Casa dos Contos Eróticos

TRAÍ MEU MARIDO NO MATINHO DO PARQUE

Categoria: Heterossexual
Data: 26/08/2017 22:26:48
Última revisão: 05/09/2017 11:30:06
Nota 9.97
Ler comentários (160) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Há coisas que se faz uma vez na vida para não querer revive-las nunca mais. E há aquelas que uma única experiência nos basta para desejarmos repeti-las pelo resto da vida.

Meu caso de experiência "para o resto da vida" foi transar fora do casamento e gostar. Não por safadeza, iniciei por pura necessidade de satisfazer meus desejos não atendidos em casa, no meu leito de casada - quem leu meu conto anterior entende -. Sou uma mulher casada que, muito mais que gostar de sexo necessita dele como do oxigênio que respiramos, sou multiorgásmica, quando transo gozo muitas vezes com tanta intensidade que não conseguiria descrever meu prazer caso tentasse; um único orgasmo não me satisfaz, preciso sempre de mais e mais... entretanto, meus últimos tempos de casamento têm sido frustrantes: meu esposo que sempre me satisfez na cama, tem deixado a desejar, penso que ele não tem conseguido mais acompanhar minha volúpia sexual. Ele reclama que anda exausto, que trabalha muito, tem três empregos, mas minha libido não é nada compreensiva nem racional e não se conforma com justificativas: Preciso de sexo e sem ele fico louca. Esse foi o motivo que me levou a realizar minha primeira traição conjugal. Como foi? Estive em um congresso em Curitiba e acabei transando com um colega que lá fiz, o médico Dr. Lino, e na ocasião tive certeza de que não pararia por ali pois entregar-me cegamente e dar para um homem viril, carinhoso, experiente me fez ver que se a relação no casamento não me dá mais o prazer de sentir completamente mulher não há motivos para me privar do que mais gosto. Naquela ocasião mudei radicalmente meu conceito sobre traição. Marido é para ser respeitado como cônjuge; libido é uma necessidade que deve ser satisfeita com o parceiro que escolhermos desde que consciente e sadia.

Quando narrei minha primeira traição mencionei que após o evento em Curitiba teria um encontro profissional com outro colega, já agendado, no início da semana seguinte, e esperava poder transar com ele também, uma vez que havia decidido deixar explodir todos os meus desejos contidos para tentar "tirar meu atraso sexual"; decidira que não viveria mais me enganando com masturbações e sonhos. Eu teria homens, sentiria pênis reais me penetrando de todas as formas!

Mencionei naquele texto ("Meu marido bobeou, virou corno") que havia marcado compromisso com esse outro colega em São Paulo na segunda-feira seguinte, o Lucas, um representante comercial de laboratório farmacêutico; muitos imaginaram que era um gancho para continuar minha história de infidelidade, alguns me enviaram e-mails pedindo que publicasse a "continuação", mas fora apenas uma menção. Nem vale a pena detalhar esse encontro por ter sido completamente decepcionante e tornou-se algo que desejo esquecer. Aos que ficaram curiosos(as) tudo o que tenho a dizer é que naquela segunda-feira após meu expediente fui para o carro dele e passamos a falar sobre sexo, sobre o que eu desejava e esperava, insinuei-me abertamente, estava com roupa provocante e me movimentava de forma a fazer meus seios aparecerem através do decote pra lá de indecente; fazendo isso excitei-me tanto que acabei levando a mão à sua coxa e acariciei-a e isso foi suficiente para ele gozar... Sim, gozou. Simplesmente com umas ligeiras insinuações manuais. Gozou de roupa e tudo, melou a cueca, a calça. Infelizmente ele sofre de ejaculação precoce e tudo terminou ali mesmo. Fiquei muito puta da vida, não com ele pois isso é um problema sério, mas com minha situação. Imagine o que é uma mulher louca para dar, sai com o cara imaginando uma puta trepada e acontece isso... Mas passou. Só não passou meu inconformismo! Sei que sou gostosa, corpo certinho, seios bonitos, bunda durinha, muito bonita de rosto, cheirosa, fogosa, satisfaço qualquer homem e no entanto essa falta de sexo ou, melhor dizendo, a falta de um homem de verdade que me satisfaça. É um paradoxo que me irrita! Tantos me cobiçam tenho noção disso, mas, aquele especial que eu tanto gostaria de encontrar não sei onde está, quem será, quando virá...

(perdoe o desabafo)

Continuando, então: após a experiência frustrada com Lucas os dias foram passando, as semanas, e nada mudava em minha vida sexual. Às vezes eu entrava em estado tal de irritação que era necessário recorrer a tranquilizantes, refletia que valeria a pena abandonar parte de meu trabalho para dedicar-me ao lazer mais vezes ou a um esporte, talvez assim encontrasse alguém interessante e fixo de fora de meu ambiente profissional, um amante mesmo, fixo, ou mais de um - por que não? - com quem pudesse contar sempre que meus desejos aflorassem. Pensei até - acredite - em me inscrever num site de relacionamentos eróticos, visitei vários, cheguei a iniciar inscrição, porém, no instante de finalizar eu não tinha coragem, parece-me que isso é uma grande furada e das perigosas! A verdade é que eu estava à beira do desiquilíbrio emocional, ficando louca, minha boceta coçava, formigava de vontade de dar e nada acontecia.

Claro que engraçadinhos e interessados em simplesmente foder uma boceta gostosa não faltam, porém o que eu queria e ainda precisava não é de nenhum engraçadinho e nem de um fodedor: precisava de um homem que me completasse no sexo. Mas, quem é e onde haveria de encontrar esse sujeito, meu Deus?

Foi num daqueles momentos de desvario em uma tarde morna e monótona, eu carente e desesperada por uma transa, sentada em minha sala e remoendo meus eternos pensamentos persecutórios, esfregando a mão na boceta sobre a calça branca de brim, percebi que era hora de chamar o próximo paciente.

Entrou Marcos, um belo exemplar macho de seus trinta e poucos anos. Bonito, charmoso, aparência bem cuidada, e, lá no fundo, senti uma certa atração, mas era uma consulta profissional, eu tinha de me portar como médica. Apesar de o bichinho do desejo ter me cochichado coisas eróticas e gostosas ao meu cérebro deixei meu lado mulher de lado para ser somente a médica que atendia um consulente.

Entre várias queixas sobre saúde Marcos falou-me de repetidas dores abdominais recentes. Examinei-o como de praxe, fiz a anamnese completa e por fim fui verificar suas dores. Pedi-lhe que, deitado, levantasse a camiseta e abrisse um pouco o zíper da calça. Ele exagerou puxando o zíper até o fim deixando a cueca e seu "volume" bem perceptíveis, mas estamos acostumadas, muitos homens fazem esses gracejos em consultório, temos de fingir que nada está acontecendo. Sondei-o com as pontas dos dedos, apalpei com as palmas das mãos e durante essa fase do exame notei que seu pinto endurecera por baixo da cueca. Continuei agindo como quem não dera a mínima embora houvesse ficado excitada. Nessas horas, repito, somos profissionais, entretanto uma ligeira má intensão me fez escorregar a mão como que involuntariamente para sua região pubiana, confesso que exagerei um pouco no deslizar da mão estendida abaixo de seu umbigo a ponto de sentir seus pêlos púbicos cutucarem-na. Notei que seu pênis, então, pulsou muito forte, aquele movimento incontrolável que os homens têm quando sentem tesão, aquilo me excitou ainda mais ainda.

Quebrando o silêncio da saleta, Marcos comentou maliciosamente com voz de travesseiro: "Que mãos quentes, doutora". Nada respondi. Não podia nem devia. Entretanto não pude segurar um ligeiro tremor no cantinho da boca, aquele sorriso nervoso que a gente tenta segurar mas escapa só um pouquinho. Ele também esboçou um riso e soltou um suspiro provocador. Esforcei-me para não deixa-lo perceber que por dentro e em silêncio eu também suspirava fundo.

Terminados os toques vi que ele me olhava de forma penetrante. Não tive como não retribuir embora continuasse me esforçando para conter-me. Por longos segundos nossos olhares se cruzaram em silêncio denotando desejo. Enquanto eu lhe falava sobre o possível diagnóstico e necessidade de exames de imagem nossos olhos continuavam a engolirem-se, nossa respiração denunciava inquietude. Aquele homem mexeu profundamente com meus desejos. Era sensual e sua vibração penetrou meu corpo de tal forma que senti imediatamente minha vagina umedecer. Pena que eu nada podia fazer, não podia exclamar "tou com vontade de dar pra você!". Percebi depois que havia me molhado toda.

Mas, às vezes coisas acontecem que nos fazem acreditar em anjinho da guarda. Ou diabinho da guarda, sei lá:

Falando a ele sobre a importância de praticar esportes ou determinadas atividades físicas Marcos acabou informando que tem o hábito de correr quase todas as manhãs em um parque ali na região da clínica, o Horto Florestal.

Eu gosto e faço caminhadas sempre que posso, mas longe do Horto, entretanto uma coceirinha na barriga me fez dizer-lhe uma mentirinha: "Que coincidência! De vez em quando eu vou caminhar lá também... sempre que termino o plantão às seis da manhã vou pra lá dar umas voltas, cuidar da saúde e do corpo, quem sabe um dia desses a gente se cruza, não?"

Marcos ficou uns instantes pensativo mas logo emendou:

- A gente se encontrar não será questão de coincidência. Se você me permitir vou lhe deixar meu cartão com o celular, e quando quiser cruzer comigo é só ligar e a gente se vê.

Juro que não esperava uma resposta assim tão direta e juro também que tremi por dentro. Ao apanhar o cartão minha mão também tremia, ele percebeu e a acariciou ligeira e discretamente. Antes de deixar o consultório ainda comentou em tom de sussurro:

- Aguardo sua ligaçao, gostei muito de você, doutora.

Meu coração que já andava palpitante passou a trepidar. Eu não me continha de ansiedade, desejo, receio, dúvidas, todas essas coisas que nos envolvem quando encontramos alguém de quem gostamos e ficamos seriamente a fim. O resto de meu dia foi de palpitações. Minha noite, o dia seguinte, todas as minhas horas foram de inquietude.

Juro - eu jurando novamente - que tentei não trair meu marido mais uma vez, meu coração ficava apertado quando pensava nessa possibilidade, por isso me ofereci a ele como a mais leviana das mulheres. Quem sabe se de repente ele voltasse a ser meu super-homem livrando-me da necessidade de buscar outros por fora! E fizemos sexo sim, mas foi apenas mais uma trepada sem sal nem açúcar, e vi que definitivamente ele não é mais o mesmo de antigamente. Enquanto dava para ele o Marcos não me saía do pensamento. Sentia meu marido me penetrando mas lembrava do pau de Marcos pulsando por dentro da cueca e imaginava de que tamanho ele seria, qual a grossura, que sabor teria sua glande... então, ali mesmo, debaixo do meu esposo, com ele metendo em mim sem a menor graça decidi que ligaria para o Marcos. Afinal ele ocupara todos os meus sonhos de mulher.

Passou-se mais de uma semana até que viessem meus plantões noturnos. Logo no primeiro enchi-me de coragem e mandei uma mensagem para o homem que vinha me arrancando suspiros:

"Marcos, entrei agora, amanhã vou caminhar no parque. 6 e 30 chegarei lá. Abraços"

Não demorou muito para vir a resposta:

"Te esperarei lá, querida, prometo te dar momentos muito agradáveis."

Respondi apenas "OK" e deixei a noite passar torcendo para que amanhecesse logo, Marcos deve ter tentado fazer o mesmo, porém, lá pelas cinco da manhã recebi nova mensagem dele me enviando palavras doces, respondi com outro "OK" não porque quisesse parecer difícil, mas nesse horário o plantão é sempre corrido. Às seis outra mensagem: "Já estou a caminho, quando vc chegar estarei lá te esperando, linda".

"Você não perde por esperar rsrs. Beijos" foi minha resposta.

Ao chegar ao parque parei no estacionamento e me troquei dentro do carro mesmo - os vidros são bem escuros - tirei a roupa de trabalho e vesti a esportiva. Aliás, levei a mais sexy que tenho, aquela bem agarradinha que marca tudo.Tudo mesmo, até o pensamento.

Havíamos marcado como ponto de encontro um local de fácil identificação e já de longe avistei meu homem todo bonito e gostoso. Acenei, vi que ele se levantou indeciso, me olhou bem à distância, veio caminhando devagar em minha direção e só quando eu gritei "Marcos!!!" ele saiu em disparada e me abraçou fortemente:

- Meu Deus, não te reconheci! Você fica tão diferente com os cabelos presos, sem óculos e aquela roupa branca... e, permita-me um elogio: Que corpo, Carla! Você é linda demais, perfeita! Me deixa excitado...

Ri e emendei: "não sou tudo isso, você está exagerando"

Sem responder ele me abraçou novamente pela cintura e trocamos um beijo bem gostoso sem nos darmos conta de que pessoas passavam por nós. Contudo, cenas assim são tão comuns que a maioria nem liga mais. Repetimos, então, o beijo.

Foi um beijo de arrepiar, adoro sabor de língua, me excita, me dá tesão, ainda mais quando o homem sabe o que fazer com a língua toda metida em minha boca. Ah, prenúncio de um encontro saboroso!

Demo-nos as mãos e passamos a caminhar ao lado da pista que contorna o lago, trocamos elogios o tempo todo. Eu falava da elegância e beleza dele e ele não se cansava de mencionar minha "gostosura". De repente ele cortou a conversa e disse que estava a fim de me levar para um lugar mais tranquilo onde pudéssemos ficar a sós, sem ninguém para perturbar, onde eu só faria o que desejasse fazer, ou seja, um motel, claro. Mas logo expliquei que naquela manhã não seria possível pois teria pouco tempo para ficar com ele devido a vários compromissos. Ele me compreendeu e continuamos a caminhar de mãos dadas. Quando percebi Marcos estava me levando para uma parte mais afastada dentro do parque, umas subidas acidentadas pouco frequentadas, muitas árvores, arbustos, trilhos pouco usados... caminhamos romanticamente por aquele caminho um tanto ermo até chegarmos ofegantes a um ponto que parecia ser o fim da linha: uma pedra enorme, arvoredo intransponível e um silêncio paradisíaco. Com medo perguntei se não era perigoso andar por ali. Ele me explicou que àquela hora raramente passava alguém e, quando passava, era para namorar também, logo não havia o que temer.

Fiquei um pouco aliviada com a explicação e me entreguei a mais abraços e beijos, desta vez muito mais longos e melados. A saliva escorria de nossas bocas e as mãos de Marcos já começavam a percorrer meu corpo. Deslizaram pelas minhas costas, alcançaram minha bunda, me fizeram mil carícias até me conduzirem ao tesão mais delirante. Puxou-me vigorosamente pela cintura de modo a colar literalmente meu corpo ao dele. Só então e pela primeira vez pude sentir o contato de seu pau completamente duro ainda que por baixo de sua bermuda procurando minha bocetinha protegida apenas pela calça legging superapertada. Ivoluntariamente comecei a gemer baixinho, incontrolavelmente, e a rebolar naquele pau delicioso. Me esfregava nele fazendo movimentos circulares depois mudava para movimentos de subir e descer ou de um lado para outro. Marcos e eu começamos a perder o controle. Em certo momento ele colocou a mão em minha boceta, ainda por cima da calça, e sussurrou ao meu ouvido:

- Sua calça está melada, você está toda molhada, Carla... que delícia, minha mão ficou enchardada, sinta...

Encostou a mão úmida em meu rosto, nela senti meu próprio cheiro e, de tanto prazer, beijei-a e lambi até esgotar completamente meu odor de fêmea.

Marcos meteu novamente sua língua dentro de minha boca e voltou a acariciar minha bocetinha, foi tão delicioso que não me contive e num momento de desvario, sem que ele esperasse, puxei a legging com os polegares até a metade das coxas deixando boceta e bunda completamente à mostra e, feito uma puta, implorei-lhe:

- Mete em mim, meu amor... eu não te aguento... Mete aqui mesmo... põe bem rapidinho antes que passe alguém...

Rapidamente ele tratou de colocar o preservativo, atrapalhou-se, tremia muito - eu também estava trêmula - até que num só movimento colocou a cabeça do pau na portinha de minha boceta e disse com a voz embargada: "agora você vai ser minha... vou te foder, minha doutora... sente minha pica enttrar em você, sente...".

E eu senti. Cada centímetro daquele pau delicioso e grosso como de nenhum outro homem que me comera antes. Cada centímetro me parecia uma eternidade de penetração. Fechei os olhos e me entreguei completamente ao prazer máximo que uma mulher pode sentir: um cacete entrando suavemente em suas entranhas.

A brisa fresca acariciava minha bunda exposta e eu vibrava e gemia totalmente entregue. Estávamos de pé, a penetração teria tudo para ser difícil mas não, Marcos se agachou um pouco para encaixar seu pau longo em mim e à medida que foi se levantando ia penetrando e ao mesmo tempo fazendo uma pressão deliciosa em meu clitóris. Rapidamente cheguei ao ponto de gozar, minhas pernas começaram a tremer, pressenti que podia cair, pedi-lhe que me amparasse. Foi então que ele me sugeriu virar-me de costas e ficar de quatro apoiando as mãos em uma pedra atrás de mim. Obedeci-o.

O vento nas folhagens faziam sons como se fossem de aplausos à nossa foda deliciosa.

O medo de estar fazendo alguma coisa errada em local público, o temor de que alguém nos estivesse observando, o pavor de imaginar que alguém da Polícia Florestal pudesse nos abordar, tudo me dava mais tesão. Descobri que o medo também excita e dá tesão.

Assim que me apoiei na pedra Marcos veio por trás de mim e novamente colocou o pau inteiro, senti todo o percurso dentro de mim. Minha boceta pulsava de prazer. Meu clitóris se pulsou todinho e umas contrações de prazer começaram a tomar conta de mim, elas começavam na boceta e viajavam por todo o meu corpo. Marcos, no movimento carinhoso e lento de tirar e pôr foi se excitando mais e se aproximando do gozo.

Quando sinto que o homem vai gozar em mim eu fico louca, geralmente gozo junto, e dessa vez não foi diferente. Ao ouvir os gemidos dele meu orgasmo começou a dar sinais, de olhos fechados eu via pequenas estrelinhas e sentia raios de tesão pelo corpo todo.

Marcos fodeu tão bem minha boceta e com tanto gosto que num instante acabou soltando um delicioso gemido de gozo e felicidade, foi um "ahhhhhh" tão prolongado e eu - que loucura - soltei um grito de prazer tão insano, sem nem pensar que alguém nas proximidades poderia nos ouvir. Depois ficamos um tempo enorme sentindo um ao outro abraçados e esperando a respiração voltar à normalidade.

Passado aquele momento de loucura e prazer, abraçada ao Marcos e com a legging ainda no meio das coxas, fui percebendo ao longe as vozes das pessoas no parque. Novamente senti medo, poderia vir um curioso, um ladrão, um bandido, sei lá quem, então levantei as calças e pedi assustada:

- Amor, eu tenho medo de ficar aqui, vamos continuar dentro do carro?

Marcos me olhou com um carinho tão grande, acariciou meu rosto, me deu um selinho e concordou: "Tudo bem, meu amor, te levo sim, mas só se você me deixar encoxar sua bundinha... só um pouquinho...."

- Tá, bom - respondi - mas tem que ser rapidinho pois estou com medo.

- Só uma encoxada, prometo... empina sua bundinha pra mim, vai ser rapidinho...

Toda mulher já ouviu essa história. Toda mulher sabe que não vai ser rapidinho nem vai ser só a cabecinha. Mesmo assim levantei a bundinha pra ele e me entreguei novamente.

Marcos bem que tentou dar só uma encochada, mas ao sentir minha bunda, ao ve-la arrebitadinha e toda entregue não teve opção, abaixou novamente minha legging, colocou a cabeça enorme do pau bem no meu cuzinho e sem a menor cerimônia me penetrou e eu, claro, novamente fui ao delírio. Foi uma enrabada inesquecível, senti meu cu ser percorrido por aquele membro enorme até o fim. E no imenso suceder de movimentos de vai e vem, tira e põe, entre sussurros, suspiros, gemidos e gritos, gozamos novamente... Senti-me a mais feliz das mulheres. Minha legging ainda na metade das coxas permitiam que o vento me acariciasse como que participando também do nosso idílio libidinoso. Eu me sentia tão completa e feliz que não sabia o que dizer a Marcos. Olhei-o no fundo dos olhos e consegui apenas sussurrar "meu homem... meu macho... meu querido..."

Ainda não plenamente satisfeitos, mas, de certa forma recompostos, ele mesmo reconheceu que poderíamos ir a um local melhor de menos exposição, disse-me que seria bom descermos. Tomou-me pela mão e me conduziu de volta pelos trilhos e atalhos que nos levavam ao estacionamento do parque. Só então caí em mim e percebi que em sã consciência jamais teria feito sexo onde fizemos nem sequer teria subido com ninguém àquele recanto sombrio e ermo. Acontece que às vezes as necessidades superam a razão.

Na descida cruzamos com um grupo de estudantes que passeavam no parque com suas professoras e um dos meninos ao nos observar comentou com um colega: "olha lá o casal, os caras vão lá na parte de cima pra meter!" - Em vez de raiva ou vergonha senti-me orgulhosa, meu homem metera em mim e todos sabiam!

Cheia de prazer sugeri a Marcos que poderíamos trocar uns "amassos" dentro do carro, contudo, ele me alertou que era melhor e mais seguro irmos ao drive-in pois transar dentro do carro no estacionamento poderia não ser uma boa ideia, há seguranças e câmeras de vigilância. Eu pensava que atualmente não existissem mais drive-ins mas ele me informou que bem perto do Horto ainda há um muito bom em funcionamento e para lá me levou, foi muito rápido. Eu tinha pressa, precisava ir logo embora, porém, ponderei, tanto tempo passando na "seca", sem sexo, sem gozo, sem homem, valia a pena colocar o sexo em primeiro plano. E não me arrependo.

Não conheço marcas de carros mas o dele é bonito e bem grande, tanto que pudemos ficar no banco traseiro numa boa. Eu me mantinha arrepiada de tesão, mal ele travou as portas já fui abaixando as calças novamente, como estava de tênis ficava difícil arrancá-las por completo, então deixei abaixadas até os tornozelos. Tirei minha blusinha, sutiã, e pronto, agora sim eu estava nua e entregue ao meu homem tão sonhado e de forma bem mais tranquila que no matinho do Horto.

Marcos caiu de boca em meus peitos enquanto suas mãos deslizaram por meu corpo nu, mamou em mim tão deliciosamente que um terceiro gozo estava se prenunciando. Eu nunca havia gozado só com carícias nos seios e dessa vez quis provar esse prazer. Pedi-lhe para me chupar com muito carinho e ele fez isso com maestria, quando sugava um mamilo seus dedos acarinhavam o outro e com a outra mão bulia em meu clitóris já a ponto de explodir em gozo novamente; percebi que meus biquinhos estavam ficando mais duros do que o normal quando sinto tesão, sentí que estavam arrepiados, senti que... que... Marcos me fizera gozar outra vez, só mamando em meus seios e me tocando. "Que homem, meu Deus" - eu não cansava de exclamar.

Quando gozei, ele desceu até minha boceta, encheu a boca com meu líquido e trouxe até minha boca para nos beijarmos. Foi o melhor beijo que já dei em alguém, além de sentir sua língua ainda bebi do meu próprio gozo... Quanto prazer, tanta loucura!

Infelizmente as horas passam. Percebemos que havíamos ficado um tempo maior do que nos havíamos permitido, não tanto quanto desejávamos, mas o que podíamos pois ele também tinha seus compromissos profissionais.

Olhando para o relógio do painel do automóvel ele me disse:

- Amor, nem nos separamos e já estou com saudade de você...

De pronto respondi:

- Sei que nosso tempo está estourado mas quero ficar mais um pouquinho, uns quinze minutos, você pode?

- Não poderia, mas por você, sim... quinze tá bom, fico sim...

Então lhe fiz a proposta mais indecorosa e ao mesmo tempo deliciosa de todas as que eu poderia fazer e que ele jamais imaginou ouvir de sua doutora:

- Quero fazer um sessenta e nove com você... me chupa a boceta e chupo o seu pau... temos quinze minutos... você está a fim?

Não conseguirei descrever literalmente como foi, de tanto prazer, porém posso dizer que viajei ao céu, senti-me uma deusa, deusa do prazer e do gozo! Aquele pau grande e grosso em minha boca e minha boceta sendo sugada por ele foi divino, nada melhor depois de duas fodas fantásticas no Horto podia ter acontecido. No meio da loucura Marcos olhou novamente o relógio e me disse: "faltam ainda oito minutos... me dá de novo seu cuzinho, vem pra mim, vem..."

Virei-me e arrebitei novamente minha bunda e imediatamente senti seu pau se aprofundar em mim. Ele me socava suavemente e eu o ajudava empurrando a bunda de encontro a ele. Senti seus testículos tocando minha bocetinha, senti seu cacete pulsando dentro de meu ânus, pisquei várias vezes meu anelzinho para sentir melhor o prazer de ser enrabada e ao mesmo tempo aumentar-lhe o prazer de comer sua mulher.

Ficamos controlando o tempo, eu de bunda arrebitada para ele que por sua vez mantinha o pau inteirinho dentro de mim, quando os quinze minutos iam se completar, como se fosse possível termos combinado, dissemos um ao outro ao mesmo tempo:

- Vamos gozar agora?

E gozamos. Novos gritos, novos gemidos, novos beijos e eu, enfim, feliz!

Depois de tanto tempo e tando sonho e desejo eu havia feito sexo com um exemplar raro de homem.

Ao chegar em casa meu coração apertou novamente, encontrei meu marido pronto para sair, um pouco nervoso por estar atrasado. Ao ver-me entrar indagou-me apressado:

- Saiu mais tarde hoje? Já passa das onze horas!

- Ah, fui fazer caminhada depois do plantão - respondi.

- Com essa roupa indecente? Já lhe disse que essa calça deixa você muito vulgar, dá a impressão de que tá caçando homem! - Reclamou - Não quero que a use mais quando estiver sozinha, só comigo!

- Nossa, amor, que ciúme é esse?

- É... aposto que os homens te comeram com os olhos!

- Pior - respondi como se fosse apenas ironia - Arranjei um homem e fui dar pra ele no meio do mato!

- Ainda debocha... Não acho graça nenhuma!

Acelerado pegou suas coisas, deu-me um selinho e saiu para o trabalho. Meu coração ficou um pouquinho partido por ele, mas feliz por mim. Muito feliz.

P.S.:

FOTOS : Depois de relutar por muito tempo criei coragem, comprei uma calcinha beeeem sexy e fiz umas fotos bem sensuais (quem me fotografou foi uma amiga especializada em fotos de nus, ficaram muito boas). Quem quiser receber, por favor escreva no comentário, dê a nota e não esqueça de deixar o endereço de e-mail.

Beijos.

Comentários

12/12/2017 15:39:06
Gostei do conto, adoro mulheres assim... e como percebi que pessoal tem colocado numero pra tc... se desejar papo picante mesmo, falar sobre curiosidades, desejos e fantasias... ter esses desejos descobertos ou sentir eles aflorarem me chama whats (dezenove) nove,dois, três,três-vinte e sete, nove, oito! Dotado Safado!!! Add, nem que seja pela curiosidade!!
09/12/2017 14:13:11
Publicado novo conto a minha primeira vez veja la...Sou seu fã esperando
26/11/2017 18:35:11
Delicia de conto, parabéns !! Minha esposa tb é bem putinha, confira nossas aventuras ... Temos um blog para maridos liberais: https://clubedosmaridoscornos.blogspot.com.br/
24/11/2017 15:31:04
Amiga eu n th vergonha de dizer q n consegui resistir lendo essa maravilha e me masturbei e gozei. Melhor q assistir ao xvideos. Vitoriapineda@outlook.com
23/11/2017 09:08:49
Nossa que delícia doutora qro fotos jpgatinho_paty@hotmail.com
16/11/2017 12:12:57
Carlinha, tem conto novo!
14/11/2017 17:36:32
Amei ler a sua experiência!!! Você escreve muito bem e de forma muito fluída, gostoso ler e excita muito!!! Gostaria de receber suas fotos: pe-la@hotmail.com
09/11/2017 22:16:11
Oi CArla, parabens pelos teus dois relatos. Muito excitantes. Adoraia ver a foto ou fotos desse bumbumonumento e/ ou do momumento completo. Siga escrevendo para o deleite, literalmente, dos teus fãs. Rssss
09/11/2017 11:50:04
Dra Carla.. que relato excitante..sensual..delicioso.. assim como voce tbem deve ser.. sensual..deliciosa.. adorei a parte que diz ser multiorgastica..humm a faria gozar varias vezes na minha boca.. eu amo fazer sexo oral.. minha especial predileção...sentir uma ucetinha bem molhada na minha boca.. e beber todo gozo dela varias vezes..hummmm adoraria também ver as fotos.. me escreve.. beijos.. jorgecarvalho54@bol.com.br
08/11/2017 23:18:15
Muito excitante. Parabéns. Roloko1000@hotmail.com
07/11/2017 15:32:38
eu vin aki reler este delicioso conto,so pra mata a saudades de voce,pois me abandonou mesmo,nunca mais me escreveu nenhuma linha..queria muito falar com vc... beijos molhados
06/11/2017 12:51:05
Muitas dores aqui no meu corpo, Dra... Vem cuidar de mim, vem, gostosa!! ale.pega@outlook.com
04/11/2017 01:31:40
Olha que conto espetacular Carla....PARABÉNSE muito obrigado por nos proporcionar esse tesão maravilhoso lendo seu conto...ilairodrigues1987@gmail.com
31/10/2017 23:34:24
Que maravilha de conto
30/10/2017 23:25:32
Excelente! Que flua nossa imaginaçao!
27/10/2017 16:27:51
Gostaria de ver suas fotos gostei do conto nota 10 e-mail tico_misere.18@hotmail.com
27/10/2017 13:01:57
gostaria de ver as fotos , seu conto é excelente email:viniciuspeclatg@hotmail.com
27/10/2017 12:49:06
adorei seu conto, muito bem escrito e prazeroso gostaria que me mandasse suas fotos email:viniciuspeclatg@hotmail.com
27/10/2017 12:47:26
10
Gel
23/10/2017 13:11:33
Parabéns merece um 10! aggpires@htmail.com
21/10/2017 19:52:31
Muito bom. Nota 10. Quero ver as fotos rodrigo.criativin@gmail.com
21/10/2017 18:27:43
Carla Leia nosso novo conto foi no feriado do dia 12, muito gostoso
18/10/2017 07:40:27
DENTRE MAIS DE CENTO E TRINTA MIL CONTOS, ESTE É O OCTAGÉSIMO-SÉTIMO (87) MAIS COMENTADO DO SITE, COM 102 VOTOS. Muito bem escrito, merece a nota máxima.
17/10/2017 23:46:03
Carla, Tenho conto novo aguado seu preciosos comentários, xoxo
17/10/2017 17:59:03
Conto excitante demais...provavelmente o melhor do site...vivi isso com uma aluna... meu email professor_25rs@hotmail.com
17/10/2017 12:33:53
Perfeito. A traição, invariavelmente, apimenta o momento!
16/10/2017 14:21:51
Doutora, preciso de uma consulta urgente!!! rsss.. Pode me enviar fotos? m.marlboro@gmail.com
16/10/2017 08:23:24
Carla bom dia , so mas um fa seu , adoraria descobri aonde e seu consultorio. hospital.. e esperando ancioso seu proximo conto.. nao dmeore... que inveja desse dois ... teve parzer de conhecer e sair com vc .... adoraria pode conhecer vc melhor jrmacae40@hotmail.com
10/10/2017 10:19:14
Li um comentário seu em outro conto, por isso resolvi te conhecer. E para minha surpresa, encontrei uma ótima autora, safadinha mesmo. Enquanto eu lia seu relato, as imagens dos fatos vinham na minha mente, nessa aventura no matinho. Nota máxima merecida e o topo também. Beijinhos.
09/10/2017 11:16:04
Sempre excelente, quem sabe não tenho essa sorte doutora, ter uma consulta contigoleonardocezardesouza@gmail.com
06/10/2017 14:09:20
Delícia viu como a Karen é putinha , vai sim provar umas sandálias vai de vestidinho sem calcinha heim feliz dos vendedores , eles usam calça social e marca o pau duro kkk
04/10/2017 17:14:20
Carla Leia nosso novo conto kkk vai gostar
03/10/2017 23:29:21
Otimo conto!!! Parabéns!!! Manda sua foto linda joegaper10@gmail.com
03/10/2017 14:22:22
Show! Mande fotos....famboyant@hotmail.com
03/10/2017 13:51:06
Que tesao de conto amor delicia merece minha homenagem pra vc adorei linda bjs. Sandro.melo3@yahoo.com.br
02/10/2017 10:32:29
Excelente conto! Muito bom. Como nota la em cima. Segue meu e-mail para as fotos: nando.catarinasul@gmail.com
02/10/2017 10:31:52
Excelente conto! Muito bom. Como nota la em cima. Segue meu e-mail para as fotos: nando.catarinasul@gmail.com
30/09/2017 18:27:27
Adorável. E obrigado pelos elogios que deste a um conto meu
30/09/2017 13:59:14
Karacás Carla!!!... Adorei, Vibrei... Ufa!!!... Depois de algum tempo sem ler e comentar aqui na Casa... voltei e encontrei uma gulosa do sexo... ai, ai... PIREI de novo!!!... ZPSKSDERITAGMGA... Desculpe-me Dra. Carlinha, pirei mesmo... mas a culpa é sua... com seus atrasos sexuais.. e eu aqui na mão... Buá´´a´´aááá´... Tudo bem, agora me acalmei e vamos as Notas... pela Frustração com o Lucas em SAMPA - Nota: ZERO (Senti Ciúmes e vc não me convidou para seus devaneios)... pelo seu marido traído - Nota: ??? (Tadinho Carla... me senti traído também... e vc não me fez uma anamnese para ver o que estou sentindo...), pela sua caminhada no Horto com Marcos - Nota: Zero (Ciúmes mais uma vez... e eu aqui na mão de novo)... pela legging no meio das coxas - Nota: Ulalá (adoraria ver a sua legging ariada)... pelo 69 vc e Marcos - Nota: Zero (Ai, ai... eu que queria um 69 com vc Dra. Sex e fazer uma bela mamada na sua XOTApelos 15 minutos finais - Nota: +30 minutos (... Ai, ai... quero mais meia hora), mais uma vez pelo marido trabalhador - Nota: 5 (Tadinho... Cinco porque é trabalhador)... pela sua amiga fotografa – Nota: ??? (Seis lá... mas merece uma DEZ porque é sua amiga)... pelas suas fotos de calcinha sexy - Nota: MIL (Karacás... Pirei só de imaginar vc de calcinha... Manda prá mim!!!)... e pelo seu conto - Nota: DEZ (Vibrei... Amei)... Mando um Pontapé no Bundão do Marcos... mando dois pontapés no bundão do Lucas (porque ele foi fraquinho com vocêMando um abraço no Marido (TadinhoMando Abraços, Pegadas e Mamadas na sua Xotinha... e na Xotinha da sua amiga fotografa (olha Carla... quando vc sair com alguém por aí me convida... e pode convidar a amiga também... fico com sua amiga fotografa)... Mais uma bela Pegada e Mamada em vc Carla... Beijos e Amassos... Valeu e Xáu!!!
29/09/2017 11:42:57
email - sodatula@gmail.com
29/09/2017 11:42:11
10! Bem escrito, excitante, quase não chego no final...rs Parabéns Carla, vc se supera a cada história. bjs!Negrogatopgsodatula@gmail.com
28/09/2017 13:45:33
Muito gostoso de ler o seu conto Dr.(a),eu já tinha muito tempo sem vim aqui no site, que nem lembro mais da minha conta antiga só fiz essa por que vc.quase me faz gozar lendo sua estou ria meu email: quero gozar olhando suas fotos e vídeos. moreno_fotografo78@hotmail.com
28/09/2017 13:35:51
Nota 10
28/09/2017 13:07:59
Que delicia Carla, vc realmente sabe o que quer. Seus contos são uma delicia, você é bem detalhista e escreve cada sensação que você teve mo momento. Parabéns. E como você havia pedido, relatei outra aventura minha com a Li, segue o link. https://www.casadoscontos.com.br/texto/Vou deixar meu email do mal aqui. maumio2@gmail.com
27/09/2017 19:59:09
Carla - Só hoje li seu segundo conto e adorei. Ainda não fodi no matinho com o meu concunhado mas vc me deu uma ótima idéia. Viver perigosamente é o que nos dá mais adrenalina, mais tesão. Não vou falar nada pro meu concunhado, mas vou fazer com que ele me leve a um matinho para fodermos tranquilos. Pelados (se der). Na pior das hipoteses fodemos dentro do carro, coisa que fazemos sempre. Beijo Raquel
26/09/2017 17:38:21
Quero essa entrega! falogostoso@hotmail.com
26/09/2017 10:23:43
Carla minha Linda que conto maravilhososo nota dez com louvor jheladio6@gmail.com para me brindar cuas deliciosas fotos.
JCS
26/09/2017 10:13:26
Mais um excelente conto ! Parabéns novamente ! Gostaria imenso de trocar umas ideias contigo.
26/09/2017 09:30:51
Carla gostaríamos de entrar em contato com você. Nosso e-mail jfs3000@hotmail.com
26/09/2017 08:55:09
Sensacional. felipepg4@bol.com.br
26/09/2017 00:31:18
informaticamand@gmail.com
26/09/2017 00:30:34
informaticamand@gmail.com
26/09/2017 00:30:09
informaticamand@gmail.com
25/09/2017 22:47:53
Vou querer meu presente de aniversário !!!
25/09/2017 21:56:53
Minha musa,cadê seus contos novos? Onde anda você que sumiu aqui da CDC?Estou com saudade de suas aventuras.
25/09/2017 18:51:08
Querida Nani, os e-mails que enviei para você voltaram. Verifique sua caixa de spam ou lixo eletrônico, ou comente aqui e deixe outro e-mail caso o possua. Aliás, você disse ser leitora de meus contos mas nunca comentou nada né? Rsrsrs. Beijão da Carla pra você.
25/09/2017 18:48:33
Querida Nani
25/09/2017 09:58:20
Carla, tenho certeza que vc é uma mulher que deixa qualquer homem louco de tesão, parabéns pelo relato, aguardo outros. marcos.lima7919@gmail.com. Bjo.
25/09/2017 09:43:54
Conto muito bom, excelente. Apesar de ser um pouco extenso, a leitura é muito boa parabéns me envie as fotos rpremec@hotmail.com
25/09/2017 00:43:01
Oi Carla outro conto lindo maravilhoso quero Muito te satisfazer tenho quase todas noites livre e demoro para gozar quero te dar todo prazer que uma mulher merece me manda um e-mail quero por mais um chifre no seu corno e te satisfazer pelo menos 3x por semana meu mail é engravidosuamulher@yahoo.com tenho 37anos 1,81 e totalmente discreto pode ficar tranquila ok 😉
24/09/2017 15:51:54
Sensacional, com suspense e tesão o tempo todo. Parabéns! Quero aproveitar a oportunidade, para oferecer meu bilau para casais interessados em apimentar a relação num mênage, ou dupla penetração. Tenho dote médio, e ereção bem prolongada, sem nenhum artifício, ou remédio; Ou então, para ser o amante q vc procura. tb tenho relatos publicados aqui no meu pseudônimo acima, e Gutoaf. Meu e-mail é gutoexperiente@gmail.com e o whatsapp
24/09/2017 15:43:21
Sensacional, espetacular, maravilhoso. O relato mantém o suspense e o tesão, o tempo todo. Contas as outras traições tb. Quero aproveitar a oportunidade, para oferecer meu bilau para casais interessados em apimentar a relação num mênage, ou dupla penetração. Tenho dote médio, e ereção bem prolongada, sem nenhum artifício, ou remédio
22/09/2017 11:27:28
Obrigado pelo comentário no nosso conto, Carla. Também adorei os seus, fiquei muito excitado lendo rs.
22/09/2017 09:45:22
Não consigo acreditar que você conseguiu se superar, ficou ainda melhor que o primeiro. 1000 Alguem-26@live.com
21/09/2017 21:21:46
Ja me conquistou queria fazer consulta com vc como eu faço seria uma.honra so em conversa com ja ficaria satisfeito Whats
21/09/2017 13:24:41
Carla vc mulher extremamente sensual amei seus contos.... Tbm tenho alguns contos legais da ma olha e por favor adoraria q entra e contado comigo pode er jopgcluis@gmail.com joao_paulo.santos85@hotmail.com Whats
20/09/2017 23:52:11
loupanmaster@gmail.com ainda estou lendo, mas ja muito ecitado, carla vc é maravilhosa
20/09/2017 12:37:46
Amei Carla olha os s contos.... E ver suas fotos jopgcluis@gmail.com
20/09/2017 11:24:20
Como sempre arrebentando no seu conto, se o primeiro foi maravilhoso o segundo não podia ser diferente. Nota 1000. Escrevi outro conto. Meu email é admiradordamel@yahoo.com.br Bjss do seu fã nº1
20/09/2017 10:50:38
19/09/2017 20:09:15
Minha doçura de mulher estou verde de tesão de ler seu conto. Preciso bater uma em sua homenagem.meu e-mail é jmftaubate@bol.com.br
19/09/2017 14:40:44
Minha bela amiga, mais um conto maravilhoso e com riqueza de detalhes... Você realmente é deliciosa e intensa. A nota não poderia ser menor do que dez!!! Visite-me sempre que quiser. Será prazeroso para nós dois!!RssMande fotos pra mim!!! maximusjrs@yahoo.com
19/09/2017 14:36:14
Ótimo conto Carla, votado, me manda as suas fotos.
19/09/2017 14:35:05
Dde
18/09/2017 23:00:20
Delícia
18/09/2017 21:15:05
Ola Boa noite minha Deusa .minha medica favorita.estou te enviando este a fim confirmar e-mail..acho que deve ter feito confusão,pois ja falamos algumas vezes aqui..Beijos...demarcosantin@hotmail.comdemarco.......
18/09/2017 17:20:42
Um dos contos mais deliciosos que já li e agora estou relendo. Adoro sexo assim ao ar livre, dentro de automóvel. Muito bom!
18/09/2017 16:44:57
Estou escrevendo de novo para informar que mudei meu e-mail e se você tiver aí fotos para enviar, por favor, envie para r-max-cappezzi@uol.com.br Abraços e um beijo pra você.
18/09/2017 16:11:11
Querido(a) homônimo(a),por favor, deixe seu e-mail no comentário para que eu possa lhe enviar fotos, tá? Beijão da Carla.
18/09/2017 15:30:40
Boa tarde dra. carla, como faço para receber as suas fotos? Eu já li seus 2 contos e não recebi, você tem fotos para mandar?
18/09/2017 12:46:59
Muito bom o conto. Dava pra sentir a sua emoção e o quando o cara é sortudo. Te convido para ler os meus também. !0 com louvor mmarcelo41@yahoo.com.br
18/09/2017 07:42:10
Oi Carla. Passei aqui novamente para passar o meu email leo.de1@terra.com.br, e dizer que estou esperando o seu próximo conto. Mande as fotos, estou muito curioso para vê-las. Bjs.
18/09/2017 02:15:15
Mais um excelente conto. O sexo ao ar livre nos dá essa sensação de liberdade e, somado ao perigo é TDB. Bjs. casablanca.x@hotmail.com
17/09/2017 22:19:39
Oi lindona! Imagino você lindona mesmo! Rs O que escrevi sobre o erro gramatical, eu errei no meu comentário e não conseguia apagar! Você escreve muito bem! Ponto muito positivo! Não dá pra ler "mais" no lugar de "mas" de uns contos por aí...Kkkk...Como é essa história de fotos?
17/09/2017 19:30:29
rogers_rgr@hotmail.com tb queri fotos ...
17/09/2017 19:26:33
Meu e-mail gata: e-mano26@hotmail.com
17/09/2017 19:25:28
Delicioso conto. Adoraria ter contato com você Carla. Bjs
17/09/2017 15:21:55
Minha querida Carla,nao sou merecedor de receber suas fotos?eu estou muito ansioso por isso?euquero muito..assim que poder manda pra mim..beijos de seu maior admirador e fã!!!
17/09/2017 13:16:04
Meu querido JOÃOGAUCHO, não consigo enviar fotos para o seu e-mail, creio que você esqueceu de algum detalhezinho ao digita-lo. Por favor, confirme-o ou corrija para que eu possa enviar, tá bom? Beijos da Carla.
17/09/2017 03:13:33
Ola boa noite adoravel Carla atendendo seu pedido pra avisar, eu acabo de publicar mais um relato, esta la fresquinho esperando seu comentario .. obrigado
17/09/2017 00:58:01
miga, muchas gracias por comentar lá no meu conto. se eu for contar todas as safadezas q faço kkkkkkkkkk deixa pra lá. fikei molhadinha lendo esse seu conto. homem tem demais agora a gente encontrar akele macho gostoso e completo aff... uma luta. bjs, miga. vitoriapineda@outlook.com
15/09/2017 12:26:21
Que obra, prefeito!!!
14/09/2017 14:45:14
Dra. Carla, outra obra de arte literária. Parabéns! Mais uma vez percebo que o tal preservativo ou foi o único, que seria completamente fora do contexto, ou foi dispensado após o primeiro gozo. Minha esposa sempre diz: "A maior segurança é a certeza de que o parceiro não é promíscuo." Nunca contraímos qualquer doença. Enfim, maravilha de texto e excitante lance! ernane1953@gmail.com (WhatsApp)
14/09/2017 13:33:53
muito gostoso seu conto.... edhyfaby@hotmail.com
14/09/2017 13:24:42
Querida Carla, Obrigado por mais uma delícia de conto. A medida que damos o pontapé inicial no “mundo liberal” as aventuras só tendem a ficar mais ousadas e essa última sua é fruto disso, porém todos nós sabemos que você não irá parar por aí. Parabéns por se entregar de forma tão ousada para alguém que te atraiu e por compartilhar como todos nós essa aventura. O texto, uma delícia de ler, certamente retornarei mais vezes para reler, reler e reler. Divirta-se! Bjs
13/09/2017 15:30:27
delicia de doutora adoraria me consultar com vc linda bjs!email para vc me mandar sua fotos j.almeida38@yahoo.com mais uma vez parabens pelo conto!
13/09/2017 13:43:40
Delícia
13/09/2017 13:43:12
Delicia
13/09/2017 12:49:47
Adorei esse conto e o seu outro, escreve muito bem mesmo. Leia os meus e me escreva rodrigobb1983@hotmail.com, te mandei email mais cedo, bjos
12/09/2017 23:22:32
cardo78@yahoo.com
12/09/2017 00:07:21
Delícia
11/09/2017 22:30:53
baita conto..nota 10.. j.sgaucho@yahoo.com.br se quiser conversar um pouco só me mandar um email..bjo
11/09/2017 18:05:54
Olá Carla, excelente seus contos. Vc é uma baita escritora hein! Parabéns!! Não tem como lhe dar uma nota menor que 100 viu!! Caso possa mandar mais coisas segue meu e-mail.... carlos.sptecno@gmail.com Abraços
11/09/2017 18:04:34
Muito bom....vc é uma baita escritora viu. meu e-mail...carlos.sptecno@gmail.com
11/09/2017 18:04:13
Leia nosso novo conto corno feliz II
10/09/2017 23:10:17
Só hoje vi teu comentário no meu conto, gata. E vim correndo ler teu novo relato. Falar da qualidade do texto é redundar. O conteúdo é muito excitante com essa transa a céu aberto, em pleno parque público, denotando o quanto você está se liberando em busca dos prazeres. Quando à nossa associação, iria pegar fogo. Rs. Beijos.
10/09/2017 21:12:49
Delícia De Conto, Quero Receber As Fotos Email: dejesusantonio70@gmail.com
09/09/2017 15:47:20
Só corrigindo...Saiu "a pouco" quando na verdade é "há pouco" pois já a aconteceu! Hahaha...Detalhes que por algumas vezes deixo de ler um conto! Rs
09/09/2017 15:44:25
Carla, você escreve muito bem! Sou como você! Insaciável! Vivi muito tempo essa loucura de tesão, desejos, traição e culpa. Estou separada a pouquíssimo tempo e ainda não curti os prazeres da liberdade! No seu conto eu percebo algo muito importante, a atitude do homem e o tamanho do membro. Com certeza devem ser valores associados! Se puder ler meus primeiros textos...Se gostar...Leia o último que é só um delírio e um convite...rs Quero experimentar tudo!
08/09/2017 17:07:28
A busca pelo prazer é algo comum a todos nós. Epícuro, o "filósofo do prazer", dizia que não há prazer que se consume, sem uma préva e menor que o seja, dor. O final torna isso bem implícito, sentir a dita dor pelo marido, vamos ser sinceros, corno é parte do processo substancial e puramente humano de buscar o prazer aonde se possa encontrar este. Aqui ninguém a julgará (pelo menos eu não irei). A busca pelo prazer, digo novamente, é comum a todos nós. Agradeço novamente pelo prazer desta leitura, a nota tu já sabe. Abraços.
06/09/2017 22:09:49
Fiquei todo melado com este conto, mais dez para si minha musa!
06/09/2017 18:07:43
Muito exitante Carla , parabéns pela atitude
05/09/2017 17:35:20
Olá Carla, seu conto é fantástico, quisera eu que minha esposa fosse fogosa como você e que me traisse também, mas ela não topa nada...e-mail para envio das suas fotos lac.luizcarvalho@gamil.com
05/09/2017 09:02:33
Que belo conto doutora, fiquei super excitado em ler os dois, adoraria ser seu paciente!!atrevidoatrevido@outlook.com, por favor manda suas fotos!@
04/09/2017 20:51:47
Fiquei cheia de tesão ao ler seu conto, parecia que eu acompanhava tudo, só observando...uma delícia. Bjos.
04/09/2017 19:55:48
ótima narrativa passando para agradecer sua visita e lhe avisar ja publiquei o final espero que goste bebeao1977outloo.com sua nota não poderia ser outra 10
04/09/2017 17:13:26
Ótimo conto!!! Quem não dá assistência...
04/09/2017 15:47:23
Que conto sensacional, muito excitante e envolvente. Estou ansioso para o próximo. Nota 1000. admiradordamel@yahoo.com.br
04/09/2017 14:48:03
Conto muito bom Carlinha, desculpe ausencia o tempo anda corrido ,mas não esqueço de ler .Bj
04/09/2017 12:22:06
conto maravilhoso, perfeito... gostaria de receber suas fotos meu email é: carinhosoesp@outlook.com
04/09/2017 07:01:19
Muito bom, continue, saplana46@hotmail.com
03/09/2017 07:46:40
Atendi seu pedido e estou aqui. Adorei seu conto e espero que continue escrevendo contos. Até logo.
02/09/2017 10:28:26
Sua vida está bastante excitante hein Carla! O relato ficou uma delícia de se ler, assim como você deve ser também. ..rs. Me mnda emails pra gente trocar idéias. Beijos. ehsoptr2@hotmail.com
02/09/2017 01:51:34
Carla, agradeço sua atenção em me responder. Acho que poderemos trocar mensagens no privado do e-mail, assim, não precisamos expor a todos os leitores nossas trocas. O respeito do leitor é o mínimo que o escritor merece. A recíproca é verdadeira. Aprendi a ser completamente autêntico em minha vida. Um beijo. meu e-mail: lenomen@zipmail.com.br
02/09/2017 00:42:46
Que história maravilhosa, de puro tesão e desejo, me excitei muito todas as vezes que li, pq li e reli. Simplesmente um conto muito bem narrado e muito excitante, como sempre de parabéns Dra. Beijoo.
01/09/2017 20:40:54
Sou leitora dos contos e quando li seu conto me identifiquei muito com ele, tem alguma coisa que fala diretamente a mim, fiquei meio emocionada meio chororô, acho que somos parecidas. Agora vou ler seus outros contos pois gostei demais.
01/09/2017 11:23:02
Dizem que quem está na chuva é pra se molhar. No sexo, temos experiências maravilhosas e outras decepcionantes, como foi com o Lucas. Vivi isso também. Porém, amiga, vc não perdeu tempo e já arrumou algo bem melhor com o Marcos. A sensação de culpa em relação ao marido sempre vai persistir a cada traição. Muito obrigada pelo prazer desta leitura, amiga. Escreva mais, vc é muito talentosa. Bjs.
01/09/2017 02:45:29
Carla, agradeço seus elogios ao nosso conto. Tirando a sensação desagradável que fica ao saber que está traindo o seu marido, e nunca vou ser um cúmplice disso pois acho uma atitude muito vil, não é bom fazer isso com quem se gosta, o seu conto é excelente, e garanto que fará sucesso enorme entre os leitores. A maioria adora uma traição, parece que no Brasil trair é algo aceitável e até de se enaltecer. Mas isso é meu ponto pessoal. O conto é ótimo. Bem escrito, detalhando bem as sensações, demonstrando que realmente se sente empoderada de seu próprio desejo e volúpia. Parece que agora você achou um homem à altura do seu apetite e fantasias. Isso deve render bem. Eu considero seu conto muito bom, mesmo, excitante e ao mesmo tempo libertador. Mas não poderia deixar de dizer que me incomoda o gosto amargo da traição, não me cai bem. Eu prefiro as verdades às claras. Trair é indigno e confesso que no lugar do seu marido talvez não a perdoasse jamais. Mesmo sendo um mau amante deve abrir o jogo com ele. Talvez ele a perdoe. A partir daí talvez as coisas fiquem melhores. A nota é 10.
31/08/2017 23:08:16
OOO doutora, e pensar que to numa abstinencia de Cúh !! a Ex não gostava de dar, e pensar que tem uma doutora Vadia dessas por ai ! nota 10 !!
31/08/2017 22:55:05
Maravilha de conto, sua traidora, começando vai adorar "casamento é uma chateza" ...lembra?
31/08/2017 14:49:47
Gente querida do meu coração, estou tentando agradecer a todos vocês pela gentileza das visitas e dos comentários em meus contos mas não tenho conseguido. A alguns leitores que não são escritores da CDC, mas que me enviaram e-mails tenho agradecido utilizando-me do mesmo veículo, seus e-mails. Aos que são também escritores tenho procurado deixar mensagens em seus contos; em breve terei respondido a todos. E àqueles que não postam contos nem informam seus e-mails não tenho como agradecer se não por aqui mesmo, em meu espaçozinho. Amigas e amigos escritores(as), leitores e comentaristas, meu muito obrigada, estou feliz com todas as manifestações de vocês, gostaria de agradecer dando meu beijinho em cada um(a) de vocês, como isso não é possível fica aqui meu beijo virtual de gratidão, amizade e carinho. Muito grata, do fundo do coração. Amo vocês.
31/08/2017 14:14:51
Quando li seu primeiro conto eu criei esta conta apenas para comentar nele pois achei excelente, e agora que vi seu novo conto tive que comentar de novo, é um conto que me identifico com ele, fico de pal duro só de ler, acho que fiquei apaixonado por vc, claro que é paixão virtual mas eu queria muito te conhecer e receber umas fotos... vou te escrever um e-mail pra ver se me manda fotos suas.
31/08/2017 10:45:31
Como sempre, sensacional, muito bem escrito, com riqueza de detalhes e excitante, claro!!! Nota 1000. Parabéns Carla!!!
31/08/2017 02:23:55
Mais um excelente Conto Doutora Vagabundinha ! Meu aniversario ta chegando e Aceito presentes !!! Nota 10 !
30/08/2017 21:53:49
Ae gata, não sinta nenhum remorso de nada que fizestes. Como sempre digo, quem não dá assistência vira bolsa. Adoro pegar uma casadinha cheia de tesão mau resolvido como você está. Dá mesmo gata, dá e mate seus desejos.Parabéns pelo conto, muito excitante, já comi uma casadinha em similares circuntâncias e sei o quanto é bom.haroldosafado@hotmail.com
30/08/2017 16:25:17
Carla, minha querida leitora, o que falar? excelente conto, fiquei de barraca armada a leitura inteira. Maravilhoso. Certamente teremos novos relatos seus aqui. Agora que se abriu - literalmente - para o sexo com amantes, não irá parar tão cedo. Continue contando para nós as suas aventuras sexuais. Obrigado pelo comentário no meu conto e prometo em breve escrever mais outros, enquanto isso aproveite para ler e comentar os outros contos. Beijos bem molhados lá.
30/08/2017 15:38:48
Maravilhoso,rico em detalhes,vc é a mulher que a maioria aqui deseja, adoro seus contos,e vc mais ainda..um bjo do seu admirador
30/08/2017 12:16:44
Carla, seu conto é parecido com você, pois é simplesmente maravilhoso. Nota 10 é pouco para seus contos, pois você merece 1000. Beijos e ficam bem!!
30/08/2017 06:14:53
Dra. fiquei sem palavras para descrever o quanto amei o conto.Confesso que fiquei com muita inveja, por não ser eu o sortudo a desfrutar de tamanhã beleza, lendo o conto fui a um gozo sensacional.Quanto a nota? dez é muito pouco, perfeito seu conto, parabéns e que continue asssim.
30/08/2017 02:24:54
Maravilhoso como sempre
30/08/2017 00:18:00
Espetacular seu conto! Da primeira à última linha é uma delícia. Fiquei muito excitado quando você relatou as cenas de sexo a céu aberto, um verdadeiro tesão. Não via a hora de chegar em casa para postar o comentário de meu computador. Mas demorei um pouco porque a esposa estava por perto rsrsrs... agora ela foi tomar banho e quando sair, vou descontar o tesão que a dra.Carla me deu... nela, minha esposinha ! Nota 10
29/08/2017 14:02:24
Ficamos surpresos e lisonjeados com sua passagem e pelos comentários nas nossas histórias, temos mais. Manda um no nosso e-mail pra trocar contatos. Jfs3000@hotmail.com
29/08/2017 11:58:40
Olá, Carla. Você sabe deixar a gente com tesão lendo o q escreve. Muito interessante e excitante. Tive uma amante tao viciada em adrenalina qto eu e um dos nossos prazeres era fazer trilha num parque movimentado aqui n RJ e, no meio da trilha, dar uma escapada para transar vendo os outros passarem bem perto e sem nos verem... Bjs
29/08/2017 09:58:33
Mais uma delicia de conto, querida. Depois da traição com o colega aqui na minha cidade, tu estás cada vez mais solta. Agora ao ar livre, como no dizer do garoto passante ¨Eles subiram lá em cima pra meter¨. Rs. Nota dez e beijocas.
28/08/2017 23:32:59
Ola...Obrigado pelo deliciosos agradecimente..voce tbm é muito apaixonante e adoravel..pelo teor dos seus relatos essa sua segunda traiçao foi bem mais gostosa que a primeira!!e bem mais proveitavel!!!Beijos!!!!
28/08/2017 22:56:53
Putz, a cena de vocês metendo no matinho do horto doi de tirar o fôlego. Demais!!!!!
28/08/2017 09:49:41
Parabéns Carla superou as expectativas vc descreve muito bem seus momentos...pelo jeito vai ter continuação pois esse rapaz vai virar amante fixo.....rsrs ... nota 10
27/08/2017 21:42:21
Carla..conto tao gostoso quanto o primeiro..voce se supera a cada momento vivido!!que Delicia de transa foi essa!!fico muito feliz por suas conquistas e novas aventuras..seu conto nao podseria ter outra nota senao o 10,ate poderia se podesse ser maisor que 10amei seu conto...afinal eu amo você!!!!
27/08/2017 21:02:24
Sem comentários! Conto excelente. Parabéns! Mil beijos do casal osnormaiz
27/08/2017 14:19:19
Sensacional! Fico imaginando você seminua transando no parque, no meio das folhagens, ahhhhhhhh, deixa eu parar de pensar se não eu gozo! Você deve ser muito gostosa mesmo!
27/08/2017 14:07:58
Que conto, Carla! Estou extasiado diante de tanta beleza em um texto cheio de tesão. Nota máxima para você (vou te enviar um e-mail)
27/08/2017 12:45:06
Olha ela aqui de novo! Em mais um conto sensasional! Ainda mais quando inicia o relato deixando suas impressões de esposa para depois se entregar como mulher! Opinar sobre as angústias da traição ao mesmo tempo que descreve ela torna o conto tentador e alucinante! Parabéns! E volte a ler mais contos meus, vc está devendo, ahahahahahahaha.. Até a próxima, Carla!
27/08/2017 11:42:01
Que delicia de relato, Carla. Você tem toda razão quando diz que há coisas que se faz apenas uma vez e quer repeti-las sempre. Nesse ponto somos parecidas. Com o marido fazemos amor, mesmo morno. Já com os amantes, somos possuídas com muito mais volúpia e desejo. Igual esse paciente, que queria aproveitar cada segundo no mato. Rs. Acho que é o primeiro conto teu que li e gostei. Beijos.
27/08/2017 11:24:44
Muito bom. Vc e otima. Alucinei com seu relato.Dez
27/08/2017 08:43:23
Lindo conto. Adoro ver minha esposa com legging e roupa de corrida sendo devorada pelos machos....
27/08/2017 06:53:04
Adorei o conto, quero ver com fotos e amo filmar e fotografar esses melhores momentos. Se gostar da ideia é só retornar: fotografoliberal@ahoo.com.br
27/08/2017 06:40:20
Muito bom nota dez. Nao existe prazer igual que sexo fora do casamento. Eu ja transei dentro de casa com o irmao do meu marido e logo depois ele chegou e metemos ele nem percebeu o quanto eu tava melada e chupou-me a buceta com a porra do prorprio irmao fui ao delírio neste dia.. gilmasoares51@gmail.com
27/08/2017 06:02:15
Muito bom você deve ser uma delícia
27/08/2017 03:41:05
És maravilhosa demais, minha querida. Que aventura deliciosa, estou super excitado. És o tipo de gata que adoraria ter tido em minha vida. Teria adorado ser teu corninho. Beijos imensos.
27/08/2017 01:23:17
Excelente. Votado. Mandei um presentinho no seu e-mail querida. Espero que você goste. Parabéns, beijos.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.