Casa dos Contos Eróticos

Coisas do Destino cap 18

Autor: Mtk
Categoria: Homossexual
Data: 07/11/2017 11:33:56
Nota 10.00
Ler comentários (5) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Bom dando continuidade a nossa história...tá aí mais um capítulo para vcs!!!

Depois disso resolvi parar de provoca-lá e vê os jogos...e como nós jogaríamos no outro dia,o Edu nos proibiu de ir para balada e beber,ele queria todas focadas e prontas para o jogo do dia seguinte...Mais as meninas queriam beber de qualquer jeito,então resolveram ir para o estacionamento do ginásio para beber escondidas. E eu fui com elas,mais não iria beber.

Chegando no estacionamento percebemos q aalgumas meninas de outros times também tiveram a mesma idéia,pois estavam lá bebendo e fumando,fazendo muita bagunça. Algum tempo depois chegou a Letícia (a menina q me pediu um gol)ela tava tão linda,com um shortinho curto,mostrando suas belas pernas,uma camiseta colada com um decote generoso,cabelo solto e aquela carinha de anjinha safada.rsrs. Ela me viu e logo veio falar comigo,ficamos conversando e flertando,então resolvir agir e chamei ela pra da uma volta,passamos pelas arquibancadas e de longe vi a Camila nos observando,mais não liguei,decidi q aproveitaria minha noite, fomos até uma pracinha q ficava atrás do ginásio,estava um pouco vazia,fomos até um banquinho mais afastado e sentamos para "conversar".

Ela tinha um papo agradável,mais eu não estava muito afim de papo,então lhe roubei um beijo,e que beijo,quente,gostoso e demorado,ela começou a chupa minha língua,me deixando cheia de tesão. Nos separamos para recuperar o ar,e ela me olhou com uma cara de safada,eu não resiti e tomei sua boca na minha outra vez,só q dessa vez mais devagar,queria provar mais daquela boca macia e gostosa...Depois desci minha boca e comecei a beijar e morder aquele pescocinho q me instigava,fui lambendo devagar,passando minha língua até chegar em sua orelha,onde mordir e sussurrei:

Eu: GOSTOSA.

Ela gemeu baixinho,e eu voltei a beijar sua bacana,agora com mais vontade ainda,apertava seu corpo no meu,chupava sua língua e mordia de leve seus lábios...lhe arrancando suspiros e gemidos...minhas mãos começaram a passear pelo seu corpo,eu apertava as coxas,sua bunda,e subia até seus seios...coloquei minhas mãos por dentro de sua blusa e aperta seus seios ainda por cima do sutiã,o que fez ela gêmeo mais alto em meu ouvido,me excitando mais.

Mais tudo q é bom,dura pouco,quando comecei a tirar seu sutiã,sinto meu celular vibrando no bolso,pensei em não atender,mais poderia ser importante,pois vi q era a Babi.

Eu: Fala Babi.

Babi: Desculpa atrapalhar,mais liguei pra avisar q já estamos indo embora, o Edu nos pegou bebendo e está furioso.

Eu: Nossa...eu imagino...diz q eu não demoro.

Babi: Tá,mais vem logo.thau

Eu: thau.

Desliguei ainda com Letícia grudada em mim,falei q tinha q ir embora e ela ficou chateada, mais logo sorriu,quando eu disse q logo nos veriamos para terminar o q começamos. Nos despedimos com longo e gostoso beijo e cada uma foi para um lado,eu fui até as arquibancadas procurar as meninas ,mais só vi a Camila q parecia brava,eu né iria falar nada,mais ela falou comigo.

Camila: As meninas já foram pra casa,o Edu pegou elas bebendo e ficou um fera.

Eu: É ,já estou sabendo.

Camila: Ele perguntou por você e eu disse q tinha ido ao banheiro e falei q ficariamos para vê os outros jogos e ele concordou.

Eu: E pq você disse isso?

Camila: Pq eu não queria q ele ficasse mais bravo do q já estava e eu sei q você não estava bebendo.

Eu: Tá,mais agora eu quero ir pra casa.

Camila: tá bom,ten táxi ali na frente.

Eu: hum, e você vai ficar ?

Camila: Sim,vou embora mais tarde,de carona com uma amiga.

Eu: tá bom.

Senti q ela falou aquilo pra me fazer ciúmes,mais eu não demonstraria q ela havia conseguido...rsrs. Fui embora,e quando cheguei em casa ,todos já dormiam e eu tomei um banho e fui dormir.

Dia seguinte o Edu nós acordou bem cedo,queria conversar com o time,ele falou muito e a punição das meninas seria suspensão quando voltassemos para nossa cidades,elas ficaram tristes mais tiveram q aceitar e eu só escapei graças a mentira da Camila. Depois q a conversa terminou fomos nos vestir,eu coloquei o uniforme e fiquei encostada na porta conversando com a Márcia,quando a Camila passa na porta se encostando em mim,e eu pra não perder o costume reclamei :

Eu: Ou...Era só pedir licença q eu sairia pra você passar.

Camila: É ...mais não precisou...

Disse isso e pisou pra mim,e a Macia ficou rindo,dizendo q pareciamos crianças,eu fiquei olhando pra Camila do outro lado da sala,pensando como ela gostava de me provocar,nossa.

Comentários

09/01/2018 00:13:40
21/12/2017 11:46:06
Fé tá certa a camila que corra atrás dela.
08/11/2017 14:14:08
Amandooooo
07/11/2017 15:09:09
Estou adorando. Continuaa
07/11/2017 12:09:57
Fê vai acabar pisando na bola feio e depois vai ter q correr atrás da Camila kkkkkkk

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.