Moleque negro quer engravidar minha esposa – Parte 3

Continuando a historia que lhe contava, minha mulher (uma loira cavala), professora de uma escola de ensino médio, da qual todos queriam comer, tinha acabado de levar leite de um moleque negro de 16 anos! O pivete tinha acabado de comer minha mulher sem camisinha e ainda gozado dentro...

Fiquei atrás da porta, todo gozado, quando minha mulher abre (toda suada, com porra escorrendo).

- Eduardo?? – ela diz.

Fico em silencio, olhando para o rosto dela, seu cabelo está toda suado, cara vermelha...parecia que tinha fudido o dia todo. Ouço uma risada no fundo do quarto.

- kkk, então o corninho tá ai...?

Fê continua me olhando, sem palavras. De repente surge o moleque negro com um cacete enorme balançando, ainda tinha porra na volta dele...ele olha para mim com um sorriso imponente..puxa minha mulher pelos cabelos para traz na minha frente (e eu só fico acompanhando com os olhos).

- vem cá vagabunda...

-aí Anderson!!

-vem cá....! Deita na cama, puta! – joga ela na cama de barriga para cima, eu viro o pescoço para dentro do quarto e continuo olhando.

-Eai corninho! Vai dizer que não sabia que sua mulher era uma putinha? Em!! Não sabia que loira rabuda gosta mesmo é de pau de negrão?!

Ele vem caminhando em direção à porta onde continuo agachado, escorado na parede. Seu pau era enorme, balançava conforme ele caminhava, aquele moleque com cara de pirralho estava suado, fedendo a buceta de minha esposa da qual continuava deitada olhando tudo em silencio, havia uma tensão no ar...ele chegou a um metro de mim, ficou de pé, eu sentado com aquele pau enorme a um metro da minha cara, não podia imaginar que aquilo tinha acabado de sair da buceta da minha esposa!

- Levanta daí seu corno! – ele me pegou pelo casado e me escorou da parede, fiquei cara a cara com ele..

- era isso que você queria né? Um negro enchendo a bucetinha da sua esposa de leite! Não era!!! Quer que eu engravide minha professorinha quer?

Só nesse momento tenho coragem de dizer alguma coisa.

-Na....não..

-(ele dá um sorriso)..então é o seguinte corninho..você vai ter que limpar... Se não ela vai ficar prenha do negrão aqui...kkk

Ele me puxa pelo casaco e me leva para cama...minha mulher está deitada com as pernas abertas ..com a respiração claramente ofegante. Ele me faz ajoelhar na beirada da cama, de frente para bucetinha dela, da qual estava visivelmente cheia de leite.

-limpa...limpa agora!!- me enpurra a cabeça – vai seu merda!!

Não tenho outra saída...começo a lamber...na hora já sinto um gosto estranho, forte!...é a porra desse negro desgraçado!! Minha mulher começa a gemer....baixinho..quando mais eu chupa mais esse gosto aumenta, mais sai porra de dentro..

Anderson, fica a dois passos atrás, de pé, olhando tudo com os braços cruzados...

-bom corninho...tira tudo de dentro se não a cavala vai engravidar do aluno dela em...kkkk..como você vai explicar isso?...kkk, vou para o chuveiro... – ele sai caminhando como se estivesse em casa.

Estamos sozinhos no quarto e eu continuo chupando e lambendo, minha esposa começa a gemer mais alto..inconscientemente coloca a mão na minha nuca e força contra sua bucetinha linda...chupo por uns 4 ou 5 minutos, os gemidos vão aumentando cada vez mais, meu pau já está duro novamente...de repente Fê começa a gemer mais alto....começa a tremer...está simplesmente gozando com o seu marido lambendo a porra de outro...como em um passe de mágica, seu corpo relaxa...ela fica com a cabeça olhando para o teto..paro de chupar...estamos ofegantes...não sei o que dizer, tenho certeza que ela também, após 2 minutos ela movimenta a cabeça e olha para mim e sussurra:

-vem...

Levando fico em cima dela..ela põe a mão em meu rosto, me olha no fundo dos olhos e me beija...um beijo de língua...ficamos no beijando por um tempo...eu de roupa com cima de minha esposa pelada e suada. Quando termina o beijo, ela fica continua com as mãos em meu rosto, olhando olha nos meus olhos...e sussurra:

-Me desculpa, por favor...eu te amo...

Não sei o que dizer...fico olhando para ela...

Anderson aparece na porta, já está com sua roupa...e com a mochila nas costas.

-Opa, já fizeram as pazes... kkk...vou nessa bjs minha putinha...-ele sorri para Fê..viro o rosto e olho para ela que está olhando para ele...não há sorriso, só desejo...ela sabe que o que esse negro de 16 anos fez com ela nenhum homem vai fazer...muito menos eu.

Ele sai, ouço a porta fechar...ela vira o rosto para mim (ainda estou deitado sobre ela nu):

-Vou tomar banho..-ela fala de uma maneira meiga, mas é possível ver o cansaço em sua voz..

Ela se levanta e vai pelada para o banheiro..enquanto caminha vejo sua enorme bunda MUITO, MUITO, VERMELHA!, Anderson tinha realmente marcado seu território..o gosto de porra continua na minha boca...ouço o chuveiro ligando..fico deitado...não sei o que fazer...tenho que tirar esse gosto de porra da minha boca...sinto vontade vomitar, sinto nojo do que fiz...levanto vou até a cozinha..lavo minha boca com tudo que tem ali...até sabão...não podia ficar ali, o que falar para ela? Não havia palavras! Seu aluno de 16 anos tinha acabado de comer minha esposa como se fosse uma vadia de rua, em nossa cama! E sem camisinha!

Peguei as chaves, sai de carro fiquei dando voltas pela cidade, voltei para casa umas 23 horas...cheguei torcendo para que ela já estivesse dormindo, e estava, deitada em nossa cama com uma camisa minha branca e de calcinha como estava tapada não conseguia ver as marcas que o Anderson tinha deixado nela...deitei ao lado..e apaguei..

Acordo pela manha e minha esposa já tinha saído para a escola. Fui trabalhar, mas não tinha cabeça para nada...eu era um corno...tinha visto com meu próprios olhos e aceitado, como iria lidar com isso agora...como minha esposa iria me tratar..

Cheguei ao final da tarde, Fê estava deitada no sofá lendo um livro, de vestido rosinha lindo, resaltava seus seios, dos quais aquele negro havia chupado! Não consegui pensar em outra coisa:

-oi amor – ela disse.

-oi amor - fui para quarto...

Após isso ela entrou atrás de mim, eu estava tirando os sapatos, sentado na cama:

-olha..sobre ontem – ficou olhando para mim, em pé, eu olhava para ela, mas não consegui prestar atenção, só pensava: como minha mulher é linda...ela é muito GOSTOSA, como puder deixar um negro fuder ela na minha frente – amor, o que aconteceu ontem, não vai mais se repetir...ok...eu não sei o que deu em mim, foi loucura, parece que não era eu...se você quiser sei lá....dar um tempo....eu vou entender...só quero que saiba que pedi transferência de turno, não vou mais dar aula no turno do Anderson..não quero nunca mais olhara para cara dele...

-Você tem certeza que o que aconteceu ontem foi apenas um erro?

-Tenho, absoluta..

- Então vamos colocar um ponto final nisso, eu te amo demais, você é a mulher da minha vida..o que aconteceu ontem está encerrado..

Levantei e deu um abraço forte nela..ela me empurrou e disse:

-Então vamos pedir uma pizza!! –com um sorriso lindo..

Os dias foram passando sem nenhum transtorno, nossa vida voltou ao normal. Só havia um problema, não conseguia tirar a cena de um garoto, um aluno, um negro, comendo minha mulher. Era algo que só de pensar meu deixava de pau duro, saia para o banheiro toda vez que pensava, tinha que bater uma.

Nossa vida sexual voltou ao normal, mas algo estava diferente, ela fudia de maneira mais safada, e eu particularmente adorava, quando fazíamos amor, eu ficava pensando no que o Preto tinha feito com ela..não tinha como segurar muito tempo..kk

Fui diversas vezes na saída da escola tentar ver se pegava algum flagrante, sai no serviço para passar na frente de casa e ver se tinha algo de diferente, mas nada..tive a certeza de que aquilo foi um erro, uma fantasia de minha esposa e nada mais..

Uma semana após o ocorrido rompi o ligamento do tornozelo o que me deixou fora da pelada com os amigos. Dois meses de passaram (muita fisioterapia e carinho da Fê), nesse meio tempo aconteceu algo que eu mais esperava!! Estávamos deitados na cama, já prontos para dormir, quando Fê encosta nas minhas costas no movimento de “conxinha” , chega bem no meu ouvido e diz:

-Parabéns amor...você vai ser papai..

-O que? Você está falando serio?

-Sim!

Não pude conter a felicidade, minha vontade era de sair correndo pela casa gritando, mas já era tarde, no outro dia contei a todos os meus colegas do serviço, meus amigos mais íntimos...era só sorrisos e alegria, já estávamos analisando possíveis nomes, mas algo não estava correto, estava com um certo medo e no fundo eu sabia o que era...

Minha volta ao futebol foi festejada pelos amigos da pelada de quinta, estávamos já no churrasco jogando conversa fora, Sr. Amilton, Pai do Anderson estava ali rindo e se divertindo como todos, MAS uma angustia me corroia por dentro, eu tinha que perguntar, tinha que saber:

-Eai Sr. Amilton, como vai seu filho?Não está jogando mais?

-Ele se mudou foi morar um tio. Chegou um dia em casa e do nada disse que ia morar lá...e foi ..

Um alivio, meu coração bateu mais leve.

-Vai ver ele cansou da cidade.

-Aquele garoto? De jeito nenhum. Vou te contar uma coisa só para você Eduardo, fica entre nós. Uma semana depois descobri por que. O garoto engravidou uma mulher CASADA! –meu coração disparou de novo!!

-Serio? Quem?

-Não sei, segundo fiquei sabendo, é uma PROFESSORA DO ENSINO MÉDIO.. Mas não posso negar que o meleque manda bem, kk..dizem que é a mulher mais gostosa da escola, todo mundo sempre quis comer, a molecada de mata da punheta, e ele já engravidou em 3 meses..não deu outra fugiu antes de dar merda...

Não tenho palavras para descrever o que senti, mas me mantive firme:

- Mas como isso foi acontecer?

- Dizem que ele comia ela até no banheiro da sala dos professores, na cama deles, em todo lugar, perguntaram por que ele não põe camisinha...mas o meleque não tem jeito, disse que não tem nada melhor que encher a buceta de loira casada de porra de negrão....kkk

Dei um sorriso forçado e graças a deus, alguém chamou ele para outro assunto.

Minha mulher, minha CAVALA que tanto amo, está grávida de um negro de 16 anos!! Não sei que fazer...

Gosto de receber crítica, sugestões, opiniões, caso interesse mandar para aaraujo4522@gmail.com

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 78 estrelas.
Incentive Aaraujo a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Comentários

Foto de perfil de Vi.sami

Nossa q loucura... imagino a mistura de sentimentos pra ela

0 0
Foto de perfil genérica

Que inveja desse moleque pqp. Vivia na punheta e não tinha mulheres desse nipe dando sopa pra gente.

1 0
Foto de perfil genérica

Na minha opinião vou ser sincero fiquei mais chocado do que excitado, pois nessa situação essa esposa foi traidora e mentirosa, e esse negão só sairia de casa castrado ou morto pelo abuso dele, se esse conto ou relato for verdade quero vê como vc vai sair dessa, sua esposa estragou o que seria uma grande fantasia.

1 0
Foto de perfil genérica

Deixe ver, provavelmente o zecao é um filho de uma cadela que tem mto a vomitar merda na internet, como não tem histórias de qualidade próprias, prefere criticar de forma racista a história dos outros... Vai checar se tua mãe tá dando pra algum vizinho, pq pelo teu Dna é o que resta pra não ser infeliz consigo mesmo

1 0
Este comentário não está disponível
Este comentário não está disponível
Este comentário não está disponível
Foto de perfil genérica

Continua esse conto.... quero muito que isso aconteça com minha esposa branca e loirinha.... continue escrevendo levando esse sonho em diante... Você nos ajudou a fazer nossa tara

0 1
Este comentário não está disponível
Foto de perfil genérica

Aguardamos as rodas na escola até ela engravidar

0 0
Foto de perfil genérica

Sei que ficou mais difícil de continuar esse conto... o que é uma pena! Mas a gente entende que agora tens que trabalhar mais para manter o leite do moleque. Mas faça um esforço, ponha o moreninho para dormir e termine a história... estamos esperando com ansiedade. Vou mandar uma nota 10 para ajudar no leite do moleque, está bem?

1 0
Foto de perfil genérica

Parabéns por ter finalizado essa série, embora se fizesse uma parte 3-B, com a esposa narrando as trepadas que o marido não sabia, seria bem foda.

0 0
Foto de perfil genérica

Situação complicada!!!! Aguardo o desenrolar da história!!!

0 0

Listas em que este conto está presente

Putaria, os melhores contos
Os melhores contos, mais bem escritos e excitantes, sobre cuckold e incesto.