Voltando a ser putinha dos pedreiros

Um conto erótico de Danny Sapequinha
Categoria: Homossexual
Contém 2347 palavras
Data: 23/08/2017 16:51:56

Olá pessoal, tudo bem? Consegui tempo e vou contar minha última aventura...rs Vocês devem lembrar do meu pedreiro o José, pois bem, minha esposa resolveu fazer uma obra em nosso terraço e chamou o José para fazer o orçamento, eu já fiquei meio tensa...rs Para quem não acompanhou meus relatos, José já me flagrou de Danny em casa e acabei sendo a putinha dele pelo período que durou a obra em minha casa...rs

Para quem ainda não me conhece, tenho 33a, sou uma putinha que vive enclausurada em um homem discreto, sou branca, 1,79m, 69kg, falsa magra cintura fina e bumbum pequeno redondo e arrebitado, dou de dez em muita mulher...rs

Pois continuando, José chegou em nossa casa e já me olhou com aquela cara de safado, minha esposa o convidou para nos acompanhar ate o terraço para explicar o que queria e subiu na frente e eu logo atrás dela, José sacana aproveitou e apalpou minha bunda, eu fiquei sem graça e disfarcei, afinal minha mulher não pode nem sonhar com a Danny...rs

Explicamos o que queríamos e ele deu o orçamento, minha esposa concordou e fechamos para iniciar na próxima semana, disse que iria fazer muito barulho e poeira, minha esposa como gosta de silêncio, resolveu ir passar uns dias na minha sogra, algo normal ultimamente, as vezes ate acho que ela deve estar dando para outro, pois vive enfiada na casa da mãe e quase não temos mais sexo ou contato físico.

José permaneceu para ir comigo a loja comprar material e minha esposa seguiu para seu trabalho. Mal saiu com o carro e fechei o portão, josé já veio me agarrando por trás e sarrando minha bunda...rs Eu disse: Calma...rs Relaxa que já sei o que você quer...rs

Entramos em casa e tranquei a porta, ele já tirou a rola pra fora e balançou dizendo: Vem cá minha putinha, vem mamar papai vem....rs safada que sou não me fiz de rogada e ajoelhei abocanhando aquela vara... rsrsrs Mamei um bom tempo até que ele tirou a rola da minha boca e bateu com ela na minha cara e disse: Vai lá no quarto minha puta e coloca uma calcinha bem puta pra mim ver...

Eu rapidamente me levantei e corri pro quarto, peguei uma fio dental linda da minha esposa e vesti, aproveitei que estava jogada sobre a cama uma camisolinha de renda e vesti. Cheguei na sala José estava sentado no meu sofá punhetando a rola dura, me aproximei e ele mandou eu dar uma voltinha, assim eu fiz, dai mandou me virar de costas novamente e me aproximar, ele deu um tapa forte na minha bunda que ardeu e me arrepiou todinha, em seguida me puxou pela anca e mandou eu empinar a bunda com as pernas abertas, sentir sua barba sarrar minha bunda e sua lingua quente e úmida percorrer a minha bundinha.. nossa que delicia!!! eu soltei um gemido, o safado então arredou a calcinha e enterrou a lingua no meu cuzinho, eu gemi mais e rebolei, adoro uma boa linguada...rs José lambeu um bom tempo, socando a lingua o máximo que podia no meu buraquinho apertado... então quando menos esperava o safado me puxou para trás me fazendo sentar em seu colo, nossa senti a vara quente e dura no meu reguinho, por pouco não acertou o buraquinho, dai ele me ergueu apontou a rola no meu cuzinho e me fez descer com a cabecinha apontada ... eu soltei um gemidinho de dor e prazer enquanto sentia a vara deslizar cuzinho adentro... nossa quando dei conta estava empalada...rs o safado beijou minha nuca e disse: Estava com saudades desse cu guloso....rs Já sabe que essa semana vai levar muita pirocada né minha putinha...?..rs Eu disse que sim e comecei a rebolar, dai ele me fez começar a subir e descer naquela rola, nossa que delicia... eu gemia de prazer... que rola gostosa, era grande mas meu cuzinho engolia com destreza aquela vara... Até que meu celular tocou, olhei e era a minha esposa ligando, pedi a ele para esperar um pouco, o safado disse que não: Se quiser vai atender a esposinha tomando no cu...rs

Eu tentei levantar mas ele não deixou, então fiquei rebolando e peguei o celular, me segurei para não gemer, e estava um pouco ofegante, atendi e minha esposa perguntou se eu ja tinha saido de casa, disse que estava me arrumando e iria com josé na casa de material, ela perguntou porque estava com a voz meio embargada, eu disse que havia tropeçado e estava com uma dor imensa no pé...rs ela riu e nos despedimos...rs na verdade josé estava era me fazendo remexer no seu colo com a rola no fundo do meu buraquinho...rs

Nisso levantei e sentei de frente, cavalguei com vontade, ate que senti a vara enrijecer e encher a camisinha de porra...rs Eu sai de cima e disse que na semana seguinte teria mais..rs Nos ajeitamos e fomos a loja, comprei todo material necessário e marquei de na segunda José retornar.

Sexta minha esposa disse que tirou uma semana de folga e ia para Guarapari com a minha sogra visitar parentes, achei legal e sábado as levei até a casa de seus tios. Eu resolvi que como não teria como minha esposa aparecer, eu ia dar um presentinho para José, no domingo pintei as unhas das mãos e pés, depilei o bumbum, a virilha, peito e barriguinha, passei creme para pele ficar cheirosa e macia e vesti uma bela calcinha e espartilhos, deitei e dormi, José sabia onde eu deixaria a chave para ele entrar, e não sabia que eu estaria em casa, como meu quarto fica de frente para escada deixei a porta aberta e fiquei ali montadinha...rs

José entrou cantarolando como sempre, e ouvi seus passos, ate que ouvi ele se calar e os passos pararam proximo a porta do quarto, fingia dormir...rs E ouvi ele dizer: Esse viadinho é uma puta safada mesmo...rs

Então ouvi outra voz, fiquei nervosa e continuei fingindo dormir, ai ouvi ele dizer: Olha Daniel, nossa patroa, que putinha safada, e ai o que acha? Dá pra comer?...rs

Ouvi o tal Daniel responder: Olha tio, comigo não tem essa, empurro com força...rs

Ouvi passos no quarto e o José falando: Vem aqui olha só, que bunda bonita, deve aguentar bastante rola...rs

Senti José apalpar minha bunda e abrir ela, eu continuava fingindo dormir...rs Daniel disse: Tio vai dar merda não? Sei lá...rs - José: Chega mais sobrinho...rs é tudo nosso, olha que cuzinho lisinho e rosadinho... - José abriu mais minha bunda e arredou a calcinha... estava ja com tesão na situação e medo ao mesmo tempo... mnas meu cuzinho piscava e ele notou...rs

José: Olha aqui como é puta, dormindo e o cuzinho piscando, passa a mão nessa bunda, lisinha, igualzinha de puta... vem cá porra...rs confere só...

Nisso senti uma mão aspera apalpar minha bunda e carinhar ela... então senti um dedo tocar o meu cuzinho e forçar entrada, nisso dei uma mexida e Daniel se assustou, tirando o dedo do meu cuzinho...rs José safado disse, calma sobrinho, olha como se faz com viadinho, vou ensinar uma vez só, olha e aprende...rs

Senti josé se aproximar do meu rosto e logo sentir a rola tocar meus lábios que estavam entreabertos, o safado empurrou na minha boca e colocou um dedo no cuzinho.. eu gemi e dei uma empinada, Daniel disse: se ta doido tio...rs

Eu não resisti e gemi passando a mamar a rola de José, ele disse: Ta vendo como se acorda uma putinha sobrinho, olha como mama a minha rola... rsrsrs

José então disse: Abri esse cú e dá uma boa linguada nele, ta limpinho...rs - Daniel sem falar nada arredou a minha calcinha e senti uma barba sarrar minha bundinha e uma lingua quente e áspera tocar meu cu... nossa eu empinei e gemi gostoso naquela lingua...rsrsrs

Rebolava com a lingua no meu cuzinho e a rola de josé na minha boca, que gostoso...rs sem resistir mais me coloquei de 4 fazendo josé sentar na minha frente e engoli com vontade sua rola enquanto o seu sobrinho linguava com voracidade meu cuzinho...rs

José: Daniel ta gostoso esse cu? Não é igual de putinha?...rs Daniel respondeu: delicia, mas só vou saber depois de socar nele...rs

Nisso senti um dedo grosso invadir meu cu, me fazendo gemer mais: AAAAhhhh ... uuuuiiiii.... hummmmm... e chupava a rola de José... de repente o dedo saiu do meu cuzinho e senti algo macio e quente tocar a portinha do meu cuzinho, não deu tempo de nada, só senti a vara invadir meu cu de uma só vez, nossa vi estrela, doeu muito e chorei de dor, mas o safado me segurou pela anca e José não deixava eu tirar sua rola da boca.. eu chorava de dor e tentava sair daquela situação, mas acho que dava mais tesão em Daniel, pois eu jogava o rabo de um lado pro outro, pra frente e pra trás... dai fui acostumando com a vara e josé me soltou, fiquei bem empinada chorando de dor e tesão... : UUUIii.. aiiii meu cuzinho.... aiiiii.... uiiiii.... hummmm meu cuzinho seu cachorro... ai ta rasgando meu cuuuu... uuuiiiii... aiii safado.... ta doendo.... uiiii... ai tira.... tiraaa... aiii... uuuuiiii.... ai essa rola é muito grandeee... ai meu cuzinhooooo.... Eu chorava de tesão na vara, Daniel então tirou a vara e senti um vazio, rebolei e pedi... mete... metteeeee... aiiii fode porra... você não queria arrombar meu cu... rs então fode... fodeeee... Daniel então encostou na portinha e empurrou devagar, eu tomada pelo tesão joguei com tudo pra trás e urrei: AAAhhhhhhh,,, uuuuhhhhhhhh.... uiiiii.... ai meu cuuuu... ai meu cu... porraaa.... mete vai fodeeeee.....

José estava rindo ali ao lado punhetando e me vendo ser fodida por seu sobrinho, então senti ele bombar com mais intensidade e o pau dele inchou, senti algo quente inundar meu cu... nossa fiquei aflita!!! ele estava sem camisinha e eu não me dei conta... Mas o safado continuou socando e senti a porra escorredo do meu cu enquanto ele bombava firme... nossa que gostoso...

José disse: Daniel deixa um pouco para seu tio...rs Quero fuder tambem esse cuzinho...rs

Daniel tirou e senti um vazio, então ele veio para minha frente e vi a tora que arrombou meu cu, parecia um latão de antártica... o safado me fez abocanhar a vara melada de porra.. eu tentava engolir, mas era muito grossa e não cabia inteira na minha boca...rs Logo senti José empurrar no meu cu, entrou facil, afinal depois de aguentar a tora do seu sobrinho...rs Eu gemia e pedia mais e mais...rs

José: Que putinha gulosa... rs o viadinho hoje ta com sorte...rs vai ganhar muita rola no cu...

Eu gemia: aiii... uuuuuuhhhh... ãhhh meteeee.... fodeee.... fooode meu cuzinho fode.... ai mete por favor não para... não paraaaaaaagozei com a vara socada no meu cuzinho e estremeci... logo josé também encheu meu cu de porra, depois me levantei e senti muita porra escorrer pelo meu cuzinho... dei uma bronca por causa da camisinha, eles se desculparam e disseram que só comem a mulher sem camisinha, eu fiquei brava , mas desculpei...rs

Fui a cozinha e preparava o café quando o safado do Daniel se aproximou por trás e me fez apoiar na pia abrindo minha bunda e empurrando devagarinho, eu me arrepiava toda com aquele colosso no meu cu, gemia e rebolava...rs Daniel fodeu um bom tempo assim. até que ele tirou e José sentado na cadeira fez sinal para eu ir ate ele, safada eu fui e me sentei de frente, deixando o corpo cair de vez sendo empalada, o cuzinho estava laceado e não doia mais, estava gostoso demais ter dois machos tarados...rs Daniel abriu a geladeira e pegou nutella, passou na rola e me deu pra mamar, nossa que sacanagem gostosa....rs

José gozou e me fez levantar, pegou seu café e seguiu para o terraço, Daniel tarado me deitou na mesa de franguinho e meteu sem dó me fazendo gemer e urrar de prazer, ate que gozei sem me tocar... o safado gozou mais uma vez e foi pro terraço... estava exausta e super feliz...rs

Me senti uma puta, rainha da casa...rs Fui ao banheiro, tomei um banho e me limpei todinha, resolvi aproveitar a situação, coloquei uma meia 7/8 liga uma calcinha fio dental negra e uma mini saia de colegial com um topzinho com enchimento... fiquei ajeitando o almoço, e depois fui ao terraço chamar eles para almoçar, quando me viram vestida daquele jeito,...rs Me puxaram e colocaram de joelho me fazendo revezar entre as rolas, logo estava de 4 tomando no cu mais uma vez ...rs

O dia foi muito gostoso, depois que terminaram o serviço do dia, me fuderam mais um pouco, estava com cuzinho ja ardido de tanta pica, mas José me chamou e ao seu sobrinho e disse: Daniel a parada é a seguinte, quem como quieto come sempre, ta ligado né? Então nada do que a gente fizer aqui é pra comentar com ninguem entendido, a patroa paga direitinho e dá gostoso...rs Ja comi e como fico no sapatinho sempre tenho serviço e cu entendeu? E Daniel respondeu: Beleza, pode ficar tranquilo que ninguem vai saber de nada, mas quero repetir a dose...rs Eu disse: Claro que vai, durante a obra vai ter comida todo dia, trato muito bem meus pedreiros...rs só não pode esplanar que sou menininha entendeu? Daniel: Beleza...

Assim tem sido desde segunda...rs to aqui escrevendo com cuzinho cheinho de porra...rs daqui a pouco vou ganhar mais uma sessão de rola, o cuzinho ta ja macio de tanta pica estes três dias...rs Agora deixa eu ir que vou levaro lanche dos pedreiros...rs

Bjos

Danny

dannysapequinharj@gmail.com

Siga a Casa dos Contos no Instagram!

Este conto recebeu 3 estrelas.
Incentive dannysapequinha a escrever mais dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.
Foto de perfil de dannysapequinhadannysapequinhaContos: 79Seguidores: 22Seguindo: 0Mensagem sou uma cdzinha que busca criar coragem de se assumir e iniciar o processo de transição para ser quem realmente sou, uma mulher trans

Comentários

Este comentário não está disponível
Foto de perfil genérica

Isto mesmo Dani.

Temos que explorar nossa feminilidade.

0 0
Foto de perfil genérica

Aí Dani

Gulosa pegou logo dois.

Isto mesmo temos que dar prazer para os homens

0 0
Este comentário não está disponível
Este comentário não está disponível