Casa dos Contos Eróticos

a minha namorada pagou a minha divida

Um conto erótico de Marklender
Categoria: Heterossexual
Data: 06/02/2017 06:03:37
Nota 9.00

hello amigos.. hoje vou contar uma história interessante que aconteceu comigo, vou usar nomes fictícios para preservação.

A história começou num dia em que eu precisava comprar um computador com urgência mas estava sem dinheiro. então decidi pedir emprestado aos amigos mas ninguém tinha e um velhinho dos seus 63 anos apareceu no meu apartamento para uma visita normal, ele era meu vizinho. eu como. ente a situação para ele, e ele disponibilizou se a me ajudar. ele me emprestou o dinheiro e eu fui correndo comprar e prometendo pagar depois de 3 dias. mas os dias foram passando e eu não tinha como pagar porque a empresa onde trabalho havia congelado as contas, ele sempre aparecia para cobrar mas eu fingia não estar encasa e as vezes fugia. mas numa noite de sábado, eu estava me arrumando para receber minha namorada no apartamento. foi quando toca a campainha e eu vou lá atender, sem prestar atenção em quem estava atrás da porta e quando abri me surpreendi era o velhote. não tive como evitar, ele entrou e quando ainda estávamos a negociar um outro dia para pagar a dívida e explicar a situação eis que a campainha toca novamente e desta vez não havia dúvida era a Dulce (minha namorada).. fui atender, ela entrou. como havíamos combinado para fazer muita sacanagem ela estava provocante.. vestido curto e apertado que dava até para ver o desenho das curvas e era tão curto k se ela enclinasse acho k a bunda saltaria para fora.

nisso ela entra e chama atenção do velhinho que não se conteve e falou

velho-dinheito para me pagar não tens mas para pagar putas tu tens.

eu- nunca volte a chamar minha namorada de pura

começou uma briga que culminou em outras discussões para o pagamento da dívida.

velho - ela eh tua namorada mesmo?? mas ela daria uma boa puta

eu - melhor o senhor sair já estamos conversados

velho - eu tenho uma nova proposta.. eu aceitaria se ela pagasse a dívida agora porque vejo que só vais me enrolar não vai me dar o meu dinheiro e se continuar assim vou a polícia.

minha namorada que ouvia a conversa do outro lado da sala, ficou assustada quando ouviu isso é me chamou..

Dulce - mor o que se passa afinal??

eu expliquei tudo para ela de como contrai a dívida e ela entendeu.

eu-pós eh.. agora vou lá terminar a conversa com ele.

fui lá para ter a conversa com o velhinho..e logo k chego ele diz .. ""se tua namorada fazer streap para mim eu esqueço a dívida por alguns dias.. eu negava.. quando de repente oxso a voz dela a minha trás !

Dulce - eu danço. basta que não vá a polícia.

eu - mor deixa eu tratar deste assunto vai ficar na sala.

velho - tratar que assunto.. pelo visto ela sabe conversar mais que o namorado que só fala fala e nada convence.

eu - mas vai ser só uma dancinha e terminar aí.

velho - se ela quizer pode ir além.. eu só quero uma boa dança

ela me chamou de lado e disse

Dulce - eh só um velhinho.. uma dancinha ali e colar nele só para alegrar.. ele está velho deve nem levantar..

eu concordei e saímos para sala de visita e ele estava lá já só de cueca.. tentei reclamar mas ele não aceitou usar a calça. porém o que minha namorada dissera me tranquilizava.

fui colocar uma musikinha e ela começou a dançar e eu assistindo..

ela dançava com suavidade e bem perto dele.. o clima foi esquentador. . o velhinho reclamou ""não existe streap sem tirar roupa""

eu reclamei k não iria tirar toda roupa e combinamos k ela ficaria só de calcinha e a festa acabava.. ela começou a tirar o vestido e ficou de sutiã e calcinha.. estava podre de boa. aquela calcinha k enterra no rabo deixando tudo para fora..

quando ela dançava tropeçou no joelho do velhote e sentou no pau dele.. ele agarrou ela pela sentura e esfregou no pau.. ela começou a se contorcer como quem estava muito excitada.. e eu ali assistindo paralisado porque para minha surpresa o meu pau estava duro.

o velho deixou ela levantar e continuar a dança. deu para notar a manxa húmida na calcinha e na cueca do velhote.. que de repente tirou a cueca revelando um pau enorme e duro.. e começou a punhetar de leve.. Dulce quando abriu os olhos e viu o pau dele ficou paralisada olhando aquele monstro e até perdeu o ritmo da dança.

velho - pelo visto a tua putinha gostou do que viu.

ela estava em silêncio e olhou para mim e disse ""parece que eu estava enganada.. ele levanta.. e como levanta"" ela falava com uma voz trémula.

velhote - achou que eu estivesse parado.. eu posso fazer muita coisa que até teu corno não imagina.

eu ficava olhando aquele cenário excitante.

ela continuou a dançar. . foi quando ela disse.

ela - se eu deixar você me penetrar.. pagamos a dívida.?

eu ia falando mas o velho negou a proposta e disse.

velho - eu só quero a dança e aumentar o prazo.

olhou para mim e disse .

velho - parece que tua putinha que meu pau.. e quer se aproveitar.

ela continuava a dançar mas desta vez bem encima do pau e as vezes a buceta chegava a tocar na cabeça do pau..

o velho começou a acariciar a bunda dela.. e ela tirava uns gemidos de leve. ele foi alterando.. uma mau punhetava e outra acariciava a bunda. foi quando o velho deu um tapa na bunda dela e ela soltou um gemido que deixou claro que ela teve um orgasmo.. ela olhou para mim e com cara de que pede desculpas.. em seguida arrancou a calcinha e sentou no pau do velho que entrou todo..

ela começou a cavalgar.. o velho segurou nela e disse.

velho - eu disse k ela era uma puta.. até comer sem pagar pode..

ela - fecha boca seu velho.. e me come gostoso..

eu não acreditava no k via e ouvia..

ela olha para mim e diz ..

ela - já não estava mais aguentando.. queria sentir esse pau.. amor estou tonto vou desmaiar.

o corpo dela desfalecia encima do velho.. mas não parava de cavalgar..

o velho acelerou o ritmo e batia violentamente na bunda dela..

ela não conseguia mais nem gemer.. engasgava com apropria saliva e começou a chorar de prazer..

velhote - chora puta.. mostra para ele o que eh gemer de verdade numa vara.

eu não aguentei e tirei o pau comecei a punhetar..

ela nunca chorou na cama comigo..

ela tremia e se contorcia. . e ela começou a gritar e gemer mais alto .. dava para ver k estava gozando..o velho gozou junto dentro dela.. ela desfaleceu e deitou no sofá. .o velho marcou outro dia para pagar a dívida e eu virei corno.. e paguei a dívida.

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
03/05/2017 10:51:45
Bom conto!
uem
22/02/2017 02:25:14
quero te emprestar uma grana mais quero que sua safada pague
12/02/2017 06:30:47
Gostei!
06/02/2017 16:18:53
que delicia, adoraria conhecer vcs, meu zap
06/02/2017 09:42:52
Legal, muito bom
06/02/2017 08:33:54
Maravilhoso se alguma gata quiser tc chama no whats ONZE.NOVE, SEIS, NOVE, NOVE, SETE, TRÊS, SEIS, NOVE,NOVE MARCOS BJS NAS PEPECAS.... foi legal...