A Deusa com grande surpresa

Um conto erótico de Amante de maduras e travestis
Categoria: Homossexual
Contém 1859 palavras
Data: 17/10/2017 01:54:32
Assuntos: Gay, Homossexual, Travesti

Me chamo Paulo,sou branco, 1.74 altura, 33 anos,olhos verdes, 18cm de dote e uma bunda avantajada.

Ela 1.90 altura,negra daquelas muito negra ,26 anos,olhos castanhos,uma bela bunda e una beleza de deixar até qualquer mulher com inveja,um corpo que me seduziu na hora.

Aconteceu no interior de SP, no final de 2015 eu trabalhava numa empresa de ônibus intermunicipal no terminal rodoviário sempre conhecendo gente nova e caçando gatinha e gatonas,idade pra mim nunca foi problema novinha ou maduras estão sempre no radar até que um dia essa deusa negra apareceu toda linda,e eu perdi me perdi todo não sabia nem como vender uma passagem pra ela,perdi a Voz após alguns segundos me recuperei e atendi aquela deusa, devido ao grande movimentação de passageiros não consegui conversar com ela passei o resto do dia pensando naquele monumento de voz doce e tranquila.

Depois verificando os comprovantes de embarque e relacionando o destino com a poltrona escolhida para ela descobri seu nome Sabrina mas não tinha o contato dela.

Por muito tempo fiquei pensando bela, procurando ela por todas as redes sociais sem sucesso,meses se passarão e eu me esqueci dela até um dia que eu estava trabanhando anoite na plataforma de desembarque ela desce do ônibus e bem em minha direção pra pegar sua mala no bagageiro,não consegui controlar minha surpresa e felicidade, Meu sorriso me entregou,ela ficou por ultimo para pegar sua bagagem estava deslumbrante num vestido tudo até o.meio das coxas detalhando bem aquele corpo maravilhoso belos seios grande e lindos,aquele bumbum redondinho lindo....

-Oi Sabrina Boa noite você está linda hoje.

Ela ficou surpresa por eu já saber seu nome.

-Oi gato Boa noite de onde me conhece.

Expliquei que para ela de forma rápida que tinha atendido ela na ocasião que a conheci mas não pude conversar com ela,dessa vez peguei o contato dela e ela o meu nós despedimos e voltei ao trabalho feliz pelo reencontro.

Quando acabou meu turno mandei uma mensagem pra ela.

-Oi bom dia Sabrina.

Mas como era muito cedo não obtive resposta e fui dormi.

A tarde quando acordei primeira coisa que fiz foi verificar se ele tinha respondido e lá estava ela.

- Bom dia

- Bom dia

- Bom dia

- E um monte de carinhas bravas

Respondi imediatamente e lembrei pra ela que tinha trabalhado a noite toda e estava dormindo.

Ela entendeu e começamos a conversa e por algumas horas ficamos conversando,eu não aguento mais ficar só bate papo por muito mais tempo o que eu queria era saber onde ela morava e ela é que perguntou primeiro e logo que respondi ela disse que morava pertinho num bairro proximo da minha casa.

Ela - Vem pra cá vamos passar a tarde juntos

Eu- só me passa o endereço que chego rapidinho.

Ela passou o endereço eu tomei um banho e fui.

Quando chego no endereço que ela me passou era algum tipo de república todos já sabiam quem eu era tinha alguns gays e travestis fiquei meio constrangido por ter sido pego de surpresa e fiquei imaginando porque aquela deusa estava morando numa república gay.

Logo ela apareceu me apresentou a todos e entramos ela sempre agradável e super simpática ela estava super a vontade com um vestido curto,de tecido leve e rodado tava linda aquela boca deliciosa tava me deixando louco enquanto ela falava eu apenas admirava,não aguentei e comecei a beija lá...

...ela se assustou e me empurrou e depois começou a rir e veio pra cima com tudo e aquele beijo tava intenso e delicioso ai ela fala no meu ouvido

- vai se arrepender de ter começado .

Deu até um frio na barriga, não levei a sério.

Quando olhei em volta tava todo mundo na sala assistindo nossa pegação ,quando ela me empurrou eu estava sentado no sofá e vai deitado no chão e quando ela veio pra cima de mim aquela bunda linda e deliciosa ficou amostra pra que quisesse ver ,dava pra ver que todos ali já estavam com tesão, ela não gostou da plateia ou pelo menos é o que fez parecer,nos recompolhos e apesar de mais alguns amassos nada mais rolou fui embora porque tinha que trabalhar.

No dia seguinte liguei pra ela logo que cheguei do trampo e recebi uma proposta muito agradável, vem dormi aqui em casa gatinho pode chegar e entrar.

Não pensei duas vezes em 20 minutos estava lá, tomei um banho coloquei uma bermuda e uma camiseta e fui pra cama,quando ela saiu de baixo do lençol tive aquela visão maravilhosa ela de babydol branco minha garota estava deslumbrante, deitei senti aquele cheiro delicioso de seu corpo que me enlouquece comecei a beija lá e acariciar seu corpo,seus seios durinhos deliciosos,aquela bunda maravilhosa senti aquela calcinha fio ja tava louco,fui soltando as alças do babydol chupando seus peitos com o bicos suculentos e dursinho apreciei os por um bom tempo,e ela acariciando meu cassete e apertando minha bunda sempre ameaçando meter o dedo no meu cursinho,até que comecei descer quando cheguei no umbigo ela me segurou e disse agora é minha vez.

Ela perguntou:

- Você confia em mim?

Eu mesmo sem entender a pergunta

- Claro que sim gata.

Ela então me vendou e tirou minha roupa, e amarrou meus pés e minhas mãos e começou a beijar e chupar meu corpo ela só não gostei quando passou direto e não chupou meu pau quando reclamei ela disse calma gatinho e continuou me chupando mordendo e dando uns tapas bem doloridos na minha cara achei que ela ia cair de boca no meu pau, mas ela soltou minhas mãos me virou de barriga pra baixo e me amarrou de novo e começou a me chupar morder,e bater na minha bunda pensei que alguma das travestis iriam entrar no quarto devido a movimentacao do lado de fora do quarto a safada me marcou todinho e ainda não tinha sentido aquela boca deliciosa chupar meu pau,quando mandei ela chupar ela não gostou da ordem e me mandou ficar de boca fechada porque ela é quem ma dava ali, mas logo aquela voz meiga e carinhosa voltou e me disse .

-vou te conceder um pedido.

-qual parte do meu corpo você quer chupar?

Senti um sarcasmo naquela pergunta.

-e em qual posição você quer ?

Tava doidinho de tesão e já respondi sem pensar .

Quero chupar sua bucetinha e quero um 69.

Ela perguntou tem certeza do que tá pedindo?

Falei Claro que sim to doidinho pra sentir essa rachada na minha boca.

Ela me mandou ficar de 4 porque iria continuar amarrado,ela entrou por baixo senti sua boca e beijei por uns 5 minutos,e deixei ela passar pois queria sentir aquela boca no meu pau e sentir a buscar gostosa dela na minha boca,mas o que senti batendo no meu rosto foi algo enorme e duro,gelei na hora me passou pela cabeça tudo que aconteceu quando cheguei na casa dela e só então percebi que tinha me encantado por uma grandes negra e de um pau colossal, parei e falei

-me solta daqui agora.

Ela-agora é tarde vai ter que se entregar pra mim ou posto no face o vídeo de tudo que tá acontecendo aqui.

Eu- imploro me solta por favor.

E deterrepente eu sinto ela meter a língua no meu cuzinho ,uma sensação que numa tinha sentido mas que secretamente havia desejado muitas vezes e me fez rebolar involuntariamente na língua dela,acabei sedendo e deixei ela chupar a vontade senti a língua entrar no meu cuzinho e gemi como uma putinha o que fez ela esfregar aquela pica Preta na minha cara denovo e dessa vez chupei timidamente e senti o gostinho e continuei cada vez mais empolgado o tamanho da surpresinha Preta 22cm e grossa, enquanto me deliciava com aquela vendado e amarrado ela resolveu retribuir e chupar o meu pau de 18cm que tesão, que delícia estava sendo aquela manhã apesar da surpresa comecei a aceitar o que estava acontecendo mesmo porque não era a primeira vez que estava com uma transexual, mas com uma deusa assim como ela é como pérola difícil de encontrar ficamos nesse 69 uns 40minutos eu mamando e com a cara enfiada naquela bunda deliciosa e ela retribuiu me comia com a língua qdo avisei que ia gostar ela parou e me desamarrou, e disse agora quero sentir essa pica dentro de mim me encher de porra minha putinha obedeci mais que depressa ela ficou de 4 e antes de comer seu mais uma chupada naquele cuzinho gostoso e fiz um carinho nas bolas da Sabrina passei um gel pra ficar bom pra nós dois,e meti gostoso por um bom tempo e anunciei que ia gozar e enchi aquele cuzinho com toda minha porra até começar escorrer desmonte satisfeito ao lado dela,mas ela ainda não estava satisfeita, me colocou na posição papai mamãe e meteu o dedo com lubrificante no meu rabo e começo a massagear em poucos minutos ela estava com 4 dedos socando na minha bundinha branca,achei que seria o suficiente pra facilitar aqueles colossais 22cm, mas estava muito enganado,quando senti acabeçona forçar a entrada de primeiro não entrou mais 4 estocadas e aquela pica Preta de 22cm e grossa alem do comum entrou rasgando senti entrar só a cabeça e apesar da dor eu estava babando lembrando dela na minha boca,foi quando soltei um urro de dor e aperte os braços dela,tentei escapar e ela me agarrou com mais força e estocou mais forte ainda,gemi e urrei de dor por mais uns 3minutos quando ela parou de estocar e disse.

- relaxar minha putinha que vai doer menos e seu dia de vara da só tá começando.

Eu já imaginei que a casa toda ia me comer.

Ela recomeçou as estocadas lentamente e foi acelerando ,quando percebi já não sentia mais dor e tava literalmente rebolando na pirocona Preta e e gemendo igual uma vadia,quando ela deu uma pausa fiquei de 4 e a pica entrou,agora já estava sentindo só prazer eu já está de Pau duro e com tesão de ser comido,mais uma pausa e dessa vez eu sentei na cara tentei sentar devagar,mas ela me puxou e eu caí sentado entrou tudo de uma vez só o que doeu muito,mas ainda tava como uma biscate louco de tesão e comecei a remexer e rebolar sentando e levantando já estávamos nessa meteção fazia horas minha perna já não aguentava mais,quando ela disse que ia gozar,mandei ela me colocar de 4 e bater na minha bunda e meter sem piedade e ela obedeceu e meteu gostoso e com força gozei com ela me comendo nunca tinha gozado tanto logo senti uma esguichada forte dentro de mim que me encheu de porra e começou a escorrer pelas pernas...

Meu dia de varadas só tava começando mas continua no próximo relato

Comente e avalie de sua nota

contato boypentelho@hotmail.com

Até a proxima

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 12 estrelas.
Incentive macho tarado flex a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Foto de perfil genérica

Muito boa história mas seria melhor corrigir os erros de digitação e arrumar a pontuação pra não broxar quem lê.

0 0
Este comentário não está disponível
Foto de perfil genérica

Nossa! E eu achando que minha primeira experiência com a Ju tinha sido maluca! Mas ela, pelo menos, me deu a oportunidade de fugir kkkkk Que loucura. Fiquei super excitado!

0 0