Casa dos Contos Eróticos

Garras de Dragão Cap.3

Autor: Zack
Categoria: Homossexual
Data: 11/11/2017 10:30:05
Nota 9.75
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

(1 mês após a batalha de Ruben)

A perda da Íris não foi fácil para a guilda, e muito menos para a Mestra, o Atila e o Lucas que conviveram com ela por anos. A guilda toda ficou de luto por sete dias e todos deram força para Lucas que estava acabado e se sentindo culpado, pois achava que se tivesse ido no lugar dela sua morte teria sido evitada.

Nos dias após o luto os membros da guilda voltaram a suas atividades normais, menos o Lucas que não saia do seu quarto de maneira alguma.

Átila mesmo que abalado tentava ser positivo e alegrar o lucas de qualquer forma possível e era tudo em vão, Lucas havia entrado em uma depressão que ninguém conseguia tirar ele. O convívio na casa estava estranho, eu e meu irmão não eramos mais os mesmo e nosso grande sonho de se aventurar pelo mundo estava se apagando lentamente.

Alex: chega não consigo ver o Lucas assim - ele chuta a porta que acaba abrindo

Lucas: me deixa sozinho Alex - ele falava encolhido em um canto do quarto segurando a ursinho preferido da Íris

Alex: não vou atender esse pedido - os olhos do Alex começam a brilhar e o do lucas logo em seguida

Lucas: oque esta fazendo ? - ele olha para o Alex

Alex: não vou deixar que sofra, foi minha culpa também - ele pega o lucas e o carrega até a varanda e o joga no sofa.

Lucas: me deixe ficar sozinho Alex - ele tenta se levantar mais o alex o segura e olha nos seus olhos

Alex: vou carregar parte da sua tristeza comigo Lucas - os olhos dele brilham mais forte e o do lucas também, então uma luz forte toma conta de todo o local.

3 horas depois...

Alex: como ele esta ? - ele acorda e se senta com dificuldade

Eu: ele disse que esta se sentindo estranho, como se parte do peso que sentia tivesse desaparecido - pego um pano com água e passo em seu rosto

Alex: então acho que funcionou - ele sorri e logo coloca a mao no peito e faz uma cara de dor

Eu: você é louco usar o REQUIEM DO DRAGÃO - puxo sua orelha

Alex: Não botei fé que funcionária - ele sorri e segura minha mão

Eu: Alex você é tão idiota, você sabe que essa magia tem preço - olho pra ele preocupado

Alex: eu sei, ela vai apagando a luz do coração do dragão e o tornando um ser de escuridão - ele fala de forma calma, que me irrita

Eu: que essa seja a primeira e última vez que você usa essa magia Alex - volto a puxar sua orelha

Alex: esta bem Zack, eu prometo pra você maninho... e antes de você falar mais algo, eu não podia deixar o Lucas daquele jeito - faz carinho no meu cabelo e sorri

Eu: você tem um coração bom Alex, vai ser um otimo Rei um dia - ele fica corado quando termino de falar

Passo a noite toda observando meu irmão, ele estava sentindo dor mas tentava disfarçar. Átila varias vezes entrava no quarto para ver como estavamos e toda vez que entrava me olhava de forma estranha e isso começou a me irritar, mas resolvi nao falar nada e apenas prestar atenção no meu irmão.

No dia seguinte um dos membros da guilda veio de manhã falar que a mestra queria nós quatro na sala dela assim que possível, Alex acordou um pouco melhor e foi direto para o quarto do lucas para ver como ele estava e eu fui atrás dele.

Alex: me perdoa pela porta - Alex entra no seu quarto que não fechava mais

Lucas: o quê fez comigo Alex ? - ele olha o Alex com raiva

Alex: tirei grande parte da escuridão que havia em seu coração - olho para o Alex que coloca a mão no peito

Lucas: mais porque motivo usou o REQUIEM DOS DRAGÕES em mim - o lucas olha para o alex serio

Eu: você conhece essa magia ? - olho para ele curioso

Lucas: Já li sobre essa magia em um dos livros da mestra, o unico requisito dessa magia é ter Sangue Real, no momento que ele usou não entendi oque o quê era mas ontem a noite me lembrei desta magia - lucas se levanta

Eu: por que a mestra tem livros antigos do clã dos Dragões ? - cruzo os braços e começo a pensar

Lucas: isso nao vem ao caso Zack, então Alex me responda ?! - ele fica frente a frente ao Alex

Alex: usei porque você estava se perdendo, usei porque a Íris não iria querer ver você do jeito que estava ontem e principalmente porque eu tambem me preocupo com você - Alex fala de forma firme e encara o Lucas

Lucas: você é um idiota Alex - ele empurra o Alex contra a parede

Eu: ei Lucas pare com isso - vou separar ele do meu irmão e percebo que ele havia começado a chorar

Lucas: Idiota, Idiota...IDIOTA! - Alex ao invez de enpurrar ele o abraça

Alex: Você não precisa carregar esse peso sozinho Lucas, como seu príncipe irei carregar junto de você - ele aperta o Lucas contra seu corpo

Atila ouvindo os barulhos corre para o quarto do Lucas, mas eu não o deixo entrar e mesmo com o choque o empurro para a cozinha e explico tudo para ele que apenas começa a rir aliviado.

Átila: ainda bem - ele começa a chorar

Eu: que merda é essa Átila, porque esta chorando agora ?

Átila: Lucas é meu melhor amigo, e nao conseguia ver ele daquele jeito mais, so estou feliz por ele estar mesmo que um pouco melhor - ele sorri

Eu: um cara grande chorando - não me seguro e começo gargalhar alto, solto tanta risada que minha barriga começa a doer

Átila começa a se irritar de me ver se divertindo as suas custas e pula em cima de mim e ambos caimos no chão, o Atila cai bem em cima de mim e no momento que nossos corpos se tocam o choque percorre meu corpo. Quando abro meus olhos nossos corpos estão colados e seu rosto está bem próximo ao meu, tão proximo que posso sentir sua respiração.

Eu: pode sair de cima de mim por favor - fico to vermelho e olho para o lado

Átila: não sei, acho que vou fazer meu papel como estrela gêmea aqui e agora - ele sorri de forma safada

Eu: o-o que, sai de cima de mim agora seu pervertido - tento escapar dele so que é em vão

Átila começa a se aproximar dando fortes gargalhadas e isso me deixa com medo.

Alex: oque pensa que esta fazendo com meu irmão seu Bastardo - alex aparece com o lucas atrás dele

Eu: ele queria abusar de mim Alex, disse que queria começar a fazer o papel dele como estrela gêmea aqui e agora - Átila sai de cima de mim e eu corro me proteger atrás do lucas

Alex: Sério Átila - meu irmão estrala os punhos e parte para cima do Átila

Quando menos esperamos, o Lucas começa a dar risada e isso pega todos desprevenidos.

Após a confusão e meu irmão ter dado um belo puxão de orelha no Átila, tomamos nosso café da manhã e fomos em direção a guilda ver oque nossa mestra quer.

Chegamos na guilda e fomos direto para sala da mestra, ela estava lendo um livro e no momento que entramos ela rapidamente o fecha e o guarda em sua gaveta.

Mestra: o assunto que tenho que tratar com vocês é importante garotos

Eu: a senhora quer falar sobre o quê exatamente ?

Mestra: quero que vocês quatro sejam a capa da revista TOP GUILDAS.

Alex: você quer o quê ? - alex não entende nada

Eu: meu deus, eu morri e estou no céu - fico totalmente entusiasmado

Mestra: a revista todo mês a faz uma materia sobre os magos mais bonitos da nossa guilda, e nesse mês nós vamos ser a capa da revista com uma materia de 5 PÁGINAS ! - ela abre um sorriso enorme

Alex: que revista é essa ? - ele pergunta de maneira inocente

Eu: é uma revista que mostra os magos e magas mais populares e lindos do continente, ela fala sobre todas as maiores guildas e não tem um unico mês que a GARRAS DE DRAGÃO não apareça - meus olhos enchem d'agua de tanta felicidade

Átila: você não esta feliz demais Zack - ele me olha estranho

Eu: ta brincando, eu sigo essa revista desde pequeno

Mestra: Átila e lucas, esse mês vocês dois não vão poder recusar, pois se recusarem eu vou cortar suas partes intimas - ela fala de uma forma que os dois colocam a mão nas partes intimas protegendo

Alex: bom pra mim ta de boa, pode contar comigo mestra - ele sorri e encosta na parede

Eu: e comigo tambem mestra, é um orgulho poder aparecer na revista como membro da GARRAS DE DRAGÃO - começo a chorar de felicidade e seguro sua mão

Mestra: meu jovem, você realmente entende como a revista é importante - ela começa a chorar comigo

Atila: não consigo entender como a revista pode ser importante, mas ja que sou obrigado a participar desta vez então ta bom, fazer o quê né - ele cruza os braços

Lucas: mestra não sei se quero, ainda não estou bem para fazer algo assim - lucas abaixa a cabeça

Mestra: Lucas meu filho, você tem que seguir em frente e ocupar sua cabeça - ela fala calmamente

Alex: Vamos lucas, vai ser legal - alex da um soquinho no braço do lucas

Átila: não vou participar se você não for Lucas - ele sorri

Eu: por favor Lucas - olho para ele com cara de cachorro sem dono

Lucas: Aff, eu vou tentar e não prometo nada.

Mestra: ainda bem que aceitaram o Fotógrafo está na guilda esperando apenas vocês para começar a tirar as fotos e fazer a matéria - ela fala se levantando

Eu: mestra antes de irmos quero dizer uma coisa importante para a senhora - olho para ela sério

Mestra: pois então fale - ela volta a se sentar

Eu: daqui a 4 dias, vou partir em uma viagem para os portões das Almas - assim que termino de falar ela fica seria

Alex: oque, porque ? - ele fica surpreso com minha declaração

Átila: ele vai encontrar o espírito Yang - ele olha para o alex e depois para a mestra

Mestra: o caminho até lá é perigoso Zack, tem certeza ?

Eu: tenho mestra, quero saber mais sobre oque é ser uma estrela gêmea e qual é meu verdadeiro papel nessa história - digo decidido

Mestra: então vou deixar que vá para os portões Zack, mas lembre-se que é muito perigoso ir sozinho.

Alex e Átila : eu irei com ele - os dois se olham estranho

Átila: eu tenho os mesmos motivos que o Zack, então vou com ele para saber mais sobre isso.

Alex: e eu vou para proteger meu irmão - ele sorri e olha para o Lucas

Lucas: então eu vou também ja que não tenho escolha - ele cruza os braços

Mestra: então quero que vocês tomem cuidado na viagem - ela sorri e se levanta novamente

Eu: obrigado mestra

Mestra: ta, mais agora vamos para a seção de fotos - ela fala toda empolgada

Após sairmos da sala da mestra, fomos nos encontrar com o fotógrafo que ficou super animado assim que viu eu e o Alex, o fotógrafo fez diversas perguntas para nós dois querendo saber o tipo de magia que usavamos e como era ser da realeza. Logo após de ele entrevistar o Átila eo Lucas, fomos tirar as fotos.

Em uma das fotos eu estava sem camisa e com varias espadas em minha volta, na outra meu irmão estava encostado em uma parede em chamas e com a camisa aberta mostrando seus musculos.

Fotógrafo: Ótimo agora quero os dois juntos, senta no chão príncipe zack e você na cadeira príncipe Alex e quero que façam uma expressão sedutora - fazemos exatamente oque ele pede, e ele pula de alegria falando que nossas fotos ficaram otimas

Após eu e o Alex termos tirado as fotos, chegou a vez do Átila que estava sentado na mesa com uma cara seria e coberto por energia do caos, por algum motivo nao tirava os olhos dele, após o Atila foi a vez do lucas que tirou a foto na escada da guilda com um pequeno tornado em suas mãos.

Fotógrafo: então agora quero os dois nefilins juntos, vamos dar as meninas um pouco do que elas querem, sente na cadeira com as pernas abertas Átila e tire sua camisa, e você Zack sente no chão entre as pernas dele e olhe para o Atila de forma fofa

Eu: eu não sei ser fofo, sou muito bruto - olho para o fotógrafo

Átila: Zack você não é nem um pouco bruto, você tem horas que abusa da fofura como aquele dia você caiu e ficou chorando por ter rasgado a Camisa preferida do Alex - ele coloca a mão no meu queixo fazendo eu olhar para ele e como sempre que me toca o choque passa pelo meu corpo e a aura começa a nos cobrir

Eu fiquei todo corado, por que não sabia que ele havia visto eu chorando e neste momento o fotógrafo tirou várias fotos.

Átila me olhava de uma forma que fazia meu coração acelerar e aos poucos foi aproximando seu rosto do meu

Alex: é impressão minha ou ta rolando um clima entre o meu irmão e o Átila - ele pergunta para o Lucas

Lucas: não sei, acho que ta sim - ouço eles falarem e volto a realidade

Eu: não ta rolando clima algum - me levanta e saio de perto do Átila

Fotógrafo: to chocada com o amor juvenil de vocês, mas não impactada - ele da pulos de alegria e um enorme sorriso

Após ele tirar a última foto com nos quatro juntos, ele vai até as meninas e começa a fazer a seção de fotos com elas e eu resolvo ir para casa e me distrair um pouco, pois o Átila não saia da minha cabeça.

Eu: oque ta acontecendo comigo, que porcaria - olho para meu reflexo no espelho

Tento me distrair e começo a arrumar minhas coisas para a viagem que demora um bom tempo, após eu deixar tudo pronto, tomo um banho e resolvo sair para caminhar. Caminho até a praia e me sento na areia e lá fico pensando em oque estava acontecendo comigo por um bom tempo, só que infelizmente meu momento de paz é interrompido quando uma bola de vôlei acerta minha cara e deixa meu rosto super vermelho e dolorido

Eu: ai que merda mano, quem foi que jogou essa bola em mim - pego a bola e começo a procurar o responsável, até que um garoto de Cabelos azuis com um olho da mesma cor e o outro vermelho se aproxima de mim

Garoto: você está bem, essa bola te acertou em cheio - ele sorri

Eu: foi você que jogou ? - olho serio para ele

Garoto: não, foi aquele meu amigo ali - ele aponta para um garoto de cabelos pretos

Eu: entrega essa porcaria pra ele e manda ele usar óculos da próxima vez, para ver se não acerta ninguém - me levanto e viro de costas para o garoto e começo a andar

Garoto: ei espera, deixa eu compensar o que aconteceu com você ? - ele corre e para na minha frente

Eu: e como voce faria isso, vai deixar eu te dar uma bolada na cara ? - olho serio para ele

Garoto: olha eu levar uma bolada não seria uma compensação ruim, mas estava pensando em te pagar um sorvete - ele sorri

Eu: não sei não, vai que eu me arrependo - continuo andando e ele anda do meu lado

Garoto: prometo que não vai se arrepender - ele solta a bola

Eu: desculpa, mas quem sabe na proxima - olho para ele e percebo que ele faz parte da guilda PEGASOS SANGRENTOS pela tatuagem em seu peito.

Garoto: onde te encontro ? - ele para de andar

Eu: informação sigilosa, se quer saber tem que descobrir sozinho - continuo andando sem olhar para trás

Garoto: EU ME CHAMO TALES - ele fala alto enquanto me olhava indo embora

Eu: viu tentar me lembrar - fico com esse garoto na cabeça, como se já tivesse visto ele antes, mas rapidamente esqueço essa ideia

Antes de ir para casa, passo em uma quitanda e compro algumas coisas para o jantar, chego em casa mais ou menos sete da noite e encontro Lucas no seu quarto com a porta aberta desta vez (ele também não podia fechar) e Alex bebendo vinho enquanto jogava vídeo game.

Eu: quando foi que comprou esse video game - coloco as coisas na mesa da cozinha e falo alto

Alex: quando sai da guilda, achei que um video game faria a diferença em casa - ele falava da sala

Eu: entendi, mas mudando de assunto eu vou fazer nossa comida preferida hoje Alex - tiro as coisas da sacola e ele aparece na cozinha rapidinho

Alex: você vai fazer Lasanha ? - ele fica com água na boca

Eu: vou sim, afinal você ta pedindo isso faz tempo

Alex: você é o melhor irmão do mundo Zack - ele bagunça meu cabelo e logo depois pega outra garrafa de vinho na geladeira

Eu: você deveria beber um pouco menos Alex - olho pra ele e tiro a garrafa de vinho da sua mão

Alex: deixa eu beber maninho, afinal hoje estou feliz e você sabe que bebo quando estou assim - ele pega a garrafa da minha mão de volta

( toda vez que Alex estava muito feliz, ele bebia um bom vinho, ele pegou essa mania do Pai que fazio o mesmo)

Eu: porque está feliz ?

Alex: a namorada do Átila me apresentou uma menina linda da guilda, conversamos um pouco e ela parecia muito legal - ele abre um sorriso enorme

Eu: a namorada do Átila voltou ? - me sento na mesa

Alex: Sim, e ela é muito bonita Zack, tem um corpo sensual que deixa qualquer homem exitado

Eu: Fico feliz que ela tenha voltado bem, não vejo a hora de conhecer ela - falo com um sorriso no rosto, mas na verdade senti algo estranho ao saber que ela voltou

Alex: o Átila foi com ela comprar Pizza e buscar a amiga dela, logo ela vai estar aqui com aquela amiga dela linda e você vai poder conhecer ela - ele enche um copo de vinho e bebe

Eu: Alex, acho que você não vai conseguir impressionar muito com esse cheiro de bebida no corpo e bêbado - tiro o copo da sua mão e jogo fora o vinho

Alex: você tem razão, vou tomar um banho e parar de beber por hora, quando eu voltar eu te ajudo a fazer a lasanha

Eu: acho que vou fazer amanhã no almoço a lasanha, se eles vão trazer pizza não a necessidade de eu cozinhar - começo a guardar as coisas

Alex: ei eu nunca trocaria sua Lasanha que tanto amo por pizza, agora pode cozinhar porque você disse que faria - ele bagunça meus cabelos e vai tomar banho

Começo a fazer a lasanha e após meu irmão tomar banho ele arrastou o Lucas para vir ajudar também, eles tentaram me ajudar a cozinhar mas foi em vão. Apos colocar a lasanha para assar alguem bate na porta e vou atender e quando abro fico surpreso.

Eu: como encontrou minha casa ? - olho serio para o menino da praia

Tales: você disse para eu descobrir como te encontrar e eu descobri - ele abre um enorme sorriso

Eu: garoto você é estranho sabia - cruzo os braços

Tales: Não, normalmente a turma me chama de Lindo, simpático, prodígio e principalmente de Gostoso

Eu: me dá um motivo pra não fechar a porta na sua cara ?

Tales: Bom eu trouxe sorvete - ele mostra quatro potes de sorvete

Alex: quem é Zack ? - no momento que meu irmão vê o garoto ele fica todo empolgado

Tales: Oque esta fazendo aqui Alex ?

Alex: eu moro aqui - meu irmão vai abraçar ele

Eu: vocês se conhecem ? - fico sem entender nada

Tales: sim nos conhecemos no festival do equilíbrio - ele me olha

Eu: não é o festival onde os réis se juntam para comemorar a paz ? - olho para o Alex

Tales: esse mesmo - ele reponde

Eu: me lembro de ter ido uma vez e como não gostei nunca mais eu fui - olho para o Tales

Alex: ele é o Filho do Rei Celeste, o único herdeiro ao trono - alex olhou para ele e depois para mim

Tales: então, vocês estão juntos ou algo do tipo ? - ele olha nos dois

Alex: ele é meu irmão o Zack, lembra que eu falava dele direto

Tales: então ele é o famoso Nefilim fofo que você e seu pai falavam com tanto orgulho - ele me olha e sorri

Alex: então oque faz aqui ?

Tales: vim fazer uma visita a esse pequeno, e trouxe sorvete - ele mostra as sacolas pro meu irmão

Alex: espera como você conheceu meu irmão? - ele olha serio para o Tales

Eu: isso não importa Alex, quero saber como ele descobriu onde eu moro.

Tales: isso foi fácil, na minha guilda tem um mago que consegue rastrear pessoas e eu pedi para ele te rastrear - ele coçava a nuca enquanto falava

Alex: ai sim fico feliz em saber que você faz parte de uma guilda também, então entre logo e vamos jogar uma partida no video game e você conta oque andou fazendo nos ultimos anos - meu irmão o leva para dentro e eu apenas fico abservando.

Após alguns minutos Átila chega com a sua namorada e com a amiga dela que assim que entrou senti algo estranho vindo dela, a namorada do Atila realmente é linda, possui longos cabelos loiro e um corpo de modelo que realmente chamava atenção, ainda mais com aqueles peitos enormes. Na hora que a vi fiquei com raiva mas não sabia o motivo então fui para a cozinha pensar um pouco.

Tales: então, seu irmão me contou que você é otimo na cozinha - ele aparece atrás de mim me dando um susto

Eu: eu aprendi um pouco com as cozinheiras da mansão - fico observando a hora para tirar a lasanha do forno

Tales: além de bonito é cozinheiro, acho que encontrei a pessoa perfeita - ele senta na mesa

Eu: estou longe de ser perfeito - vou até a geladeira e pego a garrafa de vinho do meu irmão e sirvo um copo para mim e outro para ele

Tales: seu irmão me disse que você usa magia de luz, vem cá quero te mostrar uma coisa - ele me puxa e apaga a luz

Eu: tenho que olhar a Lasanha guri

Tales: vai ser legal, acumula a luz em sua mão - faço oque ele pede e minha mão começa a brilhar

Ele segura minha mão com delicadeza e do nada a cozinha é tomada por uma mini Aurora

Tales: manípulo o magnetismo e a gravidade, minha magia pode se tornar suave e bela com a pessoa certa - ele fica me olhando e aos poucos vai se aproximando, quando nossos labios quase estavam se tocando e eu podia sentir sua respiração, Lucas aparece.

Lucas: isso é uma Aurora não é mesmo - lucas aparece todo impressionado, e na mesma hora nos afastamos

Tales: é sim, oque achou ?

Lucas: realmente é muito linda, Íris sempre quis ver uma Aurora - ele nos olha e sorri gentilmente, mas por algum motivo sentia algo diferente vindo dele

Eu: Tales acende a luz, vou tirar a lasanha do forno - tiro a lasanha do forno e a coloco na mesa

Tales: vou comprar mais bebida, um vinho não vai dar para todo mundo - ele sai da cozinha todo vermelho

Por alguns minutos lucas fica parado me olhando.

Eu: você viu não viu ? - olho para o lucas com vergonha

Lucas: você quase beijar o Tales, claro que não - ele sorri de uma forma estranha

Eu: você o conhece?

Lucas: ele é o mago mais forte da guilda PEGASOS SANGRENTOS, ele é conhecido como o "prodígio celestial" - ele pega um copo e se serve de vinho

Átila: não tinha percebido até agora, mas porque o Tales ta em casa - ele aparece nervoso

Lucas: ele é o namorado do Zack, quase se beijaram agora pouco - lucas sorri novamente de forma estranha

Eu: LUCAS! - fico com uma vontade enorme de bater nele

Átila: ele é de outra guilda, não pode trazer o inimigo em casa e muito menos para sua vida - ele fala todo irritado

Eu: Átila ele é apenas um colega que conheci ainda hoje - bebo toda à taça de vinho

Átila: não importa, eu quero ele fora daqui e que você fique longe dele - ele se aproxima de mim bufando

Eu: Quem é você para mandar em mim, presta atenção guri, você não é nada meu e eu não sou obrigado a ouvir e aturar esse seu chilique sem sentido - olho para ele de forma seria e empurro ele para se afastar de mim

Átila: Zack não testa minha paciência - ele vem para cima de mim e me prensa na parede e desta vez a aura estava com uma cor diferente e hostil

Eu: ou oque? - olho o desafiando

Átila: você vai ver porque me chamam de PESADELO ESCARLATE - ele aperta meus braços me machucando

Eu: voce ta me ameaçando ?

Átila: entenda isso como quiser, mas você não vai mais se aproximar dele seu moleque imbecil - a mão dele começou a acumular energia do caos

Eu: vou dizer uma vez Átila, se afasta de mim - olho para ele sério e sinto algo ruim começar a vir a tona, e novamente sinto um sentimento que queria esquecer

Átila: porque oque voce vai fazer - a aura em nossa volta começa a corroer a parede e as coisas ao redor

Perco a cabeça e materializo uma adaga na minha mão e perfuro a perna dele com ela o fazendo se afastar, em um momento de raiva materializo dezenas de adagas que flutuam em minha volta.

Átila se levanta e canaliza uma enorme quantidade de energia do caos nas mãos e nos pés e no momento que ele vem em minha direção, eu disparo todas as adagas nele de uma vez.

Minhas adagas são paradas por um espelho de água, e o Atila estava ajoelhado no chão fazendo força para se levantar.

(NARRADO POR ALEX)

Após atila ir para a cozinha, ele e o Átila começaram a discutir oque era a coisa mais normal do mundo.

Tales havia acabado de voltar com varias sacolas de bebidas quando sentimos uma aura sinistra vindo da cozonha, ele e a Karen (namorada do atila) correram para lá e a cena era pior que pensavamos.

Atila estava acumulando uma enorme energia em suas pernas e punhos e meu irmão estava com dezenas de adagas flutuando em suas costas, quando olhei para os olhos do meu irmão vi a mesma cena de anos atrás.

Alex: temos que parar os dois agora antes que algo pior aconteça - olho preocupado para o Tales e para a Karen

Tales rapidamente usa a magia de gravidade prendendo o Atila no lugar e a karen usa os espelhos de água parando as adagas do Zack

Me aproximo do meu irmão e o abraço e começo a chamar por seu nome, pela segunda vez vi meu irmão ser deixado levar pela escuridão que havia em seu interior. Aos poucos ele vai se controlando e quando me olha ele começa a derramar lagrimas, ele olha o Átila e sai correndo em direção ao quarto do Lucas e eu o sigo.

Chegando no quarto dele a porta estava encostada, lucas estava em um transe e falava sozinho, parecia que ele estava conversando com a Íris. Zack ficou revoltado vendo o lucas daquela forma e vai para a sala e materializa varias adagas todas apontadas para a amiga da Karen.

Zack: é ela Alex, ela ta fazendo eu perder a cabeça, não sei quanto tempo vou conseguir me controlar - ele colocava a mão na cabeça

Eu: como assim - fico preocupado com ele

Zack: A magia de uma metamorfo é mudar de forma e mexer com a cabeça das pessoas, ela esta fazendo o lucas ver a Íris e esta fazendo eu sentir o mesmo sentimento daquele dia Alex.

Eu: como você tem tanta certeza ?

Zack: o lucas passou por aqui quando foi para a cozinha ? - ele me olha tentando se controlar

Eu: ele ta no quarto desde que terminamos de fazer a lasanha - olho para ele sem entender

Zack: e ela foi pra cozinha antes do Tales sair e o Atila entrar ?

Eu: sim, ela disse que ia te pedir um pouco de água e quando ela voltou até falou que até gostou de coversar com você

Zack: ELA É A MERDA DE UM TRANSMORFO! - ele grita me olhando

Alex: como pode ter tanta certeza ?

Zack: assim - ele faz uma das suas adagas cortarem ela

Assim que a gorota é cortada, sombras começam a sair do seu corte e ela começa a se transformar em um ser com pernas e braços longos. Ela olha para o Zack e sorri.

Tales e karen aparecem na mesma hora que ela se transforma e karen fica apovorada, vendo no que sua amiga se tornou.

Transmorfo: Como descobriu tão rapido ? - ela olha para o Zack se aproximando dele

Zack: eu não sei, eu apenas senti sua magia mas isso nao importa agora - ele olhava para ela com raiva

Transmorfo: você tem mais em comum com meu mestre que eu pensava, agora entendo porque ele pediu para os bispos não matarem vocês - ela passa a mão no rosto so meu irmão e nessa hora ele fica estranho

Tales: quem é seu mestre ?

Metamorfo: sirvo o bispo da vaidade, mas meu mestre verdadeiro é Henir o SOBERANO DA MORTE - ela da risada

Tales: Bispo ? Oque fez com o Átila e com o Zack ? - ele olha serio para ela

Metamorfo: apenas mostrei a eles oque cada um tem por debaixo da máscara, so que me surpreendi vendo que eles são as estrelas gêmeas - ela se afasta do Zack

Karen: onde esta minha amiga ?

Metamorfo: sua amiga esta aqui Karen - ela se transforma na garota novamente dando uma risada estranha

Karen ao ver sua amiga começa a chorar e entende oque ele quis dizer.

Metamorfo: agora se me dão licença vou levar um dos seus nefilins até minha mestra, e de bônus vou levar o pequeno dragão.

Lucas aparece na sala e fica ao lado do Zack, meu irmão levanta o braço e abre sua mão e cria uma esfera de escuridão e no momento que ele fecha a mão a casa fica toda escura, não dava para ver um unico feixe de luz.

Quando a escuridão da casa desaparece o metamorfo, o Zack e o lucas não estavam mais lá.

Continua....

Comentários

22/11/2017 02:59:13
Top Guilda foi ótimo. Não sei o por que seria importante para as guildas já que é pelo que me parece, uma revista de modelos ou algo do tipo. Mas veio a tirar a tensão da perca de um personagem. Então foi uma boa jogada. continue.
11/11/2017 17:36:00
Meu Deus. Várias referências de Fairy Tail. Elza: Com a manipulação de adagas. Os dragões gêmeos da luz e trevas. Natsu hahaha. Muito top. Continua.
11/11/2017 11:40:07
Zack é um personagem que tem medo de usar todo seu poder, no próximo capítulo vai ver do que ele é capaz para proteger alguém que ama.
11/11/2017 11:18:08
Caraca muito bom. Mais esperava mais do Zack, ele só aparenta poder quando esta ruim. E nem se defende.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.