Casa dos Contos Eróticos

O frentista dominador 5

Autor: Sub Mineiro
Categoria: Sadomasoquismo
Data: 09/12/2016 16:30:33
Nota 10.00
Ler comentários (4) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

Segunda-feira de manhã, Juliano gemia baixinho com 21 cm de rola grossa atolado no cú. O cafuçu envolvia o corpo do bombado com os dois braços. De ladinho, Wadson conseguia entererrar os 21 cm quase todo na bunda parceiro. O pau duro de Juliano aliado aos movimentos que fazia com a bunda para trás denunciava como estava boa aquela posição. Ele já tinha se rendido aos encantos daquele cafuçu que sabia proporcionar prazer a um parceiro.

O cafuçu deu uma grunhida forte e mordeu de leve o pescoço do bombado despejando seu leite naquele cuzinho rosado. Um tapa estalado na bunda, como fazia com as putas que comia, encerrou a foda da manhã. Wadson tinha fudido o bombado quase a noite toda. Juliano tomou no cú na banheira de hidromassagem, de pé ao lado do closet, de frente para o espelho, de quatro no chão da cozinha. O apartamento tinha sido palco de uma das melhores noites de sua vida. Enquanto ensaboava o corpo dolorido da surra de pica, flashs da foda vinham em sua cabeça. Ele começou a se tocar e gozou gemendo de prazer.

Quando voltou ao quarto Wadson estava sentado na cama já vestido com uma cueca vermelha de tecido barato.

-Eu tenho que ir para a faculdade! (falou meio sem olhar para o macho). Só não sei como vou explicar esse meu rosto meio inchado!

-Fala com teus amiguinhos que seu macho te bateu! kkkk

-Você pode tomar um banho se quiser! (riu meio sem graça). Daqui a pouco a Fátima está ai para limpar a casa, então temos que ir embora.

-Playboy, hoje eu tou de folga, vou ficar aqui jogando game e vendo filme. Enche a banheira para mim antes de sair.

Juliano parecia não acreditar no que tinha ouvido. Terminando de vestir a calça se virou para Wadson:

-Mas, eu tenho que sair, se você ficar aqui vai ser estranho.... (falou meio sem força na voz)

-Estranho porquê viado? Tá mandando seu macho embora?

Wadson se levantou chegando perto do bombado que se encolheu encostado na parede do quarto. Juntou as bochechas dele com uma só mão e continuou a falar.

-Eu te disse que estou de folga, vou ficar aqui e tomar um banho, depois jogar game e ver filmes. Alguma reclamação?

Juliano terminou de se vestir, pegou suas coisas e saiu para a faculdade. Em todas suas fodas nunca tinha deixado um estranho sozinho em sua casa. Apenas Fátima, a diarista, tinha as chaves do apartmaneto porquê era conhecida da família. Agora um cara que tinha conhecido a dois dias estava dando ordens dentro da sua casa. E pior que ele sentiu tesão em obedecer ao macho. Entrou no carro, olhou seu rosto no retrovisor e viu as marcas da surra que levou. Realmente sua vida mudaria muito dali para a frente. Deu partida e foi para a faculdade.

Wadson estava sentado de cuecas no sofá vendo Jogo de Panelas na Ana Maria Braga. Fátima pensou que o patrão ainda estivesse em casa quando entrou pelas portas do fundo e ouviu o barulho da TV. Quase teve um troço quando viu o cafuçu esparramado no sofá da sala.

-O quê você está fazendo aqui?? Tirou cópias da minha chave?? Você tá doido, levanta dai!!

Wadson olhou para a diarista com um risinho no rosto. Ele e Fátima já eram bem intimos. Não chegaram a namorar, mas sempre que podia o cafuçu dava um amasso na morena fogosa que trabalhava no Condomínio Luxemburgo. Ela tomou um baita susto quando viu o frentista dentro do apartamento. Fátima é uma morena bonita, 30 anos, cabelos pretos lisos, de 1,65 de altura, pernas firmes, dona de uma senhora bunda e muito fogosa. Já tinha dado para quase todos os frentistas do posto em que Wadson trabalhava e sempre que podia passava no quartinho do seu Izaias.

-Quê isso morena? Vai me dar um beijo não?

-Cê tá louco Wadson, sai daqui ou vai dar problema para mim! Não sei como entrou, mas deve ser coisa daquele porteiro safado.

Wadson se levantou e envolveu a morena baixinha em seus braços. O pau meia bomba cutucou o corpo da morena que cedeu aos beijos do cafuçu. Ele beijava a morena enquanto apertava todo o corpo e apalpava a bunda durinha. Ela tentou se afastar, mas como resistir a uma pegada daquela?

E menos de 10 minutos ele já socava firme na buceta estufada da morena que escorava no braço do sofá com a saia levantada. Puxou os cabelos lisos fazendo um rabo de cavalo com as mãos dominando completamente a vadia. O cafuçu sabia como proporcionar prazer a uma mulher. As pernas de Fátima já estavam bambas de tanto gozar, e a safada gemia como uma louca. Wadson conduziu a morena sem tirar o pau de dentro e debruçou o corpo da baixinha na mesa da sala. Continuou a fuder como um animal. Como já tinha gozado no cú de Juliano, a morena ia sofrer um pouco mais. Pegou nos peitinhos durinhos enquanto socava firme. O cheiro de sexo exalava na sala do apartamento. Wadson estocou firme e gozou dentro da bucetinha apertada. A morena arfava com o rosto colado na mesa de vidro.

-É o seguinte. (tapa na bunda) Vai fazer um café para seu homem que depois te explico tudo! E vê se não coloca muito açucar. (tapa)

O cafuçu retirou o pau, vestiu a cueca e sentou-se novamente no sofá para ver TV. Fátima demorou alguns minutos para se recompor da surra de pica, abaixou a saia, pegou a calcinha no chão e se dirigiu para a cozinha com as pernas bambas para cumprir as ordens que lhe tinham sido dadas.

Comentários

09/12/2016 20:45:07
Muito bom, mas faltou um dos elementos mais excitantes do seus contos, que é a violência, do tipo "Henrique" aquele personagem dominador do outro conto.
09/12/2016 17:37:39
bem melhor esse capítulo
09/12/2016 17:03:43
Li toda a saga do Juliano nas mãos desse frentista. Em parte acho que merecia um castigo por ter humilhado o Wadson, mas daí a curtir levar pica de um sujeito desses e se submeter a todas essas atrocidades, é preciso ser um bocado panaca. Enfim, tem quem goste disso pelo que li em alguns comentários. O que seus contos têm de bom, é a pegada do macho ativo, pena que ele seja um daqueles grossos e brutos que só sentem prazer com o sofrimento alheio, um prato cheio para sadomasoquistas. Abração.
09/12/2016 16:46:32
Como vai amigo mineiro?Espero que bem. Estou acompanhando teu conto desde o início mas agora resolvi comentar.Está muito bom,só não entendi o por que de envolver a empregada como uma gambiarra do Wadson, mas tudo bem.Em comparação ao seu último conto esse aqui está mais leve mas ainda tenho um pé atrás com esse Wadson.Abraços.

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.