Casa dos Contos Eróticos

Comi minha madrasta safada 2

Autor: Oliver
Categoria: Heterossexual
Data: 01/08/2017 12:51:30
Última revisão: 01/08/2017 12:53:38
Nota 8.00
Ler comentários (5) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Como já contado anteriormente minha experiência com minha madrasta , nos sermos dois amantes muitro intensos.

Sou Oliver , tenho 20 anos , pele branca , 1,74 cm e meu penis possui aproximadamente 18cm a 19cm ereto ( o acontecimento passado aconteceu aproximadamente nos meus 16 anos) mas venho apresentar outro acontecimento que me marcou muito na minha vida sexual.

Eu tinha aproximadamente 18 anos , faziam 2 anos que eu e minha madrasta Ana éramos amantes , como meu pai trabalhava em SP saia todos os dias pela madrugada e voltava à noite , aproveitávamos cada momento quando sua filha (Carol) não estava por perto.

Porém um dia tudo mudou , como de costume voltei da aula e sentei em meu computador na espera de minha madrasta que chegava aproximadamente 15:00 de seu consultório ( minha espera acontecia de segunda , quarta e sexta quando a filha dela ia para o inglês).

Não esperei muito até que ouvi a porta de meu apartamento se abrindo e esperei até que tivesse certeza de que era ela , e não deu outra... ela me aparece de lingerie , uma delicia com a xoxota de fora e aqueles peitoes inchados querendo me dar leite. Não demorou 1 segundo para que meu PAL ficasse duro , e que eu arrancasse toda minha roupa. Eu cai de boca naquela xoxota sem ao menos falar uma palavra e ouvia gemidos intensos de Ana , ecoando pela casa.

Fomos para o quarto dela e de meu pai , pois era mais confortável por ter uma cama de casal gigante , e soltei minha primeira palavra: engole minha rola sua safada, enquanto chupo essa sua bucetinha deliciosa !

Ela retrucou: nossa que entiado mais gostoso , sabe do jeitinho que gosto ...

Começamos o 69 de costume , mas algo não aconteceu da maneira correta , Ana gritava como uma cadela no cio quando lambia seu clitoris e eu me aproveitava da situação até que.... a porta do quarto se abriu , meu penis literalmente de pedra virou água ( meu pai veio na minha cabeça ) mas aparece Carol e fala: Não acredito no que estou vendo ! É sério isso? Vocês são muito ordinários !!! Vou contar para o Fábio !!!

Nisso Ana e eu gelamos e ela respondeu : Carol , não faz isso por favor , simplesmente aconteceu

E eu acrescentei: Carol por favor Carol , não fala na boa , eu faço o que você quiser...

Neste momento cheguei onde ela queria .

Tá comendo minha mãe , então vai ter que me comer junto respondeu Carol.( ela era virgem , a bucetinha dela inchava quando me via pelado e eu percebia )

Ana logo retrucou: filha , você está louca ? Não é certo fazer isso , eu já errei me arrependi, vamos deixar isso de lado

Carol com uma cara de safada responde: não é certo fazer mas a senhora está fazendo e eu quero experimentar.

Ana negou novamente tentando fazê-la mudar de ideia ... neste momento estava eu vegetando ao lado das duas pensando como seria meu velório.

Carol chantageia sua mãe com essa simples frase que me lembro até hoje: Ou ele arregaça minha buceta e tira meu cabaço ou o Flávio vai saber, e aí ?

Ana logo aceitou a proposta e começou logo o menage.

Minha madrasta ficou muito acuada no começo , mas logo vi duas vadias lambendo meu PAL juntas , e quase gozei de tanto tesao que fiquei.

(Carol não tinha corpo, pouco peito , bunda razoável , mas era muito bela)

Coloquei as duas de quatro uma do lado da outra e chupei a xoxota de uma enquanto dedava a outra é as duas gemiam , até que Carol cansou e disse: Coloca essa rola gigante na minha xereca vai ...

Peguei minha rola e encaminhei até os lábios vaginais com Ana ao lado só olhando , olhei para ela com uma cara de e aí ? Ela retrucou minha visão com uma mexida na cabeça tipo: Vai em frente...

Eu tive medo de machucar minha irmãzinha: minha rola foi entrando cm por cm e ela gemendo , suspirando (me parecia de dor, mas segui em frente) até que ela disse: Para seu cachorro , tá doendo ! Para um pouco !

Eu falei : desculpa minha putinha

E deixei meu PAL parado como estava

Ela soltou mais uma: coloca mais !

Até que em alguns minutos meu PAL estava completo em sua xoxota que vazava um pouco de sangue , as estocadas começaram a ficar mais intensas e ela começou a gemer de prazer , Ana não quis ficar de vela e trouxe até mim seus lindos peitos para eu mamar...

Aquela buceta era tão fechadinha e quentinha.

Penetrei Ana , enquanto chupava Carol , Ana gozou rapidamente como de costume continuei com estocadas fortes que soavam o barulho de pele batendo

Até que chegou minha vez ...

Ana pediu: na nossa cara !!! Da leite pra gente

Carol continuou: quero leitinho bem quentinho

Ouvindo isso dei uma super gemido tirei meu PAL da buceta de Ana e virei no rosto das duas. Até que minha gala espirrou para todos os lados e Ana e Carol sugaram meu PAL com suas últimas forças.

Após isso só soltei minha última frase: a partir de hoje quero vocês duas dando pra mim!

Elas soltaram parecendo ter combinado: somos suas putinhas e hoje foi só o começo.

Coloquei minha roupa e desci para jogar bola com meus amigos , me sentindo o homem mais foda do mundo( e sempre guardando o segredo com minhas dua putinhas para que ninguém ficasse sabendo)

Gostou do conto ? Deixe sua nota e comente ... irei contar mais de minhas histórias com minha madrasta/Irma caso eu veja que vocês estão gostando !!!

Comentários

10/08/2017 09:21:08
Gostei dos teus contos. Achei excitante e me deixou toda molhada. Seja namorado eterno da Carol e tenha a mãe junto. Rs. Venha me conhecer lendo o meu. Um beijo!
02/08/2017 20:38:25
ótimo conto cara,gostei mais uma vez e espero pero próximo sobre vcs 3.
01/08/2017 18:02:15
É...
01/08/2017 13:51:39
VC DEU MAIOR SORTE METEU NA MÃE E NA FILHA.ABRIU CAMINHO PELA PREIMEIRA VEZ NA BOCETINHA DA SUA MEIA IRMÃ E GOSOU BASTANTE NA BOCETA DA MÃE. ADOREI CONTINUE COM MAIS CONTOS.
01/08/2017 13:15:24
a palavra é Pau, com U no final!

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.