Casa dos Contos Eróticos

O castigo - parte 2

Autor: S. Costa
Categoria: Heterossexual
Data: 12/08/2017 22:17:43
Nota 9.00
Ler comentários (1) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

No dia seguinte após o jogo, o Alex me mandou uma mensagem de manhã avisando que ia faltar ao trabalho.<br>

- Vem logo tigela, no final do mês os jogadores do teu time vão receber da mesma maneira e tu vai tomar no cu com esse clubismo.<br>

Com toda a minha educação, consegui convencê-lo a ir para o trabalho, e incrivelmente não houve muita gozação por causa do jogo. Eu sei que o Alex e eu somos diretores de nossos departamentos e os subalternos tem um pouco de receio conosco, e que também não há muitos vascaínos na empresa, mas as coisas estavam muito mais sossegadas do que estariam outrora. <br>

O Ricardo estava agindo normalmente, sem ficar fazendo piadinhas ou provocando o Alex. "É realmente um gentleman", pensei.<br>

Pela aparência do Ricardo, eu notava que sempre chamávamos muita atenção das mulheres quando estávamos juntos. Isso em alguns momentos era engraçado, até que a dona Val que varria minha sala contou uma conversa sobre o Ricardo ter um rolo com uma moça chamada Letícia.<br>

- Letícia? Aquela estagiária do RH?<br>

- Ela mesma seu Sávio, eu tava limpando o banheiro do refeitório ontem  depois do expediente e quando ia saindo eu vi os dois na maior agarração em cima da mesa do canto.<br>

"Caralho", pensei. A Letícia era uma mocinha de 22 anos que estava estagiando na companhia, era magra, tinha peitos pequenos e um bumbum mediano, mas era bonitinha de rosto. Mal podia esperar para contar para o Alex.<br>

Por volta das 10:00 da manhã eu fui tomar um cafezinho e fui entrando na sala do Alex sem bater, já que tenho intimidade, e falei:<br>

- Pega uma dose ai tigela, bora bater um papo.<br>

Botei um copinho cheio até a metade com café na mesa dele, que respondeu:<br>

- Porra Sávio vai trabalhar, tu só fica pra lá e pra cá. Vou contar pro Ricardo e tu vai já pegsr as contas.<br>

- O Ricardo tá manso seu porra, tu não vai tirar ele do sério nem se tu vier pelado pro trabalho.<br>

- Por que tu tá falando isso?<br>

- A Val me contou que ele tá pegando tua estagiária, a Letícia.<br>

- Meu ovo, ele falou se jogando pra trás na cadeira, eu ofereci um carro pra ela e a menina me disse que não ia pagar um boquete pra mim porque é fiel ao noivo dela e mais um monte de frescura.<br>

- Mas ele é o chefe né porra, falei em tom de deboche, tu acha que ela ia querer um velho barrigudo que nem tu? Ela quer o garotão lá, nem mosquito quer saber de chupar essa tua pica mole seu brocha.<br>

- Vai te fuder porra, ele falou rindo enquanto eu corria da sala dele me abrindo na gargalhada.<br>

Os dias se passaram e porra, tava foda. Creio eu que o Ricardo tinha pegado quase todas as gostosas do trabalho. Comecei a desconfiar quando vi ele apalpar uma secretária dele que tava arrumando uns papéis na mesa, depois passei no corredor da copa e escutei ela conversando com outras meninas que trabalhavam na companhia:<br>

- E o Ricardo Mari?<br>

Risos.<br>

- Ricardão né mana, ele tem uma pica enorme, quase me parte no meio ontem de noite...<br>

Queria escutar mais só que uns funcionários da limpeza estavam vindo e eu fui andando, mas ainda ouvi uns risos lá pra dentro. "Tá pegando a Letícia e agora a Mariana, mas que vagabundo" pensei. Uns dias depois, vi uma moça que trabalhava no departamento de registros saindo do carro dele (um carrão, por sinal)  que se ajeitava puxando o vestido para baixo. O Ricardo olhou pra mim, deu uma piscadinha e foi estacionar o carro. Mais uma para o currículo do safado.<br>

Comentários

13/08/2017 13:30:40
Isso....

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.