Casa dos Contos Eróticos

O Começo de se reconhecer

Autor: Ras
Categoria: Heterossexual
Data: 13/08/2017 09:36:26
Nota 7.00
Ler comentários (3) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Esse conto se passa na década de 90,precisamente em 1995,quando conheci Ângela que veio ser minha esposa. Uma mulher linda, seios médio, uma bucetinha pequena, bunda proporcional ao seu corpo magro de 1,60. Eu um homem normal com 1,70 72kg hoje e sabendo que não seria nunca um homem completo a uma mulher como Ângela, devido eu ter um pau pequeno de tamanho duro de 14cm, mas no inicio nunca foi problema para nós Pois nos amávamos e ela sempre feliz e para compensar a fazia gozar muito com boas chupadas e lambidas e quando ela esta totalmente satisfeita eu a possuía com muito desejo e tesão ,mas não durava muito pois rapidinho gozava e sempre tive uma gozo precoce além de um pintinho.

Sempre frequentávamos bons restaurante, bons ambiente e muitos amigos. Nossas noites de final de semana sempre tínhamos um programa para fazer – mos ate no ano de 2008, quando um final de semana qualquer ela me diz que iria sair com as amigas que iriam comemorar o aniversario de Rafaela amiga antiga dela, não me importei pois sei que ela precisa de espaço como nós homens precisamos, só que isso começou a ser rotina ela se produzia toda com roupas mais ousadas e peças intimas cada vez mais sex. Sempre a incentivei que usasse mais esse tipo de roupa mas na minha companhia. Nessas saídas com as amigas comecei a desconfiar que ela estivesse me corneando chegava tarde e com a roupa toda amassada, mas procurava não indagar pois a amo muito . Em uma sexta feira ela me liga dizendo que precisávamos conversar e pediu que eu chegasse mais cedo em casa. Assim que entrei ela me disse que tomasse um banho e que logo após o banho iriamos conversar uma conversa que já imaginava do que se tratava devido a mudança radical que ela estava fazendo em seu guardaroupas. E ela me diz que esta tendo um relacionamento com um homem que a completava por completo e que já havia mais de 6 meses que me corneava e diz que ele era um homem de verdade com pegada e que não tinha. Assim todo desesperado pois não queria perde la e a digo que já sabia pois havia notado que sua bucetinha sempre estava inchada e mais suculenta além do normal.E que não me importava com esse romance extra casual, pois sabia que não poderia ser um homem total para ela e que aceitava que ela tivesse outro.Foi ai que tudo mudou,quando ela disse que gostaria de trazer o seu homem que vim saber se chamar Alex uma pessoa elegante e um macho ALFA, pelas suas atitudes. Eu disse amor não esta cedo para vc trazer ele em casa e como eu fico .Foi a pior humilhação quando ela disse que ele seria o Homem da casa e que eu serviria apenas para limpar a buceta dela como andava fazendo e que eu seria transformado em um corninho manso e que ela iria mostrar para mim o que um casal de verdade faz e que se eu não quisesse separar dela eu deveria se transformar em uma empregadinha dela obedecendo todas as ordens. Achei estranho ela direcionava a mim sempre no feminino mas deveria ser pelo habito . Essa noite quando ele chegou e fui apresentado ele como sendo o maridinho manso a nossa empregadinha fui a lama do ser humano estava ali criado desde então o corninho mansinho e obediente e seria apenas o homem que pagava as conta da casa e as dela.Recebo a ordem de ir no quarto de hospede e me trocar pois eu seria a criada deles apartir daquele momento e que se eu fizesse tudo como ordendo receberia a recompensa.Quando chego ao quarto estava tudo preparado, um uniforme de domestica completo.Saia, conjuntinho ,blusinha e meia calça e sapato,isso sim que é humilhação. Ela me chama para que ela me veja junto com ele como fiquei e manda eu servir whisky para os dois.So vejo a risadinha dele como querendo dizer corno manso tem que ser tratado assim, já que não tem cacete que satisfaz a mulher que ele ama, tem que ser transformado em mansinho e feminizado. Após um tempo apenas escuto os gemidos vindo do nosso quarto.

Continuarei com mais detalhe o dia que ela me fez limpar sua buceta cheia de gala do Alex.

Comentários

13/08/2017 16:09:22
Liga ñ das respostasnegativa,cada um vive o momento k ker viver,cada 1 goza,sente prazer por onde kiser e da forma que kiser,se tiver bom pra vc e ,vc aceitar e ser feliz ☺ e prazeirozo,seja feliz e goze muito,so não vale ficar choramingando e reclamando pelos cantos.
13/08/2017 11:24:01
Parei de ler quando começou esse lance de humilhação, é muita falta de amor próprio aceitar esse tipo de coisa.
13/08/2017 10:14:58
Não tem nada de erótico aqui. Vc está contando como é humilhado e isso só diz respeito a quem passa pela mesma situação. Não vejo qualidade em um texto em que o marido demonstra uma passividade de uma hora pra outra, sendo que foi econômico no desenvolvimento do texto. Continue se quiser, pra mim já deu

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.