Casa dos Contos Eróticos

O dia em que dei meu cu

Autor: Isa22
Categoria: Heterossexual
Data: 01/03/2017 11:49:53
Nota 9.75

Oi gente essa história aconteceu com uma amiga minha, achei super excitante quando ela me contou e decide compartilhar com vcs, espero que gostem.

Olá! Me chamo Lene, tenho 40 anos, morena, não muito alta, cabelos longos e pretos, sou casada a 25 anos nunca tive outro homem até que conheci Evandro e minha vida mudou completamente. Trabalho em um consultório médico como secretária há um tempo. Sempre fui extremamente profissional no meu trabalho, mas tinha um rapaz que me atraía, por sua beleza, ele era alto, um pouco forte, 26 anos, muito atraente. Tentei disfarça, não obtive sucesso, ele pediu meu número e começamos a comversar através de mensagens, em um certo momento resolvi falar a verdade sobre como eu me sentia em relação a ele. Marcamos pra jantar, no dia marcado, comprei uma lingerie bem ousada, nunca havia traído meu marido até então, mas Evandro me atraía de tal forma que não tava nem ai pro corno do meu marido.  Jantamos e começamos a beber, clima super agradável. Resolvemos ir para um local mais calmo, particular. Ele me levou para sua casa, conversamos mais um pouco, estávamos sentado perto um do outro. O clima começou a esquentar entre a gente, ele foi chegando cada vez mais perto, e eu nervosa não demonstrava nenhuma reação, Evandro começou a passar a mão pela minha coxa, me deu um arrepio, nossa que sensação boa, ele levantou meu vestido e foi subindo sua mão em direção a minha xana, começou a me masturbar por cima da calcinha, senti minha buceta ficar meladinha, quando percebi ja estávamos nos beijando loucamente, ele com a mão na minha bucetinha, uma delícia, ele começou a tirar meu vestido com tanta rapidez que pensei que ele iria rasga-ló, me deixou so de calcinha e sutiã, ele beijava meu pescoço, eu gemia de prazer. Tirou meu sutiã e agarrou meu seios começou a chupar, dava mordidinhas, eu levantava meus seios para que ele chupasse com mais força, foi descendo beijando minha barriga. Seus dedos me torturavam, entrando e saindo da minha xana, tirou minha calcinha, e começou a me chupar deliciosamente, sua língua fazia movimentos deliciosos, minha xana latejava de tanto tesão, chupava com força, nossa, ninguém nunca tinha chupado minha buceta assim. Ele pediu para eu chupasse seu pau, rapidamente tirei sua roupa, abaixei sua cueca e seu pau pulou feito mola, fiquei olhando aquele cacete grosso e maravilhoso, peguei e coloquei na boca, chupei como se minha vida dependesse disso, passava a língua pela cabecinha, chupava seu saco, ele gemia de tanto tesão, eu sentia minha lubrificação escorrendo pelas minhas coxas, chupava com mais força, ora fazia punheta ora chupava, estava louca pra sentir seu leitinho na minha boca, pedi pra que ele enchesse minha boca de porra, chupava com força ele gemia, me chamava de vadia, vagabunda, puta, ele disse que ia gozar, coloquei todo seu pau na minha boca, a medida que ele gozava, ele me xingava e eu senti aquele leitinho quente escorrer pela minha garganta, tinha um gosto delicioso. O desejo era tanto que pedi para ele comer meu cu, ele nem pensou duas vezes, fiquei de quatro com a bunda bem empinada e abri para deixar meu cuzinho a mostra, começou a me provocar passando seu pau pela minha buceta, eu me remexia e gemia baixinho, colocou meu pau na entrada do meu cuzinho, foi colocando devagar, senti dor e prazer ao mesmo tempo, uma sensação maravilhosa, a medida que ele metia eu sentia ele me rasgando, eu gemia de dor e prazer, ele começou a socar devagar e foi aumentando a velocidade, me senti cheia com aquele pau dentro do meu cuzinho, ele gemia, me batia, xingava, eu estava quase delirando de tanto prazer, de repente ele tirou a pau de dentro de mim e começou a chupar minha buceta e meu cuzinho que a por sinal tava bem arrombado, seus dedos e sua língua me torturavam deliciosamente, e eu não aguentando de prazer, gozei feito uma cadela no cio, gemi alto quase gritei de tão bom que foi, Evandro não contente com meu orgasmo, puxou meu cabelo e disse que iria me fazer gozar de novo, e que encheria meu cuzinho de porra, ele pediu que eu abrisse minha bunda e deixasse meu cuzinho a mostra, assim fiz, com um único movimento ele colocou seu pau no meu cu novamente, pensei que não aguentaria, aquele socava com força que eu podia sentir sua bolas batendo na minha bunda, eu pedia pra que ele me xingasse, me batesse, eu gemia gostoso e ele também, eu estava quase gozando de novo, ele disse que iria gozar, gozamos juntos, novamente gozei feito puta, uma cadela no cio e ele gemia enquanto gozava, senti meu cu cheio de porra, e escorrer leitinho pela minha bunda. Fomos tomar um banho, conversamos mais um pouco e ele me deixou perto de casa. Essa foi a primeira vez que eu dei meu cu, ele foi bruto mais eu gostei. Tenho um caso com Evandro há 3 anos, meu marido nunca desconfiou, sempre que posso eu dou pro Evandro, meu amante.

Comentários

30/07/2017 20:45:49
Q delícia me senti sendo este Evandro belo conto passaro-2011@hotmail.com
21/04/2017 10:51:12
maravilhoso nota 10.novas amizades chama no e-mail....gatinhosp2017@gmail.com .
12/03/2017 09:10:06
Muito bom este relato, narrado com primor. Me identifiquei com a Lene, por ter idade parecida. Sei como é gostoso ter o ardor e desejo de um homem jovem. Minha primeira experiência anal também foi tardia, porém, viciante. Nota máxima pra você. Beijos da Vanessa.
01/03/2017 19:39:00
Hmmm, delicia de conto!!! Sem palavras para descrever o tesão que estou sentindo pela Lene. Parece que vivi tudo isso... Que vontade de experimentar esse cuzinho tb. Bjs e leia o meu tb.
01/03/2017 13:00:11
Quem sabe Anjo! Rsrs beijos

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.