Casa dos Contos Eróticos

Servindo ao meu dono (Agora sou do Jorjão)

Autor: Sub Mineiro
Categoria: Sadomasoquismo
Data: 14/11/2016 16:23:37
Nota 9.73
Ler comentários (13) | Adicionar aos favoritos | Fazer denúncia

O ar estava impregnado do cheiro forte de café. A mesa posta com torradas, queijo, pães e um bolo de aveia feito especialmente para meu dono. Jorjão saiu da cama vestido apenas com uma cueca calvin branca cavada. Aquela visão de um homem másculo de cueca com pau meia bomba me enchia de tesão.

Ele sentou-se para tomar café e me puxou para seu colo.

-Bom dia meu puto! Gostei de ver, quero assim sempre, mesa posta e meu putinho bem disposto.

Eu tinha tomado pirocada a noite inteira. A primeira noite das muitas que viria. Parece que pela novidade de ter um viado a sua disposição, Jorjão estava ainda mais viril. Meteu até quase o dia clarear. Meu cú doia com as investidas daquele caralho de quase 23 cm. Tinha que me acostumar, afinal aceitei morar junto e daqui para frente essa seria minha rotina.

Enquanto tomava café comigo em seu colo o pau do meu homem dava sinal de vida. Ele mandou que eu ajoelha-se e tirou o caralhão para fora. Eu já sabia o que fazer. Comecei um boquete de leve, passando a língua em toda a extensão do caralho veiudo. Depois enfiei na boca tentando engolir tudo. Jorjão continuava tomar café enquanto eu fazia meu trabalho. Me confidenciou que adorava gozar pela manhã.

Vez ou outra passava de leve as mãos no meu cabelo como um sinal de aprovação. Eu me esmerava em proporcionar prazer ao belo exemplar de macho que tinha em casa. De repente afastou minha boca, se levantou e me levou até a sala. Me colocou de bruços no braço do sofá e me penetrou bruscamente. Eu emiti um som abafado mordendo uma almofada. Meu cú ardia das investidas da noite, mas sei que meu macho não daria trégua.

-Toma pistolada!! Toma, toma, toma.... né disso que gosta!!?? (Me dava tapas na bunda)

Jorjão tinha total contrrole sobre meu corpo.Me virou com uma facilidade me colocando de frango no sofá. Enfiou a trolha me fazendo gemer choroso. Em um gesto de carinho passou a mão em meu rosto vendo que eu suportava aquilo tudo para seu prazer.

-Tá sentindo!!?? Tou todo dentro de você meu puto!!

-Sim meu macho!! (gemi choroso)

Com suas mãozonas juntou minhas pernas até meu peito e começou o bate estaca. Parecia um terremoto em cima de mim. Agora o negão suava e metia sem dó. Eu passei a gemer mais alto e contraia meu cú para ver se gozava rápido. Eu já tinha gozado sem tocar no pau. Agora estava com o pau mole como meu dono estava me ensinando a dar.

-Toma no cú... toma...toma toma.... ahhhhhhhhhhhhhahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

Meu macho gozou no fundo do meu rabo, deu mais umas 3 estocadas e tirou o pauzão. Me colocou de joelhos e deu a ordem seca:

-Limpa!

E assim seguiu minha vida. Se hoje estou com Jorge? Sim. Ele é meu homem, me completa em tudo. Estou feliz ao seu lado em meu papel de viado submisso. Ele me dá ordens, com certa dose de carinho. Passamos a planejar uma vida juntos: viagens, patrimônio, gostos musicais, filmes, etc. Somos um casal homoafetivo sem cair na heteronormatividade e é isso que importa. Quem nos ver em uma balada em BH terá a impresssão que somos dois amigos. A nossa cumplicidade é tanta que pego carinhas nos app para meu dono. Ao mesmo tempo tenho segurança com ele. Segurança que talvez não teria com um namorado preso a regras heteronormativas. O tesão, em mais de 8 anos de relação debaixo do mesmo teto, só aumenta. Para quê procurar outra coisa se posso experimentar tudo em termos de sexo com meu companheiro? Jamais trairei, e ele jamais se envolverá afetivamente com outro. Porquê? Em 8 anos solidificamos uma relação verdadeira, sem máscaras.

Espero que tenham gostado da série "Servindo ao meu dono" que alia fatos da minha vida real a ficções que invento a partir do meu tesão. Grande parte do que aconteceu com meu dono Henrique é verdadeiro. Inclusive Henrique tentou voltar comigo mais de uma vez. Felizmente, foi só Jorge dar uma prensa nele que nunca mais me incomodou. Afinal, o "muque" do meu macho é de colocar medo em qualquer um.

Voltarei com uma série em que apresento o meu primeiro dono, ainda no ensino médio, quando nem conhecia a sigla BDSM, mas por instinto obedecia a um macho alfa.

Aguardem!

Comentários

24/11/2016 01:22:20
Adorei, indo ler a outra série, bjs
21/11/2016 09:00:51
Muito bom!
16/11/2016 16:48:47
William26, que isso!! Se têm um ogrão tá em boas mãos. Faz umas brincadeirinhas com ele, sei que vai gostar.
16/11/2016 03:14:59
Adorei!!!!! Vem logo com o início!!!!
16/11/2016 01:36:32
Gatolindo, que coincidência, meus pais também tem sítio imóvel em Lagoa Santa e meu melhor amigo é de lá também rsrsrs. Fico feliz , pois tem gente que diz que relacionamentos homo não duram muito, é legal ver um que não tenha prazo de validade.E quanto e seu "negão" me dar uns cascudos , eu agradeço mas passo, tenho um ogrão ciumento que não troco por nada rsrsrs.Abraços.
15/11/2016 12:40:45
Perfeito. Na parte do outro dono eu senti um pouco de repulsa, não conseguia ter prazer na leitura, achei muito abusiva a relação. Esse foi um bom felizes para sempre enquanto durar. 10
15/11/2016 12:01:26
Parabéns, muito bom, esperando a nova série, bjs
15/11/2016 11:01:58
William26, pode ser mesmo que tenhamos nos visto. BH é uma ervilha. A relação de Dom e Sub é mesmo complicada. Mas é igual gostar de sorvete de chocolate ou baunilha. Gosto não se discute. Hoje tenho 39 anos e vejo que minha vida sexual e afetiva não poderia ser melhor. Tou muito feliz ao lado do meu negão. Temos um sitio em lagoa santa, um ap em BH, tudo construido em cumplicidade. Quem sabe um dia a gente não toma um banho de piscina juntos. Pior se ele quiser te dar uns cascudos, kkkk, abraços
15/11/2016 00:53:54
Bom, primeiro eu só tenho a agradecer por você ter contado sua história pra nós leitores, obrigado, quero me desculpar se fui leviano em algum momento, as vezes julgamos o que não conhecemos, mas "mineiro" você me fez ver com outros olhos a relação dom/sub e o mundo BDSM, sei que não é pra mim e bem provável que não venha ser mas lendo sua história vejo que é feliz assim.Fiquei muito feliz do babaca do Henrique que convenhamos deve ser um enrustido do caralho, desculpe, ter saído da sua vida e você ter encontrado o Jorjão, ele sim é o seu homem, ele sim merece te sodomizar , usar muito pois ele impôs isso ao Henrique e te ganhou de um jeito interessante, cara do fundo do coração quero que você viva mais 8x4 com seu homem, todos merecemos ser felizes.Será que já não nos esbarramos na noite de BH?rsrsrs
14/11/2016 21:38:07
Gostei da historia em gera, mas a parte em que ele deixou henrique e foi para o jorge me incomodou, espero que o conto sobre a escola seja bom, gosto desse estilo e confio em vc para guiar minhas fantasias. Boa sorte :*
14/11/2016 21:33:05
gente que vida difícil, amiga sorte ai viu kkkk
14/11/2016 19:56:45
Amei...ainda bem que vc largou daquela enrustido do Henrique, tinha nojo da cara dele, mas o Jorjão acho ele um fofo e tbm gosto dele porque ele não é gigolô. Felicidades querido!
14/11/2016 17:35:18
tesão.... estou ansioso pela nova serie já

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.