Casa dos Contos Eróticos

O comedor de cu

Titulo: O comedor de cu

Sinope: "Sou casado com uma mulher linda e maravilhosa. Fazemos sexo diariamente, seja oral, vaginal, anal. Ela é viciada em dar o cu. Nossas relações são 90% anal. Eu, como todo homem com "H", gosto e dou sempre o que ela pede: rola e mais rola. O cara era bom mesmo de cama e de cu. Ele engolia todo meu pau e ainda o apertava, dando-me um prazer louco".

Chegamos a transar até duas horas sem parar; eu, só fodendo o cu dela. Mariana sempre me pede para enviar tudo, e olha que eu tenho um pinto de 26x8cm, mas aquele cuzinho quente e apertado, engole centímetro por centímetro.

Na hora do gozo, Mariana me pede para tirar o pau do seu cu, então implora para chupá-lo, pois quero enfia-lo todinho na boca, para depois eu poder gozar no fundo da sua garganta. É claro que eu atendo seu pedido. Tenho uma mulher nota dez, sou muito feliz só que insaciável.

Sempre quero mais e mais foder um cu, seja de homem ou de mulher (mas só cu, pois não transo oral ou vaginal fora do casamento).

Assim em, 2003, pedi a uma amiga que me emprestasse sua caixa postal. Então comecei a publicar anúncios, pedindo homens e mulheres que queriam ter os seus cuzinhos fodidos por um macho de verdade. A caixa ficou congestionada, tantas foram as cartas que recebi.

Nesse montante, 80% era de homens, 15% de mulheres e 5% de casais. Entre elas escolhi conhecer Cristoph e Magdalena nome (fictícios).

Eles eram um casal maravilhoso. Foi lindo ter esses dois aos meus pés e pinto. No nosso encontro, ambos me chuparam muito. Já com o pinto teso, comecei a foder o cú de Magdalena. Que delícia comer um cuzinho virgem!

Arrombei-o com muito carinho. Ela rebolava e pedia para eu socar no fundo, com força. Ao mesmo tempo falava para o marido olhar bem como se comia um cu, isso depois de chamá-lo de corno. Logo em seguida foi a vez de Christoph. Agarrei-o pelas pernas e coloquei-o na posição de "frango assado". Dei uma esguichada de gel dentro do cu dele e, devagarinho, comecei a bombar. Levantei ao máximo as pernas dele para o pinto penetrar bem no fundo daquele cu. Foi uma gostosura! O rabo dele, além de ser bem quentinho, era bem arrombado. O cara era bom mesmo de cama e de cu. Ele engolia todo meu pau e ainda o apertava, dando-me um prazer louco.

Eu uivava e socava muito naquele cu delicioso. Ficamos nessa posição por um tempo. Depois, sem tirar o pinto, ele virou de quatro. Nossa, o homem era mesmo craque em dar o cu! A mulher só olhava estarrencida ao ver tamanha habilidade do marido. Num gesto rápido, ele me deito de costa na cama e sentou no meu cacete, então passou a cavalgar. Que loucura! Não resisti e gozei como um louco. Caí de lado satisfeito e saciado.

Após um breve descanso e um bate-papo, fiquei sabendo que o marido dormia todas as noites com um vibrador enfiado no rabo, por isso tinha tanta agilidade. A esposa amou vê-lo levar rola de verdade no cu e saciou o desejo de dar seu cu. Aquele dia foi magnífico, valeu!

Procuro pessoas de mente aberta, para serem fundidas ao extremo, mas só anal. Sou moreno- jambo, só ativo; Tenho 33 anos 1,97 e 87 kg. Favor mandar carta detalhada. Fone e celular só sei enviar cartão. Selo facilita a resposta breve. Favor colocar o meu nome, pois a caixa postal é emprestada. Aguardo sua resposta de pinto duro. Todos terão resposta.

Anthony.

Nota do autor: Em 2005 em 2004 não havia tanta tecnologia como hoje. Então para facilitar a troca de correspondência, sempre a gente pedia selo, envelope e já dizia: Só ligamos a cobrar ou então se quiser que, ligue rápido mande ficha telefônica ou cartão telefônico. Era assim que funcionava. E a revista vendia, como água todo homem gostava de uma revista pornográfica por causa dos anúncios.

A cada anúncio que envia-vamos para ser publicado na revista, demorava de cinco a oito meses, para depois ser publicado na revista. Não era assim de imediato. Mas foram tempos muito bom, ainda amo as revistas pornográficas, as revistas eróticas.

Eric

Escrito por: Sueli Santos

Escritora – Independente - Voluntária

E-mail: suelyysuelisantos@gmail.com

Comentários

Lx
14/05/2018 22:01:11
Muito bom esse teu relato! Me deixou com saudades da minha infância onde servia de mulherzinha dos meus amigos. Se tiveres tempo, leia os meus relatos, inclusive as aventuras que conto da minha esposa asiática, que também adora sentir um pau na bundinha.
25/09/2017 09:44:25
Sueli hoje vc deve ser uma delícia de coroa gostosa gostaria de comela não importa a idade tenho 52 anos sou casado e muito safado bjs

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.