Casa dos Contos Eróticos

sedução e sexo na balada

Categoria: Heterossexual
Data: 04/11/2017 19:55:26
Nota 9.88
Ler comentários (8) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

A Balada e o convite a provocação

Rapidamente vou me descrever, mas nos contos anteriores que meu marido corno postou tem uma bela apresentação muito mais completa de nos. Sou casada, tenho 33 anos, branquinha porem bronzeada de sol, o que me faz ter marquinhas minúsculas de biquíni, seios fartos e deliciosos, bunda grande e muito gostosa, cintura fina, buceta deliciosa e louca por rola, meu marido sabe bem a esposa que tem, desde que nos casamos já indicamos um ao outro nossos preferencias sexuais e nossas fantasias, gostamos e praticamos juntos muitas “danadisses” somos cumplices e nos amamos muito, esse e o grande segredo de conseguirmos fazer tudo o que fazemos e realizar todas as nossas fantasias.

Como disse já tínhamos realizado por algumas vezes coisas como a que vou relatar aqui, por isso foi de certa forma fácil de chegarmos ao que aconteceu.

Antes vou contar rapidamente o fato que gerou o acontecido. Estávamos em um bar conhecido na cidade que moramos, muitas pessoas conhecidas do meu marido, estávamos lá, estávamos em época de carnaval, aproveitamos para tomar uma e festar um pouco, papo vai e papo vem meu marido por diversas vezes teve que sair da mesa que estávamos sentados com uns amigos para dar atenção e conversar com outros que estavam pela casa, acabou que conheceu um novo amigo, esse também tinha muitos amigos por lá e todos eram amigos em comum do meu marido e dele, foram apresentados e ficaram por lá falando de várias coisas, como eu não estava na mesa não sei exatamente sobre o que eles falaram, mas esse novo amigo é também é dono de casa noturna, outra casa não a que estávamos, o papo deles flui bem, enfim ele me comentou sobre o rapaz e disse que ele era dono de uma balada, e que então podíamos um dia ir até lá, eu concordei e disse que conhecia de nome, pois alguns amigos meus vão lá e falam bem da casa.

Passou o tempo e um belo dia resolvemos ir a casa noturna do amigo, e fomos, ele nos deu a maior atenção e correu tudo bem, sem nenhuma novidade, nesse dia ficamos bem mais amigos afinal interagimos bastante, ele super atencioso, gentil e educado como de fato ele e, a balada acabou fomos em bora e voltamos repetir isso mais um ou duas vezes, até que um belo dia iniciamos eu e meu marido as fantasias com ele entre nós, conversas sem muita importância, nem sabíamos se iriamos de fato fazer algo ou não, mas mesmo assim falávamos coisas simples do tipo “vamos lá na balada, mas eu vou com essa roupa e seu amigo vai ficar louco hein” “claro amor, tudo bem, ele deve ficar louco mesmo vc e muito gostosa” “vou dançar até o chão e ele vai querer me comer amor, vai achar que sou uma vaca” e riamos com a situação que poderia ocorrer, e foram esses comentários entre meu marido e eu, e assim foi até o momento que começamos a fantasiar um pouco mais e eu dizia ao meu marido “ele e gostoso amor, bonito, cheiroso, educado, eu acho que toparia uma brincadeira” e ai foi, um belo dia decidimos ir novamente a balada dele, logo ao chegar eu tratei de deixa lo de uma forma sutil excitado, meu marido foi até o banheiro ainda na parte inferior da balada e eu então disse a ele que ele NOSSA QUE PERFUME GOSTOSO, ele ficou sem graça, disfarçou e assim que meu marido chegou eu comentei OLHA AMOR O PERFUME DELE É FORTE E GOSTOSO, de verdade era, mas de certa forma eu fazia uma comparação a ele mesmo que é forte e gostoso também, depois disso como sempre fomos ao piso superior da balada e papo vai papo vem, bebidas, musica, e meu marido fala para mim, “amor provoca ele” e eu serio amor? “sim provoca ele” “dança perto dele, encosta nele, essas coisas, ele vai ficar sem saber o que fazer, vai ficar com vergonha e tesão e vai achar que você é uma vadia e que eu não sei de nada” eu claro concordei, já queria mesmo provoca-lo, aliás já estava de certa forma provocando, e com auxílio de umas bebidinhas e músicas a coisa ficou muito mais fácil, o camarote era praticamente nosso, não tinha mais ninguém, a casa estava como sempre cheia mas o camarote dele não, e assim fiz, iniciei algumas provocações, dançando, encostando, me exibindo, jogando umas indiretas, nada demais mas o suficiente para deixar ele em alerta rsrs, meu marido começou a ir ao banheiro a todo momento intencionalmente e eu ali me insinuando de forma contida, apenas dançando, e ele sem saber o que fazer mas devia estar cheio de tesão, meu marido nos deixou a sós muitas vezes mais nada avançou consideravelmente, até que fomos ao local onde os fumantes utilizam, ao chegar lá eu pedi um beijo a ele, ele me disse “você é louca” afinal ele era amigo do meu marido e nada sabia das nossas aventuras, até então eu era apenas a gostosa da esposa do amigo dele, e de fato ele é muito educado e parceiro, mas... eu insisti e peguei no pau dele e mais uma vez pedi que ele me beijasse, foi quando ele disse novamente “você é louca” e me empurrou para que eu me afastasse dele, e eu disse que meu marido e eu frequentávamos casa de swing (que de fato e verdade) e que os caras não achavam isso de mim, ele ficou louco, os seus olhos brilharam, seu comportamento instantaneamente mudou, ele ficou louco e até pareceu inconformado, achou que era brincadeira, não podia acreditar que aquela gostosa ia a casa de swing e transava com outros homens com o consentimento do seu marido, então ele perguntou: é sério isso? Jura? E você fica com outro cara na frente do seu marido? E ele? Ele come outra mulher também? Disparou várias perguntas, e ao olhar para ele notei que estava com o pau duro, diga se de passagem, que ROLA! Nossa, era enorme e fazia um volume assustador pela sua calça, eu sempre respondendo positivamente as suas perguntas e ele falou que precisaríamos ir um dia então e mais uma vez eu concordei, ele foi à loucura, até então meu marido não estava junto a nós, e nessa hora ele chegou, imediatamente eu contei a ele o que estávamos falando e como o nosso amigo estava ao saber das nossas aventuras sexuais, meu marido safado como é e já esperando que isso acontece se reagiu de forma calma e natural, sorriu e reafirmando que tudo era mesmo verdade, sentado ao meu lado continuamos a conversa, eu fiz questão que meu marido visse como eu tinha deixado nosso amigo só em falar, ele ao ver arregalou os olhos e disse “pqp, o que você colocou ai nesse bolso? Caralho! ” todos rimos, mais uma vez eu coloquei a mão no pau dele por cima da calça, o nosso amigo agora já mais conformado mas ainda meio desconcertado e com certo receio por meu marido estar ali, mas já sabendo que tínhamos armado de provoca-lo, ficou dizendo coisas do tipo “ vocês são loucos, vocês são foda, quase enfartei, não sabia o que fazer, querem me matar assim, temos que ir embora para algum lugar” coisas desse tipo, ele ficou maluco, quando o meu marido teve a ideia para meu delírio e felicidade de segurar a porta que dava acesso ao fumódramo evitando que outras pessoas pudessem entrar ali, então ficamos somente nós 3 e com a porta travada, ele então pediu que eu pegasse e tirasse o pau dele para fora, mais que depressa eu fiz, ele sem acreditar no que estava te acontecendo só sabia concordar e se contorcer, extasiado e cheio de tesão, quando eu tirei o pau dele para fora que grata surpresa, uma ROLA ENORME, LINDA, GOSTOSA, GRANDE e GROSSA, nossa, cai de boca, ele em pé na minha frente e eu sentada chupando aquela rola em meio da balada que rolava da porta para lá, e meu marido segurando a porta, algumas pessoas tentaram entrar e meu marido segurou a porta, chupei, chupei e decidimos voltar ao camarote, aquele camarote e nossa amizade nunca mais seriam os mesmos, tudo tinha mudado em minutos, ele descobriu que seus amigos eram os amigos dos sonhos dele, não demoramos muito para tomar a decisão de irmos embora, ele no carro dele e nós no nosso carro, ele pediu que seguíssemos ele, ele foi até um motel a caminho de nossa casa e entrou, pegou dois quartos, deixou seu carro em um dos quartos e se dirigiu a nosso quarto andando, rsrs, louco! Mas louco para me comer com certeza, logo que entrou tiramos nossas roupas, nos pegamos entre beijos, caricias e chupadas e ali iniciamos uma longa e deliciosa noite de sexo, fui fodida de uma forma voraz e insaciável, eu realmente precisava de uma foda daquelas, ele é incansável, incansável, me chupou, me fodeu, me comeu de quatro, me fodeu deitada, fodeu de lado, judiou muito de mim e da minha buceta, tentou comer meu cu, mas seu pau e muito grande e não conseguimos finalizar, mas o pouco que rolou foi demais, (já falei que quero muito dar o cu a ele). Ele me comeu muito, me fez gozar algumas vezes, e meu marido após gozar duas vezes ficou lá olhando, observando eu sendo devorada e ao mesmo tempo adorando aquilo tudo, meu marido é muito safado e adora me ver ser possuída e arrombada por outra rola, ainda mais aquela rola deliciosa, grande, cabeçuda, com veias pulsantes, entrando na minha boca, na minha buceta, ele ficou lá ajudando ao gostoso e safado do nosso amigo que me arrebentava no meio, meu marido ficou filmando e fotografando aquele espetáculo que acontecia ali... o que posso dizer que ao final tomamos um banho de banheira, saímos do motel já com o sol sobre nossas cabeças, eu toda satisfeita, esfolada, saciada, com a buceta inchada e ardendo mais com a sensação de ter sido violentamente e deliciosamente possuída por aquele gostoso com aquela rola maravilhosa, eu com a sensação de estar ainda com um cavalo entre minhas pernas, fomos cada um para sua casa, eu e meu marido dormimos e acordamos ainda mais cumplices, com a certeza de ter mais um amigo do peito, tanto é que depois dessa tivemos mais algumas que irei contar em outros contos...

Comentários

03/12/2017 17:46:52
https://kxcontos.blogspot.com.br/ novo site galera! Visitem! contos e muita putaria
17/11/2017 12:14:24
Delicia de conto, parabéns !! Minha esposa tb é bem putinha, confira nossas aventuras ... Temos um blog para maridos liberais https://clubedosmaridoscornos.blogspot.com.br/
08/11/2017 15:17:15
Aplausos, conto perfeito, muito bem escrito, e claro excitante!!! Parabéns ao casal...nota 10 octaviolinhares@outlook.com
06/11/2017 13:21:20
delicioso
05/11/2017 00:12:08
Delicia
04/11/2017 21:49:36
Que tesão virei teu fã
04/11/2017 21:09:59
historia real, alias realíssima!
04/11/2017 20:41:31
hummmm! que história!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.