Casa dos Contos Eróticos

Minha vida com meu filho - Final

Um conto erótico de Jhulia
Categoria: Heterossexual
Data: 03/10/2017 16:48:54
Nota 10.00

Continuando e por fim terminando de relatar os ocorridos com meu filho, espero que tenham gostado, pois não são relatos fictícios e sim situações reais que enfrentamos. Voltando...minha irmã estranhou o fato de minha virilha estar úmida, fui até o banheiro e verifiquei que era esperma e um pouquinho de sangue junto, fiquei aflita, pois meu médico disse que se eu estivesse machucada teria que cauterizar a parede do meu útero. Gelei. Mas algo estava me interligando. Pensei e fiz as contas: Dois meses sem descer pra mim, mas caramba, tomo certinho minhas pilulas, nunca esqueci...nao é possível eu estar grávida. Eu andava meio cansada e sem animo ultimamente mas achei que era minha rotina que é bem massante e da minha vida sexual, querendo ou não estava ativa no 220. Fiquei meio deprê e meu filho veio falar comigo:

- Filho: Mãe o que foi? Não esta gostando da viagem? Da praia? Parece triste.

- Eu: Nada não filho, depois falo com você, vai se divertir.

- Filho: Não, agora fala, quero saber, não quero te ver assim, foi a Jana que te disse alguma coisa?

Teria que falar pra ele mais cedo ou mais tarde, disse:

- Eu: Jhonatan, presta atenção...Nao desce pra mim a dois meses e estou com um corrimento estranho, sei não, acho que você vai ganhar um filhinho-irmãozinho, vou fazer o exame quando voltarmos.

- Filho: Putss, mas você não toma certinho as pílulas? Não pode ser, é super seguro.

- Eu: Eu sei filho, mas nada é 100%. Você é um garoto cheio de saúde e com tudo no auge, eu também, meu médico mesmo disse, algum espertinho seu ai me fecundou.

- Filho: E agora? Fazer o que né? Quem sai na chuva é pra se molhar, vamos encarar.

Adorei a atitude super madura dele, se mostrou ja ser um homem e disse, algo que me surpreendeu:

- Filho: Não fique preocupada mãe, aconteceu, agora vamos assumir, não somos adolescentes, que faz sexo uma hora acontece mesmo, fica tranquila (me alisando o rosto e me dando um beijo no rosto).

O dia foi normal, todos na praia e a tarde nos arrumamos para voltar pra casa quando meu filho diz:

- Filho: Mãe, olha ( abaixando a bermuda e me mostrando o pinto duro), vamos dar uma antes de irmos, to afinzão!!!

- Eu: Viu a consequência dessas safadezas, vem, sem meteção dessa vez, vem coloca o pinto entre meios seios e mete.

Me sentei na cama do quarto e ele veio e começou seu vai e vem entre meus seios, bem forte e a cabeça do pinto dele chegava a bater no meu queixo, quando ouço minha irmã chamando:

- Irmã: Jhu, Jhonatan, vamos, já estamos prontos, estamos indo.

Nisso meu filho agiliza e goza por tudo, meio queixo escorria semen, entre meus seios escorria e até na minha franja veio um jato, disse:

- Eu: Que fertilidade eim menino, tinha mais é que me fecundar mesmo, deixa eu só passar um papel que sua tia e seu tio ja estão indo.

Tirei só o mais grosso e fomos pro carro. Mas na pressa cometi um descuido:

- Irmã: Jhu, o que é isso na sua testa? Kkkkk sua franja esta grudando, passa o dedo pra você ver.

Passei o dedo e vi que foi o jato que foi na minha testa e disse:

- Eu: É o pós sol, achei que espalhei demais e não vi aqui em cima.

- Irmã: Seiii...ta bom!!!

Ela ficou com muita desconfiança de nós, chegamos em casa, tudo normal, no outro dia fui ao hospital fazer uma ultrassom e pasmem: Gestação de oito semanas e meia. Meu mundo desabou. E pelas contas até deu pra saber quando aquele menino me engravidou, provavelmente e com certeza na viagem que fizemos para Caldas Novas, puxando pela memória um daqueles dias esqueci de tomar o anti. Dei a noticia a ele:

- Eu: Filho, oito semanas e meia, teremos um bebezinho.

- Filho: Mãe, vamos comemorar, vem, vamos ao motel, pegar uma linda suite e comemorarmos em grande estilo.

- Eu: Vamos, deixa eu só mudar de roupa, por algo mais confortável...(vestia uma blisinha, soutien, calcinha, calça leg, meia e tênis).

- Filho: Paraaa mãe, vai assim mesmo, você vai tirar tudo mesmo, vamos logo que eu to louco de vontade...

- Eu: Nossa, pior que também estou, hoje vou gritar de tanto tesão, então vamos.

Entramos no carro, ele passando a mão na minha vagina e eu punhetando ele, quando de repente, ele tira a bermuda e a calça dentro do carro, estavamos no trânsito ainda, quando digo:

- Eu: Se veste pelo amor de Deus, se alguem ver estamos ferrados.

- Filho: Ja ta chegando, relaxa, vai continua batendo, vai.

Chegamos na entrada do motel, eu entregando os documentos com uma mão e com a outra punhetando meu filho, e ele sem a parte de baixo. Que loucura!!!

Entramos na garagem da suite e como ele estava pelado no carro, fui eu fechar a garagem, ao virar pra ele, ele ja me agarra, aperta meus peitos e começamos um delicioso beijo de lingua, com direito a pegação e tudo mais. Meu filho estava totalmente pelado e eu totalmente vestida. Não achei justo, dessa vez eu mesma me despi na garagem, comecei tirando minha blusinha e meu soutien, depois tirei minha calça leg junto com a calcinha e por último tirei o tênis e a meia e joguei tudo no chão, subimos a escadinha até a suite com ele atrás de mim, abrimos a porta e nos jogamos na cama, nos beijando quando ele diz:

- Filho: Vai mãe, abre as pernas não to aguentando mais, vai deixa eu meter, to quase explodindo!!!

Eu também estava louca de tesão, ja deitei abrindo as pernas e dizendo:

- Eu: Vemmm me arregaça toda com esse pintão enorme, enfia ele até o talo, ssssss.

Abri as pernas estilo frango assado, joelhos nos seios e ele pincelou o pinto na minha buceta e enfiou, sem brincadeira, de todas as nossas transas essa foi a que mais senti prazer, eu não estava em mim, nunca com ninguém eu gemi gritando, só com ele, eu gemia muito alto, se tinha alguém no quarto ao lado ouvio:

- Eu: Aaiiii que delicia, soca com força seu pintudo, arregaça tudo, vaaiiii ssssss bem forte vaiiii me fodeee.

Meu filho e eu feito dois animais no cio transando, ele pingava suor em meu rosto, bombava muito forte e eu dizia:

- Eu: Enche essa buceta de leite vaiiii pintudo gozador, não me engravidou? me engravidou até tomando pílula, goza cavalaooo, goza!!!

- Filho: Vou gozar, vou gozar, ahhhh!!!

Ele me enche de leite e eu falo:

- Eu: Não gozei ainda, deita, vou por cima.

Sentei sobre ele de costas com a bunda virada pra ele (nunca tinha feito assim), coloquei as mãos nos joelhos dele e cavalguei demais, urrava de tesão quando digo gritando:

- Eu: sssss to gozando, vou gozar de novo aaiiiii.

Fiquei trêmula, mole e cai sobre suas pernas com a cabeça em seus pés. Estava maravilhada. Virei para ele, deitei ao seu lado e disse:

- Eu: Essa foi a melhor de todas, Ufaaa deu até moleza, cansei!!!

- Filho: Foi boa mesmo, agora é você que esta acabando comigo.

Ficamos abraçados até a hora que terminou nosso horário. Nos vestimos e fomos para casa. Dei a notícia da gravidez para minha irma e ela disse:

- Irmã: Sério Jhu? Espertinha eim, solteira,dando suas escapadinhas e até engravidando. De quem é? (Perguntou baixo).

- Eu: De um cara que conheci na internet, bem mais jovem que eu, um gostoso, ele vai assumir o bebê mas não vai estar presente, ele é casado (menti descaradamente).

- Irmã: E ai Jhonatan ta feliz com o irmãozinho?

- Filho: Demais tia, vai se parecer comigo você vai ver kkkk (disse rindo).

Ficamos todos felizes, eu e meu filho passamos a conviver com o respeito de mãe e filho mas com nossas transas, sem pudores, somos muito felizes, muita gente recrimina esse tipo de desejo, só tenho uma coisa a dizer: É a melhor coisa do mundo. É outro nível de prazer. Pecado? Não. Pecado é uma mãe abandonar seu filho, maltratar, nao dar amor e atenção. O que tem de mais uma mãe e um filho transar? Nada. Isso só fortalece a relação de amor e afinidade de ambos. Mães que leram meus relatos, passem a observar melhor seus filhos e transem com eles. Não considero nem sexo, é fazer amor puro. Aos filhos e mães que querem e não tem coragem de começar, apresentem meus relatos, garanto que criarão coragem. Um grande abraço a todas e todos os leitores dos meus relatos reais, espero que tenham gostado e aberto a mente de cada um de vocês. Transar com a mãe ou filho não é errado, errado é passar vontade e não realizar. Um beijo a todos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
15/08/2018 17:33:15
Os contos são espetaculares, caso tenha fotos, favor enviar no email fancoroalibertina@gmail.com
10/08/2018 14:08:44
Olá pessoal alguém tem notícia dessa escritora queria muito que ela voltasse a nos escrever alguém que mandou e-mais ela chegou a responder alguém pode me passar o contato
27/06/2018 00:36:16
Parabéns ao Casal!!!!! Linda história. Li todos hoje só dando a nota ao final da leitura, mas todos são 10 como a nota que segue!!!!!!
21/01/2018 19:13:36
Nossa jhulia hoje tive que ler seus relatos novamente sempre pesquiso na esperança de mais alguma atualização dos seus relatos e mais nada você bem que podia mandar como esta sua vida sexualheia e nos contar mais sobre a sua gravidez beijos
20/10/2017 09:59:16
Delicia de conto, adoro incesto entre mãe e filho, visite minha pagina, tenho vários contos com essa temática, acredito que apreciará
06/10/2017 12:28:59
Nossa jhulia seus contos me deixaram louco de tesao amor que delicia sinto esse tesao enorme pela minh irma desejo muito ela espero que vc continue seus relatos anjo porque sao maravilhosos bom demais linda sou sru admirador bjs. Sandro.cesario3@yahoo.com.br
05/10/2017 17:31:49
Oi jhulia muito bom seus relatos que final maravilhoso me deixa super exitado mas não deixe de escrever pra gente não por favor continue a nos contar suas aventuras sexuais e sobre a sua gravidez vou sentir muito se você parar de escrever pra gente adoro todos seus relatosBeijos cheios de carinho pra você
05/10/2017 12:26:51
Comecei a ler contos recentemente e o seu me deixou cheio de desejos! Teria fotos sua? Caso tenha me envia... moraes10miranda@hotmail.com
03/10/2017 23:46:29
Final excelente. Fiquei surpreso, não esperava que ficaria grávida. Parabéns pelo bebê.Gostei muito de todos os contos que vc publicou. São contos muito bem escritos que me deixam muito excitado e sempre gozo bastante quando os leio. Não quero que vc pare de escrever, eu imploro para que vc continue relatando suas experiências sexuais. Vou sentir muito sua falta se vc realmente parar de escrever. Por isso deixo meu e-mail caso deseje conversar drcp111@gmail.com Um grande beijo, sua linda!

Listas em que este conto está presente