Casa dos Contos Eróticos

MINHA MÃE E MINHA NAMORADA SÃO PUTAS DO MEU TIO CARALHUDO! 1/3 (Conto do TETE)

Autor: TETE
Categoria: Grupal
Data: 22/12/2016 10:59:49
Última revisão: 17/11/2017 13:47:17
Nota 10.00
Ler comentários (7) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Esse é um conto longo dividido em três partes bastante recheado de detalhes sórdidos, se você curte relatos assim, aprecie sem moderação!

Meu nome é Daniel, acabei de completar 19 anos, 1.70m, branco, cabelos castanhos claros, um corpo legal, pau normal de 14 cm e tenho uma namorada de 18 anos que se chama Eva.

Eva tem 1.68m, branca de cabelos negros lisos bem compridos que chegam quase à cintura e é uma gata tanto de rosto quanto de corpo e pra ajudar ainda mais é completamente safadinha e fui eu que tirei o seu cabacinho no dia do meu aniversário, foi o melhor presente que ganhei na minha vida.

Sempre fui muito punheteiro e vivia só pensando em sexo, mas com minha timidez e a falta de iniciativa antes da Eva só tinha transado com cinco garotas e nenhuma tinha sido uma coisa tão espetacular que merecesse replay.

Quando comecei a namorar Eva 3 meses antes do meu aniversário até achei que a safadinha nem era mais cabaço porque logo no nosso primeiro encontro em uma sessão de cinema além dos beijos quentes e molhados a taradinha já foi pegando no meu pau sem frescura e quando enfiei a mão por baixo de sua minissaia a putinha abriu as pernas, puxou a calcinha do lado me deixando alisar sua bucetinha sem nenhum pelinho e toda safada pediu para esfregar seu grelinho com força porque gostava que fizesse daquele jeito.

Ainda bem que nos sentamos em um canto da sala onde tinha pouca gente e o filme que estávamos assistindo era de muita ação com explosões e tiros porque Eva gemia alto sendo bolinada por mim e aquela safadeza me deixou tão excitado que também não consegui me controlar e melequei a mãozinha dela com minha porra quente e abundante.

Eva tirou uns lenços de papel da bolsa pra limpar sua mão e também meu pau e achei incrível a naturalidade com que ela fez isso, com certeza já tinha feito isso muitas vezes com outros rapazes e quando estávamos indo embora toquei no assunto perguntando sobre sua virgindade ela dando um sorriso bem sacana e disse:

-que garoto curioso... eu não quero saber em quantas bucetinhas você enfiou o teu pau... porque tenho que responder se minha bucetinha já foi visitada por um pau... hoje foi nosso primeiro encontro... se nos sairmos outras vezes... um dia... quem sabe resolvo revelar minhas intimidades!

Na hora percebi que Eva apesar daquele rostinho doce e angelical além de muito safadinha e tarada também era uma garota que não gostava de ser cobrada demonstrando possuir uma personalidade bastante forte e com certeza eu não queria discutir com uma gatinha tão linda e tão tesuda que tinha me proporcionado tanto prazer dentro daquele cinema e então me justifiquei dizendo:

-Eva... por favor... juro que não quis invadir a tua privacidade... não sou cara de ficar querendo saber da vida dos outros... é que toda vez que sai com algumas garota... e nem foram tantas... todas elas eram cheias de frescura... não pega ai... não faço isso... e você foi tão natural e tão deliciosa... que você me deixou doido... eu adorei você... juro que não vou perguntar mais nada... desculpa ai gata! Se quiser... peço perdão de joelhos... não briga comigo por causa disso!

Ela deu um sorriso e beijando meu rosto disse:

-tá bom... também gostei de você por isso aceitei o teu convite pra ir ao cinema... e adorei namorar contigo dentro do cinema... adoro safadezas desse tipo... mas... realmente não gosto de ficar dando satisfação do que faço ou deixo de fazer... se eu achar que tenho que contar alguma coisa... eu falo!

Tínhamos ido de moto ao cinema do shopping e então fui deixá-la em sua casa e quando chegamos parei a moto para nos despedirmos e foi então Eva sorrindo bem safada disse:

-calma... porque essa pressa de ir embora gato... vai me dizer que não quer namorar mais um pouco... desliga a moto... vamos entrar... meu pai ta viajando... minha mãe tá trabalhando no turno da noite... só minha avó tá em casa... mas... nessa hora deve ta no terceiro sono... vem... vamos namorar no jardim!

Claro que fiquei todo feliz pelo convite, achando que ela pudesse ter ficado chateada comigo por causa da pergunta sobre sua virgindade e mais que depressa a acompanhei até o jardim e em segundos estávamos nos beijando encostado em uma arvore e não demorou pra que Eva tirasse meu pau pra fora da calça e o colocasse entre suas coxas roçando em sua bucetinha lisinha por cima da calcinha. Meu pau parecia que ia trincar de tão duro e minhas mãos percorriam todo seu corpo e dava pra sentir sua pele toda arrepiada de tanto tesão e quando todo tarado pedi pra que ela virasse de costas pra mim a safadinha sussurrou tesuda:

-seu taradinho... adora um bumbum né... vou dar o que você ta querendo seu safadinho!

Eva rapidinho levantou a minissaia e abaixando a calcinha pegou meu pau o encaixando perfeitamente entre suas nádegas durinhas e toda safada começou a rebolar deliciosamente deixando meu pau deslizar pelo seu rego. A cabeça do meu pau toda babada procurava desesperadamente pelo cuzinho da safada e quando isso aconteceu Eva segurou no tronco de uma arvore e empinando aquele rabo magnífico sussurrou:

-mete safadinho... come meu cuzinho... eu adoro pau no cuzinho... soca gostoso... mete tudo... quero teu pau fodendo meu cuzinho com força!

Nem terminou de pedir e eu já tava socando com vontade, soltei o cinto da calça e ela caiu nos tornozelos e o barulho do meu ventre batendo nas suas nádegas durinhas eram inebriantes e como já tinha gozado na sessão de cinema mandei ver metendo com vontade. Eva rebolava que nem uma doida no meu pau e taradinha pegou minha mão levou-a na bucetinha sussurrando:

-come meu cu e esfrega meu grelo com força... ahhhh... adoro gozar com pau no cu... e bolinando meu grelo... mete e esfrega seu safado... faz eu gozar gostoso... ahhh... soca com força... adorooooo ser pega assimmmm... come meu cu... safadinho... ahhh... esfrega meu grelooooo... ahhhhhh!

Eva deu um gemido tão alto quando começou a gozar que fiquei com receio dela acordar a avó, mas ela continuava rebolando e jogando o rabo pra trás pra sentir até o ultimo milímetro do meu pau dentro de seu cuzinho guloso e continuei a esfregar seu grelinho teso e inchado... ela tentou tirar minha mão de sua bucetinha... mas eu não deixei e continuei comendo seu cuzinho e bolinando sua bucetinha e foi com uma surpresa incrível que senti minha mão molhar totalmente por um liquido quente que escorria entre meus dedos e então me dei conta que Eva gemendo e tremendo estava se mijando toda.

A sensação daquele liquido extremamente quente em meus dedos me levou a loucura e foi minha vez de gozar deliciosamente inundando o cuzinho guloso da putinha safada.

Devagar Eva foi se acalmando e então ela se virou e me beijando cheia de tesão sussurrou:

-eu tentei tirar tua mão da minha bucetinha... você não quis... se continuar esfregando meu grelo depois que eu gozo gostoso... fico doidinha e começo a ter uma sensação louca e não consigo me controlar... me mijo toda... espero que você não tenha achado ruim ter acontecido isso!

Ainda ofegante dei um sorriso e beijando seus lábios sussurrei:

-claro que não... nossa... eu adorei gata... muito louco... quando quiser a gente faz de novo... delicia... foi o melhor gozo da minha vida... pode acreditar!

Trocamos muitos beijos e caricias e então quando me despedi pra ir embora Eva toda safada disse:

-eu te ligo pra gente combinar dar um passeio... adoro sentir minha bucetinha vibrando no assento da moto... só por que você me fez gozar gostoso... vou satisfazer tua curiosidade... ainda sou virgem na bucetinha... mas estou procurando um cara bem legal pra tirar meu cabacinho... quem sabe eu escolho você pra ser o primeiro!

Fui pra casa super feliz e pela primeira vez plenamente satisfeito sexualmente.

Minha mãe se chama Virna, tem 37 anos, loira de 1.70m e é uma mulher linda e também muito gostosa, meus amigos e os homens que visitam em sua loja em uma salão na frente de casa babam por ela principalmente pelo seu jeito de se vestir totalmente periguete.

Já fazem 10 anos que mamãe construiu na frente de nossa casa um salão bem amplo com portas de vidros onde montou uma excelente loja de roupas e acessórios bem variados pra atender sua vasta clientela. Mamãe antes de montar sua loja já vendia roupas, era sacoleira desde seus 19 anos e com certeza tinha o dom pra mexer com esse tipo de comercio porque realmente conseguiu nos proporcionar um bom padrão de vida durante todos esses anos. Nunca conheci meu pai e mamãe de vez em quando ao tocar nesse assunto me abraçava pedindo perdão por não poder me revelar quem era realmente meu pai, porque durante uma excursão do colégio para o Rio de Janeiro quando ela tinha 17 pra 18 anos no réveillon daquele ano ela conheceu um homem bonitão e sedutor que depois de umas champagnes a mais o cara estourou o cabacinho dela e a engravidou. Depois disso mamãe até tentou descobrir quem seria meu pai, mas como sabia só o primeiro nome dele “Carlos”, apenas com essa informação era praticamente impossível descobrir quem seria o sujeito. Ela tinha sido mais uma mãe solteira pra alimentar as estatísticas das folias de réveillon e carnaval.

Na verdade mamãe sempre me tratou com muito carinho e sempre fez tudo pra tornar minha vida sem preocupações e apesar da curiosidade natural sobre minha origem paterna nunca dei muita importância a essa questão levando minha vida tranquila.

Voltando a falar de minha querida mamãe periguete, realmente ela era um caso a parte, se vestindo de uma maneira bem sensual e sexy e comentava comigo que além de gostar de se vestir como as garotas novinhas dizia que se mostrar com aquelas roupas suas clientes ficavam com inveja e compravam bastante os modelos que ela vestia. Na verdade mamãe adorava mostrar seu rabo enorme e suas coxas grossas perfeitas.

Depois que mamãe com 30 anos resolveu colocar silicone nos seios se tornou mais exibicionista ainda com decotes ousados que deixavam seus seios enormes quase pulando pra fora das blusinhas, camisetas e tops bem pequenos e justos.

Meus amigos do colégio que frequentavam minha casa não tiravam os olhos do corpo exuberante da minha mãe, seus vestidinhos curtos com as coxas de fora deixavam meus amigos taradinhos e se quando comecei a perceber isso até achei um pouco ruim, mas logo isso parou de me preocupar e percebi que passei a gostar de ter uma mãe tão linda e principalmente muito gostosa que chamava bastante a atenção de todos.

No cursinho e nos barzinhos que eu frequentava sempre surgiam comentários sobre a beleza e também sobre a vida sexual da minha querida mãe e o que se ouvia nas conversas de “amigos maldosos” é que ela era uma tremenda devoradora de machos.

Todo fim de semana mamãe vestia suas roupas mais ousadas e caia nas baladas só voltando pra casa quando o sol tava raiando.

Com certeza meus amigos deviam bater muitas punheta pensando no corpão dela e eu achava totalmente normal porque por diversas vezes também durante meu banho quando me lembrava de minha mãe dormindo nua em sua cama, sua bucetinha toda lisinha, sua bunda enorme e seus seios voluptuosos meu pau só abaixava depois de uma punheta deliciosa. Só que apesar desse tesão admirando o corpo nu da minha mãe nunca imaginei ou pensei em tentar alguma safadeza com ela, ficava mesmo apenas na punheta mesmo que era o que eu mais gostava, adorava ficar pegando no meu pau, alisando e sentindo ficar duraço com a cabecinha toda babada.

O incrível foi que conheci e comecei a trocar idéias com minha namoradinha na loja da minha mãe, Eva era uma cliente que já tinha comprado ali varias vezes e olhando aquela garota toda gostosa de minissaia e com aquele rostinho de safada me enchi de coragem a convidando para irmos ao cinema e depois daquela primeira vez fiquei totalmente de 4 pela putinha tarada e quando ela me ligou no dia seguinte pra darmos um passeio levei-a de moto até um motel pra ficarmos bem a vontade e ela sem frescura topou no ato e assim que entramos ficamos peladinhos e a coisa pegou fogo.

Eva parecia uma putinha bem experiente porque já caiu de boca no meu pau e mamou com vontade e quando disse que era pra parar porque eu estava quase gozando ela sorrindo toda sacana tirou meu pau da boca por instantes e disse:

-pode gozar seu safadinho... adoro engolir porra... fode minha boquinha e goza gostoso... que depois faço seu pau ficar duro de novo... to louca pra dar meu cuzinho pra você de novo... quero gozar mijando outra vez... quem mandou fazer uma vez... quero repetir... ahhhhh!

Dei um grito e enchi a boquinha sedenta da minha namoradinha tarada e ela não deixou uma só gotinha escorrer pelos seus lábios e a safada continuou mamando e apertando meu saco de leve com suas mãozinhas e logo ele estava duro como pedra e então ela me fez sentar em uma poltrona sem braços que havia no quarto e se sentou de costas no meu pau engolindo ele por inteiro com seu cuzinho tesudo toda taradinha sussurrou:

-ahhhh... quero assim taradinho... teu pau no meu cuzinho e sua mão apertando e esfregando meu grelinho do jeito que você fez da outra vez... gozei que nem louca... quero gozar um monte... ahhh... que delicia dar o rabo assim... sentadinha no colo do meu gato... ahhhh... isso... assim... esfrega forte... meu grelo adora ser apertado... ahhh... assim... continua... que vou gozar... ahhh... eu vou... deliciaaaaaaaaaaaaaaa... ahhh... tesão!

Eva parecia uma batedeira de bolo espetada no meu pau gozando gostoso e como tinha feito na noite anterior continuei bolinando seu grelo inchado e teso com uma mão e com a outra apertando os bicos durinhos de seus seios e não demorou muito pra ela começar a tremer sem controle e com estávamos no motel ela soltou um gritinho bem escandaloso e seu xixi escorreu pelo meu saco como se fosse uma torneira aberta no meio das pernas daquela putinha tesuda e a poltrona ficou totalmente encharcada de xixi.

Quase gozei novamente, mas consegui me controlar e assim que Eva deu uma acalmada ela toda safada se levantou e me puxando pra cama pegou uma toalha, deu uma enxugada rápida no meio das coxas e toda tesuda se deitou de costas na cama, arreganhou as pernas e disse:

-agora é sua vez seu safadinho... lambe minha bucetinha... quero gozar na tua boquinha gostosa... chupa sua putinha tarada... quero seus dedos no meu cuzinho... faz bem gostoso... eu te falo como eu gosto!

Nem me preocupei se a safadinha ia acabar mijando na minha boca... meu tesão estava a mil... nunca tinha pegado uma putinha tão gostosa na vida e queria aproveitar tudo e enfiei meu rosto entre suas coxas chupando e sugando seu grelo com vontade... Eva rebolava como uma cobra e soquei dois dedos no seu cuzinho quente e ela toda tarada sussurrava:

- isso... chupa mais forte... sem medo... eu adoroooooo... ahhh... safadinho gostoso... isso... enfia três dedos no meu cu... roda eles dentro dele... ahhh... isso seu safado... assim mesmo... soca forte... chupa... ahhh... enfia fundo... delicia de boca que você tem Daniel... seu chupador de buceta safado!

Apesar de inexperiente eu era esperto e bem mandado e fazia o que aquela putinha tesuda pedia e ela explodiu em gozo e gemendo sussurrou:

-ahhhh... to... to gozando... assim... não para... continua chupando... socando os dedos no meu cu seu safado... continua... quero mais... mais... mais!

Eva novamente gritou de prazer e então a putinha me segurando pelos cabelos pra não tirar meu rosto do meio de suas coxas e tremendo por inteira gozou novamente se mijando toda... pelos meus lábios escorria xixi quente e caudaloso... a safada sussurrando dizia:

-não tira a boca... continua lambendo seu safado... ahhhh... delicia... assimmmm... ahhhh... gozeiiiiiiiiiii gostosooooooooo!

Gozei deliciosamente me esfregando no travesseiro debaixo do meu ventre sentindo aquele gozo louco misturado com xixi e em nenhum momento senti qualquer tipo de repulsa... na verdade o xixi da safada nem tinha cheiro e nem gosto forte... e se ela tinha engolido toda minha porra... com certeza eu não iria ficar com frescura de engolir alguns jatos de xixi daquela bucetinha virgem tesuda.

Durante o banho Eva com um sorriso sacana disse que eu tinha sido perfeito topando fazer todas as suas loucura sem frescuras e quando me conheceu até achava que eu parecia ser um cara bem devagar, mas me mostrei bem safadinho do jeito que ela gostava.

Quando voltamos pra cama pra dar uma relaxada durante nossa conversa ela disse que fazia seis meses que tinha começado a trabalhar como depiladora no salão da sua tia e comentou que minha mãe era cliente la há bastante tempo e que a cada 10 dias se depilava todinha e já fazia três meses que passara a fazer o serviço em minha mãe porque a outra depiladora tinha se mudado pra outra cidade.

Eva sorrindo bem safada brincou dizendo que sua “futura sogra” além de muito simpática era uma tremenda gatona, as mulheres que frequentavam o salão e as funcionarias morriam de inveja da beleza e principalmente do corpo sensual da minha mãe e comentou que quando tivesse a mesma idade da mamãe queria ficar parecida com ela.

Eva também deixou escapar que na sala de depilação as duas conversavam bastante sobre sacanagens, mas não se prolongou sobre o assunto me deixando curioso e agradeci os elogios que Eva dizia sobre minha mãe e então brinquei dizendo que meus amigos viviam me enchendo o saco comentando que ela era gostosa e um monte de safadezas, mas que não tava nem ai com eles e resolvi falar sobre depilação dizendo:

-Eva... todas minhas ex-ficantes eram peludinhas... a única buceta sem pelos que eu tinha visto antes da sua foi a da minha mãe... que tem mania de dormir peladona e sempre achei que ficava muito mais sexy bucetinha depilada... quando peguei na sua... lisinha e molhadinha... nossa... adoreiiiiiiii!

-que namorado mais taradinho que to arrumando... fica olhando e cobiçando a buceta da própria mãe... seu safadinho tarado! Tenho certeza que já deve ter batido punheta pra ela como os seus amigos! Você tem uma carinha de santo... mas... certamente é muito mais safadinho do que parece!

Cai em risos com a observação bem humorada de Eva e a conversa continuou bem reveladora:

-bem... também não é tanto assim Eva... sempre fui punheteiro... nunca fui pegador como alguns amigos... só que nunca quis comer minha mãe... mas... que no banho me lembrando da buceta linda dela toda lisinha já bati algumas punhetas pra ela... não vou negar... mas... acho que não tenho a metade da metade da tua safadeza Eva... não to te criticando... mas... você diz que ainda é cabaço na buceta... só que nunca conheci alguma garota tão putinha como você... e antes que fique brava comigo... quero que saiba que eu adorei tudo que fizemos e quero continuar fazendo bem mais... se você quiser é claro!

Eva toda safada se deitou pro cima de mim encaixando sua bucetinha virgem no meu pau molinho e disse:

-pode me chamar de putinha que eu não ligo... alias... adoro ser chamada de todos os adjetivos possíveis... me dá mais tesão ainda... se você prometer que sempre vai ser um namoradinho bonzinho e fizer tudo que eu pedir pode ter certeza que vamos continuar fazendo um monte de safadezas... e quem sabe um dia posso resolver te contar tudo que já fiz com outros rapazes... sempre fui uma putinha muito tarada... só não perdi o cabaço da buceta porque não quis... mas... ando louca pra isso acontecer... quer se candidatar safadinho?

-eu... claro que sim... bem... prometo o que você quiser... e pode contar tudo que eu juro que não vou te cobrar nada!

Eva começou a me beijar e esfregar seu corpo no meu, logo meu pau ficou duro novamente a putinha tarada sorrindo me chamou pra irmos embora e quando perguntei qual o motivo de me deixar de pau duro de novo a safada disse que era pra ficar se lembrando dela e sentir bastante saudades.

Depois de nossa ida ao motel praticamente eu e Eva nos víamos e namorávamos quase todos as noites, bastava chegar perto dela pra ficar de pau duro e bastava surgir uma pequena oportunidade que a gente se pegava gostoso trocando caricias e muitas safadezas.

Duas semanas antes do meu aniversário Eva me revelou que meu presente seria o cabacinho de sua bucetinha, ela tinha decidido que eu seria o seu primeiro macho.

Durante o dia Eva trabalhava no salão da tia e eu fazia serviços de entregas e também de bancos para a minha mãe que ficava o dia inteiro atendendo na loja e foi então que mamãe me pediu pra ficar na loja junto com a funcionária porque ela tinha marcado horário no salão pra se depilar e então disse a ela pra mandar um beijo bem molhado pra minha namorada e então ela sorrindo disse:

-é... pelo jeito meu filhão ta apaixonado pela minha depiladora né... e pela sua cara de felicidade a coisa tá boa mesmo... toda noite é um pega pega danado né... quando não é na casa dela é na nossa né... cuidado hein... pode namorar e trepar bastante... é bom pro coração e principalmente pra mente... mas não vai engravidar a garota hein... vocês são muito jovens ainda... e se me transformar em avó eu te mato hein! RSS.

Cai em gargalhadas com aquela conversa e disse:

-pode deixar mamãe... você não corre esse perigo... a Eva ainda é virgem na bucetinha... e já começou a tomar anticoncepcional... ela prometeu que vai me deixar tirar o cabaço dela no dia do meu aniversário... vai ser o meu presente especial!

Foi à vez de minha mãe gargalhar e em seguida dizer:

-pra mim é uma surpresa isso que você tá dizendo... apesar de a Eva ser novinha eu achava que a safada já tinha levado um monte de rolas porque ela tem cara e jeito de putinha tarada... alias lá no salão onde trabalha ela tem fama de putinha pegadora de rapazes... pelas conversas dela eu achava que ela não era virgem nem na orelha... alias... não to criticando a putinha... ela até me lembra como eu me tornei depois que você nasceu... nossa... não podia ver um macho que já queria pegar... e peguei muitos também! RSS.

Já que minha mãe estava abrindo o jogo conversando sobre safadezas numa boa continuei dizendo:

-mamãe... já ouvi vários comentários maldosos sobre a Eva dizendo que ela é muito putinha... mas... não to nem ai... eu gosto dela do jeito que ela é... louquinha e safada... mas... também já escutei um monte de maldades sobre minha querida mãe... você tem fama de devoradora de machos... ainda mais do jeito que você se veste quando sai pras baladas nos fim de semana... seus vestidinhos são tão curtos que deixam seu corpo quase tudo de fora... mas... quando eu era adolescente... até ficava um pouquinho chateado ouvindo os colegas do colégio chamando minha mãe de puta... mas depois que deixei de ser bobinho... eu tenho o maior orgulho de ter uma mãe tão linda e gostosa do jeito que você é! Alias... a Eva já comentou que quando tiver a tua idade quer ser tão linda e gostosa como você!

Mamãe sorrindo me abraçou forte beijando meu rosto e toda safada comentou:

-depois desse elogio do meu filhão maravilhoso... e também da sua namoradinha safada... acho que vou poder ser mais “putinha” ainda... que bom você tem uma cabeça bem aberta... realmente não importa o que as pessoas falam da gente... o importante é fazer tudo que temos vontade sem se preocupar com a opinião alheia... agora vou revelar um segredinho da tua mãe... realmente sou mesmo uma devoradora de machos... nos fins de semana eu apronto tudo e mais um pouco... se pudesse eu saia nua... adoro me mostrar... adoraria fazer um strep-tease em uma boate com um monte de machos assistindo e babando por mim... já que você ta se mostrando um rapaz sem preconceito... qualquer dia te contarei algumas loucuras sexuais que já fiz! RSS. Deixa-me ir que já to atrasada alguns minutinhos... minha depilação tá marcada pras 5 da tarde!

Foi incrível perceber que meu pau ficou duro no ato ouvindo da boca da minha mãe sobre suas sacanagens e se não tivesse chegado clientes na loja eu teria ido ao banheiro bater uma punheta bem gostosa.

Não tinha como deixar de comparar mamãe com minha namoradinha e certamente tanto uma quanto a outra eram bem parecidas em matéria de safadezas e realmente eu adorava aquele tipo de comportamento ousado e sem pudor.

Quase na hora que a loja estava fechando mamãe voltou e trouxe a tiracolo minha namoradinha dizendo:

-bem... a Eva disse que tava morrendo de saudades do meu filhão... como fui a ultima cliente aproveitei e trouxe a safadinha comigo... depois da conversa que tive com meu filho e também com a Eva, sabendo que estão se cuidando pra não me arrumar um netinho... acho que vocês em vez de ficar namorando meio escondidos... é melhor fazerem isso na cama... é bem mais confortável... e bem mais barato que motel... aproveitem seus safadinhos... façam tudo que tem direito... mamãe tá liberando geral... podem transar bem gostoso!

Se minha mãe liberou nossa casa pra que eu pudesse transar a vontade com minha namoradinha tarada a safada também me contou algumas de suas aventuras sexuais e se antes achava que minha mãe já era bem puta, depois do que ela me revelou com certeza minha querida mãe era uma tremenda de uma devassa. Já tinha feito algumas DPs, participado de várias orgias e a safada adorava ser comida por homens rudes, tipo pintores e pedreiros e me confessou que toda reforma que tinha sido feita em nossa casa ela tinha dado a buceta e o cuzinho pra quase todos eles.

Ainda faltavam 5 dias pro meu aniversário, mas eu já contava os minutos que estavam faltando pra tirar o cabacinho da bucetinha tesuda da minha namoradinha que também demonstrava ficar mais tarada a cada dia.

Mamãe e Eva se tornavam cada vez mais amigas trocando confidencias e pelos risinhos sacanas de ambas elas viviam falando sobre sacanagens.

O dia do meu aniversário seria no dia seguinte e Eva com o auxilio de minha querida mãe deu um jeito de dormir em minha casa e naquela noite meu sonho se tornou realidade.

Depois de muitos beijos e carinhos minha namorada toda tesuda depois de gozar gostoso na minha boca sedenta chegou o grande momento e Eva se deitando de costas na cama, me puxou sobre ela e abrindo as pernas sussurrou:

-vem meu gatinho gostoso... tira o cabaço da tua namorada putinha... minha bucetinha mijadeira é todinha sua... come... de uma vez... soca sem dó!

Nem precisou mandar de novo porque todo tarado encaixei meu pau entre os lábios daquela bucetinha virgem e cravei firme até o talo.

Eva deu um gritinho sentindo seu cabaço sendo estourado e o tesão que senti sendo o primeiro macho a penetrar naquela bucetinha quente como um vulcão foi incontrolável e nem bem acabei de enfiar dei um grito e gozei que nem um louco gemendo de prazer.

Depois de me acalmar sai de dentro da bucetinha arrombada da minha namorada e olhando entre suas coxas vi que só havia um filete de sangue escorrendo, quase nem saiu muito sangue e logo fomos passar uma água no corpo e quando voltamos pra cama Eva toda safada sorrindo disse:

-trata de me comer direitinho meu gatinho tarado... quero gozar com teu pau fodendo gostoso minha buceta gulosa... me come do jeito que eu gosto... com força... soca como um macho de verdade... agora eu sou uma putinha completa... não tem mais nenhum buraquinho virgem... me fode meu gato!

Quase não dei conta do tesão da minha namorada putinha... a safada quando mais dava mais queria dar e só fomos dormir de madrugada.

Gozei três vezes e na ultima quase nem saiu muita porra, meu saquinho não conseguia produzir “leitinho” suficiente. RSS.

Se tudo estava bom antes de tirar o cabacinho da buceta da minha namoradinha depois disso então ficou melhor ainda e a safadeza aumentava de intensidade principalmente porque após minha mãe liberar nossa casa pra podermos namorar a vontade ai tudo ficou bem mais fácil e Eva já entrava em meu quarto tirando a roupa e começávamos a trepar numa boa. Se antes era não se preocupava com seus gemidos altos quando estava gozando a safadinha tarada passou a ser mais escandalosa ainda e também percebi que Eva não se importava de transar com a porta aberta do quarto e quando comentei isso com ela a putinha sorrindo bem safada disse que minha mãe já tinha visto nos dois transando e até gostou de assistir um filminho pornô do filhão com a namorada putinha ao vivo.

Se Eva era maluca mamãe também não ficava atrás e isso aconteceu em uma tarde quando ao voltar pra casa dei de cara com uma cena incrível.

Mamãe estava nuazinha de 4 no sofá da sala com seu bumbum enorme empinado e engatado na buceta atrás dela um moreno forte de uns 25 anos com as calças arriadas com uma rola bem grossa cabeçuda socando com vontade fazendo ela gemer bem alto... e mamãe toda tesuda virando o rosto pra trás toda tarada disse pro macho moreno:

-fode de verdade seu safado... ficou de pau duro querendo me comer... então come... mas come gostoso seu safado... adoro pauzão grosso que nem o teu... soca sem dó... ahhhh... me da uns tapas na bunda... me come como macho seu safado... sou puta e adoro levar rola... me fode... quero gozar!

O morenão percebeu que tinha uma puta tarada espetada no seu pauzão e dando uns tapão bem fortes na bunda branca da mamãe segurou-a firme pelos quadris e passou a socar com força... e ele todo tarado disse:

-gosta com força né sua cadela... vou te dar o que ta querendo sua puta gostosa... bem que meu amigo que veio aqui da outra vez consertar a TV a cabo disse que tinha comido uma vagabunda muito gostosa... ele não mentiu... você é uma puta muito gostosa... vou deixar essa buceta ardendo sua cadela... ahhh... rebola sua vadia... gostosa... bucetão gostosto... ahhh... vou comer teu cu também sua vagabunda!

Mamãe rebolava que nem uma doida naquele pauzão enorme e toda tesuda disse:

-me pega seu safado... pode abusar que sou puta mesmo... adoro rola na buceta... no cu... em todo lugar... agora cala a boca e trata de me comer gostoso seu FDP safado... quero gozar nesse pauzão gostoso... assim... soca... soca sem dó... quero minha buceta inchada de tanto foder... ahhh... dá uns tapas na minha bunda... eu adoro apanhar na bunda de macho... ahhhh... delicia de pau... vou gozar nessa rola seu safado!

Minha mãe era mais escandalosa que minha namoradinha puta e ainda bem que a sala de casa ficava do outro lado da loja porque senão era perigoso alguém escutar a putona tarada gemendo e gozando que nem uma louca.

Eu tinha entrado em nossa casa pelo corredor lateral e estava assistindo minha mãe sendo comida por aquele macho pauzudo pela janela de vidro entreaberta e do ângulo onde me encontrava achei que não perceberiam minha presença e logo senti meu pau ficando duro como uma rocha e tirando ele pra fora da bermuda comecei a bater uma punheta bem ritmada curtindo aquelas cenas de sexo deliciosas e o mais louco aconteceu em seguida quando senti alguém chegando do lado e era minha namoradinha e me abraçando toda safada sussurrou no meu ouvido:

-então meu namoradinho tarado gosta de assistir a tua mãe putinha dando a buceta pra um macho bem caralhudo... nossa... acho que cheguei na hora certa hein... hummm... que delicia... o cara tem um pauzão gostoso... tua mãe tem uma buceta gulosa hein... hummm... nossa... to ficando toda molhada amor... pega na minha bucetinha... vamos brincar assistindo tua mãe e o macho caralhudo... vai ser uma deliciaaaaaaaaaa!

O morenão todo tarado tirou o pauzão da buceta da mamãe e socou no cu dela sem pedir licença e ela toda safada disse:

-gosta de cu né seu safado... come... mas come bem gostoso... ahhh... bate na minha bunda... pode bater com força... eu adorooooo... ahhh... isso... faz a putinha gozar pelo rabo... ahhh... isso... me pega sem dó... come meu cu seu FDP gostosoooooo!

O tesão era intenso dentro da sala e também ali no corredor e minha namoradinha toda putinha levantou a saia que usava e abaixando a calcinha virou sua bunda empinada pro meu lado e sussurrou:

-come meu cu também... nossa... que delicia assistir tua mãe dando a buceta e o cu pra esse caralhudo... nossa... ela ta adorando o pauzão do cara... que caralho gostoso tem o safado... ahhh... que delicia... fode meu cu safadinho... mete... sem dó... esfrega meu grelo como eu gosto... ahhhhhh!

Aquela situação era tão doida e tão tesuda que nem sei como consegui me controlar pra não gozar rápido e passei a comer o cuzinho guloso da minha namoradinha tarada assistindo minha mãe levando rola grossa em todos os buracos e então resolvi atiçar Eva dizendo:

-sua safada... não tira os olhos do pauzão enorme do cara né... sua putinha... pelo jeito queria ta no lugar da minha mãe né sua cadelinha?

Eva sem parar de rebolar com seu cuzinho espetado no meu pau virou o rosto pra trás e bem safada sussurrou:

-o que você acha safadinho... nem devia perguntar isso... você sabe que sua namoradinha sempre foi putinha... nunca menti pra você... eu já dei o cu pra pau maior que o teu... era quase do tamanho desse que ta no cu da tua mãe... mas eu tenho uma fantasia bem louca de sentir um bem grandão e bem grossão... daqueles que entram rasgando... na buceta... no cu e na boca... se um dia aparecer um assim do jeito que eu imagino... quem sabe resolvo experimentar... mas... pode deixar que sua namoradinha putinha te avisa tá? RSS.

Não teve mais como segurar e gozei que nem um cavalo enchendo de porra o cuzinho da minha namoradinha safada que gozou junto comigo pelo cu e em seguida ela toda tarada sussurrou:

-quero mais... quero sua boca na minha buceta... ajoelha e me chupa... eu quero continuar assistindo tua mãe e o caralhudo gostoso comendo ela... chupa... que vou gozar mijando... faz... bem gostoso... seu taradinho safado!

O tesão é uma coisa completamente maluca e nem me preocupei que minha mãe e o cara que tava comendo ela pudesse perceber que estávamos assistindo os dois fodendo que nem loucos e cai de boca na bucetinha tesuda da minha namoradinha e como sempre já enfiei 3 dedos no cuzinho todo inundado de minha porra e sugando forte seu grelo a putinha não demorou a gemer e gozou se mijando com uma intensidade incrível, a safada parecia que tinha aberto uma torneira no meio das pernas.

Quando me levantei mamãe e o morenão tinham saído da sala e certamente tinham ido tomar um banho e então eu e minha namorada entramos pelos fundos e fomos para nosso quarto também fazer o mesmo... eu tinha levado um banho de xixi, minha camisa e minha bermuda estavam ensopados e durante o banho Eva toda safada disse que assistir minha mãe trepando era melhor do que qualquer filme porno e fui obrigado a concordar com ela, realmente mamãe era um puta de verdade e nossa conversa continuou:

-Eva... pelo jeito mamãe é uma tarada mesmo hein... nossa... eu sabia que ela é uma puta fácil... mas... nunca tinha a visto transando... que delicia!

-hummmm... verdade meu gato... eu sabia que sua mãe gostava de sexo selvagem, tapas, puxões de cabelos, ela já tinha me contado isso enquanto eu depilava a bucetona dela... ela gosta de ser dominada... só que eu acho que o cara que tava comendo a safada podia ter abusado mais dela... dava pra perceber que ela queria bem mais! Tua mãe também já me contou que a maioria dos machos com que ela trepa não dá conta do tesão da puta tarada... cansam antes dela! RSS.

Eva e minha mãe eram duas putas que viviam trocando confidencias e com a revelação de que minha namorada fantasiava querer experimentar um pau enorme e bem grossão daqueles que entram arregaçando a buceta... com certeza eu tinha sido o primeiro, mas não seria o único a comer sua bucetinha deliciosa e assim que terminamos o banho nos enxugamos e fomos pra sala assistir TV e mamãe logo em seguida surgiu apenas com um roupão curtinho de seda rosa, cabelo todo molhado e sorrindo bem safada disse:

-então meu filhão taradinho e a namora putinha gostaram de assistir eu trepando é... e pelo jeito ficaram com inveja e resolveram fazer o mesmo né?

Eu dei um sorrisinho sacana, mas minha namorada toda safada disse:

-Tanto eu quanto o seu filhão adoramos... quando for trepar de novo... avisa pra gente... nossa... filme porno ao vivo é tudo de bom! Eu achei que minha sogrinha tarada não tinha percebido a gente na janela!

-claro que percebi seus taradinhos... na escola que vocês aprenderam safadezas já sou professora faz tempo!

Mamãe sorrindo se sentou entre eu e minha namorado no sofá e nos abraçando e beijando nossas faces carinhosamente disse:

-ainda bem que meu filhão e minha futura nora são jovens que além de não serem preconceituosos também sabem aproveitar a vida... sentiu tesão tem que aproveitar o momento... meter e gozar gostoso é tudo de bom!

Se o grau de safadeza em nossa casa era alto, ainda ia ficar bem mais quente quando mamãe toda feliz me comunicou que tio Jorge, seu irmão que já fazia mais de 11 anos que morava na Europa estava voltando pra passar uns tempos conosco.

Eu só me lembrava de tio Jorge porque alem de jogador de futebol profissional sempre me levava nos jogos que aconteciam nos fins de semana. Na época eu tinha 8 anos e adorava acompanhá-lo ao estádio cheio de torcedores e assistir aos jogos no meio daquela muvuca toda.

Tio Jorge era dois anos mais novo que mamãe, 35 anos e jogou em vários times na Europa de segunda e terceira divisões, nunca conseguiu fazer parte do elenco dos chamados grandes, realmente ele não era nenhum jogador top, porem além de ganhar bem morava em países de primeiro mundo e como sempre foi solteiro convicto podia aproveitar a vida do jeito que gostava.

Dois dias depois quando tio Jorge chegou e logo percebi que sua chegada iria provocar grandes mudanças em nossa casa.

Já passava das seis da tarde, eu já tinha tomado banho e estava deitado na sala assistindo TV só com um short, mamãe também tinha ido para seu quarto tomar seu banho e depois de uns alguns minutos a campainha tocou e até achei que pudesse ser minha namoradinha, mas quando atendi o interfone escutei uma voz grossa dizendo ser o tio Jorge e então abri o portão. Ele entrou com algumas malas e o motorista de taxi que o tinha trazido trouxe as outras malas e então tio Jorge deu um sorriso e abrindo os braços disse:

-ué... não vai dar um abraço de urso no seu tio garotão?

Sorrindo fui de encontro a ele que me abraçou forte me levantando do chão, e depois de me beijar o rosto disse:

-nossa... o tempo passa hein... quando te levava no futebol você era um pirralho magrelo... agora já virou um belo rapaz... parabéns meu sobrinho!

Tio Jorge era um homem alto e bem forte, com um corpo todo definido por sempre ter praticado esportes e agradecendo os elogios disse que mamãe não ia demorar e ele então disse que estava com sede e me pediu um copo de água e fui buscar na cozinha.

Ele estava de bermuda e camiseta e depois de tomar a água no copo se sentou no sofá e começamos aquela conversa de como tinha sido a viagem e outras banalidades quando mamãe entrou na sala com um shortinho daqueles socados no rabo e uma camisetinha sem sutiã e dando um grito de felicidade veio de encontro ao tio Jorge que se levantou do sofá e ela pulou no seu pescoço enchendo-o de beijos no rosto dizendo que estava morrendo de saudades.

Naqueles beijos e abraços um dos seus seios enormes pulou pra fora da camisetinha, mas ela nem se importou e continuou dependurada no pescoço dele que a segurava com suas mãos fortes pela bunda e depois de alguns minutos ela se soltou ficando de pé diante dele que sem se importar com minha presença ali do lado pegou a mão da minha mãe e fazendo com que desse uma voltinha se mostrando sorriu dizendo:

-mana... você devia vender a formula de como ficar ainda mais maravilhosa do que já era... você tá bem melhor que antes... muito mais gostosa... esses seios então... suas coxas... mana... você tá uma tremenda gatona... garanto que deve ter um bando de machos atrás de você querendo casar contigo!

Mamãe deu uma ajeitada na camisetinha cobrindo o seio e dando mais uma voltinha no corpo, empinou o rabo colocando as mãos nos joelhos se exibindo e disse:

-Jorge meu querido irmão... realmente eu me cuido... adoro me sentir bonita e gostosa... não como porcarias... não bebo... a única coisa que continuo viciada desde novinha é em sexo... adoro trepar e gozar gostoso... isso mantem a pele sempre lisinha e bonita! Agora esse negócio de casar... de jeito nenhum... a não ser que o cara seja milionário e aceite ser um corno bem manso... ai posso até pensar no caso. RSS.

Tio Jorge caiu em risos e então me olhou e sorrindo disse:

-Mana... minha querida... seu filhão deve tá pensando que tem um tio louco e uma mãe maluca... ouvindo essa nossa conversa! RSS.

Mamãe sorrindo se sentou do meu lado no sofá e beijando meu rosto disse:

-não se preocupe com meu filhão mano... ele é lindo e tem uma cabeça aberta sem nenhum preconceito... sabe que tem uma mãe bem safada... e ele puxou a família... também é bem safadinho... outro dia eu tava transando com um macho aqui na sala quando percebi o taradinho me assistindo junto com a namoradinha na janela... e ai... a coisa pegou fogo... eu trepando na sala e ele a putinha também metendo no corredor... dava um filme pornô bem sacana!

-hummmm... mana... que delicia isso... eu também iria adorar ver minha irmã linda e gostosa levando rola de um macho... tenho certeza que deve ser melhor do que qualquer filme pornô! Mas... pelo que minha irmã ta dizendo... meu sobrinho também é um tremendo comedor de bucetas é?

Tio Jorge continuava de pé diante de nos no sofá e mamãe continuava abraçada comigo e toda safada disse:

-é mano... meu filhão... mostrou que é macho... tirou o cabaço da namoradinha putinha no quarto dele... você vai conhecer a safada... além de bonita também é completamente tarada... veio pra família certa... já vi o casalzinho trepando no quarto deles... são lindos fodendo!

Foi então que meu tio disse que estava louco por um banho e mamãe se levantando me pediu pra ajudar a levar as malas pra o quarto que ele iria ficar e ela foi à frente rebolando aquele rabo maravilhoso com o short totalmente socado no rego e tio Jorge todo safado disse:

-todo hotel devia ter uma camareira gostosa como minha irmã com um short desses atolado no rego deixando as popinhas da bunda de fora... é de deixar qualquer macho taradão... você concorda comigo sobrinho?

Dei um risinho sacana e disse:

-concordo plenamente tio... mamãe realmente é uma gata... minha namoradinha até comenta que quando tiver a idade da mamãe quer ficar igualzinha!

As malas foram colocadas diante do guarda-roupa e tio Jorge já começou a se despir pra entrar no banho e foi então que mamãe disse que tinha se esquecido de colocar toalhas no banheiro e foi buscá-las. Logo meu tio ficou nu e foi a minha vez de tomar um belo susto. Ele tinha uma rola tão grande que chegava a assustar de tão grossa e cabeçuda. Se em repouso era daquele tamanho fiquei imaginando como ficaria completamente dura.

Tio Jorge entrou no Box ligou o chuveiro e fiquei ali boquiaberto olhando aquele pauzão cavalar que ele possuía e logo em seguida mamãe chegou com as toalhas e parando diante do Box sorriu dizendo:

-é mano... garanto as putas europeias que você comeu vão sentir saudades dessa pica enorme que você tem no meio das pernas... quando você foi embora teve buceta que ficou por aqui chorando de saudades... você sabe disso né seu safado!

Meu tio deu um sorriso sacana e sem se importar com minha presença ao lado de mamãe deu uma balançada naquela rola magnífica dizendo:

-é... eu acredito que sim... mas... fazer o que... eu tinha que correr atrás da minha independência financeira... mas agora voltei pra ficar... avisa pra buceta que ficou por aqui chorando de saudades que logo vou matar a vontade dela... com juros e correção... você dá o recado?

Mamãe caiu em risos e me puxando pelo braço disse pra deixarmos meu tio tomar banho sossegado porque sempre era demorado e saímos do quarto indo pra cozinha preparar algo pra comermos e percebi claramente na conversa entre mamãe e tio Jorge que os dois já tinham feito muitas sacanagens juntos e disse:

-mamãe... fiquei de cara com o tamanho da pica do tio Jorge... deu até vergonha da minha... nossa... como é grande e grossa... e o sacão então... aquilo duro deve assustar! Mas... acho que o recado que o tio mandou... foi pra buceta lisinha da minha mãe taradinha né?

Enquanto pegava as coisas pra preparar os lanches me deu um beijo no rosto e começamos a conversar:

-é... meu filhão é um rapaz esperto e observador... e como nessa casa aqui nada é escondido... realmente o recado do teu tio pauzudo é pra buceta da tua mãe tarada sim... já que meu filhão safadinho quer saber... vou te contar... depois que fiquei grávida de ti não dei pra mais ninguém... e ai o safado do teu tio passou a me agarrar quando estavamos sozinhos... e teu tio tarado do jeito que era... eu louca de vontade trepar também... esfregando aquele pauzão gostoso na minha bunda... pegando na minha bucetinha... apesar de achar que era errado trepar com meu próprio irmão... não consegui resistir e acabei dando... ai a coisa pegou fogo... viciei naquela pica deliciosa... e queria dar a toda hora pro safado... o cabaço do meu cuzinho foi ele que tirou... nossa... chorei de dor... fiquei com o cuzinho arrombado... mas... o tarado era viciado em cuzinho e apesar de no começo doer bastante... meu cuzinho acostumou com o tamanho da rola e depois disso eu levava pau na buceta e no cu quase todo dia... até você nascer e depois também... teu tio virou meu macho oficial até ir embora jogar futebol na Europa. Agora você já sabe de toda a historia... pronto! RSS.

-mamãe... tá tudo bem... adorei você ter me contado como foi... nossa... eu fico imaginando o tio tirando o cabacinho do teu cuzinho com aquele pauzão de cavalo... nossa... deve ter doído pra danar... mas... na verdade não tem como mulheres com bumbuns lindos e maravilhosos como o teu e o da minha namoradinha safada não levarem vara no cuzinho... todo homem quer comer! RSS.

-seu safadinho... eu sei que meu filhão adora um cuzinho... sua namoradinha já me contou que você é tarado por bumbum também... gosta muiiitooo!

-mãe... tem uma coisa que o tio falou que tenho que concordar com ele... esse short que você colocou tá de matar mesmo... deixa as popinhas da bunda tudo de fora... e pra deixar ainda mais sexy... além de atoladinho até o talo no rego... também tá todo enfiado na tua rachinha... ficou um buceta linda... bem cheia... adorei... vou querer que você arrume um short desses pra minha namoradinha... vou querer que ela use também!

-gostou é seu taradinho... é... mas... você ta atrasado filhão... sua namorada putinha já pegou aqui na loja um short bem mais escandaloso que esse já faz uns 3 dias... ela disse que vai usar no carnaval... o shortinho é tão apertado e tão pequeno que se ela fosse pular o carnaval pelada... acho que talvez chamasse menos a atenção... mas... na verdade a Eva pode tudo né... linda... 18 aninhos... safada até na alma... mas... meu filhão adora ter uma namorada putinha e uma mãe putona né!

-é... Eva até comentou que queria pular o carnaval quase pelada... mas... não falou que tinha comprado short aqui na loja... deve ter esquecido! Mas... por mim... podia ir peladinha mesmo... eu ia gostar muito... com certeza... a culpada de eu gostar disso é você mãe... sempre andou quase pelada... fiquei viciado... em mulheres exibicionistas.

Mamãe havia terminado os lanches e me abraçando beijou meu rosto dizendo bem safada:

-vamos parar de falar em safadeza que já to com a bucetinha totalmente ensopada... não coloquei calcinha por baixo desse short... e a costura dele no meio fica roçando no meu grelo... isso me dá uns choquinhos deliciosos... se continuar assim... não vou conseguir esperar até a noite pra dar pro seu tio roludo!

Aproveitei que mamãe me abraçou e todo sacana deslizei minha mão pela sua bunda acariciando-a de leve e disse:

-não espera não mamãe... dá logo... mas... não faça a maldade de fechar a porta do quarto... quero assistir tudo tudo tudo... ah se quero!

Se eu tinha sido ousado dar uma alisada no bumbum maravilhoso de minha mãe ela foi ainda mais porque ela toda safada enfiou a mão pelo cós do meu short e pegando no meu pau com a ponta toda babada deu uns apertadas deliciosas e sussurrou:

-que filho mais tarado que eu tenho... louquinho pra ver tua mãe levando pica grossa do teu tio tarado né safado... vai bater uma... e gozar gostoso né meu pervertido lindo!

Nem dava pra acreditar no que estava rolando ali naquela cozinha e sentir minha mãe pegando no meu pau todo babado pela primeira vez fez com que perdesse totalmente o juízo e levando minha mão entre suas coxas peguei na buceta dela e ao sentir o short todo molhado sussurrei tesudo:

-ahhh... ta molhadinha... que delicia... como é quente sua buceta mãe... se você não parar de mexer no meu pau... vou melecar tua mão... vou gozar!

A loucura aumentou de intensidade porque mamãe em segundos abaixou meu short e se ajoelhando no piso diante de mim sussurrou:

-não vai melecar minha mão filhão... quero tua porra na minha boca seu safadinho... goza bem gostoso... fode minha boca e me da esse leitinho... enche minha boca... antes do teu tio chegar... goza meu filhão taradinho!

Acho que não foram nem 4 bombadas na garganta profunda da mamãe pra que eu passasse a tremer igual vara verde gozando que nem um louco. Ela cravou suas unhas na minha bunda puxando meu corpo contra seu rosto engolindo até o ultimo milimetro do meu pau em sua garganta.

Logo ela se levantou passando a língua em seus lábios toda safada disse:

-meu filhão tem um leitinho delicioso... faz tempo que tinha vontade de fazer isso... acho que até demorei demais... mas... não pense que quero só isso do meu filhão taradinho... tua namoradinha puta vive dizendo que você tem uma boca mágica... que faz a buceta dela gozar deliciosamente... a safada já deve ter sido chupada por um bando de machos... mas sempre fala que ninguém a faz gozar que nem meu filhão... vou querer experimentar qualquer dia desses... também quero seu rostinho entre minhas coxas e essa boquinha gostosa me lambendo todinha seu safadinho!

Nem tive tempo de responder que faria isso no momento que ela quisesse porque escutamos meu tio chegando cantarolando e nos recompomos rapidamente e quando ele viu a mesa toda arrumada com lanches e sucos disse:

-hummmm... que delicia... eu to com uma fome de leão... vou comer tudo! RSS.

Meu tio Jorge tinha colocado apenas um short de algodão fino e quando ele andava não tinha como não notar aquela cobra gigantesca balançando e roçando no tecido se mostrando imponente, mamãe safada do jeito que era deu um abraço forte nele dizendo:

-hummm... que homem cheiroso... adoro cheiro de macho quando sai do banho... ahhh... antes que me esqueça... já dei o seu recado pra bucetinha tesuda que ficou chorando de saudades da tua pica grossa... ela mandou dizer que esta prontinha te esperando... completamente molhadinha!

Meu tio sorrindo safado se sentou do outro lado da mesa ao lado de minha mãe e fiquei de frente pra eles e passamos a devorar os lanches de patê de presunto com queijo branco e suco de laranja.

Minha mãe se mostrava tão tarada que a safadeza não ia demorar pra começar e então pra facilitar as coisas disse que ia pro meu quarto ligar pra minha namorada e depois de alguns minutos resolvi voltar e no corredor já escutei a conversa que rolava na sala:

-chupa sua cadela de rua... vagabunda... gosta de rola grande né sua cachorra... vou matar tua saudade sua vadia... gostosa... chupa a rola do teu macho sua safada... mama na pica do teu irmão... ahhhh... que boca gostosa... também senti saudades da minha irmã puta... deliciaaaaaaaaaa!

Foi então que me deparei com tio Jorge sentado no sofá e minha mãe ajoelhada entre suas coxas mamando naquele pauzão enorme que devia ter mais de 20 cm e tirando ele da boca disse toda tesuda:

-seu cachorro FDP... foi embora me deixando sem essa rola deliciosa... eu já perdi a conta de quantos machos eu trepei... mas... só essa rola enche minha buceta do jeito que eu gosto... agora que voltou... vai ter que me comer todos os dias seu cachorro FDP... safado... ahhhh... fode a boca da tua irmã puta... bem fundo... me deixa sem ar... você sabe como me foder seu pauzudo tarado... ahhhh!

O pauzão do meu tio parecia de um cavalo, com um saco enorme de bolas grandes e ele segurando mamãe pelos cabelos enfiava o máximo que conseguia na boca dela e todo macho dizia:

-abra a boca puta... quero a cabeça na garganta... engole vagabunda... puta de rua... safada... vadia... ahhhh... isso... assimmm... engasga... vou te fazer vomitar sua tarada... ahhhh!

Meu pau ficou durinho na hora e abaixando meu short fiquei ali na soleira da porta assistindo tudo em detalhes e logo mamãe foi colocada de 4 na beira da cama e tio Jorge todo taradão se posicionou atrás dela e encaixando a cabeçona daquele pauzão cavalar fincou de uma vez até o talo... mamãe urrou de prazer e toda tesuda sussurrou:

-ahhhh... assim mesmo seu cachorro FDP... soca essa rola grossa na minha buceta sem dó... mostra que você também sentiu saudades de sua irmã puta... abusa de mim... arregaça minha buceta... sou toda sua... me fode do jeito que você quiser... faz como eu gosto... você sabe... me come FDP!

Tio Jorge segurando minha mãe pelos cabelos passou a foder sua buceta com violência e aproveitou pra dar uns tapas na bunda da tarada que parecia ligada em 220v rebolando e gemendo alto de prazer. Não tinha comparação com a trepada dela com o técnico de TV a cabo, mamãe gozava que nem uma louca na rola cavalar do tio Jorge. Ele logo a colocou de costas no sofá e ela trançou as pernas pelos seus quadris e passou a foder mamãe de frente. De onde eu estava dava pra ver em detalhes aquele cacetão entrando e saindo com força da buceta lisinha da minha mãe tarada. O pauzão era tão groso que empurrava os lábios da buceta pra dentro e quando saia puxava tudo pra fora. Aquela buceta ia ficar muito inchada levando rola grossa daquela maneira, mas mamãe adorava ser comida daquela forma e gemendo tesuda sussurrou:

-me bate na cara seu FDP quero gozar apanhando... puta precisa apanhar pra gozar mais gostoso... bate seu safado pauzudo!

Tio Jorge em segundos deu uns tapas no rosto de mamãe que urrou de prazer tremendo e gozando que nem uma louca.

Parei de pegar no meu pau porque não queria gozar... queria continuar assistindo minha mãe linda e tarada ser comida com violência pelo meu tio e não demorou pra ele colocar minha tia de bruços em cima de um travesseiro e dando uma pincelada no rego da safada cravou seu pauzão no rabo da minha mãe que gritou de prazer... ela gostava de levar pau no cu... e a puta rebolou gostoso sussurrando:

-soca com força no meu rabo tarado... come meu cu bem gostoso... mete até o talo... ahhhh... gostoso... pauzudo tarado... come sua irmãzinha seu safado... me enraba... você adora meu cu seu safado... vou gozar pelo cu seu cachorro FDP gostoso!

Ela passou a rebolar que nem uma louca espetada no pauzão grosso do tio que metia como um garanhão e depois de muitas socadas fortes eles gemendo de prazer começaram a gozar juntinhos e mamãe toda tesuda sussurrava:

-ahhh... que delicia gozar pelo cu com esse pauzão me enrabando gostoso... adoroooooooo gozar pelo cu... deliciaaaaaaaaaaa... enche meu cu de porra seu tarado FDP... gostoso... tesudo!

Tio Jorge gozou no cuzinho tesudo da minha mãe e ficou socando até sentir seu pauzão dar uma amolecida escapando do rabo dela.

Tambem gozei muito e depois disso sai dali pra não atrapalhar indo para meu quarto tomar um banho pra dar uma refrescada, o calor junto com o tesão fez a temperatura do meu corpo subir alguns graus e com certeza com a chegada do meu tio isso iria acontecer quase todos os dias.

Não demorou pra que eu escutasse gemidos e gritinhos de prazer da minha mãe puta sendo “devorada” pelo meu tio pauzudo novamente.

No outro dia de manhã quando acordei tomei meu café e fui pra loja e mamãe já estava atendendo uma freguesa e me dando um beijo de bom dia toda feliz disse que precisava que eu fosse ao banco e também fazer uns recebimentos de clientes e enquanto separava os boletos perguntei sobre meu tio e ela disse que ele já tinha saído pra resolver suas coisas e voltaria só à tarde.

Antes de sair pra rua fazer o que mamãe havia pedido a freguesa que ela estava atendendo foi embora e então todo safado brinquei dizendo:

-mãe... com certeza o pauzão do tio Jorge faz milagres... da pra notar que você acordou bem mais feliz e principalmente mais linda do que já é!

-filhão... você tem razão... realmente o pauzão do meu irmão é tudo que uma buceta tesuda e um cu guloso precisa... é uma delicia... mas... acho que meu filhão voyeur também adorou muito assistir sua mãe gozando gostoso sendo comida por um macho bem dotado né... seu pervertido!

-mamãe... adorei... nossa... gozei que nem um cavalo... na tua boca e depois assistindo você e tio na sala... principalmente ele comendo teu cu... nossa... que enrabada maravilhosa.

Mamãe chegando mais perto de mim deu uma apalpada no meu pau que já estava completamente duro com aquela conversa toda safada disse:

-voce puxou tua mãe mesmo hein seu taradinho... já tá de pau duro... também não posso começar a falar sobre putaria que fico toda molhadinha... uma pena que tá parando um carro ai na frente da loja com clientes senão ia te levar ali no provador e chupar teu pau logo de manhã pra te deixar feliz também... adorei o gosto da porra do meu filhão... porra de jovem é uma delicia... a tua namoradinha puta vai ter que dividir teu leitinho comigo! RSS.

As clientes entraram na loja e sai pra fazer o serviço com o pau trincando de duro... ouvir minha mãe dizer que tinha adorado chupar meu pau me deixou completamente maluco e nem tive tempo de responder que certamente iria adorar chupar sua bucetona lisinha na hora que ela quisesse.

Após fazer os serviços de rua liguei pra minha namoradinha pra almoçarmos juntos no shopping e durante o almoço quando perguntei por que ela tinha sumido durante dois dias a safadinha disse que seu pai a tinha colocado de castigo não deixando que saísse durante a noite por causa de suas notas ruins do cursinho, mas como naquele dia ele tinha viajado de manhã e ficaria vários dias fora poderíamos tirar o “atraso” do nosso namoro.

Contei que tio Jorge tinha voltado da Europa e iria ficar uns tempos em nossa casa.

Eva toda curiosa quis saber como era meu tio Jorge, mas só comentei que era um cara bonitão e muito legal. A língua até coçava de vontade contar que tinha assistido minha mãe ser comida pelo meu tio pauzudo, mas decidi deixar que minha namorada putinha descobrisse a putaria naturalmente, nem iria demorar muito com certeza.

Lembrando-me do comentário da minha mãe sobre o shortinho super escandaloso que minha namorada tinha “comprado” na loja disse a Eva que queria vê-lo em seu corpo e ela quis saber o porquê do comentário sobre o short e disse:

-é que minha mãe ontem colocou um short tão justinho e curto que ficou todo enfiado no rabo dela até rachando a buceta ao meio e quando comentei ter ficado super sexy mamãe então me disse que você tinha comprado um que era bem mais escandaloso que aquele, por isso queria ver como ficou em você amor... só isso.

-safadinho hein... não agüenta ver um rabo de fora... mesmo sendo da tua mãe né... que namorado tarado... por isso que eu adoro você... pode deixar que irei colocá-lo pra você ver amor... nem levei o short pra minha casa... se meu pai me visse ele era perigoso apanhar... deixei o short na gaveta do teu quarto... acho que vou usá-lo no carnaval!

O dia foi bastante corrido e quando cheguei à tardezinha em casa já fui logo tomar um banho pra dar uma refrescada e assim que sai do quarto so de short fui até a cozinha e encontrei mamãe vestida apenas com uma camiseta regata que mais mostrava seu corpo do que cobria... com certeza bastava se inclinar um pouquinho que metade da bunda ficava a mostra e logo notei que não tinha nada por baixo... nuazinha... na hora percebi que ela queria mesmo se mostrar toda gostosa pro meu tio pauzudo que ainda não tinha chegado da rua e então cheguei por trás bem devagar e abracei-a dizendo:

-mamãe... vestida assim só com essa camisetinha... quando o tio chegar... ele não vai aguentar e te agarrar na hora e te comer em cima da mesa!

Mamãe estava na pia lavando umas frutas e toda safada empinou o rabo me deixando encocha-la totalmente e disse:

-filhão... o objetivo é esse mesmo querido... minha buceta ta louca de vontade querendo isso... você sabe que meu filhão me deu uma boa ideia... ser comida em cima da mesa... faz tempo que não faço isso... vou aceitar seu conselho!

Sem desgrudar do corpo de minha mãe continuei colado em seu bumbum e meu pau estava duro como aço e então disse:

-só que hoje acho que a platéia vai aumentar... a minha namoradinha safada disse que vai vir pra casa... será que a presença dela vai te atrapalhar sua trepada mamãe... se quiser... eu pego a Eva e a levo pra passear no shopping!

Minha mãe caiu em risos e toda safada empinou ainda mais aquele rabo maravilhoso dizendo:

-menino tarado... que tesão você tem em mim hein... não sei se você tivesse que escolher entre comer eu e a namoradinha puta quem você escolheria... tá com esse pau duro desde cedo... mas... não se preocupe com a sua namorada querido... ela é tão puta quanto eu... você acha que eu vou deixar de dar pro seu tio pauzudo... só por causa dela estar em casa... dou e se ela quiser pode assistir também... agora... meu filhão precisa saber de uma coisa... do jeito que a tua namoradinha é puta... é perigoso ela querer dar pra ele também... mas... acho que meu filhão sabe disso né?

Certamente mamãe sabia muito mais safadezas sobre Eva, mas o meu tesão estava acima do normal e todo safado disse:

-mãe... se não acho ruim que outros machos fodam tua buceta e teu cu... você acha que vou ficar preocupado se a Eva só da pra mim... se antes de perder o cabaço da buceta ela já tinha dado o rabo pra vários rapazes... depois disso já deve ter dado pra mais alguns... mas o importante é que ela é uma delicia... e eu gosto dela... quase tanto gosto da minha mãe puta! Mas... hoje cedo você falou que se não tivesse chegado clientes na loja você ia me levar pro ptovador e chupar meu pau... chupa agora mãe... deixa-me gozar na tua boca de novo... deixa!

Mamãe se virou de frente e me encostando na pia se ajoelhou diante de mim e abaixando meu short até os tornozelos sorrindo bem sacana disse:

-seu pervertido delicioso... da primeira vez que te chupei você gozou muito rápido... trata de demorar mais... quero que foda minha boca com força... teu pau não é grande e da pra engolir tudinho... quero você fodendo minha garganta sem dó... faça de conta que sou sua namorada puta... mete que nem macho de verdade... fode minha boca seu pervertido tarado!

Depois de ter assistindo mamãe sendo comida pelo técnico de TV a cabo e pelo meu tio pauzudo eu sabia como ela queria e soquei meu pau como se tivesse metendo numa buceta e segurando sua cabeça pelos cabelos passei a meter que nem louco... chegava a ser selvagem... mas ela queria assim... o barulho de meu pau no fundo da garganta era inebriante... mamãe toda tesuda esfregava seu grelo enquanto me chupava... aqueles minutos pareciam não ter fim e depois de meter até não aguentar mais segurar dei um berro e comecei a gozar na boca da minha mãe... a safada fez como no dia anterior e cravou suas unhas na minha bunda, apesar da dor meu tesão aumentou e o prazer também... gozei deliciosamente... mamãe engoliu tudo que meu pau ejaculava e então ela se levantou e toda safada colocou sua língua toda melecada entre os labios e lambeu meu rosto deixando um rastro de porra pela minhas faces e bem puta disse:

-seu tarado safado... da próxima vez não vou engolir tudo... vou devolver um pouco de porra pra tua boca seu pervertido... pode ter certeza que vou fazer isso... vai ser uma loucura!

Aquela putaria total incestuosa que acontecia em nossa casa fazia com que o tesão se multiplicasse ainda mais e mesmo depois de ter gozado que nem louco meu pau continuava duro e então todo tarado disse:

-mãe... deixa-me chupar todinha... to louco de vontade de fazer isso... você disse que queria experimentar... depois que a Eva falou pra você que eu sei chupar uma buceta com perfeição!

Mamãe me abraçou de frente e senti meu pau deslizando entre suas coxas tocando sua buceta molhadinha e bem puta disse:

-calma filhão tarado... você vai fazer isso na minha buceta tesuda... no meu cuzinho também... mas vai ser quando eu mandar... e vou querer isso depois que ela tiver com a buceta toda inchada pelo pauzão de cavalo do teu tio... adoro boca quente na minha buceta depois de ser comida por inteira... ou será que meu filhão pervertido vai tirar a boquinha da reta... de fazer do jeito que eu quero!

Em segundos a respondi todo tesudo dizendo:

-mamãe... eu topo tudo que você quiser... basta falar que eu faço... eu gozei que nem louco e to com o pau duro... sentindo o calor da tua buceta!

-guarda um pouco desse tesão pra sua namorada putinha... garanto que ela deve chegar prontinha pra dar... a vagabundinha tão é tarada quanto eu!

Só então é que senti minha bunda ardendo e passando a mão percebi o estrago que as unhas pontiagudas de minha mãe tinham provocado, e virando a bunda mostrei pra ela dizendo:

-mãe... você é uma tarada sádica... marcou minha bunda com suas unhas... ontem senti que ardeu... mas hoje foi pior... você fincou as unhas com vontade hein... o que vou dizer pra minha namorada quando ela ver essas marcas na minha bunda?

Minha mãe caiu em risos e toda safada disse:

-fala que você foi malcriado comigo e eu fiz isso pra te punir... qualquer coisa manda ela falar comigo! RSS.

O interfone tocou e era meu tio chegando e assim que ele entrou na cozinha já deu de cara com minha mãe debruçada sobre a pia “fingindo” que estava lavando alguns copos... metade da bunda de fora... até dava pra ver a buceta lisinha por trás e tio Jorge todo safado sorrindo disse:

-meu Deus... assim não tem quem resista... ontem foi aquele short todo enfiado no rabo... com as popinhas de fora... hoje minha querida irmã resolveu matar a pau... uma camiseta curtinha e pra arrasar de vez... sem calcinha... o que meu sobrinho acha de ter uma mãe tão exibicionista assim?

Meu tio fez esse comentário já dando umas pegadas no seu pauzão coberto por uma bermuda de brim cheia de bolsos e apesar da chegada do meu tio taradão meu pau continuava duro estufando a frente do meu short largo e dando um sorriso comentei:

-tio... eu acho que mamãe é tão linda e tão gostosa que tanto faz ela estar com roupa como sem nada que ela é maravilhosa... uma gatona!

Mamãe sorrindo virou o rosto pra trás ficando inclinada sobre a pia se mostrando sem pudor e toda safada disse:

-acho que meu querido irmão... em vez de ficar me olhando deveria me abraçar e mostrar que sentiu saudades de mim depois de ficar o dia inteiro fora... e pode abraçar do jeito que eu gosto... que to com muito tesão... acabei de comentar com meu filhão que coloquei essa camiseta sem nada por baixo pra ficar prontinha te esperando... me pega aqui na pia... igual voce fazia quando éramos jovens... vem me foder safado!

Tio Jorge era um macho decidido porque sem se importar comigo tirou a bermuda e a camiseta ficando peladão com seu pauzão cavalar já quase completamente duro e agarrou minha mãe por trás e foi tirando a camiseta dela deixando-a peladinha e todo macho disse:

-a vagabunda gostava né sua cadela de rua... ficou grávida de outro... mas adorava minha rola grossa nessa buceta né sua puta... empina esse rabo sua vadia... vou te comer como você gostava... debruçada na pia... e rebolando esse rabo... safada... vagabunda... tesuda... da essa buceta pro teu macho sua cadela gostosa... ahhhh!

Mamãe gemendo alto rebolava como uma louca e meu tio socava seu pauzão grosso até o talo e todo tarado já dava uns tapas na bunda da mamãe que gemendo dizia:

-me fode seu cachorro safado... mata meu tesão com esse pauzão gostoso... soca com força... quero gozar... to tão tarada hoje... ahhhh... mete... mete!

Tio Jorge segurava minha mãe pelos quadris e socava com violência... o barulho de seus corpos se batendo era excitante demais... eu ficava olhando extasiada vendo aquele pauzão cabeçudo grosso entrando e saindo da buceta lisinha da minha mãe tarada e isso me deixava completamente maluco... meu pau dentro do short dava pulinhos querendo ser acariciado... mas nem relava pra não gozar... mamãe teve seu primeiro orgasmo gritando de prazer e então toda tesuda sussurrou:

-não para... continua... quero gozar mais... assimmm... me pega... bate na minha bunda... adoro apanhar do meu irmão pauzudo... aiiiiii... seu tarado FDP... gostoso... soca... soca sem dó... ahhhh... que pauzão grosso... enche minha buceta... ahhh... que delicia ser comida por um macho de verdade!

Eu fiquei de pé recostado em um armário assistindo tudo sem atrapalhar em nada... meu tio comia minha mãe na minha frente como se tivesse comendo uma puta qualquer e foi então que mamãe toda safada desengatou do meu tio e se deitando de costas em cima da mesa da cozinha levantou as pernas pro alto e bem puta disse:

-vem cachorro safado... come meu cu... de frente... aqui em cima da mesa... sou o prato principal... vem safadão pauzudo... soca no meu rabo... abusa da tua irmã que to doida pra ser abusada... mostra seu lado sádico pra tua irmã puta... quero ser possuída como uma puta de rua... me pega seu FDP!

Tio Jorge segurou as pernas de minha mãe toda arreganhada e dando uma encaixada no cuzinho da tarada cravou firme indo até o talo... mamãe gemeu delirando de prazer... em segundos aquele pauzão cavalar entrava e saia com força do jeito que ela gostava e toda tesuda sussurrava:

-isso... assimmm... seu FDP gostoso... arregaça meu cuzinho com essa rola grossa... soca... tudo... ahhh... fode meu cu... ahhhh... quero gozar... ahhh!

Aquela enrabada era incrivelmente excitante de assistir... meu tio fodia com força o cuzinho guloso da minha mãe e de vez em quando apertava os bicos dos seios dela com força arrancando gemidos de dor misturado com prazer... os orgasmos chegaram intensos... os gemidos de minha mãe se tornaram gritinhos incontidos e então tio Jorge... aproveitou aquela entrega total de mamãe e todo tarado deu vários tapas na cara dela fazendo com que seu gozo fosse ainda mais intenso e copioso.

Meu tio taradão deixou o rosto de mamãe todo vermelho dos tapas e todo tesudo gozou no cuzinho arrombado da safada tarada.

Eles ficaram engatados até que meu tio foi tirando seu pauzão cavalar do cuzinho da minha mãe e sorrindo bem safado disse:

-mana você a cada dia fica mais puta e mais gostosa... acho que da próxima vez vou pegar uma cinta... bunda de puta adora uma cinta estalando nela!

Mamãe se levantou da mesa abraçando meu tio e trocaram beijos cheios de volúpia e em seguida saíram da cozinha indo para o quarto quando olhei pra bunda dela e vi que escorria porra do cu da safada pelas coxas aquela cena me deixou ainda mais taradão.

Como se houvesse sido cronometrado logo em seguida chegou Eva minha namorada putinha e já levei-a para o meu quarto e rapidinho passei a enrabar a safadinha que sorrindo sacana disse:

-nossa... tá taradinho hoje hein... come gostoso meu cuzinho que eu também tava com saudades do meu machinho safado... ahhh... mete... com força!

Soquei gostoso na minha putinha com ela de 4 na beira da cama e aproveitei meu tesão exacerbado pra dar uns tapas na bunda dela... logico que não bati com tanta força como meu tio batia na minha mãe... mas... Eva toda tarada olhando pra trás pro meu rosto sussurrou:

-hummm... que delicia... levar tapas no bumbum do meu namoradinho tarado... ahhh... pode bater... que eu adoroooo tapinhas... ahhh... soca forte... mete meu safadinho... come o cuzinho da tua putinha tarada... ahhhhh! Faz eu gozar do jeito que você sabe seu safadinho... ahhh!

Eu socava com força no cuzinho da safada e ao mesmo tempo bolinava seu grelo sensível e putinha gozou que nem uma cadelinha e logo em seguida a tarada se sentou num puff de couro que havia colocado no quarto especialmente para essa safadeza e Eva se sentando nele arreganhou as pernas e toda tesuda sussurrou:

-vem meu taradinho chupador de buceta... me faz gozar mijando seu safado gostoso... ahhhhh... tava louca de vontade sentir sua boca na minha buceta... chupa a buceta da tua putinha safada!

Eu adorava quando minha namorada pedia toda cheia de tesão pra fazê-la gozar mijando e cai de boca naquela buceta quente e logo tinha 3 dedos no rabinho da safada que rebolava deliciosamente em meus lábios e nos meus dedos.

Eva delirava de prazer e quando deu um gritinho atingindo o orgasmo acelerei minha língua e todo safado aproveitei e enfiei mais um dedo naquele cuzinho guloso e agora eu socava 4 dedos dentro dela... minha namorada se contorcia como uma cobra e gozou fazendo xixi do jeito que eu adorava e engoli tudo que conseguia... era muito xixi... escorria pelos cantos da boca... e eu me deliciava.

Não consegui me controlar e gozei junto com a puta só dando umas pegadas no meu pau.

Durante nosso banho quando Eva perguntou sobre meu tio achei que devia começar a abrir o jogo porque fatalmente ela iria saber o que estava acontecendo, se mamãe parecia não se importar que minha namorada soubesse daquela relação incestuosa com ele eu também não me importaria e sorrindo bem safado disse:

-Eva... que mamãe é uma tarada maluca isso a gente já sabia faz tempo... só que agora com a chegada do meu tio fui descobrir que eles transam desde quando eram novinhos... mamãe dava pra ele grávida de mim... a safada me contou tudo!

-Daniel... que louco isso que você ta dizendo... então a puta da tua mãe trepa com o irmão desde novinha... eu e tua mãe trocamos confidencias sexuais desde que comecei a depilar a safada... a tarada já me contou que participou de muitas orgias... mas... acho que minha que futura sogra deve ter mais alguns segredos sexuais pra revelar!

-é... também acho que a safada não deve ter contado nem metade das putarias que fez e participou... mas... também acho que a minha namorada é outra putinha que também não me contou nem 10% das safadezas que já aprontou... era virgem na buceta... mas... tenho certeza que uma fila enorme de carinhas deve ter comido esse cuzinho gostoso e você deve ter pagado gulosa pra um bando de safados!

Eva bem safada me abraçou e pegando no meu pau molinho apos ter gozado na boca da minha mãe puta e no cuzinho da minha namorada disse:

-sabe por que eu não contei tudo que já fiz com outros machos... só pra te deixar na fissura... cheio de curiosidade... adoro que você saiba que tem uma namorada muito putinha e gosta de mim assim do jeito que eu sou... com o tempo você vai saber de tudo meu safadinho... quem mandou se apaixonar por uma putinha safada que nem eu... agora aguenta as consequências!

-sua putinha safada... realmente eu fico louco imaginando que outro cara ta te comendo inteirinha... sua cadelinha... mas... tem uma coisa que vou te contar que vai te deixar de queixo caído... meu tio Jorge tem uma pica de cavalo Eva... bem grossa e um saco enorme... e ele é bem sádico... além de bater na bunda da mamãe também encheu a cara dela de tapas... nossa... foi uma trepada selvagem... se voce tivesse chegado um pouco antes... teria assistido junto comigo... tesão demais!

Eva toda safada deu um sorrisinho sacana e disse:

-hummm... e você assistiu tudo né safadinho... queria ter visto também... mas... o caralho do teu tio é tão grande assim?

-enorme... grandão e grossão... aquilo entrava na buceta e no cuzinho da mamãe até o talo... mamãe é uma tarada... deu até vergonha comparar o meu pintinho com o do tio... nossa... só vendo pra ter a noção do tamanho!

-hummm... agora fiquei curiosa... quero conferir se é verdade o que você ta dizendo!

-acho que não vai demorar a acontecer isso... mamãe tá no cio com a chegada do meu tio pauzudo... toda hora eles estão metendo!

Saimos do banho nos enxugando e então me lembrei do tal short escandaloso e pedi pra minha namorada coloca-lo pra ver como ficaria em seu corpo e ela pegando-o na gaveta foi vestindo bem devagarinho. Sentei-me na beira da cama e fiquei olhando admirado como aquela peça tão pequena ia entrar em seu corpo cheio de curvas. A safada nem colocou calcinha e quando ela rebolando e puxando pra la e pra cá pra caber dentro dele realmente ficou extremamente sexy. O short deixava as popinhas da bunda totalmente a mostra e pra ficar ainda mais ousado ele tinha um zíper de cada lado e ao deixá-los abertos praticamente se transformava numa calcinha. Como o short que mamãe estava no dia anterior o que minha namorada tinha comprado também se enfiou na sua rachinha estufando os grandes lábios da buceta deixando completamente marcado.

Eva toda safada deu uma voltinhas diante do espelho e sorrindo sacana disse:

-gostou amor? Será que sua namorada putinha vai arrasar no carnaval com esse shortinho... eu começo a pular com os zíperes dos lados fechados conforme for ficando mais quente vou abrindo... o que você acha meu gato safado?

Não tinha como disfarçar que eu adorava esse tipo de comportamento de puta oferecida... meu pau ficou duro olhando e imaginando minha namorada dentro de um salão de baile sendo assediada por um monte de machos e todo safado disse:

-Eva... você ficou ainda mais linda e mais gostosa com esse short... só que se você sair com esse short num carnaval de rua... é perigoso um bando de carinhas te arrastarem pra um lugar escuro e te estuprarem todinha... essa buceta rachada... o bumbum empinado... nossa... fiquei de pau duro só de olhar você assim... e olha que gozei assistindo minha mãe trepando com meu tio pauzudo... depois com você... e olha como eu to?

Minha namorada toda putinha sorrindo veio até onde me sentei na beira da cama e se ajoelhando entre minhas pernas sussurrou:

-tarado... do jeito que você ta falando... acho que você nem se importaria que sua namoradinha fosse estuprada por um bando de machos né seu safado... garanto que ia assistir e gozar gostoso né... que tarado você é... pode ter certeza que eu adoraria que isso acontecesse... ser alisada e ser pega por um monte de machos me agarrando... ahhhh... acho que eu ia gozar que nem louca! Agora me deixe fazer uma gulosa bem gostosa nesse pintinho tesudo do meu namoradinho tarado!

Eva toda safada engoliu meu pau mamando com vontade e não teve como não comparar a boca dela com a da minha mãe e era difícil saber qual das duas era mais gostosa e depois de deixar meu pau todo babado a safada se levantou e disse:

-chega... por enquanto... deixa pra gozar de novo mais tarde... hoje eu não vou embora pra minha casa... vou dormir com meu namorado tarado!

Resolvi ir até cozinha pegar suco na geladeira e nem me preocupei em vestir nada e então Eva disse que me acompanharia porque queria comer alguma coisa e então sorrindo perguntei se ela iria com aquele shortinho ou nuazinha igual a mim e ela bem safada disse:

-vou deixar que meu namoradinho safado escolha que jeito prefere que sua putinha apareça diante do seu teu tio caralhudo... você decide meu gato!

Algo me dizia que naquela noite aquela casa seria incendiada pelo tesão e sorrindo bem sacana disse:

-apesar de achar esse shortinho extremamente sexy... com certeza você nuazinha vai ficar muito melhor... eu também estou nu... como diz minha mãe... aqui nessa casa tudo pode... principalmente quando o assunto é putaria!

Saímos do quarto e ao passarmos em frente ao quarto da mamãe a porta estava aberta e aproveitei pra enfiar o roso e ver o que estava acontecendo... mamãe estava deitada abraçada com eu tio trocando beijos e carinhos... com certeza estavam dando um tempo... o pauzão do meu tio repousava meio mole sobre seu ventre e então sussurrei baixinho pra minha namorada:

-Eva... quer entrar e conhecer tio Jorge... ele e a mamãe estão peladões... só trocando carinhos e dando uns beijos... vamos entrar?

-você que sabe meu gato... se você acha que não vai atrapalhar eles... tudo bem!

De mãos dadas entramos no quarto e sorrindo bem safado disse:

-já que a porta estava aberta resolvi entrar pra apresentar minha namorada pro tio Jorge... espero não estar atrapalhando o “namoro” de vocês!

Meu tio sorrindo deu uma bela olhada no corpo nu da minha namorada e disse:

-realmente tanto meu sobrinho quanto minha irmã não mentiram quando disseram que sua namorada é uma tremenda gatinha... e peladinha assim dá pra ver que não tem nenhum defeito... toda perfeita!

Eva sem tirar os olhos do meio das pernas do meu tio pauzudo deu um sorrisinho safado e minha mãe entrou na conversa dizendo:

-sim... meu filhão soube escolher a putinha certa pra entrar pra nossa família... linda e completamente vadiazinha! RSS.

Minha namorada toda putinha deu uma voltinha se mostrando em frente e verso e sorrindo sacana disse:

-é... realmente minha futura sogra tem razão... essa família é totalmente pervertida... e to adorando participar dela! RSS.

Tio Jorge todo safado disse:

-bem... acho que apresentação de verdade tem que ter abraços e beijos... quero fazer isso com minha futura sobrinha... acho que meu sobrinho não vai achar ruim do tio abraçar tua namorada gata né?

Dei um sorriso safado e disse:

-claro que não tio... tem uma frase que mamãe sempre fala... aqui na nossa casa pode tudo... tenho certeza que a Eva também vai gostar do abraço de urso do meu tiozão!

Tio Jorge se levantou da cama com seu pauzão já mostrando sinais de crescimento e foi em direção a minha namorada abraçou-a levantando-a do chão... Eva se dependurou no pescoço dele se deixando conduzir e toda safada cruzou as pernas pelo quadril dele dizendo:

-nossa... como você é forte tio... me pegou como se eu fosse uma pena... adoro ser carregada assim... delicia!

Sentei-me ao lado de mamãe que sorrindo toda safada se recostou na cabeceira da cama e ficamos vendo Eva ser beijada no rosto e as mãos fortes do tio Jorge a segurando pelo seu bumbum durinho e em segundos o pauzão dele ficou completamente duro roçando entre as coxas de Eva que parecia não querer soltar do meu tio taradão e então ele todo safado se sentou na cama bem pertinho de nos fazendo com que minha namorada ficasse perfeitamente encaixada em seu colo e todo sacana disse:

-acho que minha futura sobrinha realmente sabe como sentar no colo do tio... não vou deixar você levantar tão rápido... só se minha irmã e meu sobrinho disserem pra fazer isso... mas acho que eles não vão fazerem né?

Minha mãe toda safada me abraçou puxando meu corpo pra junto dela e disse:

-Jorge... pode comer a namorada puta do meu filhão... ele já falou pra mim que não tem um pingo de ciúmes... ele adora me ver trepando com outros machos e também vai adorar ver a putinha dele ser comida por um macho de verdade... pode abusar sem dó da vadia... é tão puta quanto eu... só tem carinha de menina... mas é uma vagabunda que topa tudo... mostra pro meu filhão a puta com quem ele vai se casar!

Eva toda safada tentou fazer cu doce dizendo:

-nossa... que futura sogra maldosa é a minha... minha bucetinha só conheceu o pintinho do meu namorado... esse caralhão não vai entrar na minha bucetinha... nunca vi um tão grosso assim... meu namoradinho tarado não vai fazer nada pra socorrer a sua namoradinha indefesa?

Tio Jorge todo taradão virou minha namorada de frente no seu colo e segurando-a firme levantou seu corpo e encaixando a cabeçona de sua rola cavalar na entrada de sua bucetinha tesuda, sem que Eva esperasse ele deu um tapa forte na cara dela dizendo:

-deixa de frescura sua cadelinha de rua... minha irmã já me passou a tua ficha... vagabunda desde novinha... puta completa... trata de rebolar na minha pica grossa sua cadela... senão vou te bater de verdade... e vou fazer isso com prazer... adoro espancar putinhas frescas... vou deixar essa buceta do tamanho da minha rola sua vagabundinha safada... da gostoso pro teu macho... vadia!

Meu tio puxou o corpo de minha namorada puta com firmeza espetando aquele pauzão grosso na bucetinha dela que gritou quando aquilo foi penetrando-a até talo. Eva levou mais um tapa na cara e dessa vez foi bem mais forte e a putinha tentou sair do colo dele e apanhou novamente e tio Jorge todo macho disse:

-isso... eu gosto de puta que tenta escapar da minha rola... vou te bater cada vez mais forte sua cadela... ahhh... que bucetinha apertada tem a puta... delicia... engole meu caralho com essa buceta gostosa... rebola sua vagabunda... vou te foder todinha putinha... ahhh... rebola e da gostoso... ahhhh!

Eva não demorou a perceber que tinha um macho dominante diante dela e se entregou de vez e a puta começou a dar gostoso como meu tio queria e do jeito que a safada também gostava e rapidinho se entregou ao prazer sussurrando tesuda:

-ahhh... esse caralhão ta arregaçando minha bucetinha apertadinha... seu tarado estuprador... ahhhh... que delicia um pauzão assim na minha buceta... ahhh... ahhh... delicia de rola... ahhh... nunca senti uma assim desse tamanho... quero gozar espetada nesse caralho grosso... aiiiii... deliciaaaaaaa!

Minha namoradinha tarada rapidinho se revelou a puta que era cavalgando como uma doida no pauzão cavalar do meu tio tarado que se deliciava com aquela putinha novinha e aproveitava pra encher a vadia de tapas. Nem dava pra acreditar que minha namorada toda mandona e cheia de pose apanhava na cara levando pauzão na buceta e tinha um gozo atrás do outro pertinho de mim e de minha mãe tarada que toda safada esfregava forte seu grelo assistindo tio Jorge abusando da minha namorada puta.

Todo safado peguei a mão da minha mãe querendo que ela pegasse no meu pau duro e ela toda safada sussurrou:

-é a sua vez de mostrar o que sabe fazer com sua boquinha gulosa seu safado... quero seu rostinho lambendo e chupando minha buceta... teu tio deixou-a toda inchada... ta pegando fogo de tão quente... lambe sua mãe puta seu safadinho... era o que você queria... seu tarado... chupa a mamãe!

Mamãe continuou recostada na cabeceira da cama e quando ela arreganhou suas coxas grossas e sua bucetona toda vermelha se abriu pra mim cai de boca lambendo e sugando seu grelo teso e duro... o cheiro e a temperatura eram incríveis... eu esfregava meu pau duro no lençol e mamãe rebolava gostoso entre meus lábios... fiz o que fazia com minha namorada puta e soquei 4 dedos no cuzinho da minha mãe tarada que toda safada rebolou mais ainda... o cuzinho da minha mãe era mais largo e mais quente... e ela rebolando sussurrava:

-chupa filhão... safado pervertido... chupa a buceta da tua mãe puta... você queria... é toda sua agora... lambe tudo... seu safado... isso... soca os dedos no meu cu... assimmm... soca sem dó... ahhhh... delicia de língua tem esse safado... bem que tua namorada puta tinha razão... faz a mamãe gozar nessa boquinha gostosa... faz... mete os dedos no meu cu... soca tudo... ahhhhh!

Acelerei os movimentos e mamãe gemendo alto rebolava sem parar e todo tarado sentindo que podia mais ainda... fechei meu dedão e forcei meu punho no cu tesudo da minha mãe e sem muito esforço penetrou dentro dela... minha mão estava todinha dentro do cu da minha mãe e passei a movimentar com força... mamãe deu um grito e gozou escandalosamente se contorcendo toda.

Quando mamãe estava se acalmando logo escutei outro grito bem mais forte e ao olhar pra trás vi minha namoradinha deitada de bruços com um travesseiro por baixo de seu ventre e meu tio segurando os punhos dela com uma mão e com seu pauzão cavalar bem no reguinho daquele bumbum empinado... ele deu uma fincada forte... Eva gritando alto disse:

-não... tira... tira... tira... por favor... é muito grosso... vai rasgar meu cu... tira seu FDP tarado... aiiiii... é muito grosso esse caralho!

Tio Jorge todo macho pegou minha namorada pelos cabelos segurando-a firme e disse:

-trata de relaxar esse cu sua putinha de rua... cadela... vou comer teu cu com certeza... deixa de frescura... puta de verdade dá o cu... e eu vou comer o teu por bem ou por mal... ahhh... adoro cuzinho de puta novinha... vou te enrabar gostoso sua vagabunda... vou arrombar esse cuzinho... vadiaaaaaa!

Quando aquele pauzão cavalar começou a penetrar no cuzinho da minha namorada putinha ela gritou que nem uma louca... mas tio Jorge foi fincando tudo até o talo... só parou quando seu púbis colou naquele bumbum empinado e todo tarado sussurrou:

-relaxa putinha... entrou tudo... relaxa que já já você vai dar esse cuzinho do jeito que eu gosto... rebola na minha rola sua vagabunda... rebola gostoso senão vai apanhar que nem uma cadela de rua... ahhhh... que cuzinho apertado... delicioso... adoro foder um cuzinho... rebola putinha... dá pra mim!

Mamãe e eu ficamos assistindo Eva ser enrabada pelo pauzão do meu tio e depois de alguns breves minutos o chororô de minha namorada puta foi diminuindo... diminuindo... até que timidamente seus gemidos de prazer voltaram e não demorou muito pra ficarem bastantes intensos e tio Jorge passou a foder o cuzinho da safada com força e ela rebolava como uma louca naquele pauzão sussurrava toda puta:

-ahhhh... que delicia... dói... dói pra caralho... mas... é gostoso levar rola grossa no cu... mete... mete tudo... ahhh... arromba meu cuzinho taradão... ahhhhh... vou gozar pelo cu... ahhhh... aiiii... deliciaaaaaaaaaaaa de caralho!

Eva tremendo que nem uma vara verde gozou copiosamente gemendo de prazer sendo sodomizada pelo meu tio caralhudo.

Tio Jorge não gozou e quando ele foi tirando aquele monstro de dentro do cuzinho da minha namorada deu pra ver o estrago que aquilo tinha causado... tinha virado uma flor e a safada então me olhou e fingindo estar brava disse:

-que família tarada eu me meti... bando de safados... tudo combinado pra esse caralhudo arrombar meu cuzinho... o meu namoradinho então é mais tarado ainda... chupando a buceta da mãe e assistindo eu ser enrabada... seu safado pervertido!

Se a putaria naquele quarto estava bastante acentuada ia ficar ainda mais quando minha mãe toda safada pegou minha namorada pelos cabelos como meu tio tinha feito e também deu dois tapas na cara da minha namorada e disse:

-deixa de conversa fiada garota... você é puta já faz bastante tempo... agora que meu filhão já sabe que tem uma namorada vadia e que dá pra qualquer macho que fica de pau duro perto de você... vem fazer comigo o que a putinha sabe fazer gostoso... chupar minha buceta toda vez que faz depilação em mim... meu filhão pervertido já chupou minha buceta... agora é sua vez... vem putinha... chupa logo sua vadia!

Eva toda safada depois de ser colocada no seu devido lugar com os tapas que mamãe lhe aplicou disse:

-tá bom sua cachorra... não precisa me bater... vou fazer o que você tá mandando sua tarada safada... gozou na boquinha do Daniel e agora quer a minha boca né sua puta safada... cadela viciada!

As revelações se sucediam... minha namorada já chupava a buceta da mamãe há bastante tempo... além de gostar de macho mamãe também gostava de fêmeas... que tarada pervertida. Eva colou a boca na buceta toda inchada de minha mãe que toda tesuda sussurrou:

-que boca gostosa tem essa vagabunda boqueteira... ahhh... isso... chupa... faz do jeito que eu gosto sua vadiaaaaaa... vem mano... fode minha boca com esse pauzão gostoso... quero sentir o gosto do cu dessa puta no teu pau!

Meu tio passou a foder a boca da minha mãe com seu pauzão cavalar... logo percebi que minha namorada estava com sua mão quase enfiando na buceta da mamãe... se eu tinha enfiado minha mão no cu dela... a safada com certeza gostava do punho de minha namorada dentro dela e isso aconteceu rapidinho... mamãe se contorcia gemendo e dando gritos de prazer e minha namorada putinha afastou por momentos seus labios da buceta da minha mão e me ando toda tesuda sussurrou:

-vem meu namorado taradinho... também quero gozar na tua boca... do jeito que só você sabe fazer... me lambe toda... abusa da tua putinha também!

Fiz o que a putinha queria e passei a lamber a safada por trás como se fosse um cachorrinho sugando seu grelo com força... aproveitei também e enchi o bumbum da tarada de tapas pra marcar território e quando Eva deu um grito gozando na minha boca não tirei meus labios e continuei sugando forte e a putinha se mijou toda e bebi todo seu xixi escaldante... eu adorava o calor e o sabor do xixi daquela putinha deliciosa.

Meu tio Jorge também não conseguiu segurar seu gozo e encheu a boquinha da mamãe de porra e minha namorada toda safada saiu do meio das coxas da minha mãe e me puxando disse toda tesuda:

-vai safadinho... goza na buceta da tua mãe puta... goza dentro dela... que depois vou lamber a buceta dela com tua porra... goza bem gostoso!

Em segundos eu fiz o que Eva tinha falado e bastaram meia dúzia de bombadas pra dar um grito e ejacular forte na buceta da mamãe... logo em seguida Eva voltou a lamber seu grelo inchado e voltou a enfiar sua mão todinha na buceta da minha mãe tarada que gozou deliciosamente.

Depois daquela batalha em cima daquela cama a fome pegou e pedimos duas pizzas pra repor as energias e naquela noite a putaria continuou... minha mãe e minha namorada eram duas ninfomaníacas e quanto mais gozavam mais queriam trepar.

Tio Jorge também era um macho que sabia dar conta de putas taradas... ele conseguia ficar o tempo que queria controlando seu gozo.

Meu pau também parecia que não abaixava mais... porra no saco com certeza não tinha mais... gozei 3 vezes.

Depois dessa primeira vez mamãe comprou uma cama king-size enorme para que nos quatro pudêssemos “brincar” a vontade.

Dentro de casa ninguém usava nenhuma roupa e era só um abraçar o outro se roçando pra começar a safadeza.

Já faz 2 meses que tio caralhudo esta morando conosco e ele é o macho dominante da minha mãe e da minha namorada e estou plenamente satisfeito com a putaria que rola em nossa casa.

Eva e minha mãe adoram que eu chupe a buceta delas depois que meu tio Jorge fode as putas taradas inundando a buceta delas de porra.

Nas primeiras vezes achei meio estranho... mas logo perdi qualquer pudor... se eu bebia o xixi da minha namorada putinha... algumas gotas de porra escorrendo das bucetas das vadias não tinham nenhum problema e engolia tudo sem frescuras.

Eva e eu marcamos a data do casamento para o mês de maio e mamãe e meu tio estão completamente felizes com minha decisão e não tenho duvidas que casar-me com uma puta tão safada quanto Eva vai ser tudo de bom.

Claro que a putaria não ficou só nisso... e vou contar tudo pra vocês no próximo relato!

Acessem meu perfil e divirtam-se com outros contos sacanas:

http://www.casadoscontos.com.br/perfil/150463

skype: tete-cp1

vvvvvvvvvvvvvv7777

Comentários

09/02/2017 02:05:07
nossa, li por partes, pois gozei umas 3 vezes nesse conto, parabéns
27/12/2016 02:15:18
Maravilhoso continue assim
23/12/2016 14:55:34
Putaria boa de mais
22/12/2016 16:46:30
Nossa q conto maravilhoso gozei gostoso demais quero a continuação sem demora por favor
g7p
22/12/2016 16:36:12
Kidelicia de família quero a continuação tesão demais fiquei com a bucetinha pegando fogo quero q o tio Roludo pegue o Daniel também
22/12/2016 16:20:05
COnto perfeito!!! Fiquei louco de tesão a cada detalhes e sinto que a coisa irá melhorar ainda mais. Aguardo ansioso pela continuação!
22/12/2016 15:39:18
Adorei!O Daniel tem que perder o cabaço do cuzinho no pauzão do Tio! Esperando a continuação.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.