Casa dos Contos Eróticos

Minha vida com meu filho Pt6

Autor: Jhulia
Categoria: Heterossexual
Data: 16/09/2017 11:48:34
Nota 9.44
Ler comentários (11) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Aproveitando meu tempo livre para relatar um pouco mais sobre minha vida com meu filho. Sobre a consequencia que houve entre nós, como disse no conto anterior, a empresa onde trabalho sempre beneficiam alguns funcionários com viagens com acompanhante por dois dias, uma vez ao ano, com tudo pago, escolhi a cidade de Caldas Novas, já que se fosse pra descansar, que fosse com estilo, e meu filho me acompanharia, já que quem sempre ia comigo nessa viagem sempre foi minha irmã, mas como ela esta recém casada, não daria pra ir comigo. Cheguei em casa e dei a notícia a meu filho:

- Eu: Jhonatan, sabe aquelas viagens da empresa, escolhi Caldas Novas, não terá como sua tia ir comigo esse ano, você quer vir comigo?

- Filho: Vou sim mãe, dois dias não terá problemas em faltar da faculdade.

- Eu: Mas ó, se porte eim, não quero nem imaginar suas gracinhas na viagem tá? Senão voltamos na hora, entendido mocinho?

- Filho: Tá bom mãe, outro dia você disse que era a última vez e eu respeitei não viu?

- Eu: É verdade.

Chegado o dia da viagem, ambos de mochilas arrumadas e seguimos rumo a Caldas Novas, uma viagem maravilhosa de ônibus de 6 horas, com paisagens lindas e super confortável. Tudo normal durante a viagem, fomos conversando quase o caminho todo.

Chegamos na pousada, maravilhosa, um quarto que era um luxo com uma cama de casal e uma cama de solteiro, cachoeira na parte de fora, tudo ótimo....Coloquei minha bolsa sobre a cama e disse:

- Eu: Vou tomar um banho rápido, estou um pouco cansada do ônibus, depois vamos fazer algum passeio pela cidade tá?

- Filho: Ok mãe, depois de você, eu irei. (Disse isso já se despindo e deitando pelado sobre a cama).

- Eu: Filho, por favor, não me estrague o passeio, não combinamos?

- Filho: Mas mãe, não dá pra tomar banho de roupa né kkkkkk (disse rindo).

- Eu: Tira no box né, por favor, nossa, eu não fico me despindo na sua frente. Se comporta.

Fui pro meu banho e assim que terminei vejo meu filho se masturbando na cama e falo:

- Eu: Jhonatan que pouca vergonha é essa? Já disse que não queria isso na viagem.

- Filho: Desculpa, é que estava tão confortável que não resisti kkkkk

Ele se levantou, foi pro chuveiro e saiu pelado do banheiro do quarto e com aquilo lá duro e eu disse:

- Eu: Jhonatan, se veste logo, vamos fazer algum passeio, vamos aproveitar a cidade, pois o dia está lindo.

Nos vestimos para o passeio, onde teria uma trilha que nos levaria até as piscinas de águas termais. Embarcamos na van e fomos até o local. Lindo, maravilhoso, junto da gente também tinham alguns casais, alguns com criança e pegamos a trilha de 6Km a pé até as piscinas. Chegando lá o guia nos disse que poderiamos entrar com roupa de banho. Só tiramos os tênis e entramos na água, pois estavamos com roupa de banho por baixo.

- Eu: Que delicia, vou sair daqui renovada.

- Filho: Muito bom mesmo, quentinha!!!

Nisso olho pra ele e vejo a seguinte situação:

- Eu: Jhonatan, pelo amor de Deus, abaixo esse negócio, ta cheio de gente não tá vendo?

- Filho: Ninguém vai reparar mãe, sou novo, vão achar que é coisa da idade, encosta mais em mim que ninguém vê, ta embaçado!!!!!

Me encostei nele de costas pra ele, o volume na sunga desse menino era absurdo, não tinha mesmo como ele disfarçar, pois a água era transparente. Fiquei de costas pra ele, mas teve um problema: Somos quase da mesma altura e seu dito cujo ficou bem no meio de minhas nádegas.

- Eu: Filho, abaixa isso logo, vão desconfiar se ficarmos muito desse jeito.

- Filho: Mas mãe, pra abaixar não é assim tão fácil, preciso liberar algum líquido né kkkkk (disse baixinho, rindo).

- Eu: Vai ter que dar um jeito, pois tem gente aqui e não tem como você fazer nada, contenha-se!!!!

- Filho: Mãe, faz assim, afasta seu bikini que eu coloco ele pra fora da sunga e te abraço por traz, ai ninguém vê e eu me acalmo, e vão todo mundo achar que é só um filho agradando sua mãe, o que acha?

- Eu: Já disse que não queria gracinhas, mas daqui a pouco teremos de ir embora e não vai dar pra você entrar na van com esse troço de pé, vai, vem...

Nisso meu filho só abaixa um pouquinho o joelho, ele mesmo afasta minha calcinha e penetra na vagina, e novamente sinto dor, falando baixo:

- Eu: Filho, calma com isso, seja discreto e por favor, agiliza isso, de verdade pois daqui a pouco iremos voltar pra van.

E lá vem ele com seus movimentos de vai e vem, bem lentamente e discreto pois tinha mais gente no local e não podiamos dar bandeira. Ele me segura pela cintura e acelera os movimentos e diz:

- Filho: Que gostoso que é dentro da água, ainda mais quentinha, né mãe? tá gostoso demaissssss!!!!

- Eu: Ssssss vai Jhonatan, amolece isso logo, não pode demorar (Falei tremula).

Nisso sinto ele gozando dentro de mim, colocando seu queixo sobre meu ombro e me empurrando pra frente e diz:

- Filho: Adorei mãe....já abaixou, podemos nos desgrudar e ir pra van de boa agora kkkkk (disse rindo)

- Eu: Imagina se alguém vê, estamos fritos, vamos saindo que o moço da van já esta vindo.

Saimos da água, meu filho mais calmo com seus hormônios, calçamos os tênis e fomos pra van, chegando na van, um gelo na minha espinha, o guia nos diz:

- Guia: E ai casal, aproveitou bastante o passeio?

Gelei, fiquei roxa, e respondi:

- Eu: É meu filho moço, não é meu namorado não!!!

- Guia: Nossa, não parece, você é tão jovem, parecem namorados.

Toda mulher adora ouvir que é mais nova, fiquei feliz e meu filho disse, brincando comigo:

- Filho: O que fizemos foi coisa de namorados kkkkk será que ele viu?

- Eu: Tomará que não né, imagina só se ele vê e comenta.

Seguimos na van rumo a pousada, senti que alguns olhares estavam meio estranhos pra nós na volta da vam, mas nem dei bola, sabia que ninguém tinha visto, pois estavamos bem em um canto atrás de um coqueiro, coisas da minha cabeça. Descemos e fomos ao nosso quarto, tudo normal, tomamos um banho, descemos pra jantar e subimos para dormir, pois no outro dia teriamos um passeio pela manhã e voltariamos a noite pra casa, sugiro ao meu filho:

- Eu: Jhonatan, você vai dormir onde? na cama de solteiro ou na de casal?

- Filho: Onde você quiser mãe.

Me assustei, pois eu não tinha intenção nenhuma de dormir na mesma cama que ele, e disse:

- Eu: Você vai deitar de um lado e eu de outro eim!!!

- Filho: Sim mãe, isso mesmo, não tem necessidade usarmos duas camas com uma cama de casal no quarto.

Deitamos, fiquei de costas pra ele e no silencio da noite, ouço um barulho do meu lado, caracteristico de masturbação, isso mesmo, ele estava se masturbando, só ouvi e ele chega perto de mim e diz:

- Filho: Mãe, vamos relembrar os velhos tempos, bate uma pra mim?

- Eu: Jhonatan do céu, você não tem sossego mesmo eim menino, tá louco viu.

Nisso só coloquei meu braço pra trás, de costas mesmo, pois não queria olhar e peguei o pinto dele, ele estava de lado e comecei a masturbar ele bem rápido, pois eu estava com sono e queria dormir. Acelerei bastante os movimentos e sinto jatos de esperma voando em minhas costas por cima do meu pijama e sobre meu braço e digo, em tom bravo:

- Eu: Nossa Jhonatan olha o que você fez, melecou todo meu pijama, meu braço e o lençol...que nojeira!!!! (falei me limpando com o lençol mesmo e me levantando pra ir ao banheiro me limpar).

- Filho: Adorei mãe, agora acho que consigo dormir.

No outro dia levantamos bem cedo, tomamos café na pousada e seguimos rumo a outro passeio, só que desta vez a um clube com piscinas de água quente.

Por ser fora de temporada, o clube estava quase deserto, dava para contar no dedo quantas pessoas tinham no clube, não gostei muito disso, pois conhecendo meu filho eu sabia que ele estava elaborando alguma besteira pra fazer.

O lugar era lindo, com muita grama, várias piscinas, várias plantas e árvores. Lugar perfeito para arejar a cabeça, meu filho vem ao meu lado e me diz:

- Filho: Mãe, estende a toalha ali atrás daquele coqueiro, quero deitar, estou um pouco com dor nas costas, acho que não dormi bem esta noite.

- Eu: Tá bom, deita um pouco depois vamos pra piscina, ok?

Estendi a toalha e como era bem grande deu para os dois deitar. Ele de barriga pra cima e eu sentada do seu lado, quando olho pro lado, me assusto, esse menino com a barraca armada, falo:

- Eu: Filho, outra vez? você precisa se controlar Jhonatan, todo lugar você fica com esse pintão pra cima, você vai ver se alguém ver, vão te chamar a atenção e não estou nem ai, acho é pouco.

- Filho: Ver como mãe, não tem ninguém por aqui, e nem chama tanto atenção assim vai!!!

- Eu: Nãããoooo???? Olha o tamanho dessa coisa dentro dessa sunga e ainda você ajeita ele pra cima, e fala que não chama atenção? Ah tá!!!!

- Filho: Nossa mãe, não sabia que você achava ele grande( falou isso colocando ele pra fora), eu acho normal.

- Eu: Filho guardo isso, aqui não é lugar. Você não acha grande? Jesus amado, até meu estômago doi quando você põe esse bicho em mim.

- Filho: Vai mãe, deixa eu por? (falou isso abaixando a sunga e apontando o pinto pra mim) assim eu já fico de boa e vamos pra piscina, o que acha?

- Eu: Não Jhonatan, aqui não, o lugar é muito aberto, pode vir alguém a qualquer momento e esses lugares são cheios de câmeras, nem pensar!!!! Vai em um dos banheiros e alivia esse treco ai sozinho.

- Filho:Então vamos em dos banheiros, eles tem portas e já são bem perto das piscinas...vem, vamos(se levantando do chão e me pegando pela mão e entrando bem no vestiário feminino. Entramos bem rápido em dos banheiros e ele já foi tirando a bermuda e a sunga e também tirando minha roupa, coisa que nunca fez, e digo:

- Eu: Filho, seu sem vergonha, tirando minha roupa? (falei baixinho e olhando feio pra ele). Me respeita pelo amor de Deus e vai logo com isso, que pode entrar algúem.

Meu filho me colocou de costas pra ele, me fez colocar as duas mãos na parede e arrebitar a bunda pra ele. Me segurou pela cintura e de uma vez só, me penetrou, disse:

- Eu: Nooossaa Jhonatan, você precisa aprender a manusear esse trambolho, você não tem noção nenhuma do tamanho dele e me enfia com tudo, o dia que eu voltar no ginecologista ele vai falar que estou com algum machucado por dentro, você vai ver(disse com os olhos frangidos e olhando pra ele pra trás).

Ele estava muito excitado, o banheiro era daquelas portas a meia altura, daria pra ele ver se entrasse alguém, pois o barulho de coxa com minhas nádegas era bem alto, pois fazia eco no banheiro. Quando ele diminuia o ritmo eu sabia que tinha entrado alguém, ele se abaixava, quando a pessoa ia ele voltava a enfiar em mim. Eu já dava gritos:

- Eu: Aaaaiiiii ta doendo, seu doido, vai devagar com issoooooooo, aaiiiiiiii, sssssssssss, aaiiiiii (dizia em tom moderado, pois não tinha como ser baixo, pois doia muito).

- Filho: Adoro isso mãe, olha aqui(pegando meu cabelo e me virando pra trás pra ver ele enfiando em mim) não é legal?

- Eu: Aiiiii caramba, goza, ta doendo muito, é sério!!!!! Vai, goza!!!

- Filho: Pronto mãe, lá vou eu, lá vem porra....Sente ela, tá quentinha?

Sinto minha vagina sendo inundada com seu esperma, como eu estava em pé, escorreu pelas minhas pernas, chegando até meu pé, estava descalça e acabei até pisando no esperma dele, disse:

- Eu: Nossa, até pisei nessa meleca, nossa Jhonatan, você goza muito, affff olha me molhou a perna inteira, nunca vi tanto, caramba!!!! Sobe essa sunga e vamos aproveitar a piscina antes que alguém nos dê um belo flagra aqui.

Saimos bem rápido do vestiário e já entramos na piscina, ficamos lá um tempão, almoçamos, tudo normal. Voltamos pra pousada, chegamos e meu filho me faz uma coisa que eu não imaginava e que ele nunca havia feito comigo, ele chega na minha frente, pega meu pescoço e me da um beijo na minha boca, digo:

- Eu: Paraaa, ta doido? agora você tá perdendo o juizo de vez mesmo né?

- Filho: Ninguém nos conhece aqui mãe, vão achar que somos namorados, relaxa, vai, nunca senti sua boca, só um beijo vai, por favor....?

Ele se aproxima de mim novamente e abre sua boca na minha e coloca sua língua no céu da minha boca, me dando um beijo de lingua, eu movia minha boca o beijando também, um beijo de cerca de 2 minutos, com ele me segurando minha cintura de frente comigo, depois do beijo digo:

- Eu: Tá bom assim agora seu menino doido, vem vamos entrar...não quero deixar desconfianças no ar.

Entramos no quarto, e mais uma de suas loucuras jamais feitas comigo, ele propõe:

- Filho: Mãe, vai põe ele na boca, vamos aproveitar tudo por aqui, juro que na boca só vou pedir essa vez, sua boca me excitou, olha (colocando seu pinto pra fora do short).

- Eu: Jhonatan você não tá satisfeito por hoje? Chega né?

- Filho: Vai mãe, rapidão, só dessa vez (colocando a mão sobre meus ombros me abaixando).

- Eu: Se você gozar na minha boca vou ficar muito brava tá?

- Filho: Prometo mãe, não vou gozar na sua boca, acho isso estranho também!!!!

Me abaixei e fui chegando ao poucos perto do pinto dele, ele me pega pela nuca e vai acariciando meu cabelo até chegar na cabeça daquele treco e coloco aos poucos na boca, pois só ia até a metade, fechei os olhos e pensei, "O que estou fazendo com meu próprio filho", chupava e segurava seus testiculos, até que ele me diz:

- Filho: Tira a boca mãe, vou gozar, sssssss, tá vindo!!!!

Nisso ele dá umas duas masturbadas no pinto e mira bem no meu rosto, foi muito, veio esperma no meu olho, cabelo, labios, testa...não conseguia abrir os olhos, estavam grudados, disse a ele:

- Eu: Seu porco, abre o banheiro pra eu me lavar e me leve até o lavatório, não consigo abrir os olhos!!!

- Filho: Puts mãe, que merda, foi mal, eu podia ter mirado pra baixo, vem, pode lavar.

Lavei os olhos primeiro e me olhei no espelho, eu estava com o rosto muito branco de esperma, meu cabelo chegava grudar e disse:

- Eu: Olha isso Jhonatan....Que porquice, affff, dessa vez você longe demais, agora chega de um vez por todas tá?

- Filho: Ok mãe, você me realizou totalmente, você é muito dez, muito legal, mente aberta....te adoro!!!!

- Eu: Fiz tudo isso por saber que é só uma fase que você esta passando, logo você arruma uma namorada e vai viver sua vida.

- Filho: Sim mãe, foi muito legal tudo que fizemos, adorei!!!!

Termino de lavar meu rosto e cabelo, nos banhamos(não juntos), descemos pra jantar e fomos pra rodoviária tomarmos o ônibus de volta, tudo como manda o figurino. Chegamos, ele super comportado, foi fazer suas coisas e eu as minhas, tudo tinha voltado ao normal, mas algo iria mudar nossas vidas pra sempre....CONTINUA.

Comentários

05/10/2017 16:57:39
Que delícia!! Tenho muita vontade tbm.. minha madrasta me da muito mole.... mas.. mtordep12@gmail.com
05/10/2017 11:27:20
Essa viagem me fez ficar desejando uma igual adoro aventuras. moraes10miranda@hotmail.com estou adorando ler sua história.
27/09/2017 11:58:41
Nota 10
19/09/2017 14:37:02
Adoro seus contos jhulia me deixa louco de tesao amor
17/09/2017 21:29:12
Você narra bem, mas acho muito estranho isso de vc dar forçada e não sentir prazer.. Ou vc dá porque quer e aproveita ou não dá...
17/09/2017 21:27:00
Continue , ansioso
17/09/2017 21:26:28
Muitooo bom!!! A parte da água, escondida foi um tesão!!! Acho q vc tá começando a gostar... continue
17/09/2017 21:24:32
Muito bom, a parte na água escondido mto top!! Acho q vc tá começando a gostar ...
17/09/2017 05:48:31
Como disse o conto e bem escrito mas seu filho te come e vc nso sente prazer so dor,vc nao sente prazer ,fica algo frio so o filho goza
16/09/2017 20:42:08
Amei viu vc deveria curtir normal isso mae e filho eu queria ter uma.mãe assim
16/09/2017 17:45:20
Muito bom jhulia cada vez mais exitante já estou roendo as unhas esperando essa novidade nota 1000 como sempre Beijos

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.