Casa dos Contos Eróticos

Minha vida com meu filho Pt1

Autor: Jhulia
Categoria: Heterossexual
Data: 27/07/2017 21:03:59
Nota 9.65
Ler comentários (14) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Venho por meio deste site relatar como comecei minha vida incestuosa com meu filho. A maioria dos contos na internet são fantasias de mães ou filhos que querem manter uma relação mais intima mas não realizaram e vem descrever suas fantasias. Minha história é super sincera e verdadeira. Meu nome é Jhulia, moro em Olimpia, interior de São Paulo, tenho 37 anos e fui mãe aos 17 anos de idade, por uma fatalidade, o pai do meu filho, Jonatan, na época tinha 25 anos e chegou a falecer em um acidente de moto. Sofremos muito, segui minha vida e criei meu filho com ajuda dos meus pais. Sou formada em química, tenho um bom emprego, estabilizada financeiramente e meu filho hoje cursa Jornalismo, um bom rapaz, educado, inteligente, bonito e muito parecido comigo fisicamente. Sou morena clara, cabelos a altura do ombro, 1,70, 60kg e corpo bem tonificado pois pedalo pelo menos duas vezes na semana.

Enfim...Já devidamente apresentados, vamos aos fatos. Moramos só nós dois em casa, e sempre foi rotineiro eu ver ele com peças intimas e ele a mim, já que isso nunca foi motivo de constrangimento entre nós. Um dia quando cheguei de minha pedalada diurna, cheguei em casa muito suada, me despi já na sala, mesmo porque esse horário meu filho já foi pra faculdade e fui nua pro banheiro, estava pingando suor, quando abro a porta dou de cara com meu filho escovando os dentes na pia do banheiro. O susto foi grande para ambos e ele:

- Mãe, desculpa, não sabia que você viria assim pro banheiro, já estou saindo.

- Eu: E eu não sabia que você estava em casa, hoje não tem aula?

- Filho: Hoje não temos as duas primeiras, professor não irá.

- Eu: Ok, me deixe tomar meu banho que estou pingando suor!!!!

Nisso percebo um olhar diferente dele em mim, já que ele nunca me via assim, nua, somente com roupas leves. Olhou, disfarçou e saiu. Fiquei com pensamentos a mil por hora, que situação!!! Estava morrendo de vergonha de olhar pra ele, sai do banho, fui pro meu quarto me trocar, ele veio até mim e disse:

Filho: Mãe, desculpa, se soubesse tinha ficado no meu quarto.

Eu: Imagina, só me despi na sala porque eu estava muito suada e com muito calor e pra mim você não estaria em casa.

Filho: Mas eu vi a senhora nua, estou com vergonha disso.

Eu: Relaxa Jonatan, a culpa foi minha, e outra, nada de mais você ver uma mulher nua, você já deve ter visto várias amiguinhas suas de faculdade nuas, sou apenas mais uma pra sua coleção kkkkkkk falei rindo.

Filho: Mas é bem diferente, você é minha mãe.

Eu: Ok Jonatan, esquece isso, não aconteceu nada. Agora vou ver algum filme no notebook pois estou bem casada.

Nisso dei um beijo em seu rosto e fui para o meu quarto, liguei o notebook, me deitei e coloquei um bom filme. O silencio dominava dentro de casa, me levantei para ver onde estava esse menino, estava no banho, passei pelo seu quarto e vi suas roupas jogadas no chão e vi também que tinha esquecido a roupa limpa pra se vestir no banheiro, peguei e bati na porta.

Eu: Jonatan, você esqueceu suas roupas limpas no quarto, pegue aqui na porta.

Ele veio até a porta, destrancou e abriu um pequeno vão pra pegar as roupas da minha mão. Assim que ele esticou pra pegar, nitidamente e sem querer nesse movimento, vi seu pênis duro, devia estar se masturbando no chuveiro, tentei mas não consegui disfarçar, dei duas olhadas pra baixo pro pênis dele, ele notou, pegou as roupas, fechou a porta e continuou seu banho.

Saiu do banheiro um pouco ruborizado, não tocamos no assunto e assim foi o dia.

Porém no dia seguinte, ao chegar da faculdade, ele deixa suas coisas na mesa e vai direto pro banho. Não levou toalha, não pegou roupa...nada. Com a roupa que chegou ja foi pro seu banho, nisso de dentro do banheiro ele me chama:

Filho: Mãe, por favor, pega minha toalha e minha, esqueci em cima da cama.

Fui ao seu quarto, peguei, bati na porta do banheiro e disse:

Eu: Jonatan, tá aqui, pega.

Só que desta vez, antes mesmo de eu chegar com a toalha e as roupas, ele ja abriu a porta do banheiro, mas não somente um vão e sim quase toda para pegar suas roupas de minha mão e novamente com o pau duríssimo. Dessa vez dei uma breve olhada, pegou suas roupas e continuou o banho.

Isso aconteceu por um bom tempinho. Ele pro banho, sempre esquecendo alguma coisa e eu levando. Nunca falei nada, pois pra ele, eu não me incomodava com isso.

Só que as coisas começaram a evoluir. Ele começou avançar um pouco por demais. Uma noite eu estava na sala vendo tv e ele em seu quarto jogando video game, o quarto dele e a cama ficam bem em frente a sala onde eu estava e o sofá que eu deitei, eis que uma cena altamente impressionante por parte dele me acontece: Ele simplesmente tirou toda a roupa e ficou pelado, luz acesa, porta aberta, como se não fosse nada. Ora jogava, ora mexia no pinto, até ficar bem duro e sem pudor nenhum se masturbava, sem se importar que eu estava bem visivel pra ele, eu disfarçadamente não olhava nitidamente mas sabia o que ele fazia. Ele nunca fez esse tipo de coisa, pensei: " O que tá dando nesse menino?". E nisso ele ficou o tempo todo que eu estava na sala nessa situação, ora jogando, ora se masturbando. Eis que acontece uma coisa que me assustou, ele me chama:

Filho: Mãe, pega meu carregador de celular, esta na minha mochila da faculdade.

Me levantei do sofá, fui até sua mochila que estava na mesa da cozinha, peguei o carregador e fui até ele, em seu quarto, com a maior vergonha do mundo, quando me deparo com a seguinte cena: Meu filho, batendo a maior punheta, na minha frente, na minha presença, pega o carregador da minha mão e agradece. Como se não estivesse fazendo nada. Sai, voltei pra sala e esse menino ainda continuava na punheta, pensei: "Ele não goza nunca, já esta a mais de uma hora nisso"

Passado mais um tempo, ouço aquele barulho caracteristico de algo liquido sendo expelido, não olhei mas sabia que tinha gozado. Nisso ele se levanta, de bermuda e vai até a cozinha, quando olho pro lado no quarto dele, umas cinco manchas de esperma na horizontal em seu lençol, que era azul, ele tinha gozado, desliguei a tv, fui durmir, ele também entrou em seu quarto, apagou luz e também foi se deitar.

E outras situações foram acontecendo....CONTINUA

Comentários

05/10/2017 09:37:35
Estar ficando bom!
03/10/2017 23:49:22
Se o primeiro foi bom..m hum partiu ler o segundo
27/09/2017 11:57:15
Nota 10
16/09/2017 20:03:08
Nossa legal adorei olha meus contos queria ver fotos sua e seu email pode ser?? jopgcluis@gmail.com
02/08/2017 00:05:28
Conto excelente!
30/07/2017 21:00:41
Delicioso e sutil. Adorei
29/07/2017 20:40:59
Adoravel conto!! Super excitante
29/07/2017 10:56:54
Inicio maravilhoso, Jhulia. Nota-se veracidade em cada palavra. Viver na intimidade do lar é mesmo assim, com várias situações se sucedendo. Imagino que o desejo vai crescer e acabará acontecendo. Conte logo para nós. Tenho dois relatos com meu filho. Quando puder, leia eles. Para achá-los, clique em ¨Coroa Libertina¨ aí em cima. Beijos da Vanessa.
29/07/2017 07:37:15
Ansioso pela continuação espero que não demore Novinhodf765@gmail.com
28/07/2017 17:42:21
Excelente. ..qeremos mais
28/07/2017 09:31:57
Continua...
28/07/2017 08:23:01
Continua logo kkkk adorei me manda seu contato adoraria conversar com vc ferreiraco@hotmail.com.br Beijos otavio
27/07/2017 23:02:12
Parabéns..pode mandar fotos? jc45sms@hotmail.com
27/07/2017 22:44:53
Nossa muito bom, estou curioso, marcosvol14@gmail.com te espero

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.