Casa dos Contos Eróticos

Tarde com a sobrinha

Autor: Raskolnikov
Categoria: Heterossexual
Data: 28/09/2017 19:04:48
Nota -
Ler comentários (0) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Estando passando ferias com minha esposa fomos encontrando varias situações que não esperávamos pois como não convivemos com nossos parentes o dia a dia resolvemos curtir e dentro de uma privacidade viver a vida e deixar as coisas acontecerem.

Logo nos primeiros dias de ferias em um encontro de familia notei que uma sobrinha que sempre tive tesão veio me abraçar gostoso e me apertando dizia Tio que saudades,e notei que usava uma saia curta que realçava suas coxas e sua bunda e me vi secando ela o tempo todo e ela notou e ao encostar em mim me disse se tinha gostado e sorrindo disse estas muito gostosa sobrinha.

Dois dias depois ela me ligou me convidando a sair com ela e de pronto topei mas disse temos que não dar bandeira e combinamos de ela me pegar em um certo lugar e me pegou e confesso levei um choque,estava lindo,seus cabelos soltos,uma saia curta mostrando suas lindas coxas e me deu um beijo e fomos andando de carro e ela me disse aonde vamos Tio e sorrindo disse gostaria de nesta tarde saciar meu tesão que tenho enrustido por vc e ela me deu um sorriso gostoso e foi entrando em um motel.

Que alegria,iria realizar minha vontade e fiquei ansioso,e ao fechar a porta ela me deu um beijo e nos abraçamos e deixamos levar,as minhas maos deslisavam pelo seu corpo e se fixaram na sua bunda e fomos tirando a roupa e que linda ela nua,sua buceta lisa,suas nadegas apetitosas e suas coxas e a coloquei deitada e fui sobre ela a beijando e nossos corpos se tocando,fui com minha boca beijando seu pescoso,descendo fui tocar seu seio e com a outra mão acariciava e ele erguia seu corpo de tanto tesão e gemia ,fui descendo com as maos e minha boca e busquei sua buceta,mordia seus labios vaginais,e ela se contorcia,e fui colocando um dedo e a chupando e logo gozou de uma maneira gostosa e fui direcionando minha rola e se tocou na entrada e foi deslisando e ela suspirava e pedia enfia Tio me faz sua e fui fundo e comecei a meter,ela de pernas abertas me recebia e fui metendo,ergui suas pernas e fui comendo gostoso e a enchi de porra e ela vibrava que foda,vc é gostoso demais e de pronto veio com sua boca mamar e sugar minha rola e que linda estava saboreando minha porra.

Deitado ela veio me acariciar e me vi de pernas abertas ela chupando minhas bolas e mamando minha rola que foi se reanimando e ela colocou um dedo no meu cu e que gostoso e ela sorria vc é meu ,este cu gosta de rola ,e metia gostoso,e foi com dois dedos e me deixou aceso.

A virei de 4 e que linda vista,a razão do meu desejo ,sua bunda toda perfeita,e fui de boca buscando seu anel e abri com as mãos e visualizei o anel lindo que logo recebeu minha lingua e ela de pronto reagiu e sorriu quer comer meu cu,né Tio puto e fui enfiando um dedo,dois dedos e a preparei com gel e fui pincelando a sua porta e a deixando doida e após um tempo ela pediu,me come,este cu é seu,me enraba,e fui enfiando com dificuldade mas firme,a cabeça entrou e fui acelerando e foi só felecidade pois a comia com força e ela firme aguentando e tirava e metia e me coloquei sobre ela e fui de cima para baixo com tudo e ela gemeu e suas pregas se foram e ela disse seu puto vc me fudeu com vontade e mandava fundo e me realizei e me saciei.

Mantendo ela de 4 fui em busca da sua buceta e que sensação de entrar com tudo e fui socando e minhas nadegas batiam nas suas e a sensação de macho me deixou doido e meti comtudo e logo a enchi de porra e aos poucos fui a deixando e saia da sua buceta o gozo da nossa foda..

A vontade era de ficar a tarde toda fudendo mas ela tinha compromissos,e a vi se arrumando e toda faceira disse gostou da sua sobrinha puta e sorrindo espero bis e metermos sem este desejo enrustido que havia entre nos.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.