie tá certa, que é só fazer amor com ele, que ele vai concordar?! Fico pensando...

De repente ele entra no quarto, olho pelo reflexo do espelho e o vejo vestido em uma calça jeans, uma camisa social, com as mangas dobradas e aquele colete que os policias da Policia Federal usa e seu distintivo pendurado no pescoço... Ele me ver, já tava ajeitando os últimos detalhes da minha roupa, quando ele chega por traz e me abraçando fala em meu ouvido, enquanto me cheira:

- Isso tudo é só pra mim meu amor?

Seu pau já tava duro e eu o sentia me roçando na bunda, já sabia o que ele queria, mas não deixaria, pois senão demoraria muito, além de eu ter que tomar um novo banho e ter que me arrumar novamente... Viro de frente pro meu noivo, puxo ele até a cama, deito ele lentamente, ele já tava tirando o colete e desabotoando a camisa, joga as duas pistolas no chão e me agarra.

- Já tava com saudade desse corpo gostoso! Ele fala e sua camisa já estava aberta expondo seu corpo todo malhado, deito em cima dele, cheiro seu pescoço, o beijo forte e falo:

- Amor... queria muito falar uma coisa com você...

Ele me olha e já abrindo o zíper da calça, fala:

- Depois você me fala! Agora vem, que eu tô morrendo de saudades de você! Ele aperta minha bunda forte. Eu olho em seus olhos e falo:

- Não amor... tem que ser agora! Ok?! Ele me olha sério, se senta na cama e eu já via seu membro duro para fora da calça jeans. Ele me beija e pergunta:

- O que você quer me falar?!

- Olha meu amor... como você sabe... eu agora sou... modelo... e... uma de minhas funções é ir a lugares...

- Como assim ir a lugares?! Ele me pergunta sério.

- Vou direto ao ponto! Guilherme minha mãe e sua fecharam um contrato de trabalho para mim hoje e eu tenho que ir, pois se não pagarei uma multa!

Ele sorri e fala:

- Tudo bem amor... você pode ir... tire as fotos rápido, e me diga a hora, que vou lhe buscar?! Ok!?

- Não é uma sessão de fotos... Falo apreensivo, ele levanta uma sobrancelha e pergunta desconfiado:

- E é o que?!

- É a inauguração de uma boate! Pronto falei!

Ele arregala os olhos, fica meio vermelho, coloca o pau dentro da calça, se levanta e fala:

- Não você não vai! De jeito nenhum eu vou deixar você ir numa boate!

- Mas sua mãe, a minha e todo os nossos amigos vão... até o Rafael vai! Tento convencê-lo. Ele me olha com fúria nos olhos e fala ríspido:

- Agora mesmo é que não vai! Pode tirar essa roupa... você não vai!

- Mas amor é meu trabalho, e você pode ir junto... vamos amor... vamos comigo... tem até limusine para gente! Nunca andei em uma! Vamos! Me aproximo dele.

Ele me olha nervoso e fala:

- Não! Eu não vou e você também não vai... eu pago a multa é só me dizer quanto é!

- Mas Guilherme! Por que você não quer que eu vá?!

- Não quero nenhum marmanjo babando em cima do que é meu... ele olha para mim de cima a baixo.

- Ah, então tá explicado o motivo... você não quer deixar eu ir por que tá com ciúmes! É isso Guilherme, ciúmes?! Pergunto nervoso. E ele grita:

- É! É CIUMES SIM... E VOCÊ NÃO VAI... FIM DE CONVERSA... TIRE ESSA ROUPA E VENHA DEITAR...

Ele se deita na cama, e aquilo me sobe a cabeça me dando uma raiva descomunal, eu então falo:

- OLHA AQUI SEU GUILHERME LEÃO DE ALBUQUERQUE, EU VOU PRA ESSA FESTA SIM! E SE VOCÊ NÃO QUER IR... PROBLEMA SEU! POR QUE EU JÁ FUI...

Dei de costas e sai do quarto batendo a porta com força... desço as escadas e já estão todos lá embaixo, paro e vejo todos me olhando sérios... meus olhos já estavam marejados, mas eu engolir as lágrimas, desci e falei:

- Cheguei ao foyeur, onde todo mundo perde os bons modos e começam a te encarar?! Vamos gente, já são quase oito horas! E não podemos chegar atrasados pois esse é meu trabalho! Termino de falar e Gaby que ainda estava na sala brincando com minha vó e meu sogro, corre e me abraça, eu retribuo o abraço e lhe dou um beijo de boa noite, ela abraça o pai dela e fala:

- O senhor também vai paizinho?!

- Sim minha querida...mas não se preocupe, pois vovô Lucena vai cuidar muito bem de você até eu voltar, tudo bem?!

Ela sorri e fala:

- Tudo bem papai... mas mamãe mandou você proteger o anjo, alguém muito ruim quer lhe fazer muito mal hoje... cuida dele papai! Cuida dele!

Todos ficaram em silencio com a declaração da criança... seu pai ficou de joelhos e abraçando, falou:

- Não se preocupe meu bem... pois eu juro que vou protegê-lo! Ela retribui o abraço e fala:

- Agora eu vou ficar menos preocupada! E anjo... - Ela olha para mim – toma muito cuidado na volta para casa! Ela me abraça e chora. Eu seguro em seu rostinho e falo:

- Não se preocupe, lá tem muita gente para me proteger... Saio do abraço e olho para minha mãe e minha avó, que já estavam com um olhar preocupado... até Marrie parecia incomodada com a revelação da pequena...

Meu sogro aparece de repente e pergunta:

- Cadê Guilherme?! Eu o vi subindo... ele ainda está se arrumando?!

- Não Dr. Marcus... ele não está se arrumando... pois a propriedade dele resolveu que vai sim ao evento, mas ele não quis ir juntos, pois acha que vão me comer se olharem para mim... Me desculpa pelo mal jeito aqui na sua casa, mas é que seu filho pensa que sou sua propriedade particular, isso agora que só somos noivos... imagina depois que nos casarmos, ele vai construir uma torre e me botar preso nela, só pode...

- Desculpas peço eu Lucas, mas é que meu filho te ama tanto, que ele tem medo de te perder... é só isso... vai para seu trabalho... volte e amanhã vocês conversam com mais calma, tudo bem?!

- Tudo! Muito obrigado por me compreender Dr. Marcus!

- Tudo bem! Agora vão... pois acho que já estão atrasados... Meu sogro fala e se despede da mulher lhe dando um beijo.

Todos começam a sair, eu sou o último, olho para o topo da escada e o vejo me olhando de longe... ele ainda tava só de calça e parecia que estava chorando, pois seus olhos estavam vermelhos e inchados... abaixo a cabeça e saio da mansão, quando chego lá fora, vejo uma limusine enorme e preta, ela era linda...

Todos já estavam dentro, entro e o motorista dá a partida...

****

*Por Guilherme

Eu tinha acabado de ter uma briga séria com Lucas, eu havia chegado e ele tava todo lindo se arrumando... fiquei logo feliz, pois depois desse dia cansativo de investigações, pensei que ele e eu teríamos uma noite só nossa, como hoje pela manhã. Mas não, eles estava se arrumando para se mostrar para os outros e o pior era que ele estava todo lindo... não aguentei, ele veio até mim, todo carinhoso, fiquei até animado, mas logo ele me fala.

Eu disse a ele que não, que ele não iria, disse para ele retirar aquela roupa, para ele vir para cama, retirei parte da minha roupa, pois sabia que meu garoto não resistia a meu corpo, mas daquela vez não funcionou. Eu me estressei e ele também... Nunca tinha visto meu menino daquele jeito antes, ele estava furioso e com meu ataque de ciúmes, ele só ficou mais chateado, saiu e bateu a porta.

Ele desceu, fiquei um pouco chateado com a atitude de Lucas me desafiando, ele sempre foi tão calmo, bom e gentil... ele sempre me obedeceu, sempre foi carinhoso comigo, mas agora, desde que ele começou com essa história de ser modelo, que ele começou a mudar, e o pior de tudo, que minha mãe e minha família tava toda apoiando ele nessa história toda... Sinceramente nunca quis que ele fosse modelo, queria mesmo era que ele voltasse a estudar, terminasse os estudos e entrasse numa boa faculdade de medicina, pois esse era e sempre fora seu sonho... queria também que ele fizesse logo seus dezoito anos, pois a coisa que eu mais queria era logo me casar com meu anjinho, comprar uma casa bem grande pra nós e encher ela de filhos... ele sempre soube que esse é o meu maior sonho, casar, ter uma casa grande e um montão de guri me chamando de pai e, claro com ele do meu lado, me ajudando a criar e educar nossos meninos...

Lucas não sabia, mas a alguns dias eu andei visitando alguns orfanatos e lares de adoção, já havia falado com algumas freiras e até assistente social, queria logo agilizar tudo, para que depois do nosso casamento e lua de mel, nós já começássemos a correr atrás de nossos filhos, eu já tinha falado para as irmãs, que era onde eu mais ia, um lar de freiras que cuidava de crianças e jovens, para demonstrar meu interesse... já até tinha algumas crianças em mente e estava muito animado, pois a criançada me adorava... As freiras sabiam de meu relacionamento com outro homem, mas não se importavam com isso, elas queriam mesmo era que cada uma daquelas crianças pudessem ter um lar, uma família que as amassem, não importava para elas se era uma família de homem e mulher, mulher e mulher ou mesmo homem e homem, elas estavam mesmo era interessadas na felicidade daquela meninada.

Eu fiquei feliz com essas memorias e com toda a possibilidade de felicidade ao lado do amor da minha vida e nossos filhos... foi ai que cai na real, corri até a escada, mas parei pois ouvir toda a indignação de Lucas a respeito desse meu maldito ciúmes.... Mas ele tem que entender, ele é lindo demais e todo arrumado daquele jeito, os lobos e até as lobas iam cair matando, pois ele estava todo lindo, mas o pior de tudo... ele tava ficando muito famoso... e eu sabia que muita gente ruim e interesseira iria se aproximar dele e o pior, se interessar por ele, apenas para aparecer ter alguns momentos de fama ao lado de meu noivo lindo...

Lucas é muito ingênuo, tem o coração puro, não ver maldade nas pessoas, para ele todo mundo é bom... ele nem percebe meu tio comendo ele com os olhos, meu irmão, Rafael e até Amanda, que parecia odiar ele, resolveu tirar uma casquinha de meu garoto... Mas eu não deixaria, fico sempre de olho, marcando serrado, protegendo meu território dos abutres e gaviões.

Até no meu trabalho, quando cheguei, encontrei o meu pessoal todos reunidos na sala de reuniões e investigações coletivas, segurando um monte de jornais e revistas, onde o meu Lucas aparecia em manchetes de destaque, pois é o rosto de meu noivo estava estampada em todas as revistas importantes de moda e fofoca do país, todos queriam saber da vida dele, de onde veio, como fora descoberto pela grande empresaria Marrie Bourbon, com namorava, quais seus segredos.... Enfim, era uma mistura de felicidade e ciúmes no meu peito, pois seu rosto estava estampado em outdoors por toda Rio de Janeiro, não como Lucas Araújo, mas como Angel... ninguém conhecia Lucas, só aquele garoto sexy vestido de anjo e pegando fogo na passarela...

Entro na sala e Luiz Paulo, meu melhor amigo e subdelegado federal desta unidade, veio todo sorridente e com um iPad nas mãos, ele mexe no tablete e logo um mine telão desce e ele abre o Youtube, mostra o vídeo oficial do meu noivo desfilando todo vestido de anjo... o vídeo termina e todos batem palmas e olham para mim. Todos me dão os parabéns pelo sucesso de meu namorado, confesso que fiquei todo orgulhoso, mas depois que um de meus amigos falou:

- Cara, agora eu sei porque você tá ai de quatro por esse garoto... o cara é muito lindo... parece um anjo... Até eu que sou hetero pegava... que bunda é aquela cara!?

Não aguentei dei um soco em Arnaldo, que ele caiu, Luiz entrou na frente... Jessica ajudou meu amigo se levantar, ele olha para mim, e fala:

- Desculpa ai cara, não quis ofender... só queria elogiar... foi mal!

Jessica deu tapão em sua cabeça e falou:

- Otário! Da próxima vez sou eu que vou quebrar essa sua cara de viado incubado, se falar de Lucas assim na minha frente!

- Tá desculpa ai! Foi mal mesmo...

- Cara, você é mesmo um idiota sabia? Você gostaria de qualquer um de nós falando da bunda de sua mulher?! Luiz Paulo repreende Arnaldo, e fala novamente:

- Agora cai fora! Vai preencher aqueles relatórios, quero eles até as cinco na minha mesa! Anda...

Arnaldo sai, ficando apenas eu e outros policiais. Um deles se aproxima de mim com uma revista de moda e fala:

- Guilherme, sem querer parecer inconveniente, mas já sendo... é que minha filha mais velha, tá fazendo faculdade sabe? É faculdade de moda... e ela assistiu esse vídeo já um milhão de vezes e tá louca pra conhecer o trabalho de seu... é de Lucas ou melhor de Angel, sabe nunca vi minha filha e suas amigas tão fascinada por um modelo, como ficaram por esse garoto... então... eu disse a ela, que você, o delegado encarregado pela delegacia onde eu trabalho... era noivo dele... me desculpe, não queria expor sua vida pessoal Guilherme, mas sem querer acabei falando... mas quando ela soube disso, quase pirou, então fui obrigado a trazê-la aqui para conhecer você, pois se não ela acabaria me enlouquecendo...

Em resumo, conheci a tal garota, que tinha dezenove anos, e vestia roupas da marca de minha mãe e uma camiseta com o rosto de Lucas. Ela ficou toda eufórica com a possibilidade de conhecer pessoalmente meu garoto, seu nome era Michele, ela me deu revistas com fotos dele e pediu que eu levasse uma blusa sua para que Angel, quer dizer, Lucas a autografasse...

Ela foi embora, todos me deram parabéns por causa de Lucas e quando estava sozinho, assistir a todos os vídeos dele na internet, era incrível, que em menos de vinte e quatro horas, seus vídeos já tinham milhões de acessos e views...

Jessica e Joanna vêm em minha sala me parabenizam por tudo, falo a ela de meus ciúmes e elas me pedem para ter cuidado, pois eu poderia acabar magoando Lucas, já que eu já sou um adulto e ele é ainda só um adolescente... reflito sobre isso e elas me entregam relatórios acerca das investigações sobre um imenso carregamento de drogas, que estava vindo da Colômbia e que seria levado em comboios até a favela da Rocinha, justamente na área protegida por Fernandão, chefe da milícia que comandava aquela área... uma área muito grande diga-se de passagem. Mas tinha uma coisa que não tava batendo dentro daquela investigação toda... Pois Thaynara, a delegada civil responsável pelas investigações junto a PF, e minha ex-namorada, tinha me falado que a quase dezesseis anos, que aquela área da Rocinha estava livre do tráfico de drogas... de acordo com dados da inteligência e investigações de Thaynara, desde que o tal Fernandão assumiu o morro, era proibido a venda de drogas no local e que ele sempre foi muito severo com traficantes, nunca permitiu que nenhum fizesse esse tipo de serviço em seu morro, e os poucos que tentavam implantar o narcotráfico lá ele botava pra correr ou matava... Thaynara também me falou, de uma sub-liderança, alguém que mandava no morro junto com o tal Fernandão, só que ela ainda não sabia seu nome...

Mas o fato é que, das poucas vezes que Thaynara prendera Fernandão era por causa de desaparecimento de algum bandido, por causa do uso de arma por seus comparsas no morro...

Ela sempre o soltava, pois de acordo com a mesma não tinha provas suficientes... mas no fundo eu sabia que ela não o prendia, pois de acordo com a mesma, graças a mão de ferro do cara, mesmo do jeito torto dele, aquela parte do morro tinha creches, escolas e até postos de saúde, todos abertos e funcionando... ela também me relatara, que o tal Fernandão tinha ódio de traficante... mas os cara das áreas ao redor sempre o respeitaram, pois ele não permitia a venda na sua área, mas os caras eram livres para fazer as coisas deles em outras áreas...

Isso tudo tava martelando na minha cabeça e na dela... mas eu investigaria isso mais a fundo... sozinho e de uma forma indireta, meu relacionamento com Lucas, me ajudaria a entrar e a sair daquele morro... seria uma questão de tempo...

Já estava no meu quarto, quando alguém bate na minha porta e me retira de minhas reflexões... Olho para o relógio no criado mudo e vejo que já se passaram uma hora desde a saída de Lucas para a tal boate, uma raiva sobe novamente em minha cabeça e falo ríspido:

- Pode entrar, está aberto!

Meu pai entra e fala:

- Queria conversar com você... Será que esse pai velho, pode conversar com seu filho cabeça dura?!

- Ah pai... se o senhor veio me dar lição de moral e ficar do lado de Lucas, pode ir embora! Não tô afim de brigar com o senhor também!

Meu pai fecha a cara e fala:

- Fasta pra lá moleque! Eu ainda sou o seu pai e você o meu filho, então me respeite... se não eu lhe dou uma boa surra de cinto pra você aprender‼!

Meu pai estava sério e eu sabia que ele falava a verdade, pois quando eu tinha dezessete anos, ele me deu uma das maiores surras da minha vida, quando Maria achou um saquinho de maconha no bolso de minha calça... até hoje minhas costas doem, pois o velho tinha a mão pesada! Minha mãe não fez nada, pois no fundo ela sabia que ele estava certo e se metesse, eu apanharia mais... Sabe minha mãe sempre conta das raízes nordestinas de meu pai, e que ele sempre foi um grosso mal educado, mesmo depois de formado... mas que aquele jeitão dele foi o que a fez largar a Europa e casar com meu pai, que ao contrário dela, nem sempre foi rico, na verdade era muito pobre...

Ela diz que sou a cópia fiel dele, cabeça dura, ciumento, grosso, tarado e esquentadinho... Ela sempre me falava, que se dependesse de meu pai, ela até hoje estaria dando filhos a ele... pois o sonho dele era igual o meu, ter uma penca de filhos... mas que depois de Gustavo, por causa de algumas complicações no parto, era recomendável que ela não tivesse mais filhos...

Meu pai senta do eu lado e olhando sério para mim, fala:

- Você vai cometer o mesmo erro que seu pai meu filho?! Me diga?!

Olho para ele sem entender nada do que ele falou, levanto uma sobrancelha e falo:

- Como assim?! Do que o senhor está falando?

- Olha Guilherme... eu quando era um pouco mais jovem que você, me apaixonei por sua mãe, enquanto trabalhava para agencia de modelos da qual ela fazia parte naquela época, você já conhece bem a história, você sabe também que eu era só um auxiliar de serviços gerais, que veio fugido da seca do nordeste para consegui uma vida mais ou menos aqui no sudeste do pais... mas ai eu consegui esse emprego... conheci o mundo de sua mãe... ela ainda não trabalhava naquela agência, mas ainda assim, mesmo sendo um pobretão, seu pai ainda traçou algumas daquelas modelos que passavam ou trabalhavam por lá... Nunca te disse isso, então se você falar alguma coisa para sua mãe, eu vou dizer que é mentira!... Mas ai eu conheci aquela francesinha loira, olhos claros, não falava nada de português e me apaixonei logo de cara... E como eu era um faz tudo lá dentro, fazia de tudo para agradar sua mãe, levava café, aqueles lanches esquisitos que até hoje ela come para não engordar, todo mês gastava boa parte de meu salário para compra as flores preferidas dela, Girassóis, ela amava... ninguém na agencia, sabia de nosso contato, pois eu poderia perder meu emprego... começamos a sair e você sabe, logo começamos a namorar escondidos...

- Mas ai teve o dia que ela ficou sozinha comigo, nós não aguentávamos mais, nos amávamos muito, então ali, nos sofás daquela agencia, tarde da noite, eu e sua mãe nos amamos pela primeira vez...

- Algumas semanas se passaram e sua mãe começou a passar muito mal durante as sessões de fotos, ela vivia enjoada, com um apetite por comidas estranhas e tinha ganhado peso rápido.... Não sabíamos ainda o que era, mas ai foi que aconteceu... seus avós sabendo da suposta doença da filha vieram para o Brasil, e logo todos na agencia descobriram que Marrie estava gravida...

- Ela com muito medo, veio até mim e disse que o filho que ela esperava era meu, e no fundo eu sabia que era verdade, pois sua mãe ainda era virgem quando a tive pela primeira vez, inclusive ela havia engravidado de você na nossa primeira noite de amor...

- Com o tempo a barriga dela foi crescendo, e eu estava explodindo de felicidade, pois sempre foi meu sonho ter um monte de filho... até os pais dela aparecerem com ela na minha casa, que era muito pobre na época e falar que levaria a filha para ter o neto deles na Europa.... Eu fiquei maluco com a possibilidade de perder sua mãe e você para sempre... seus avós não gostavam de mim no início, pois era pobre e não poderia nunca dar uma vida para a única filha mulher deles...

- Eles foram para a casa onde eles estavam morando... e os segui... já estava com um plano na cabeça... Analisei bem o local onde eles estavam morando, voltei pro morro onde morava e falei com um amigo meu que tinha uma casa pequena para alugar, aluguei a tal casa e meus pais que já sabiam de parte de meus planos, me ajudaram a comprar alguns moveis, a casa era simples, mas daria para nós morarmos lá até ela ter o bebê...

- Na noite seguinte peguei a moto de um amigo emprestado fui até condomínio que sua mãe morava, falei que era da agencia que ela trabalhava e eles me deixaram entrar... falei com sua mãe, botei ela na garupa da moto, com uma bolsa com suas roupas e carreguei ela, como se diz lá no nordeste, falei com ela que não deixaria eles levarem o amor da minha vida e meu filho para longe de mim nunca...

- Nós fugimos para o morro e ela começou a morar comigo... com medo de seus pais tomarem ela de mim... fomos até um cartório e casamos, como ela já tinha dezoito anos na época e eu meus vinte três, não ouve nenhum empecilho...

- Seus avós descobriram aonde estávamos... e foram ao resgate da filha, mas ao perceberem que já estávamos casados e que a barriga da filha já estava muito grande... eles sentaram comigo e com meus pais e resolveram aceitar a loucura da filha de vez, pois eles sabiam que não adiantava tentar nos separar, pois eu a amava muito e ela também me amava... no final, a única condição de seu avô, para que eu e ela ficássemos juntos era que eu voltasse a estudar e fosse morar no condomínio onde eles moravam...

- Aceitei o acordo... você nasceu... dobrou o coração de seus avós, que se mudaram de vez para o Brasil... Eu me formei em direito... logo depois passei no concurso para Delegado Federal... Seu irmão Gustavo nascera... e depois me tornei Juiz...

- Mas sabe Guilherme, teve um momento, quando sua mãe teve você e voltou a trabalhar, que eu quase a perdi... eu era muito ciumento e sua mãe não tinha jeito com as coisas dentro de casa, a minha mulher não sabia nem ligar um fogão... só vivia trabalhando e viajando... Foi ai que que encontramos a sua babá, a Maria, que está conosco até hoje... ela nos ajudou muito com você... mas ai sua mãe não parava mais em casa, era viagens, fotos, desfiles... eu ficava vermelho de ódio, com meus colegas de trabalho babando pelas fotos de minha mulher só de calcinha nas capas daquelas revistas...

- Nós brigamos muito uma certa noite... ela pegou você e foi para a casa de seus avós... eu fiquei enfezado o dia todo, mas foi quando chegou a noite, no outro dia, que eu me vi sozinho, sem a minha mulher, o amor da minha vida e meu único filho... me levantei rápido, me arrumei todo, comprei flores para sua mãe e corri para a casa de seus avós, mas quando cheguei lá, foi que minha ficha caiu... tinha um cara lá, todo almofadinha que falava não sei quantos idiomas e que já tava passando o papo na sua mãe, entrei de uma vez, mandei o cara cai fora e disse que ela era minha mulher e que amava muito, nem falei com seus avós, peguei você e sua mãe e trouxe de volta para nossa casa... Pedi perdão umas mil vezes... ela não falava comigo ainda... passou vários dias chateada comigo e eu dormindo no sofá...

- E sabe o que eu fiz meu filho... tentei de todas as formas reconquistar sua mãe, mas ela era muito parecida com um certo jovem loiro que conheço... difícil e muito linda e muito decidida, sabe Guilherme, sua mãe teve várias oportunidades de largar esse seu velho e teimoso pai aqui... mas o amor dela por mim sempre foi e é muito grande... e otário aqui, sempre duvidando dela, sempre com ciúmes dela... mas no final, eu acordei meu filho... eu finalmente acordei e vi que todo aquele ciúmes era injustificado e besta, pois sua mãe, desde que nos conhecemos, só teve olhos para mim e eu duvidando disso, quase a perdendo...

Meu pai me olha com algumas lágrimas nos olhos, segura minha mão e pergunta:

- Você vai deixar o Lucas sozinho, lá naquela boate... com aquele monte de marmanjo voando baixo dando em cima dele? Olha meu filho, eu sei que deixei meu preconceito atrapalhar o relacionamento de vocês no início, mas quando ele se desesperou, quando você levou aqueles tiros... a forma como ele lutou para você sobreviver, doando sangue, medula, lutando na sua reabilitação... sabe meu filho... aquele garoto é como sua mãe... completamente apaixonado por você... Será que você é cego? Ou será que tá fazendo faculdade de panaca, para só ficar dando fora?! Meu filho, ou você abre os olhos agora e vai até aquela boate agora... ou eu sinto muito... você vai levar um belo pé na bunda e aquele tal de Rafael, vai tá lá todo solidário para levar seu anjinho de você... e sabe o que é melhor, eu sei que esse homem ama seu garoto, e sabe da maior, Lucas vai se apaixonar por ele e você meu filho... vai ficar como dizem por ai, chupando o dedo... enquanto seu loirinho cai nas graças e nos braços do guarda bonitão...

- E acredite em mim meu filho... se Rafael segurar Lucas... ai sim você tá ferrado, sabe por quê? Porque ele vai dar a ele coisas que você não tá sendo capaz de dar, confiança, apoio e principalmente fé no seu trabalho e na sua carreira que ele tá só começando!

Meu pai me olha novamente e grita:

- E AI MOLEQUE?! NÃO VAI SE MEXER NÃO, NÃO VAI LEVANTAR ESSA BUNDA DAI NÃO? TÁ ESPERANDO O QUE PARA CORRER ATÉ AQUELA BENDITA BOATE E TRAZER MEU GENRO DE VOLTA?!

- Mas pai... e se?! Ele me interrompe e grita novamente:

- MAS NADA GUILHERME! VOCÊ VAI SE LEVATAR DESSA CAMA AGORA E VAI ATRÁS DO MEU GENRRO... SE NÃO EU TE DESERDO! VAMOS... CUIDA LOGO! E TRATA DE FICAR BONITÃO, POIS VOCÊ TÁ INDO ATRÁS DE SEU FUTURO MARIDO... NÃO FIZ FILHO FROUXO... E SE VOCÊ VOLTAR PARA CASA SEM LUCAS... VAI LEVAR UMA SURRA POR NÃO TER FEITO A COISA DIREITO! Guilherme você tem sangue de cabra macho do nordeste correndo nas veias, ENTÃO DECEPCIONE SEU PAI!

Saio correndo para o banheiro, meu pai vai até o ateliê de minha mãe e traz uma roupa, que por incrível que pareça, Lucas e minha mãe, já tinha escolhido para mim... me visto, meu pai praticamente me banha com o perfume que Lucas gosta, ele ajeita meu cabelo... olha para mim e fala:

- Filho você tá gatão! Como essa moçada fala por ai, não tem como Lucas não perdoar você... agora lembre-se de não fazer cagada! Nada de dar uma de galo de briga lá não... viu! Por que você sabe que ele nunca vai perdoar você... e eu vou te dar uma surra de cinto moleque, isso se eu não te der voz de prisão! Tá me entendendo?!

- Tá bem paizão! Agora eu vou lá pegar o que é meu!

- É assim que se fala moleque, esse é o filho que conheço... agora vá lá e trate de trazer o meu genro de volta... por que se não, eu juro que te deserdo!

Dou um abraço forte e sigo para a Land Rover do meu pai, entro no carro, coloco a sirene da PF pra funcionar e corro feito um louco para aquela boate!

Passo por uma floricultura e compro um lindo buquê de rosas branca para meu anjo... saio disparado rumo ao a praia de Copacabana onde ficava a boate... desço do carro, entrego para o valet, e vejo uma fila quilométrica de gente querendo entrar na boate... não iria enfrentar aquela porra nem a pau.... Saio e caminho em direção a outra porta, onde alguns privilegiados entravam sem pagar e sem enfrentar a fila... olho para dois caras de dois metros de altura que faziam a segurança na porta e falo:

- Boa noite!

- Boa noite! Eles respondem.

Um carinha aparece na porta com um iPad nas mãos, olha para mim de cima a baixo e fala:

- Tá na lista?!

- Acho que não! Respondo.

- É modelo?! Ele pergunta e me olha de cima abaixo, lambe os lábios e fala:

- Não! Não sou, mas meu noivo que está ai dentro é!

Ele levanta uma sobrancelha e faz uma cara, de não acredito que um cara desse é gay. E pergunta:

- E qual é o seu nome gostosura?!

- Me chamo Guilherme Leão de Albuquerque!

Ele arregala os olhos, olha sério para mim e pergunta:

- Então quer dizer, que você é filho da grande Marrie Bourbon?! Tem identidade querido?!

Abro minha carteira mostro para ele. Ele olha direitinho e pergunta:

- E quem seria o seu noivo? Ele olha para a aliança na minha mão direita, como se não acreditasse em mim.

- O nome dele é Lucas Araújo e está ai dentro!

Ele olha no iPad, procura, procura e fala:

- Olha cara, eu acho que você errou de balada! Pois não tem nenhum modelo chamado Lucas Araújo aqui, aliás não tem nenhuma pessoa com esse nome de pobre aqui!

Me lembro na hora, que ninguém o conhecia como Lucas Araújo, então falo de uma vez:

- Olha cara me desculpa, de fato o nome dele não é esse... é que vocês só o conhecem pelo nome artístico dele, Angel Leão de Albuquerque!

Ele dar uma gargalhada e fala:

- Olha cara, você é até gato... muito gostoso! – ele passa a mão no meu terno – Mas Angel não tem noivo, ele tá ai com a namorada dele Amanda Christina Soares! Então desencana e vai pra fila, tá gatinho!

Uma raiva sobe na minha mente, e falo:

- Olha cara eu sou noivo dele sim, sou filho sim da Marrie Bourbon e sou delegado federal... se você e esses dois grandões ai não liberarem a minha entrada... eu vou entrar nessa porra a força e levo meu noivo embora, por que pelo que bem sei, vocês só estão com esse tanto de gente querendo estrar aqui, por causa dele! E ai?! Você vai me deixar entrar ou não?!

Ele simplesmente olha para os dois seguranças grandões, que ficam no meio da porta, e segue para dentro da badalada boate.... Ele tava demorando muito e os caras não queriam me deixar entrar de jeito nenhum, e nem acreditaram no lance de eu ser delegado, pois não tinha levado meu distintivo.... Canso de espera e tento correr para dentro, mas antes que consiga chegar até a porta, um dos caras grandões me segura pelas costas e me joga no chão, todo mundo começa a me olhar e outros seguranças aparecem, parto para cima do segurança que me jogara no chão e lhe dou um soco, ele cai... quando vou para cima dele, dois caras me seguram firme e o segurança que estava caído se levanta vindo em minha direção... ele fecha os punhos e já vinha para cima de mim... eu já estava preparado pra ser colocado para dormi com os socos daquele cara, quando escuto ele gritar:

- LARGA ELE AGORA! LARGA MEU NOIVO SEU MALUCO!

O cara olha para trás e ver junto com o recepcionista da festa, meu noivo, minha mãe, minha sogra e um monte de fotografo, jornalistas e câmeras de televisão, quando o povo ver meu Lucas, forma-se uma multidão ao meu redor. Os dois caras me largam e Lucas fala:

- Guilherme!? O que você tá fazendo aqui?! Você não veio fazer mais um espetáculo de ciúmes, veio?!

Eu corro até o buquê de flores, que estava no chão e me ajoelho na frente de Lucas e falo:

- Meu amor... eu estou aqui... para te pedir perdão por todas as coisas que te fiz e falei hoje, e que daqui a dois meses eu quero que você para ser meu marido, meu companheiro, meu porto seguro para o resto da minha vida, quero ficar velhinho ao seu lado, quero você junto comigo, criando os nossos filhos e depois nossos netinhos... amor eu te imploro... não me deixa não, não me abandona não‼! Eu te amo Lucas! Eu te amo Angel Leão de Albuquerque!

Lucas se abaixa próximo a mim e meus olhos começam a lacrimejar, pois eu sabia que ele podia escolher qualquer um ali... até o tal do Rafael... não tava nem ai para toda aquela multidão ali, nem para as câmera, nem paras inúmeras revistas e jornais de fofoca que falariam dessa cena amanhã ou na internet...

Lucas segura o buquê da minha mão, dar uma cheirada nas flores e fala:

- Como você sabia que as brancas eram as minhas preferidas?!

Ele levanta a minha cabeça, segurando pelo meu queixo e fala novamente:

- Eu nunca te abandonaria seu bobo! E sabe por que?! Porque eu te amo! Te amo como nunca amei ou vou pensar em amar outra pessoa! E quero também te pedir perdão... aqui... na frente de todos... pois eu também fui estupido e mimado com você! Eu te amo meu delegado federal!

Nos levantamos ao som dos aplausos, ovações, gritos de encorajamento, flash e gente emocionada... minha mãe e minha sogra estavam parecendo uma bica de tanto que choravam... até Amanda estava lacrimejante... Jojô e Camille estavam juntos abraçados, muito emocionados...

O recepcionista me pede desculpas pelo mal entendido, ele também estava chorando com a minha declaração, leva uns sopapos do dono do local, que também nos pede desculpas...

Seguimos para dentro, quando meu irmão se aproxima e fala:

- Que papelão Guilherme...

- Você arrasou Bi‼! Bate aqui! Fala Jojô

- Ai que declaração linda meu primo! Lucas seria um louco se não te perdoasse! Fala Camille.

- Parabéns meu genro! Estou muito orgulhosa de você... meu filho passou a noite murchinho, triste, sorrindo a força para as câmeras desde que chegou aqui... mas agora... olha lá ele... todos feliz... com aquele sorriso apaixonado que só me lembra seu pai, quando tava vivo e apaixonado por mim! – Ela sorri para mim, mas depois fica séria e fala:

- E não se esqueça, usem sempre camisinha! Tá ouvindo?! Minha futura sogra aperta minhas bochechas e sai.

Logo após, minha mãe se aproxima de mim e fala:

- Eu sabia que seu pai conseguiria te convencer! Eu sabia! Sabe filho, ninguém te conhece melhor do que ele... sabe seu pai, no fundo ele sabe que você é uma cópia mais nova dele, e eu sei que além do sangue azul da minha família... sei que ai dentro dessas veias corre o sangue de cabra brabo do nordeste, que você herdou da família de seu pai... Parabéns meu filho... e nunca mais faça uma coisa dessas tá me entendendo?! Se você brigar novamente com meu genrinho lindo dos ovos de ouro... eu juro que arranco os seus ovos fora! Tá me entendendo?! Além de te deserdar... onde já se viu... ficar cobrando ciúmes de um garoto que é completamente apaixonado por você?!

- Valeu mãe... a senhora e o papai são maravilhosos... além de serem os melhores pais do mundo! Falo, minha mãe me abraça e fala:

- Agora sorria muito... pois aqui tá cheio de fotógrafos e outras celebridades, e você tá vestido em um Marrie Bourbon exclusivo! Então vai lá e faz uma boa propaganda para a mamãe... viu!?

- Capitalista carrasca! Não poupa nem o próprio filho!

Ela sorri e fala:

- Foi assim que eu e seu pai conseguimos criar você e seu irmão querido! Então para de reclamar e ver se não vai arrumar confusão!

Ela se afasta e vai falar com alguns repórteres.

Amanda Christina se aproxima de mim e sorrindo, fala:

- Nossa... o que foi aquilo?! Se assumir para o Brasil todo que agora é gay e que daqui a dois meses vai se casar com um garoto!? Eu juro... que se não tivesse visto com meus próprios olhos... não acreditaria que o grande e mulherengo Guilherme Leão de Albuquerque está com os quatro pneus arriados por modelo de só dezessete anos!

- Amanda eu não te amo mais... e você sabe disso... não é?! Falo, ela sorri e fala novamente:

- Eu sei Guilherme, e sabe, eu acho que nem eu e muito menos você, nunca nos amamos de verdade! Você só queria uma égua parideira para te dar um monte de filhos... e eu... só queria um cara rico, para me dar as coisas caras que gosto... além claro do importante sobrenome que sua família carrega, que agora será dado ao meu Luquinha!

Eu olho para ela e pergunto:

- Luquinha?! Que negócio é esse agora Amanda, você o odiava!?

- Odiava meu amor... mas agora não odeio mais... você sabe né... agora ele se tornou o homem da minha vida. Pode não gostar muito do que tenho entre as pernas, mas acredite, eu não me importo... eu só me importo com a pessoa maravilhosa que conheci nesses três dias, que para minha total surpresa é uma máquina de produzir e gerar dinheiro, e eu não tô falando de real não, meu amor! Eu estou falando de dólares e muito, muitos euros!

Ela me beija na boca e finaliza:

- Além disso tudo... ele é uma máquina de fazer sucesso! Olha para ele, – Ela aponta para onde Lucas estava, arrodeado de celebridades, modelos e alguns cantores famosos do Brasil, além de muitas câmeras e fotógrafos – ele é o novo queridinho das passarelas brasileiras... e te digo mais querido Guilherme, Lucas vai chegar em dois tempo, nas inúmeras passarelas e revistas internacionais! Você pode escrever o que eu estou lhe dizendo... ah e só para constar eu pretendo ir junto, está do ladinho dele!

- Vigarista! Falo, ela se vira para mim, dá um mega sorriso e fala em meu ouvido:

- Não querido... só vi uma boa oportunidade... e sabe do que mais, se nosso querido Lucas continuar desse jeito, aposto com você esse vestido de trinta mil reais, que ele vai se tornar o modelo masculino mais bem pago do Brasil! Afinal, milhonario ele acabou de se tornar essa noite... quando fechou inúmeros comerciais, casting de moda, desfiles por todo Brasil e o principal... que ainda não te falaram... mas eu vou te revelar em primeira mão... seu futuro marido, vai abrir e encerrar a semana de moda do Rio de Janeiro, e já está cotado para fazer o mesmo na maior semana de moda do Brasil: A São Paulo Fashion Week, onde ele abrirá e encerrar os desfiles da Vogue, da Colcci, da Prada, da Louis Vuitton e do Lino Vilaventura... tá bom para você?!

- Nossa! Isso tudo... só em uma festa, que ele veio marcar presença VIP?!

- Sim Guilherme! Agora quer uma sugestão minha... se você não quiser perder o bofe... acho bom você se comportar, sabe por que? Por que ele ganhou mais dinheiro em uma festa badalada, do que você ganharia em dois anos de serviço prestado para esse país!

- Você acha que ele escolheria o trabalho a mim?! Pergunto cauteloso, pois de uma coisa eu sempre soube, Amanda Christina sempre foi muito interesseira, mas isso não mais novidade para ninguém, mas ela sempre foi muito sincera. Ela me olha, olha para Lucas, dá dois tapinhas na minha cara e fala:

- Não se preocupe com isso meu filho... aquele dali viveria de baixo de uma ponte com você e ainda assim viveria feliz... por que ele te ama muito! É difícil admitir, mas acho que perdi a jogada para um garoto da favela de dezessete anos, que nem o colegial terminou! Isso seria engraçado, se não fosse tão irônico!

Ela se afasta e chega para perto de Lucas, ela chega toda animadinha e se joga nos braços de meu noivo, ela pega as rosas de suas mãos, dar uma cheirada e abraça ele... Os fotógrafos caem matando...

Eu fiquei um pouco por ali, no meu canto, apenas olhando meu noivo sorrindo, dando autógrafos, dando entrevistas, pagando de DJ na pic-up, tirando fotos e falando com celebridades que conversavam com ele como se fossem amigos de infância... que mudo mais falso, pensei comigo, todo mundo querendo ter seus quinze segundos de fama as custas de meu noivo.

Tava escorado em uma parede, observando meu noivo dançar com Amanda e o restante do pessoal na pista VIP principal, onde só tinha gente importante ou algum tipo de celebridades, quando ele se aproxima de mim e fala:

- Um brinde a você cara! Olho para Rafael e falo:

- Como é?

Ele me olha sorri de forma triste e fala:

- Cara depois dessa sua declaração para o Brasil todo, fica difícil de qualquer um tentar entrar na jogada... Não tem como competir com um delegado federal com rosas brancas nas mãos em rede nacional não, cara!

- Foi tão ridículo assim?! Pergunto. Ele bate em meus ombros e fala:

- Cara... eu no seu lugar... tinha feito a mesma coisa... ainda mais por um cara que nem Lucas! E te digo mais... não liga pros otários não, veio... Case com aquele anjo ali – aponta para Lucas, que nos ver e sorri – e o faça muito feliz... porque se você o fazer sofrer, ou mesmo chorar, seja o que for! Eu juro que vou até onde você estiver, e vou quebrar essa sua cara de palyboy, depois eu vou te quebrar todo... eu juro!

Ele me olha sério, e eu sabia que ele tava falando a verdade, então seria bom eu tomar cuidado mesmo... pois se não além de Lucas e da minha herança eu com certeza perderia meus dentes... já pensou?!

Fico ali só o observando, Rafael vai dançar com Jojô que o puxa para perto dele... Uma música lenta começa a tocar e Lucas se aproxima de mim e pergunta:

- Me daria a honra dessa dança, caro cavalheiro?!

- Mas é claro, senhor famosinho!

Eu o pego pela cintura, ele bota seus braços em volta de meu pescoço e dançamos aquela e outras músicas lentas que tocaram naquela noite, como se somente nós estivéssemos ali, parecia até que todos os convidados haviam desaparecidos e só nós dois existíssemos ali!

A noite fora linda, maravilhosa... e quando já estava dando umas cinco e meia da manhã e alguns convidados já estavam indo embora, nós todos resolvemos sai.... Dona Ligia, estava bastante nervosa, minha mãe estava impaciente também, como se estivessem prevendo algo ruim...

Já no meu peito só sentia felicidade, estava abraçado com Lucas à espera da limusine, e eu à espera do meu carro, pois Lucas voltaria comigo....

De repente nossos sorrisos se desafazem, pois dois caras em uma motocicleta, para em nossa frente... O da garupa, saca a pistola e atira... todos se desesperam e começam a correr quando ouvimos...

- Pá! Pá! Pá! Pá! Pá! Pá! Pá!....

Continua....

Bom pessoal, boa tarde a todos e a todas!

DESCULPEM ME, PELA DEMORA . É QUE PERDIR ALGUÉM MUITO ESPECIAL PRA MIM NOS ÚLTIMOS DIAS E FIQUEI SEM CHÃO.

PERDER ESSA PESSOA FOI COMO PERDER UMA PARTE DE MIM MESMO, VIVI DIAS DE DORES INTERMINÁVEIS. ESPERO SINCERAMENTE A COMPREENSÃO DE TODOS...

* QUERO MUITO AGRADECER A TODOS QUE ME ACOMPANHAM E ME APOIAM...

ESTE CAPÍTULO É PARA TODOS VOCÊS SEUS LINDOS... ;-)

* AMO A CADA UM DE VOCÊS...

* AH! Ia me esquecendo... me DEEM um presente: VOTEM, OS COMENTÁRIOS, QUE SÃO SEMPRE INCRÍVEIS E INSPIRADORES, ALÉM DE ME MATAREM DE SORRI AS VEZES...

AH! Ia me esquecendo:

* LEMBREM-SE SEMPRE...

VOCÊS SABEM QUE ME AMAM ;-)

Kaius Cruz

Comentários

14/11/2017 18:09:02
Pedrolfm sua anciedade é o que me motiva a concluir cada capítulo.
14/11/2017 18:06:42
AAAH MEUS AMORES, MUITO OBRIGADO POR TODO ESSE CARINHO, QUE SÓ VCS SABEM ME DA KKKKK. É MUITO GRATIFICANTE LER SEUS COMENTÁRIOS, A SATISFAÇÃO EM SABER QUE VOCÊS GOSTARAM DO CAPÍTULO POSTADO É INSPIRADORA. MUITO MUITO OBRIGADO VALTERSÓ SEUS COMENTÁRIOS SEMPRE ME DÃO CLAREZA, PEDTOLFM SUA ANCIEDADE É O QUE ME INCENTIVA A CONCLUIR CADA CAPÍTULO, MEU MENINO DO RIO OBRIGADO POR TANTA SERENIDADE, CHRIA SEMPRE ATENTO AOS ACONTECIMENTOS, PELUDO DF TE SEMPRE EUFÓRICO E ESSA EUFORIA QUE ME MOTIVA A DA O MELHOR A CADA CAPÍTULO E POR FAVOR SEM MACUMBA , SOU MUITO LINDO PRA SER VÍTIMA DE MACUMBA KKKKK. RBH MUITO OBRIGADO POR TODA COMPREENSÃO, QUE BOM TER VC AQUI, ABRAÇOS PRA VC, ALEXSANDRE QUE BOM TE-LO DE VOLTA NOS COMENTÁRIOS, MUITO OBRIGADO GATÃO. PESSOAL TENHO UMA NOTÍCIA TRISTE, INFELIZMENTE A NOSSA HISTÓRIA DE AMOR ESTÁ CAMINHADO PARA A RETA FINAL.... MUITAS SUPRESAS, REVELAÇÕES, VIRÃO ATONA, DORES DO PASSADO, DESCOBERTA, ENCONTROS E MÁSCARAS VÃO CAÍ. ENTÃO FIQUEM LIGADOS NOS ÚLTIMOS CAPÍTULOSAbraços e Beijos na bunda kkkk Ah já ía me esquecendo A36, SENTIDO SUA FALTA....
14/11/2017 11:36:30
ADOREI. MEU SENTIMENTOS MEU LINDO
14/11/2017 02:14:30
VAMOS LÁ. TÁ CERTO QUE MARRIE, LIGIA E LUCENA SÃO AS RESPONSÁVEIS PELOS CONTRATOS DELUCAS. MAS SERIA INTERESSANTE QUE ELAS INFORMASSEM ELE ANTES DE COMPROMETEREM LUCAS EM QUALQUER EVENTO. OUTRA COISAESSE CIÚME E SENSAÇÃO DE POSSE QUE GUILHERME TEM SOBRE LUCAS PRECISA SER REVISTO. ALÉM DO QUE LUCAS NÃO É UM DEPÓSITO DE ESPERMA. NEM SEMPRE AS PESSOAS ESTÃO A FIM DE TRANSAR. ISSO TEM QUE SER RESPEITADO. MAS... LUCAS TAMBÉM TEM QUE SE COLOCAR NO LUCAR DE GUILHERME E NÃO APARENTAR SER UM MENINO MIMADO QUE DESCOBRIU O MUNDO AGORA. PESSOA MAIS SENSATA QUE ESTOU PERCEBENDO É DR MARCUS. NÃO SEI PORQUE MAS CREIO QUE AMANDA ESTÁ ENVOLVIDA EM ALGUMA TRAMÓIA TALVEZ COM GUSTAVO PARA ATRAPALHAR ESSE RELACIONAMENTO. VEREMOS...
rbh
14/11/2017 01:42:12
Kaius, você não tem que se desculpar. Nós que te agradecemos por ter tido força de escrever mais um belo capitulo, nesse momento tão dificil. Fique bem.. Que Deus te abençõe. E saiba que tudo tem uma razão de ser. A vida continua em outros planos. Beijo no seu coração.
13/11/2017 23:45:56
PPPPPOOOOOORRRRRAAAAAAAA Kaio...... já costurei seu nome na boca do sapo! Que demora é essa !? Desculpa.... Ví sua explicação e entendo, mas, não vou deixar de encher seu saco. Seu conto está d+.... Incrível! Continua, posta logo a continuação! Já estou com um despacho pronto, só faltando a encruzilhada pra colocar se vc demorar a postar! Porra! Dá dois capítulos sem desgraça para o Lucas e o Guilherme..... Abraços PeludoDF
13/11/2017 23:33:51
Ah vi sua historia no Spirit Fanfic @Kaius Cruz, voce está postando ela lá com outro nome? Senão acho que te plagiaram...
13/11/2017 23:32:34
Que capítulo divo! Ainda bem que Guilherme caiu em si com esse ciúme descabido, pelo visto Rafel percebeu que perdeu mesmo, se é que um doa teve chance. Agora e esse atentado?
13/11/2017 21:35:28
Kaius que sdd que eu estava, meus sentimentos pela sua perda, a vida tem dessas partes ruins ne, infelizmente... Que capítulo maraaaa, e que garotinha sensitiva, já amo demais a pequena Gaby, espero que não aconteça nada c eles .. obg por voltar amor !
13/11/2017 21:10:50
Poderes mdsssss ai meu core posta logo esse outro capítulo

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.