Casa dos Contos Eróticos

Coisas Do Destino! cap 9

Autor: Mtk
Categoria: Homossexual
Data: 26/09/2017 10:21:58
Nota 10.00
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Continuando!!!

Eu:Tá gostoso,fala pra mim...

Camila: muito...gostoso...continua.

Ela pedia enquanto segurava forte em minha cabeça,e quando eu percebia q ela estava perto de gozar,eu diminuia o ritmo,torturando ela e aos poucos fui descendo,passando minha língua pelo seu corpo,mordendo sua barriga,voltei até o seu ouvido e falei com a voz cheia de tesão:

Eu: Gostosa....abre as pernas pra mim,vai.

Desci novamente,lambendo seu corpo inteiro,fui passando minha língua até chegar na sua menina q já estava toda babada,ela aqueava o quadril buscando mais contato,enquanto eu fazia pressão com meu dedo em seu clitores,ela tremeu ,então desci minha boca e comecei passando minha língua em toda extensão da sua menina,ela deu um gritinho e quando chupei mais forte, senti ela gosando gostoso em minha boca:

Camila: Aí, Fê...não para..eu tô ...gosando,aí

Eu: Isso...goza gostoso pra mim ,vai.

Ela gozou muito e eu continuei chupando ela,até ela gozar pela segunda vez,ela ficou respirando devagar,tentando se recompor de olhos fechados, depois q abriu os olhos,ficou me olhando com uma carinha linda,estava usada e vermelha,eu não resisti e fui beijando seu rosto todo até sua boca,e a tomei com muito desejo,fui descendo para seu pescoço,e logo desci para seus seios,chupava e mordia o biquinho,fui com minha mão até sua menina e comecei a acariciar,estimulando seu clitores,senti ela muito molhada,desci com minha boca novamente,e fui abrindo delicadamente seus grandes lábios e fui colocando minha língua dentro dela,e ela já gemia alto. Fui aumentando a velocidade dos movimentos,já passava meus dedos na sua entradinha,provocando até ela não agüentar mais e pedir:

Camila: Amor não me tortura assim,faz vai...

Meu coração desparou ouvindo ela me chamar de amor,como sonhei com isso.

Eu: Faz o q amor?

Nesse instante ela me olhos nos olhos e falou:

Camila- Me faz tua amor....me come gostoso vai.

Ao ouvir essas palavras quase gozei,então continuei o q estava fazendo,prendi seu clitores entre os dentes de leve e comecei a passar minha língua bem rápido e não quando ela não aguentava mais,fui colocando 2 dedos bem fundo e fazendo um vai e vem gostoso,ela me arranhava as costas toda,falava palavras q eu não.entendia gemia manhosa em meu ouvido,aumentei as estocadas até sentir seus espasmos,chupei mais forte,e ela grudou as unhas em meus ombros e a penetrei mais fundo,e seu orgasmo veio rápido e forte,e eu acabei gozando junto só de ouvir seus gemidos,ela ficou sensível e molinha na cama,me puxou e me beijou,ainda estava tremendo. Ficamos fazendo carinhos uma na outra,sem dizer nada. Deitei ao seu lado e ela deitou em meu peito e assim acabamos adormecendo.

Acordei as 6:00 da manhã,com meu celular tocando,peguei e desliguei sem nem vê quem era,e quando tentei levantar,senti um peso em cima de mim,e quando olhei,vi uma cena q me deixou muito feliz, minha loira dormindo sobre mim,suas pernas entre as minhas,ela dormia tranqüila,estava tão linda,fiquei olhando e admirando aquela cena,mais despertei pelo som do meu celular tocando outra vez. Resolvi atender pois era minha mãe.

Ela queria saber onde eu estava,q não avisei q dormiria fora,e eu disse q dormi na casa de uma amiga,ela me lembrou q viajaria mais tarde e queria se despedir de mim,eu falei q logo estaria em casa e desliguei,olhei pro lado e vi q minha loira já tinha acordado,e estava me olhando com aquele sorrisso lindo,ela veio se aproximando e me beijou,e um simples selinho fez meu coração bater mais rápido e senti um friozinho na barriga.

Camila: Bom dia meu amor!

Eu: Amor é ?bom dia meu anjo,dormiu bem?

Camila: Amor sim...eu dormi muito bem,como a muito tempo não dormia.

Eu: Q bom,então eu não queria sair assim,mais preciso ir pra casa,pois meus pais iram viajar daqui a pouco.

Camila: Mais já? Fica mais pouquinho vai..por favor.

Um pedido desse,com uns baixinhos dela em meu pescoço,umas mordidas em minha orelha e na minha nuca,ficou impossível resistir,até pq eu não queria resistir mesmo. E ela ainda insistia:

Camila: Fica vai amor...só mais um pouquinho.

Eu já fui deitando ela na cama e ficando por cima,beijando sua boca,chupando sua língua e ela a minha,desci pro seu pescoço,enquanto minhas mãos já passeavam pelo seu corpo,apertando suas coxas,subindo até seus seios,apertando e puxando de leve os biquinhos,fui me encaixando no meio de suas pernas,comecei a rebolar,desci minha boca para os seus seios e comecei a chupa-los,enquanto minha mão até sua menina e gemi ao sentir como ela estava bastante molhada,fui estimulando seu clitores e colocando meus dedos em sua entradinha,mais ainda não penetrava,fui descendo passando minha língua pelo seu corpo,mordendo sua barriga,suas coxas e parei em sua menina,passei minha língua de baixo pra cima bem devagar,sentindo ela tremer e gemer bem gostoso,ela segurava minha cabeça e gemer eu entendi o recado,comecei a chupar mais forte,colocando minha língua dentro,fazendo um vai e vem,sentir seus espasmos,seu corpo tremer e ela gozar em minha boca,subi beijando e mordendo seu corpo,e logo encontrei aquele rosto suado e aquele sorriso lindo.

Camila: Você quer me matar é ?

Eu: Só se for de prazer!

Camila: Nossa,você não cansa não?

Eu: De você? Nunca...rsrs

Voltamos a nos beijar e quando o beijo já se aprofundava,meu celular voltou a tocar. Eu sai de seus braços com dificuldade e fui atender já sabendo quem era.

galera cometem....bjo e boa leitura.

Comentários

19/11/2017 08:45:01
Que delícia!
26/09/2017 19:17:32
Caramba!! Q noitada, hein!! Hehehe... Posta mais!!! Rs
26/09/2017 12:01:41
Uau muito bom n demora

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.